Implementações que preenchem muitas variáveis com valores extensos podem às vezes resultar em solicitações de imagens truncadas. Todas as versões do Internet Explorer impõem um limite de 2083 caracteres em URLs de solicitação de imagem. Portanto, a Adobe recomenda que você mantenha todas as solicitações de imagem abaixo desse número para evitar a perda de dados. Os itens a seguir são recomendados se sua organização enfrentar solicitações de imagem excessivamente longas:

  1. Use o serviço de ID de visitante da Experience Cloud: As bibliotecas AppMeasurement 1.4.1 (lançadas em setembro de 2014) e posteriores, enviam automaticamente solicitações de imagens usando HTTP POST, se forem muito longas para solicitações de imagens tradicionais. Os dados enviados usando esse método não são truncados, independentemente do tamanho. Este método requer ter o Serviço de ID de visitante da Experience Cloud implementado.

  2. Use regras de processamento: Como alternativa ao uso de variáveis dinâmicas, as regras de processamento podem ser criadas facilmente no Admin Console. Uma vez criada, todas as solicitações de imagem podem copiar/substituir o valor de qualquer variável. Por exemplo, crie a seguinte regra de processamento para copiar eVar1 em cada variável:

    Sempre execute:
    Sobrescreva o valor de prop1 com eVar1
    Sobrescreva o valor de eVar2 com eVar1
    Sobrescreva valor de prop2 com eVar1

    E simplesmente defina eVar1 na sua implementação:

    s.eVar1="The quick brown fox jumps over the lazy dog";
  3. Use Variáveis Dinâmicas: Se as solicitações de imagem forem preenchidas com muitos dos mesmos valores, o uso de variáveis dinâmicas poderá reduzir muito o tamanho da solicitação de imagem. Variáveis dinâmicas podem encurtar URLs em milhares de caracteres. Por exemplo, preenchendo diversas variáveis com o URL atual:

    s.eVar1="D=g";
    s.prop1="D=g";
    s.eVar2="D=g";
    s.prop2="D=g";

    Preenchendo diversas variáveis para o valor de eVar1:

    s.eVar1="The quick brown fox jumps over the lazy dog";
    s.prop1="D=v1";
    s.eVar2="D=v1";
    s.prop2="D=v1";
  4. Crie abreviações: Abreviações são úteis em situações em que a variável de produtos ocupa a maior parte da solicitação de imagem. Por exemplo, se você tiver a variável de produtos definida para o seguinte:

    s.products = "Exotic pets;Scarlet Macaw;2;2700,Domestic pets;Golden Retriever;1;700,Exotic pets;Fennec Fox;1;1400"

    Em vez disso, usar um código para produtos e categorias pode reduzir bastante uma solicitação de imagem, especialmente com muitos produtos ou nomes de produtos longos. A classificação desses valores pode então corresponder um nome detalhado ao valor da variável abreviada.

    s.products = "EP;SM;2;2700,DP;GR;1;700,EP;FF;1;1400";
  5. Use o plug-in de compactação dinâmica: Este plug-in automaticamente reescreve variáveis usando a atribuição dinâmica para fazer solicitações de beacon menores. As atribuições dinâmicas são feitas se resultarem em um tamanho menor de solicitações de beacon. Props, eVars e variáveis internas são considerados para atribuição dinâmica se uma subseqüência de uma variável corresponder a outra.

    O plug-in de compactação dinâmica é de propriedade da Adobe Experience Cloud Consulting. Para implementar o código para uso, entre em contato com o gerente de contas da sua organização.

Pedidos de imagem inevitavelmente longos

Se longas solicitações de imagens forem inevitáveis, elas serão truncadas na seguinte ordem:

  1. Relatórios de tecnologia: relatórios de perfil do visitante, como largura/altura do navegador e versão do JavaScript, são truncados primeiro.
  2. Variáveis personalizadas: a partir dos eVars e Props mais altos (eVar250 e prop250), as variáveis personalizadas são truncadas da maior para a menor.
  3. Variáveis centrais: variáveis que definem o pedido de imagem, como charSet e referrer, são colocadas primeiro. Essas variáveis são vitais para muitos relatórios do Analytics e têm a garantia de não serem truncadas em um nível de solicitação de imagem.

Observação:

Variáveis individuais também têm seu próprio limite de caracteres (255 bytes para eVars e 100 bytes para Props). Esses limites são independentes do limite de 2083 caracteres imposto pelo Internet Explorer.

Recursos adicionais

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online