O AEM 6.0, 6.1 e 6.2 consomem muita memória em algumas versões do Windows Server

As versões do sistema operacional Windows abaixo foram identificadas como problemáticas:

  • Nome do sistema operacional: Microsoft Windows Server 2008 R2 Enterprise (Versão: 6.1.7601 Service Pack 1 Build 7601)
  • Nome do sistema operacional: Microsoft Windows Server 2012 Standard (Versão: 6.2.9200 Build 9200)

Sintomas: Durante os períodos de alta atividade de gravação (por exemplo, durante uma instalação de pacote grande), pode-se usar a maior parte da memória nativa se a E/S mapeada na memória estiver ativada.

Você poderá ver um aumento gradual na memória do conjunto de trabalho.  O uso de memória aumenta, mas a memória não é liberada para uso por outros processos. Esse problema é um problema do gerenciamento de memória do Windows, não do Adobe Experience Manager.

  1. Desativar o mapeamento de memória completamente, adicionando tarmk.mode=32 org.apache.jackrabbit.oak.plugins.segment.SegmentNodeStoreService.cfg força o tarMK a não usar o mapeamento de memória. Como o Windows Server 2012 descontinuou o serviço do WSRM, apenas desabilitar o mapeamento de memória ajudará.

  2. Ative o WSRM (Windows System Resource Manager, Gerenciador de Recursos de Sistema do Windows). O Gerenciador de Recursos de Sistema do Windows (WSRM) no Windows Server 2008 permite que você controle como os recursos de CPU e memória são alocados para aplicativos, serviços e processos no computador. O gerenciamento de recursos, dessa maneira, melhora o desempenho do sistema e reduz a chance de que aplicativos, serviços ou processos retirem os recursos da CPU ou da memória e diminuam o desempenho do computador. O gerenciamento de recursos também cria uma experiência mais consistente e previsível para usuários de aplicativos e serviços em execução no computador.

  3. Ferramentas relacionadas ao AEM

    Ao usar ferramentas relacionadas ao AEM, não use os parâmetros que estão aproveitando os arquivos mapeados na memória. Para oak-run especificamente, não use o parâmetro JVM -Dtar.memoryMapped=true

Configure o Gerenciador de Recursos de Sistema do Windows

  1. Ative o serviço do WSRM (consulte http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc753939.aspx).

  2. Crie uma política para controlar os recursos que o serviço Adobe Experience Manager poderá consumir. Clique com o botão direito do mouse no contêiner Políticas de Alocação de Recursos e escolha Nova Política de Alocação de Recursos. A caixa de diálogo Nova política de Alocação de Recursos será exibida, conforme mostrado abaixo:

    policy
  3. Adicione uma entrada de alocação de recursos.

    add_policy
  4. Adicione um processo de correspondência para aplicar a regra. Selecione o processo CQ registrado.

    Add process
  5. Clique em OK para retornar à tela de critérios Nova Correspondência de Processos.

    process_acthing criteria window
  6. Clique em OK para voltar ao diálogo Alocação de Recursos com o novo Processo "CQ" selecionado.

    resourceAllocation

    A guia Memória nos permite limitar a memória e aqui temos duas opções. O limite máximo de memória comprometido é mais para controlar aplicativos que podem ter um vazamento de memória e podem ser configurados para interromper ou alertar quando o processo ultrapassar o limite configurado. Podemos ignorar essa opção, mas queremos que o CQ tenha um conjunto limitado de memória para funcionar. Defina-o de acordo com seu limite. Da mesma forma, você também poderá definir a utilização da CPU. Clique em OK para concluir.

    allocation-memory
  7. Como último recurso para colocar a política em vigor, clique com o botão direito do mouse na política recém-criada e selecione Definir como Política de Gerenciamento.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online