Conceitos básicos de vídeo e terminologia

Codificar/transcodificar

A codificação de um arquivo passa de um formato não compactado, bruto, sem perdas, (por exemplo, WAV) para um formato de fluxo de bits codificado com perdas (por exemplo, MP4).

A transcodificação de um arquivo vai de um formato com perdas para outro (por exemplo, formato FLV para MP4). Também pode ser o mesmo formato, mas com diferente resolução, taxa de bits e assim por diante.

Os arquivos mestre de vídeo, criados com o equipamento de produção de vídeo e software de edição de vídeo, geralmente são muito grandes e não estão no formato adequado para serem entregues a destinos online.

Para converter vídeo digital para o formato e especificações adequados para reprodução em diferentes telas, os arquivos de vídeo são codificados ou transcodificados.

Durante o processo de codificação ou transcodificação, o vídeo é compactado para um tamanho de arquivo menor e eficiente, ideal para entrega na web e em dispositivos móveis.

Formatos de arquivo de vídeo

Semelhante a um arquivo ZIP, um formato de arquivo de vídeo determina como os arquivos estão contidos no arquivo de vídeo. É um arquivo contêiner.

Um arquivo de vídeo geralmente contém várias faixas, uma faixa de vídeo (sem áudio) e uma ou mais faixas de áudio (sem vídeo), que estão inter-relacionadas e sincronizadas.

O formato de arquivo de vídeo determina como essas diferentes faixas de dados e metadados são organizados.

Alguns exemplos de formatos de arquivos de vídeo incluem MPEG, mpg, mov, mxf, wmv e avi.

Codec de vídeo (codificação/decodificação)

O formato de arquivo não ajuda a determinar sozinho como o vídeo é entregue ou codificado.

Um codec de vídeo descreve o algoritmo pelo qual um vídeo é codificado.

Um reprodutor de vídeo decodifica o vídeo de acordo com seu codec e exibe uma série de imagens, ou quadros, na tela.

Os codecs minimizam a quantidade de informações que os arquivos de vídeo precisam armazenar para reproduzir vídeo.

Em vez de informações sobre cada quadro individual, apenas informações sobre as diferenças entre um quadro e o próximo são armazenadas.

Como a maioria dos vídeos muda pouco de um quadro para outro, os codecs permitem altas taxas de compactação, o que resulta em tamanhos de arquivo menores.

Os codecs comuns incluem H.264 (também conhecido como MPEG-4/AVC, o padrão), On2 VP6 (adquirido pelo Google, não tão bom), Sorenson Media Spark H.263

A compressão do H.264 é geralmente de 4 para 1.

Resolução

A altura e a largura do vídeo em pixels. A maioria dos vídeos originais é armazenada em uma resolução maior, como 1920x1080, mas é redimensionada para resoluções menores para streaming, geralmente 640x480 ou menores.

É geralmente durante a transcodificação que a resolução é reduzida.

Duplicar a resolução causa um aumento de 4x no tamanho.

Streaming de taxa de bits múltipla, com base na largura de banda dos usuários, permite maior ou menor resolução.

Muitas vezes as pessoas usam a altura, ou menor dimensão. 1080p, por exemplo. Na verdade significa 1920x1080.

Proporção

Relação entre largura e altura do vídeo. Duas proporções comuns 4:3 e 16:9.

  • 4:3 (1.33:1) - Usado para quase toda a transmissão de conteúdo de TV em definição padrão.
  • 16:9 (1,78:1) - Usado para quase todos os conteúdos de TV wide-screen, de alta definição (HDTV) e filmes.

A maioria dos consumidores usa 4:3 (640x480)

Taxa de bits/taxa de dados de vídeo

A quantidade de dados que são codificados para formar um único segundo de vídeo na reprodução (em kilobits por segundo)

Quanto maior a taxa de bits de vídeo, maior a qualidade do vídeo.

Taxa de quadros

Quadros por segundo ou fps

O número de quadros, ou imagens estáticas, para cada segundo de vídeo

Normalmente, a TV norte-americana (NTSC) é transmitida em 29,97 fps.

As TVs européia e asiática (PAL) são transmitidas em 25 fps, e filmes em 23.976 ou 24 fps.

Streaming

Largura de banda ilimitada - sem lentidão devido a visualização excessiva

O conteúdo está protegido (o Scene não aproveita essa característica)

Suporta busca em arquivos grandes

Usa RAM para entregar o vídeo

Buffer dinâmico do lado cliente

Suporte a transmissões de vídeo ao vivo

Melhor suporte móvel

Download progressivo

Antigo, pouco usado hoje

Usa mais largura de banda no servidor e no cliente

Sem proteção de arquivo

Sem busca em arquivos grandes

Sem insight sobre a experiência de vídeo

Dependente do disco para entrega de vídeo

Sem gerenciamento de buffer

Sem suporte para eventos ao vivo

Logotipo da Adobe

Fazer logon em sua conta