Esta página esclarece como o Serviço da Marketing Cloud ID migra um visitante de Analytics ID herdada para a Marketing Cloud ID. Alguns conceitos foram simplificados para compreensão geral.

Vídeo: Como a MCID migra visitantes herdados do Analytics


Ambiente

Um ambiente típico da web é mostrado abaixo. À esquerda está o navegador do visitante. No centro está uma coleção de sites pertencentes a Minha Empresa S.A., ambos tendo implantado com sucesso o serviço de ID. À direita e no canto inferior esquerdo, aparecem cilindros representando os servidores da Adobe.

Diagrama de um ambiente típico da web

Pode-se observar que o navegador do usuário tem um cookie s_vi. O cookie parece estar configurado no domínio SiteA.com. Se está familiarizado com o rastreamento do Analytics, sabe que este cookie contém o valor "aid". Já que o cookie está presente, esse usuário foi a pelo menos uma das propriedades web pertencentes a Minha Empresa S.A. anteriormente.

Cenários

Abaixo, dois cenários diferentes são discutidos.

No primeiro, um usuário retorna ao SiteA.com pela primeira vez desde que a Minha Empresa S.A. implantou o serviço de ID. Esse cenário mostra como o serviço de ID migra seu ID existente do cookie s_vi herdado para o cookie AMCV. O primeiro cenário é mostrado em azul no diagrama.

No segundo, o mesmo usuário visita um segundo domínio pertencente a Minha Empresa S.A. Este domínio também possui o serviço de ID implantado. Essa é a primeira vez que esse usuário já esteve nesse site. O site está usando o mesmo servidor de rastreamento do Analytics que o primeiro domínio. Esse cenário mostra que o serviço de ID recupera a ID herdada do servidor de rastreamento enquanto também mantém a mesma ID do serviço de ID. O segundo cenário é mostrado em vermelho no diagrama

 

Diagrama mostrando dois cenários de visitantes

Observação:

Domínios múltiplos usando o mesmo servidor de rastreamento do Analytics é tipicamente como o rastreamento entre domínios era realizado antes do serviço de ID.

Etapas

  1. O usuário visita SiteA.com pela primeira vez desde que Minha Empresa S.A. implantou o serviço da Marketing Cloud ID.

     

    Step 1
  2. O código do serviço de ID (VisitorAPI.js) carrega como parte da página e uma verificação é feita para examinar se o cookie "AMCV" existe no domínio atual (SiteA.com). Não existe tal cookie existe, então o serviço de ID verifica se um cookie Demdex existe no domínio demdex.net. O cookie demdex.net também não existe.

    Verificar a existência de cookies
  3. Já que uma Marketing Cloud ID ainda não existe no navegador, o código do serviço de ID solicita uma ID dos servidores do serviço de ID (dpm.demdex.net). Uma solicitação de rede é feita para dpm.demdex.net com a Experience Cloud Organization ID.

    A solicitação de rede é feita

    Observação:

    A Experience Cloud Organization ID é retirada da página como parte da sua implementação e identifica unicamente cada empresa cliente da Adobe Experience Cloud. Cada ID é similar ao seguinte valor: 016D5C175213CCA80A490D05@AdobeOrg

  4. O servidor do serviço de ID recebe a solicitação. Já que esta não contém um valor "uuid", o servidor gera um para ser usado na geração da Marketing Cloud ID ou valor "mid". Uma vez que o valor "uuid" é gerado, o servidor gera um "mid" usando o "uuid" e a Experience Cloud Organization ID. 

    O servidor do serviço de ID recebe a solicitação
  5. O serviço de ID responde à solicitação com os dois valores "uuid" e "mid".

    Resposta com o uuid e o mid
  6. O serviço de ID finalmente verifica se uma Analytics ID herdada existe. Ele faz isso verificando se existe um cookie "s_vi" no domínio do servidor de rastreamento do Analytics. Neste exemplo, metrics.siteA.com é usada como o servidor de rastreamento do Analytics.

    Verificação da existência de uma Analytics ID herdada

    Observação:

    Essa verificação é necessária porque o Analytics usa o valor "mid" como sua ID primária para visitantes que já não possuem uma Analytics ID herdada ou "aid". Se a migração de uma ID existente não for completada, o usuário se torna um novo visitante e todos os dados históricos associados com o "aid" herdado não serão associados ao novo visitante.

     

  7. Nesse exemplo, o navegador contém um cookie s_vi herdado no domínio do servidor de rastreamento, o que significa que o serviço de ID pode ler esse cookie e recuperar o valor "aid" dele.

    O navegador contém o cookie herdado
  8. Agora que o código do serviço de ID tem o que precisa, ele define um cookie AMCV no domínio atual (SiteA.com). Já que ainda não existe um cookie demdex.net, o serviço de ID também o define contendo a UUID.

    Serviço de ID define um cookie AMCV

    Observação:

    O serviço de ID escreve seu cookie no domínio atual. Isso é diferente da identificação do Analytics herdado quando o cookie foi escrito no domínio do servidor de rastreamento.

    Além disso, o domínio do servidor de rastreamento do Analytics nem sempre corresponde ao domínio da página da Web.

  9. Após o cookie AMCV ser escrito no navegador, o resto da página carrega e os sinais da solução da Adobe disparam.

    A página carrega e os sinais das soluções da Adobe disparam
  10. No cenário 2, o mesmo usuário com o mesmo navegador visita outra propriedade web pertencente a Minha Empresa S.A. onde o serviço de ID foi implantado.

    Cenário 2 -- visitas do mesmo navegador
  11. O código do serviço de ID carrega e como na etapa 2, uma verificação é feita para saber se um cookie AMCV existe no domínio atual (siteB.com). Já que esta é a primeira vez que esse usuário esteve nesse site, não existe um AMCV. Já que não existe nenhum cookie AMCV, a próxima verificação será por um cookie demdex.net. Um cookie Demdex existe desta vez porque ele foi definido na etapa 8 do cenário anterior. O serviço de ID lê o cookie Demdex e retorna o valor "uuid".

    Verifica se o cookie AMCV existe
  12. Como no primeiro cenário (etapa 3), o código do serviço de ID solicita uma ID para os servidores do serviço de ID. No entanto, desta vez, já existe um valor "UUID" do cookie Demdex. O valor "UUID" e a Experience Cloud Organization ID são enviados com a solicitação.

    O serviço de ID solicita uma ID
  13. O servidor recebe a solicitação e geraum valor"mid" usando a "uuid" (ABC) e a Organization ID (1234), que foram enviadas com a solicitação. Note que o valor "mid" é gerado usando a mesma Organization ID e "UUID" que o exemplo anterior. Já que os mesmos dois parâmetros são usados para gerar a ID, o resultado é o mesmo. É assim que o rastreamento em vários domínios é realizado no serviço de ID.

    O servidor recebe a solicitação e gera o valor "mid"
  14. O navegador envia o valor "mid" de volta para a página na resposta à solicitação.

    O navegador envia o valor "mid" de volta para a página
  15. O código do serviço de ID faz uma última verificação para observar se um cookie s_vi existe no servidor de rastreamento do Analytics (similar ao primeiro cenário para assegurar que não hajam cortes em quaisquer dados de visitante existentes).

    Código do serviço de ID -- verificação final se o cookie existe
  16. Já que o domínio do servidor de rastreamento não corresponde ao domínio que o navegador está visitando atualmente (siteb.com), uma chamada é feita a metrics.siteA.com para que o servidor de rastreamento possa responder à solicitação. O servidor de rastreamento responde à solicitação com o valor AID, assumindo que ele exista (ele existe neste caso como pode ser visto no topo do navegador figurativo).

    Chamada é feita a metrics.siteA.com
  17. Agora que o código do serviço de ID tem toda a informação que precisa, ele escreve um cookie AMCV no domínio atual. Desta vez, o cookie é escrito no siteB.com. O cookie AMCV contém tanto o "mid" quanto o "aid". Ter ambos nos permite continuar usando todos os dados associados com a ID herdada enquanto também nos oferece a maioria dos benefícios de se ter uma ID para várias soluções através da MID

    Escrever um cookie AMCV no domínio atual
  18. Finalmente, o resto do código da página executa e os sinais da solução Adobe são disparados

Perguntas?

Este artigo oferece uma visão mais detalhada sobre como o serviço da Marketing Cloud ID (MCID) opera. Alguns conceitos foram simplificados para compreensão geral. Se tiver mais perguntas, consulte a documentação do serviço da Marketing Cloud ID. Você também pode fazer perguntas nos fóruns da comunidade.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online