O URL da página pode ser uma poderosa variável para determinar vários insights em uma página na qual o nome da página não é preciso ou descritivo o suficiente. Está disponível por padrão nos Feeds de dados e no Data Warehouse, mas atualmente, não está disponível como uma dimensão na geração de relatórios do Adobe Analytics. Entretanto, pequenas modificações de implementação podem ser feitas para obtê-lo. Como com quase todas as modificações de implementação, essas recomendações somente se aplicam aos dados deste momento em diante, não retroativamente.

Observação:

Modificar a implementação pode causar perda de dados se configurado incorretamente (como substituir valores de variáveis existentes). Se desejar obter assistência ao fazer as alterações de implementação, entre em contato com seu Gerente de conta que pode organizar um encontro de consultoria.

Código para preencher o URL da página

Dependendo do que se deseja, qualquer um dos itens a seguir pode ser usado:

// Using JavaScript
[location.host, location.pathname].join('');
// Using DTM
%window.location.host%%window.location.pathname%

A Adobe recomenda enfaticamente usar esse método. Isso reduz drasticamente o número de URLs únicos, pois não inclui protocolos ou sequências de consulta. O conteúdo entregue via HTTP e HTTPS é considerado o mesmo item de linha.

D=g

O método D=g usa variáveis dinâmicas. A sequência de consulta 'g' captura o URL da página em uma solicitação de imagem.  Os servidores de coleta de dados interpretam "D=" para copiar esse valor e atribuí-lo à variável que você especificar. Enquanto um valor de solicitação de imagem indica "D-g", o real valor registrado é o URL completo.

Usar atribuições de variáveis dinâmicas inclui a sequência de consulta e o protocolo. URLs semelhantes fornecidos por meio de HTTP e HTTPS são considerados valores separados, assim como URLs idênticos com diferentes sequências de consulta. Usar o URL completo pode facilmente levar a valores baixos de tráfego e exceder o limite de bytes para variáveis personalizadas.

window.location.href

O uso de window.location.href não é recomendado, pois é o mesmo que o método de variável dinâmica, mas torna o comprimento de caracteres de solicitação de imagem muito maior. 

Método 1: Implementação por DTM

Se sua implementação usa o DTM, você pode seguir estas etapas:

  1. Faça logon em dtm.adobe.com e clique na propriedade Web desejada.
  2. Clique no ícone ao lado da ferramenta Analytics.
  3. Em variáveis globais, encontre uma prop sem uso e a configure para %window.location.host%%window.location.pathname%
  4. Salvar e implantar configurações.

Método 2: Implementação usando o s_code

Se sua organização não estiver usando DTM, você pode atribuir o valor da variável no arquivo JavaScript central:

  1. Abra o arquivo de s_code.js.
  2. Dentro da função doPlugins(), adicione uma linha contendo este código, substituindo XX pela prop desejada:
    s.propXX=[location.host, location.pathname].join('');
  3. Salve o arquivo e carregue-o em seu site.

Método 3: uso de regras de processamento

Se você está autorizado a usar regras de processamento, use-as para preencher automaticamente a variável com o URL da página. No entanto, esse método não permite sequências ou protocolos de consulta removidos:

  1. Faça logon no Adobe Analytics e vá até Admin > Conjuntos de relatórios.
  2. Selecione o conjunto de relatórios correto e vá para Editar configurações > Geral > Regras de processamento.
  3. Clique em Adicionar regra, e crie a seguinte regra (Sempre executar):
    Overwrite value of [desired prop] with page_url
  4. Clique em Salvar.

Recursos adicionais

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online