Ambiente

Audience Manager

Pergunta

Estou trabalhando com dois segmentos associados a uma regra de mesclagem de perfil "NO AUTHENTICATED PROFILE + CURRENT DEVICE".  Percebo os traços e deveria perceber os segmentos, mas não os estou vendo consistentemente no objeto de coisas demdex.  Por que eles às vezes estão presentes e outras vezes não?

Resposta

Existem alguns motivos diferentes pelos quais esse comportamento pode ocorrer, mas o mais comum provavelmente é devido à configuração de regra de mesclagem do perfil e aos estados autenticados.  Ao usar a regra de mesclagem "NO AUTHENTICATED PROFILE CURRENT DEVICE", o Audience Manager não esperará que um estado autenticado seja passado e, portanto, não procurará nenhum segmento associado ao Perfil Autenticado do usuário.  Se esta regra de mesclagem de perfil estiver sendo usada para um determinado segmento, mas um estado autenticado estiver sendo passado para o Audience Manager como parte das chamadas de evento que estão realizando as características necessárias para esse segmento no perfil autenticado, o segmento nem sempre será retornado na resposta devido à sua associação com o perfil do dispositivo e não com o perfil autenticado.

Vamos ver um exemplo.  Digamos que estou trabalhando com as duas características a seguir:

Trait1 com a regra "test_signal = 1"
Trait2 com a regra "test_signal = 2"

Essas características estão associadas aos seguintes segmentos (e ambos os segmentos estão usando o perfil "NO AUTHENTICATED PROFILE + CURRENT DEVICE"):

O segmento 1 tem uma regra de "Trait1"
O segmento 2 tem uma regra de "Trait2"

Se, no decorrer do meu histórico em uma página, digamos que executei a ação necessária para o Trait1, levando assim à seguinte chamada de evento:

https://dcs-kscluster-stage.demdex.net/event?d_uuid=12345678901234567890123456789012345678&d_cid=dpid1%01dpuuid1&test_signal=1

Essa chamada passa pelo UUID do Audience Manager, uma declaração de sincronização da ID do cliente que especifica uma fonte de dados de destino (dpid1) junto com a ID do cliente (dpuuid1), bem como o sinal para o Trait1.  O Audience Manager leria os dados contidos no dispositivo e nos perfis autenticados (dizemos, por exemplo, que ambos os perfis estavam vazios antes desta primeira chamada).  Como resultado desta chamada, o Trait1 é realizado e armazenado no perfil autenticado dpid1: dpuuid1 e Segment1 são realizados e armazenados no perfil do dispositivo. 

Então, depois de continuar a navegação, inicio a ação necessária para realizar o Trait2:

https://dcs-kscluster-stage.demdex.net/event?d_uuid=12345678901234567890123456789012345678&d_cid=dpid1%01dpuuid1&test_signal=2

O resultado dessa segunda chamada seria que o Audience Manager leria novamente o dispositivo e os perfis autenticados.  Como o mesmo valor da fonte de dados e da ID do cliente foi passado, o Trait1 é retornado.  O Trait2 também seria realizado como resultado da chamada, sendo assim armazenado no perfil autenticado.  O Segment2 também seria realizado e armazenado no perfil do dispositivo.  Nesse momento, a expectativa seria ver o Segment1 sendo realizado e listado novamente.  Isso, no entanto, não seria o caso.  Embora o Trait1 fosse lido a partir do perfil autenticado, uma vez que o Segment1 está associado ao perfil do dispositivo, sendo queo Audience Manager está procurando por realizações que fazem parte do perfil autenticado, ele não seria retornado na resposta.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online