Práticas recomendadas a serem seguidas para criar um modelo do InDesign e usá-lo para criar modelos de ativos, catálogos e outras garantias.

Se você pretende trabalhar com documentos do InDesign no Adobe Experience Manager (AEM), a Adobe recomenda que você siga determinadas práticas recomendadas descritas nas seções a seguir para obter os melhores resultados.

Pré-requisitos

Assegure-se de ter o seguinte instalado antes de iniciar o AEM:

  • InDesign Server 2017
  • AEM 6.3 ou superior

Práticas recomendadas para marcação de documentos do InDesign

  1. Certifique-se de que nada esteja selecionado no começo.

  2. Abra o painel Tags e crie algumas tags.

  3. Para abrir o painel Estrutura, vá para Exibir > Estrutura.

  4. Para adicionar texto, escolha o ícone T e desenhe uma caixa delimitadora. Insira texto e formatação.

  5. Para adicionar imagens:

    • Coloque uma imagem [Arquivo > Inserir]. 
    • Escolha a partir do disco rígido local e coloque na tela. Então, incorpore a imagem no modelo.
  6. Mapeie uma tag para um objeto (imagem/texto):

    • Certifique-se de que nada esteja selecionado.
    • Selecione o texto.
    • Selecione Tag Frame no menu de contexto e escolha a tag com a qual deseja mapear esse objeto.
    • Vá para a estrutura e clique duas vezes / toque na tag para verificar seu mapeamento.

Observação:

Os arquivos do InDesign com tamanho superior a 70 MB não são adequados para importação no AEM.

Verificando tags do InDesign no AEM

Certifique-se de que o arquivo XML seja importado corretamente para o AEM no local /jcr:content/renditions/<filename>.xml.

Verifique se as tags criadas no InDesign estão disponíveis no arquivo XML importado com os valores corretos e em conformidade com a estrutura correta.