Este documento pode ajudar a solucionar problemas que ocorrem ao registrar, reproduzir ou monitorar no Adobe Audition CS5.5, CS6 ou CC. 

Os problemas de gravação podem se manifestar de diferentes formas, incluindo (mas não limitado a) o seguinte: 

  • A qualidade do áudio gravado é ruim. 
  • O áudio é monitorado pelo sistema, mas o arquivo de áudio gravado está vazio. 
  • Atraso na reprodução ao monitorar as entradas de áudio ou gravação. 
  • Saltos ou perdas momentâneas de áudio na gravação.

Diferentes fatores podem causar problemas na gravação ou reprodução, incluindo conflitos entre drivers de software, hardware e elementos corrompidos em arquivos específicos. Embora alguns problemas podem ocorrer somente ao trabalhar com o Adobe Audition. Ele não é necessariamente a causa. É possível que ele seja o único aplicativo que faça uso intenso da memória ou do processador, suficiente para expor o problema. 

Para tirar o máximo proveito deste documento, execute as tarefas em ordem. Registre as tarefas que realizar e os resultados de cada uma, incluindo erros ou outros problemas. O Suporte técnico da Adobe poderá usar essas informações para melhor ajudar você, caso você entre em contato. 

Observação:

Se você estiver procurando por informações sobre as versões anteriores do Audition, clique aqui.

 

Latência do áudio 

A latência do áudio é o tempo que o sinal de áudio leva para passar pela entrada até a saída das placas de som. O sinal de áudio é digitalizado, encaminhado através do Adobe Audition e depois qualquer efeito aplicado é processado. A seguir, é novamente convertido em forma analógica para que possa ser ouvido (monitorado) nas saídas da placa de som. Cada uma dessas etapas contribui para a latência do áudio, que é medida em milissegundos (ms). O áudio existente (ou seja, arquivos de áudio em uma faixa no Multitrack) não exibe a mesma quantidade de latência, uma vez que as faixas já foram digitalizadas. No Adobe Audition, essa discrepância no atraso da reprodução, entre as entradas de monitoramento e faixas existentes, é onde a latência é mais visível. 

Normalmente, uma latência superior a 10 milissegundos pode produzir um atraso audível entre a reprodução e monitoramento das das faixas existentes. As configurações de buffer (consulte a etapa 6 abaixo) podem ajudar a reduzir a latência. No entanto, o design do driver do dispositivo de hardware e a quantidade de processamento de efeitos podem potencialmente dificultar (ou inutilizar) o monitoramento. Se o driver de dispositivo da placa de som não permitir uma latência baixa o suficiente, provavelmente não será possível monitorar a gravação. Tente usar uma nova placa de som com drivers de dispositivo de baixa latência (por exemplo, uma placa de som ASIO). 

Diretrizes gerais que se aplicam aos períodos de latência. 

  • Inferior a 10 ms - permite monitoramento em tempo real das faixas de entrada, incluindo os efeitos. 
  • Em 10 ms - é possível detectar a latência, mas ainda soa natural e é utilizável para o monitoramento. 
  • 11-20 ms - O monitoramento começa ficar instável, causando o borrão da fonte de som real e a saída monitorada é aparente. 
  • 20-30 ms - o som atrasado começa a soar como um atraso real em vez de um componente do sinal original. 

Observação: a audição humana está acostumada à latência porque isso ocorre naturalmente ao nosso redor. A frequência de um som, a distância da fonte do som e as propriedades físicas do ouvido humano exercem um papel na audição. A latência inserida no processo de gravação e monitoramento se deve às limitações e propriedades físicas da placa de som, drivers do dispositivo e a capacidade de processamento da CPU do computador. 

Solução de problemas 

1. Certifique-se de que o sistema atenda aos requisitos mínimos para o Adobe Audition

O Adobe Audition pode não ser executado corretamente em um sistema que não atenda aos seguintes requisitos: 

Audition CC

Audition CS6

Audition CS5.5

2. Verificar se o driver correto está selecionado para o Adobe Audition

O Adobe Audition CS5.5 e posterior usam drivers ASIO e MME/WDM no Windows e Core Audio no Mac OS. O ASIO (entrada/saída de fluxo de áudio) é um protocolo multicanal de transferência que permite que um software compatível tenha acesso direto aos recursos multicanais das placas de som ASIO. O acesso direto à placa de som permite uma latência muito menor (atraso entre a entrada e saída) do que os outros tipos de driver (por exemplo, WDM ou MME). O ASIO não fornece nenhuma restrição na taxa ou formato de amostra e não está limitado a um número fixo de canais de áudio de entrada e saída. Com o ASIO, é possível mapear as portas de E/S disponíveis na placa de som como necessário para a reprodução e gravação, e gravar mais de duas faixas simultaneamente. Áreas de endereço dos drivers ASIO de processamento de áudio eficiente, alta taxa de transferência de dados, sincronização, baixo sinal de latência e extensibilidade de hardware de áudio.

O Core Audio (introduzido no Mac OS 10.3) é similar ao ASIO. Assim como o ASIO, ele permite ao software acessar diretamente o hardware de áudio em um nível baixo, reduzindo a sobrecarga e latência. 

Para verificar se o driver correto está selecionado para o Adobe Audition (Windows): 

  1. Escolha Editar > Preferências > Hardware de áudio
  2. Selecione uma configuração em Classe de dispositivo que corresponda ao seu dispositivo de áudio. Certifique-se de que o driver da placa de som instalado está selecionado no menu Driver de áudio. 
  • Se o driver do dispositivo ASIO estiver disponível, certifique-se de selecioná-lo. 
  • Se o driver de dispositivo ASIO NÃO estiver disponível, selecione MME em Classe de dispositivo

Observação: a Adobe recomenda selecionar o driver ASIO instalado em seu dispositivo de som em vez do driver MME. Use somente o driver MME em uma situação onde o dispositivo de áudio do sistema não tenha seu próprio driver ASIO. 

Para verificar se o driver correto está selecionado para o Adobe Audition (Mac OS):

  1. Escolha Audition > Preferências > Hardware de áudio
  2. Selecione o dispositivo de áudio nos menus suspensos Entrada padrão e Saída padrão. (O Core Audio é selecionado automaticamente na classe de dispositivo no Mac OS).

Observação: se o dispositivo não estiver listado, verifique o utilitário de configuração de áudio MIDI no Mac OS. Verifique se o dispositivo está instalado e listado nos dispositivos de áudio disponíveis. (Escolha aplicativos > Utilitários > Configuração de MIDI de áudio para acessar o utilitário).

3. Atualize o driver da placa de vídeo

Muitos fabricantes de placa de vídeo atualizam com frequência seus drivers de software. Se você não tiver atualizado recentemente o driver da placa de som, entre em contato com o fabricante da placa de som para obter um driver atualizado. Ou, baixe um do site do fabricante. 

4. Definir pastas temporárias do Adobe Audition para unidades de alto desempenho que possuam o espaço livre adequado no disco

Ao gravar no Modo de Editar Exibição, o Adobe Audition armazena os arquivos temporários no Diretório temporário principal. Certifique-se de que o Diretório temporário principal está definido para a unidade mais rápida (7200 rpm ou acima) e que ela tenha o maior espaço livre. Crie uma pasta somente para arquivos temporários do Adobe Audition. Ao criar uma pasta para os arquivos temporários, é possível encontrar os arquivos facilmente caso seja necessário excluí-los. 

Para criar e definir o local do Diretório temporário principal: 

  1. Crie uma pasta na raiz do disco rígido onde desejar que se localize o Diretório temporário principal (por exemplo, AuditionTemp).
  2. No Adobe Audition, escolha Preferências > Cache de disco e mídia.
  3. Na seção Pastas temporárias, insira o caminho (ou procure) para a pasta criada na etapa 1. 

Ao gravar no Modo de Exibição Multitrack, o Adobe Audition armazena os arquivos diretamente em uma subpasta na pasta da sessão atual. (Por exemplo, em uma sessão chamada MySession.sesx, uma pasta chamada MySession_Recorded contém todos os arquivos registrados para aquela sessão.) Verifique se os arquivos da sessão (e sua pasta associada) estão armazenados na unidade mais rápida (7200 RPM ou acima) com o maior espaço livre possível. 

Colocar os diretórios temporários do Adobe Audition ou as pastas da sessão em discos rígidos separados aprimora o desempenho. Se houver múltiplos discos rígidos, coloque a pasta Temporária principal e as pastas da sessão no disco rígido que não contenha os arquivos de programa do Adobe Audition. 

5. Execute o Adobe Audition quando nenhum outro aplicativo estiver sendo executado

Alguns aplicativos podem causar erros de sistema ou congelamentos ao serem executados simultaneamente com o Adobe Audition. Antes de iniciar o Adobe Audition, desative os outros aplicativos, incluindo itens de inicialização (itens iniciados automaticamente ao inicializar ou ao efetuar login). 

Para desativar itens de inicialização no Windows, faça o seguinte: 

  1. Saia de todos os aplicativos. 
  2. Selecione Iniciar > Executar e digite msconfig na caixa Abrir. Clique em OK. 

  3. Clique na guia Inicialização e clique em Desativar Tudo. 
  4. Selecione todos os itens de inicialização que não sejam essenciais para testar o problema (por exemplo, o painel de controle do driver do dispositivo de som instalado). Se você não tiver certeza se um item é essencial, deixe-o desmarcado (desativado). 
  5. Clique em OK e reinicie o Windows. 
  6. Clique com o botão direito nos ícones da área de Notificação (chamado de Bandeja do sistema nas versões anteriores do Windows), para fechar ou desativar quaisquer itens de inicialização que ainda estejam ativos.  

Em seguida, tente recriar o problema: 

  • Se o problema não ocorrer novamente, um dos itens de inicialização está em conflito com o Adobe Audition. Reative os itens de inicialização, um por vez, testando cada vez, até que você determine qual item entra em conflito com o Adobe Audition. Então, entre em contato com o desenvolvedor deste item para obter uma atualização, se estiver disponível. 
  • Se o problema não ocorrer, os itens de inicialização não são a causa do problema, e você poderá reativá-los.
    1. Selecione Iniciar > Executar e digite msconfig na caixa Abrir. Clique em OK. 
    2. Clique na guia Inicialização e clique em Ativar tudo. 
    3. Clique em OK e reinicie o Windows. 

Para desativar os itens de inicialização do Mac OS, faça o seguinte:

  1. Escolha Menu Apple > Finalizar sessão [Nome de usuário].
  2. Na caixa de diálogo de confirmação, clique Finalizar sessão. Depois de alguns momentos, a janela de login aparecerá.
  3. Na janela de logon, selecione o nome da conta de usuário que você está solucionando.
  4. Digite a senha da conta de usuário no campo Senha; mas não pressione Enter não clique ainda em Login.
  5. Mantenha pressionada a tecla Shift e clique Iniciar sessão. Solte a tecla Shift quando o Dock aparecer. Os itens de logon ficam desativados até você se desconectar (ou reiniciar o computador).

Em seguida, tente recriar o problema: 

  • Se o problema não ocorrer novamente, um dos itens de inicialização está em conflito com o Adobe Audition. Reative os itens de inicialização, um por vez, testando cada vez, até que você determine qual item entra em conflito com o Adobe Audition. Então, entre em contato com o desenvolvedor deste item para obter uma atualização, se estiver disponível. 
  • Se o problema não ocorrer, os itens de inicialização não são a causa do problema, e você poderá reativá-los. 
    • Reative os itens de logon desligando-se (via Menu Apple > Finalizar sessão [Nome de usuário]). Em seguida conecte-se novamente à mesma conta sem manter pressionada a tecla Shift.

6. Alterar o tamanho do buffer (Core Audio ou ASIO) ou as configurações de latência (MME)

Diminuir a configuração do tamanho do buffer pode reduzir a latência e ajudar a eliminar cliques, perdas momentâneas de áudio e outras distorções que possam ocorrer em uma gravação ou reprodução. Antes de ajustar as configurações de buffer, anote as configurações atuais para que seja possível restaurá-las, se necessário. Se o driver MME for usado, o tamanho do buffer será controlado através das configurações de latência no Adobe Audition. 

Para alterar as configurações de Latência MME no Windows, faça o seguinte: 

  1. Escolha Editar > Preferências > Hardware de áudio. 
  2. Selecione o MME no menu suspenso Classe de dispositivo.
  3. Selecione a latência apropriada no menu suspenso Latência.

Observação: selecione a menor configuração de latência disponível que forneça um desempenho de reprodução/gravação aceitável.

Se uma placa de som ASIO for usada, consulte a documentação do fabricante para obter detalhes sobre a configuração do tamanho do buffer. Dependendo do driver do ASIO, as configurações do tamanho do buffer poderão estar disponíveis ao clicar no botão Configurações próximo ao menu suspenso Dispositivo na janela Preferências de hardware de áudio.

Para alterar o tamanho do buffer no Mac OS, faça o seguinte:

  1. Escolha Audition > Preferências > Hardware de áudio.
  2. Selecione o tamanho de buffer apropriado no menu suspenso Tamanho do buffer de E/S.

Observe as seguintes diretrizes para o tamanho do buffer: 

  • Para aprimorar o desempenho de gravação, diminua o tamanho do buffer (de 32 até 256 amostras); essa configuração diminui a latência. 
  • Para aprimorar a reprodução e o desempenho da mixagem (com efeitos), aumente o tamanho do buffer (de 512 até 2.048 amostras); essa configuração aumenta a latência.

7. Atualize o driver da placa de vídeo

O Adobe Audition CS5.5 e posterior, são graficamente mais intensos do que as versões anteriores e é possível aproveitar mais RAM de vídeo, assim como as últimas atualizações do driver. Se você não atualizou recentemente o driver da placa de vídeo, contate o fabricante da placa de vídeo para obter um driver atualizado ou faça o download de um no site do fabricante. 

8. Reduzir a sobrecarga de monitoramento/medição

Por padrão, se uma faixa for armada para gravação em multitrack, o Adobe Audition automaticamente mostra os níveis de entrada para o sinal de entrada na trilha armada. Essa exibição é uma medida visual e não transmite o sinal de entrada para as saídas. Para monitorar (ouvir) o sinal de entrada, pressione o botão “I” à direita do botão Armar gravação para a faixa. Esse botão permite a medir E monitorar o sinal de entrada para aquela faixa.

Desativar a medição de entrada pode ajudar a reduzir a sobrecarga e, portanto, reduzir a latência nas sessões que contêm efeitos latentes. 

Para desativar a medição de entrada, faça o seguinte: 

  1. Escolha Editar > preferências > Multitrack no Windows, selecione Audition > Preferences > Multitrack para Mac OS.

  2. Cancele a seleção “Ativar a medição de entrada ao armar faixas para gravação”. 

9. Desarmar as faixas para gravação

Ter faixas armadas para gravação quando elas não estão em uso, adiciona sobrecarga adicional ao sistema. Essa sobrecarga adicional pode contribuir para problemas de reprodução nas sessões com efeitos latentes. As faixas armadas exibem o botão Armar para gravação (R) em vermelho. Desarme essas faixas ao clicar no botão R.

10. Gravar na taxa de amostra do hardware selecionado

Para garantir uma alta qualidade e gravações de baixa latência, grave na mesma taxa de amostra do hardware selecionado nas preferências do Audition.

É possível determinar a taxa de amostra do dispositivo indo até Preferências > Hardware de áudio. É possível selecionar a taxa de amostra do dispositivo ao usar o driver MME no Windows ou o driver Core Audio no Mac.

Se o dispositivo ASIO estiver sendo usado, defina a taxa de amostra no console de preferências que o fabricante do dispositivo fornece.

Ao criar novos arquivos de áudio ou sessões de multritrack no Audition, sempre selecione a taxa de amostra do dispositivo para obter os melhores resultados.

11. Desativar o Adobe Graphics Manager (AGM) (Audition CS6 e posterior)

O AGM é um ótimo recurso para aprimorar a exibição do texto e fontes nos aplicativos do Audition. Também é útil aumentar a capacidade de resposta dos controles de gráfico ao-vivo, painéis da interface do usuário pesados que são atualizados frequentemente (como a análise de frequência) e a rolagem da forma da onda. Ao mesmo tempo, o AGM também usa mais recursos que podem ás vezes aumentar as perdas momentâneas de áudio ou influenciar negativamente as gravações. A Adobe não considera esse problema como sendo comum. No entanto, pode ocorrer em computadores ou sistemas mais simples que estão sobrecarregados por outros processos executados em segundo plano.

Se você estiver tendo perdas momentâneas de áudio em suas gravações, é possível desativar o AGM indo até Preferências > Aparência.

Desmarque a opção “Usar o Adobe Graphics Manager para a interface do usuário” e reinicie o Audition.

É possível observar algumas alterações na aparência na interface do usuário (e diferenças entre as fontes do Mac e Windows). No entanto, essa etapa diminui a sobrecarga necessária para exibir gráficos e aprimorar os resultados de gravação ao diminuir a chance de perdas momentâneas de áudio.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online