Requisitos para criação de aplicativos do Windows

  • Ícones de aplicativos no formato PNG. Recomendamos um arquivo PNG nos formatos quadrado (310 x 310 pixels) e retangular (310 x 150 pixels) para exibição no Windows.
  • Uma tela de apresentação no formato PNG com 620 x 300 pixels.
  • Conta válida de desenvolvedor da Windows Store.

Criação de um aplicativo do Windows

Você pode usar um computador com Windows ou Mac OS para criar aplicativos do Windows.

  1. Ao criar seu aplicativo, alguns dos campos precisam corresponder às informações especificadas no Centro de Desenvolvimento do Windows caso planeje enviar o aplicativo à Windows Store. Siga as etapas em Guia de publicação do Windows para o AEM Mobile para reservar o nome de seu aplicativo.

    Depois de concluir o processo inicial para reservar o nome do seu aplicativo, volte ao artigo para obter informações sobre como criar o aplicativo.

  2. No portal sob demanda (https://aemmobile.adobe.com), clique em Aplicativos na coluna esquerda. Se tiver acesso a mais de um projeto, selecione o projeto do menu suspenso.

  3. Clique no ícone Adicionar para criar um aplicativo.

  4. Selecione Windows como a plataforma e clique em Próximo.

  5. Siga as instruções para criar o aplicativo. Para obter descrições detalhadas dessa opção, consulte a seção relacionada neste artigo.

  6. Se o aplicativo incluir compras no aplicativo, especifique as informações de segredo compartilhado no campo “Nome principal de identificação do pacote do Windows” na seção Loja das configurações de projeto. Para obter mais detalhes, consulte Obtenção do Nome principal de identificação do pacote.

  7. Após a criação do aplicativo, baixe-o e teste-o. Quando estiver pronto, envie-o à Windows Store. Consulte Guia de publicação do Windows para o AEM Mobile.

Configurações gerais

Nome do aplicativo. Especifique o nome do aplicativo. Esse nome será exibido na biblioteca de aplicativos.

Descrição. Descreva brevemente o aplicativo. No momento, essa descrição não é exibida em qualquer lugar. A descrição que aparece na Windows Store é incluída no Centro de Desenvolvimento da Windows Store.

Nome curto do aplicativo. O apelido do aplicativo aparece no bloco de aplicativos. Deixe esse campo em branco se o nome do aplicativo aparecer no ícone do aplicativo.

Nome da exibição do editor. Se você enviar um aplicativo à Windows Store, o nome de exibição do editor deverá ser exatamente igual ao nome que você especificou no Centro de Desenvolvimento da Windows Store. Olhe nas Configurações de conta.

Centro de Desenvolvimento da Windows Store
O Nome da exibição do editor e a ID do editor estão listados no Centro de Desenvolvimento da Windows Store.

Publisher ID. Se você estiver enviando o aplicativo para a Windows Store, a ID do editor especificada deverá ser exatamente igual à ID especificada no Centro de Desenvolvimento da Windows Store. Veja em Profile > Account.

Nome principal de identificação do pacote. Se você não enviar o aplicativo para a Windows Store, o Nome principal de identificação do pacote especificado por você deverá ser exatamente igual ao nome gerado automaticamente pela Microsoft. Selecione seu aplicativo no Painel do Centro de Desenvolvimento do Windows, expanda a opção Gerenciamento de aplicativo na coluna esquerda e clique em Identidade do aplicativo. Para obter mais detalhes, consulte Obtenção do Nome principal de identificação do pacote.

Orientação do aplicativo no tablet. Selecione se o aplicativo terá uma paisagem ou orientação de retrato.

Idiomas do aplicativo. Esta opção afeta as informações localizadas na loja, não a disponibilidade do aplicativo. Para cada idioma relacionado, a Microsoft solicita que você insira uma descrição e screenshots separadas. A maioria dos editores especificam apenas um ou dois idiomas.

Ativar visualização. Se essa opção for selecionada, todo o conteúdo válido, publicado ou não publicado, será exibido no aplicativo de teste que você criou. Use essa opção somente para visualizar o conteúdo não publicado, não para enviar à App Store. Para obter mais detalhes, consulte Visualizar conteúdo de projeto do AEM Mobile.

Mostrar caixa de diálogo Analytics Opt-in. Se selecionar essa opção, seus clientes podem recusar o rastreamento de dados. Eles poderão usar as configurações do aplicativo para aceitar ou recusar a qualquer momento. Esta opção é especialmente útil para regiões nas quais você é obrigado a permitir que os usuários recusem o acompanhamento de dados.

Privacy Policy URL. Isso será necessário se você enviar o aplicativo à Windows Store. Especifique o URL em uma página da web descrevendo sua política de privacidade. Se um URL da política de privacidade não for inserido, a Microsoft poderá rejeitar seu aplicativo.

Substituir o número de versão do aplicativo. Esta opção será necessária se você estiver atualizando um aplicativo e tiver usado outra ferramenta para criar seu aplicativo. Selecione essa opção e especifique um número de versão mais recente de marketing. O número de versão do aplicativo atual é exibido na página Meus aplicativos no Centro de Desenvolvimento da Windows Store.

Configurações de ativos

No painel Assets, especifique estas configurações.

Bloco quadrado/bloco amplo. Especifique imagens PNG de 310x310 e 310x150 pixels, para blocos de aplicativo quadrados e amplos respectivamente, que aparecem na tela inicial do Windows. Consulte Criar ícones e imagens de inicialização do aplicativo AEM Mobile.

Tela de apresentação. Especifique uma imagem PNG de 620 x 300 pixels que é rapidamente exibida durante o carregamento do seu aplicativo. A imagem da tela de apresentação não está dimensionada. Ela está centralizada na frente da cor de fundo especificada. Use transparência na imagem da sua tela de apresentação.

Live Tile URL. Se desejar, especifique um URL que exibe imagens em blocos ativos do Windows. Para obter detalhes, consulte O catálogo de modelo de blocos.

Background Color. Especifique uma cor hexadecimal de seis dígitos como o plano de fundo de sua imagem de apresentação. A cor é exibida atrás de sua tela de apresentação após a inicialização do aplicativo. Para os seletores de cores, consulte Adobe CC Color ou outro site relacionado.

Configurações de plug-ins

Para obter informações sobre plug-ins do Cordova, como Acesso a arquivos e Localização geográfica, consulte Usar plug-ins do Cordova no AEM Mobile.

Quando reconstruir e reenviar aplicativos

 

Geralmente, é necessário recriar o aplicativo por estes motivos:

  • Para editar uma configuração de aplicativo, como alterar o ícone do aplicativo.
  • Para aproveitar melhor os novos recursos do visualizador ou correções de erros na versão mais recente.
  • Para usar fontes cujo upload foi feito recentemente.
  • Para incluir as alterações feitas nas configurações dos aplicativos de Mobile Marketing. 

Quando você altera a maioria das configurações de projeto, não precisa atualizar o aplicativo. Por exemplo, você pode especificar configurações de loja, configurar direitos, adicionar IDs de assinatura e de produto e habilitar compartilhamento em redes sociais sem precisar atualizar o aplicativo. Uma exceção a essa regra é o upload de fontes para cartões. As fontes são incorporadas ao aplicativo, portanto, é preciso recriar o aplicativo para usar novas fontes.

Para recriar um aplicativo, proceda da seguinte maneira:

  1. Selecione o aplicativo na seção Aplicativos do portal sob demanda e clique no ícone de edição (lápis).
  2. Faça as alterações desejadas e clique em Enviar.
  3. Baixe e assine o aplicativo.

Fazer isso recria o aplicativo com o código do visualizador mais recente.

Criar aplicativos corporativos privados para Windows

São dois os requisitos da Microsoft para implantação empresarial dos aplicativos da Windows Store:

  • O dispositivo do aplicativo deve ser inserido em um domínio.
  • O certificado usado para assinar o arquivo .appx deve estar na lista de certificados confiáveis no dispositivo.

O arquivo .appxbundle fornecido pela DPS App Builder é assinado para envio à Windows Store. Para implantação empresarial, você pode precisar reassinar o arquivo .appxbundle e o conteúdo dele com seu próprio certificado empresarial.

Distribua o arquivo do aplicativo com qualquer método compatível da Microsoft. Você também pode usar um método simples de linha de comando.

 

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online