Requisitos

Conhecimento necessário

  • Noções básicas sobre o AEM Mobile
  • Conhecimento sobre criação e publicação de conteúdo por meio do portal sob demanda
  • Conhecimento sobre o Apache Cordova (http://cordova.apache.org)

Produtos necessários

  • AEM Mobile

Extensibilidade do Cordova

O Experience Manager Mobile Runtime permite que os usuários criem experiências de aplicativo avançadas com a extensibilidade do Apache Cordova e as ferramentas do desenvolvedor (Beta) para teste.

A extensibilidade do Cordova, disponível em artigos HTML e sobreposições da Web em artigos baseados no InDesign, fornece acesso aos seguintes recursos:

  • Principais plug-ins do Cordova – aproveite os principais plug-ins do Cordova, como Câmera, Contatos, Localização geográfica e Compartilhamento de arquivos.
  • Plug-ins personalizados do Cordova – aproveite os plug-ins da comunidade Cordova/PhoneGap ou crie seus próprios plug-ins. Por exemplo: digitalização de códigos de barra e bancos de dados móveis.
  • Plug-ins específicos do AEM Mobile ativados pelo Cordova – plug-ins para metadados de conteúdo e aplicativos locais.

 

Principais plug-ins do Cordova

O principal conjunto de plug-ins do Cordova fornece acesso aos recursos nativos do dispositivo nas exibições de conteúdo do AEM Mobile usando JavaScript. Plug-ins podem ser ativados ou desativados individualmente por aplicativo, conforme os aplicativos são criados.

Os seguintes principais plug-ins do Cordova estão disponíveis:

  • Câmera – para tirar fotos e escolher imagens da biblioteca de imagens do sistema.
  • Contatos – fornece acesso ao banco de dados de contatos do dispositivo. Para aplicativos do Windows, a única API do plug-in compatível é a 'pickContact'.
  • Informações sobre o dispositivo – descreve o hardware e o software do dispositivo.
  • Movimentação do dispositivo (accelerometer) – fornece acesso ao sensor de movimento que detecta a alteração no movimento em relação à orientação do dispositivo atual, em três dimensões ao longo do eixo x, y e z.
  • Orientação do dispositivo (compass) – sensor que detecta a direção ou o sentido em que o dispositivo é apontado, normalmente, da parte superior do dispositivo.
  • Acesso a arquivos – permite acesso de leitura/gravação a arquivos que residem no dispositivo.
  • Transferência de arquivos – permite acesso para fazer upload e download de arquivos.
  • Localização geográfica – fornece informações de GPS sobre o local do dispositivo, como a latitude e a longitude.
  • Globalização – usa as operações específicas para o local, o idioma e o fuso horário do usuário.
  • Mídia (cordova-plugin-media) – fornece a capacidade de gravar e reproduzir arquivos de áudio em um dispositivo.
  • Captura de mídia – fornece acesso aos recursos de captura de áudio, imagem e vídeo do dispositivo.
  • Informações de rede – informações sobre o telefone celular e a conexão Wi-Fi do dispositivo e se o dispositivo possui uma conexão com a Internet.
  • Notificações – fornece acesso a alguns elementos de interface da caixa de diálogo, como alerta e bipe.
  • Vibração (iOS, somente Android) – uma maneira de vibrar o dispositivo.
  • WKWebView (somente iOS) – você pode ativar o plug-in WKWebView para renderizar arquivos HTML da mesma maneira que eles são renderizados no Mobile Safari. Essa opção usa o WKWebView (WebKit) em vez do UIWebView para artigos HTML e sobreposições da Web em dispositivos iOS 9. Um aplicativo em execução em dispositivos iOS 8 ainda renderizará conteúdo usando o UIWebView. (Consulte Criar aplicativos iOS para o AEM Mobile.)

Para obter mais informações, consulte Principais plug-ins do Cordova.

Para ver exemplos, Baixe exemplos do Github.

Plug-ins personalizados do Cordova

Com a possibilidade de adicionar plug-ins personalizados do Cordova a um aplicativo do AEM Mobile, você pode criar conteúdo que aproveite os vários plug-ins disponíveis da comunidade Cordova/PhoneGap, ou pode criar seus próprios plug-ins. Por exemplo, você pode ativar a digitalização móvel de códigos de barras, acessar geofences e aproveitar bancos de dados móveis em seus aplicativos.

O fluxo de trabalho para criar aplicativos que usam plug-ins personalizados do Cordova é diferente do método padrão de criar aplicativos. Você usa a AEM Mobile Developer Tool atualizada para especificar quais plug-ins do Cordova você pretende usar. Para aplicativos do iOS, você usa a ferramenta para desenvolvedores para modificar o arquivo .ipa baixado. Para aplicativos do Android, você usa a ferramenta para desenvolvedores para criar um arquivo .apk, o qual você faz upload usando a nova guia Interface personalizada do aplicativo que aparece ao criar ou editar um aplicativo do Android.

Consulte https://cordova.apache.org/plugins/

 

Observação:

No momento, os plug-ins do Cordova estão restritos ao nível do artigo. É necessário abrir um artigo para que o aplicativo do AEM Mobile use o plug-in. Em dispositivos iOS, se um artigo for o primeiro item na coleção de nível superior, o artigo é carregado e mantido na memória quando o aplicativo é iniciado. O artigo pode continuar executando e fazer as mesmas chamadas ao plug-in do Cordova após o usuário navegar para outro conteúdo. No entanto, os plug-ins naquele artigo de nível superior não ficam disponíveis para serem referenciados a outros artigos.

 

Plug-ins do Cordova específicos para o AEM Mobile

Os plug-ins habilitados do Cordova específicos para o AEM Mobile são um conjunto de APIs JavaScript que fornecem acesso a dados específicos relacionados ao aplicativo AEM Mobile Runtime e seu conteúdo na exibição de conteúdo do artigo. Para utilizar os plug-ins do Cordova específicos para o AEM Mobile, o conteúdo deve estar ativado para extensibilidade com a opção “Ativar recursos de extensibilidade” selecionada nas propriedades do artigo. Esses plug-ins estão ativados automaticamente em aplicativos do AEM Mobile.

Os plug-ins do Cordova específicos para o AEM Mobile incluem as seguintes APIs:

  • Acesso aos metadados da entidade (título do conteúdo, direito)
  • Informações sobre o dispositivo (plataforma, versão, identificadores)
  • Informações de notificação por push (token de push)
  • Miniaturas (imagem de fundo e de compartilhamento em redes sociais)

Para ver a documentação detalhada, consulte Usar plug-ins do Cordova específicos para o AEM Mobile.

Exemplos de plug-ins do Cordova

Os exemplos de plug-ins do Cordova estão disponíveis aqui:

https://github.com/Adobe-Marketing-Cloud/aemmobile-example-cordova-api/archive/master.zip

Ativar recursos de extensibilidade no aplicativo

  1. Crie conteúdo de origem HTML para exibição de conteúdo ou sobreposição da Web que faça referência às APIs do Cordova.

    Se seu código HTML fizer referência aos principais plug-ins do Cordova ou aos plug-ins habilitados do Cordova específicos para o AEM Mobile, adicione esta linha:

    <script type="text/javascript" src="cordova.js"></script>

    O arquivo cordova.js será incluído automaticamente em seu aplicativo. Você só precisa carregá-lo no tempo de execução.

    Os plug-ins do Cordova e os plug-ins habilitados para o Cordova específicos do AEM Mobile requerem que o Cordova seja totalmente carregado para ser usado com segurança. Caso contrário, o script que chama uma determinada Cordova API poderá falhar porque o Cordova ainda não foi carregado.

    Quando o Cordova estiver pronto, ele acionará um evento deviceready, que você pode usar para determinar quando seu código será iniciado.

    Inclua este código em seu arquivo HTML:

    document.addEventListener("deviceready", function() {
        // Cordova is now ready,
        // start initializing the rest of the code
    }, false);

    Para obter mais informações, consulte Eventos do Cordova.

  2. Para cada conteúdo que usar esses plug-ins, selecione “Ativar recursos de extensibilidade” nas propriedades do conteúdo. (Edite as propriedades do conteúdo na seção Conteúdo e layouts do portal sob demanda.)

    Você também pode ativar os recursos de extensibilidade para os artigos por meio da On-Demand Services API. Ao criar ou atualizar os metadados da entidade do artigo, defina o parâmetro isTrustedContent como verdadeiro (booliano). Esse valor é definido como falso por padrão.

    Por padrão, “Ativar recursos de extensibilidade” está desativado para todos os artigos. Você pode alterar o padrão nas configurações do projeto.

  3. Para um aplicativo que use plug-ins principais do Cordova (e não personalizados), crie um aplicativo que ative os plug-ins do Cordova. (Para plug-ins personalizados do Cordova, siga as etapas na próxima seção.)

    Use a guia Plug-ins ao criar um aplicativo para ativar as APIs que você utilizará em seu conteúdo.

    Não é necessário ativar plug-ins ativados do Cordova específicos para o AEM Mobile.

    Plug-ins para aplicativos do iOS

    Observação:

    Para obter melhores resultados, selecione apenas os plug-ins do Cordova que você deseja usar.

  4. Teste o aplicativo.

Fluxo de trabalho para a criação de aplicativos que usam plug-ins personalizados do Cordova

Se você usa plug-ins personalizados do Cordova em seu aplicativo, precisa usar a AEM Mobile Developer Tool para especificar quais plug-ins do Cordova você usa. Use a ferramenta para desenvolvedor para modificar o arquivo .ipa (iOS) ou criar um shell de aplicativo .apk (Android) que você faz upload ao criar seu aplicativo Android.

Essas etapas são necessárias apenas se você quiser usar plug-ins personalizados do Cordova no seu aplicativo. Use a ferramenta para desenvolvedor para especificar todos os plug-ins, seja personalizados, principais ou específicos para o AEM Mobile, usados no seu aplicativo. Quando você usa a ferramenta para desenvolvedor para modificar ou criar um aplicativo, todas as configurações que você especifica na guia “Plug-ins” ao criar o aplicativo são ignoradas. Use a ferramenta para desenvolvedor para especificar todas as informações de plug-ins do Cordova.

Vídeo sobre os plug-ins personalizados do Cordova

Vídeo sobre os plug-ins personalizados do Cordova

Fluxo de trabalho do iOS para aplicativos que usam plug-ins personalizados do Cordova

  1. Crie conteúdo que use plug-ins do Cordova. Siga as etapas acima em “Ativar recursos de extensibilidade no aplicativo” para permitir a extensibilidade em cada artigo que use plug-ins do Cordova.

  2. No portal sob demanda, crie um aplicativo iOS e baixe o arquivo .ipa. (Consulte Criar aplicativos iOS para o AEM Mobile.)

  3. Use a AEM Mobile Developer Tool para configurar um projeto, testar o conteúdo e identificar quais plug-ins do Cordova são usados no aplicativo. Depois, use essa ferramenta para modificar o arquivo .ipa baixado para que ele inclua as informações do Cordova especificadas.

    Para saber mais detalhes, consulte a seção abaixo sobre o uso da AEM Mobile Developer Tool.

  4. Assine o arquivo .ipa modificado.

Fluxo de trabalho do Android para aplicativos que usam plug-ins personalizados do Cordova

  1. Crie conteúdo que use plug-ins do Cordova. Siga as etapas acima em “Ativar recursos de extensibilidade no aplicativo” para permitir a extensibilidade em cada artigo que use plug-ins do Cordova.

  2. Use a AEM Mobile Developer Tool para configurar um projeto, testar o conteúdo e especificar quais plug-ins do Cordova você planeja usar no aplicativo. Depois, use essa ferramenta para criar um shell de aplicativo (arquivo .apk) que inclua as informações do Cordova especificadas.

    Para saber mais detalhes, consulte a seção abaixo sobre o uso da AEM Mobile Developer Tool.

  3. No portal sob demanda, crie um aplicativo do Android. Na guia “Interface personalizada do aplicativo”, especifique o arquivo .apk que você criou usando a ferramenta para desenvolvedor.

  4. No portal sob demanda, baixe e assine o arquivo .apk.

Usar a AEM Mobile Developer Tool

A AEM Mobile Developer Tool é um utilitário de linha de comando para ajudar a ativar um fluxo de trabalho suave do desenvolvedor. A ferramenta é instalada em um desktop local do desenvolvedor e fornece os seguintes recursos:

  • Criar projetos – cria uma estrutura de pastas de projeto do AEM Mobile pronta para o desenvolvimento local. Essa estrutura de projeto é usada apenas para testes.
  • Criar conteúdo – cria um modelo de conteúdo do AEM Mobile capaz de usar as APIs do Cordova e de tempo de execução disponíveis.
  • Adicionar plug-ins do Cordova e criar um aplicativo – se você usa plug-ins personalizados do Cordova em seu aplicativo, use a ferramenta para desenvolvedor para especificar os plug-ins e criar um shell de aplicativo (Android) ou modificar um arquivo .ipa (iOS) que inclua os plug-ins do Cordova especificados.
  • Executar no simulador – (1) inicie o simulador, (2) instale a compilação do simulador e (3) inicie a compilação do simulador do AEM Mobile Runtime que exibirá o conteúdo local do ambiente local. A etapa 1 será ignorada se o simulador do destino for iniciado e a etapa 2 será ignorada se a compilação do simulador for instalada.
  • Ajuda – exibe a ajuda dos comandos de linha de comando.

Estrutura de comando do AEM Mobile

A AEM Mobile Developer Tool é necessária para dois fluxos de trabalho essenciais:

  • Desenvolver e testar conteúdo que use plug-ins do Cordova.
  • Criar aplicativos que incluam plug-ins personalizados do Cordova.

 

Contrato de licença

Observação:

ao instalar o software relacionado abaixo, eu reconheço que li e concordo com as cláusulas dos Termos de uso em Adobe.com.

Instalar dependências

Instale as dependências necessárias de acordo com o SO:

  • Mac OS X:
    • NodeJS (versão atual recomendada; v6.2.2 ou posterior exigida)
    • Para desenvolvimento no iOS, Xcode (v7.0 ou superior)
    • Para desenvolvimento no Android, Java (depende da versão do OS X)
  • Windows:

 

Instalar a ferramenta de linha de comando do AEM Mobile (Mac OS)

Ao desenvolver no Windows, execute todos os comandos no PowerShell em vez do prompt de comando.

  1. Inicie o terminal.

  2. Execute o seguinte para instalar a ferramenta de linha de comando do AEM Mobile via Node.js:

    npm install -g aemm

    Se uma mensagem de negação de permissão de usuário for exibida, tente executar o script acima com “sudo”:

    sudo npm install -g aemm

    Após a conclusão, isso criará um link simbólico para que você possa executar a ferramenta de linha de comando do AEM Mobile (aemm) em qualquer diretório no terminal.

Atualizar a ferramenta para desenvolvedor

Execute npm install -g aemm (ou sudo npm install -g aemm) novamente quando uma versão atualizada da AEM Mobile Developer Tool estiver disponível.

Configurar o ambiente para Android

Para emular a versão do Android, é preciso instalar o SDK Android necessário e configurar o ambiente para executar o emulador do Android.

  1. No terminal, execute o seguinte comando para instalar o SDK e as configurações necessárias:

    aemm platform install android
  2. Pode ser solicitado que você aceite o contrato de licença do SDK Android. Digite y para aceitar o contrato ou n para recusá-lo. Se recusá-lo, você não poderá instalar os SDKs necessários e executar o emulador do Android.

Configurar o ambiente para iOS (sudo aemm platform install ios) é necessário apenas para criar aplicativos que usem plug-ins personalizados do Cordova.

Instalar a compilação do simulador

A ferramenta de linha de comando do AEM Mobile requer a compilação do simulador do AEM Mobile Runtime que será instalada e executada ao criar o projeto. Esse processo é necessário para testar o conteúdo HTML usando o simulador. Ele não é necessário para criar aplicativos com plug-ins personalizados do Cordova.

Para instalar a compilação do simulador do AEM Mobile Runtime, siga um destes procedimentos:

  1. No terminal, execute o seguinte comando para instalar a versão mais recente da compilação do simulador:

    aemm app install <platform>

    Os valores de <platform> disponíveis são: ios, android

Como alternativa, você pode especificar a versão da compilação do simulador. Isso permitirá que você instale uma versão anterior da lista de compilações disponíveis do simulador.

  1. No terminal, obtenha a lista de versões disponíveis do simulador:

    aemm app install --list
  2. Especifique a versão do simulador no processo de instalação:

    aemm app install <platform> <simulator-version>

    Por exemplo, para instalar a versão 2016.4 do simulador no iOS:

    aemm app install ios 2016.4

    Observação:

    Se você receber uma mensagem de erro ao tentar executar o simulador, inicie o Xcode e assine o contrato de licença, se apropriado. Você também pode usar o comando sudo xcodebuild –license accept no terminal.

     

Criar um projeto

A ferramenta de linha de comando do AEM Mobile possui uma estrutura de diretório necessária para criar e testar o projeto. Você usa esse projeto apenas para testes. Após testar o conteúdo, você pode adicioná-lo ao seu projeto no portal sob demanda.

Para configurar a estrutura do projeto, faça o seguinte:

  1. No terminal, navegue até o diretório no qual você deseja gerenciar o novo projeto.
  2. Crie a estrutura de diretórios (substitua “<project-name>” pelo nome do projeto):
aemm project create <project-name>

Isso criará o diretório com o <project-name> especificado e um diretório de conteúdo da amostra dentro dele chamado “SampleArticle”.

Executar o simulador

Agora que o diretório do projeto foi criado, você pode começar a criar o aplicativo. Esse processo é necessário para testar o conteúdo HTML usando o simulador. Ele não é necessário para criar aplicativos com plug-ins personalizados do Cordova.

Para abrir o simulador (caso ainda não esteja aberto), instale a compilação do simulador do AEM Mobile Runtime (caso não esteja instalada) e execute o simulador, proceda da seguinte maneira:

  1. No terminal, navegue até o diretório do projeto criado usando o seguinte comando:

    cd <drag and drop the project-name directory>
  2. (Opcional) Defina a orientação padrão na qual o emulador/simulador será iniciado. As opções são modo paisagem ou retrato.

    aemm config --set screenOrientation <<orientation>>

    Por exemplo, para especificar que a orientação fique no modo paisagem:

    aemm config --set screenOrientation landscape

    Fazer isso também substituirá o modo existente de orientação padrão, se disponível. Para obter o modo da orientação padrão atual:

    aemm config --get screenOrientation

    Para remover o modo da orientação padrão atual:

    aemm config --unset screenOrientation
  3. Abra, instale e execute a compilação do simulador.

    aemm run <platform>

    Os valores de <platform> disponíveis são: ios, android

  4. O comando executar continuará em espera no terminal, para finalizá-lo, pressione a combinação das teclas abaixo na mesma janela do terminal: Ctrl + C

Uma vez que o aplicativo do simulador iniciar, você deverá ver o “SampleArticle” que foi criado anteriormente. Quaisquer alterações nos arquivos no diretório “SampleArticle” fazem com que o aplicativo do simulador seja atualizado e exiba o conteúdo atualizado automaticamente.

Ao executar o simulador, pressione Command+Shift+H para retornar à tela inicial.

Você pode especificar qual dispositivo simulador deseja usar especificando o nome do dispositivo. Isso será útil ao fazer testes em outro dispositivo simulador.

  1. Obtenha a lista de simuladores disponíveis atualmente instalados no sistema:

    aemm run <platform> --list
  2. Na lista de <uuid><device-name>, especifique o dispositivo:

    aemm run <platform> --target "<device-name>"

    Por exemplo, para executar o simulador no iPhone 6s no iOS 9.2:

    aemm run ios --target "iPhone-6s, 9.2"

Criar conteúdo

O projeto cria um modelo de conteúdo HTML padrão, mas você pode adicionar mais à lista, fazendo o seguinte:

  1. No terminal, navegue até o diretório do projeto criado:

     cd <drag and drop the project-name directory>
  2. Crie conteúdo HTML adicional:

    aemm article create <article-name>

    Isso criará outro diretório de conteúdo HTML com o <article-name> especificado no diretório do projeto.

    A estrutura de pastas de conteúdo HTML é simplesmente um diretório com index.html e todos os recursos necessários (CSS/JS/imagens/etc.) mapeados no index.html. Então, como alternativa, você pode simplesmente criar uma pasta em <project-name directory>/www/<custom-folder> e incluir o index.html nela, em vez de executar o script acima. Isso pode ser útil se você tiver conteúdo HTML já exclusivo em outro lugar e quiser testar a extensibilidade do Cordova. Você pode arrastar e soltar o conteúdo HTML na pasta <project-name directory>/www/ e o simulador o reconhecerá.

Adicionar plug-ins do Cordova ao projeto (para plug-ins personalizados do Cordova)

Esses comandos são necessários apenas se você quiser usar plug-ins personalizados do Cordova no seu aplicativo. Se você usa plug-ins personalizados do Cordova, use a AEM Mobile Developer Tool para especificar quais plug-ins do Cordova você usa no aplicativo, seja personalizados, principais ou específicos do AEM Mobile.

  1. Certifique-se de que NodeJS v6.2.2 ou posterior esteja instalado.

    Se você instalou anteriormente a versão LTE, recomendamos que baixe e instale a versão atual.

  2. No terminal, navegue até o diretório do projeto criado:

    cd <drag and drop the project-name directory>
  3. Adicione os plug-ins do Cordova (principais e personalizados) que você deseja incluir no aplicativo:

    aemm plugin add [plugin_0] [plugin_1] [...]

    Para ativar os plug-ins padrões do Cordova usados em aplicativos do AEM Mobile:

    aemm plugin add aemm-plugin-application aemm-plugin-user aemm-plugin-context aemm-plugin-device aemm-plugin-inappbrowser aemm-plugin-fullscreen-video aemm-plugin-navto aemm-plugin-html-contract

    Para alterar o padrão de UIWebView para WKWebView (o mesmo que selecionar “WKWebView” na guia Plug-ins):

    aemm plugin add https://github.com/adobe-marketing-cloud-mobile/cordova-plugin-wkwebview-engine.git#2.0.0

    A versão usada atualmente é 2.0.0, mas ela pode ser atualizada. Encontre a versão mais recente aqui: https://github.com/adobe-marketing-cloud-mobile/cordova-plugin-wkwebview-engine/releases

    Para ativar todos os plug-ins principais do Cordova usados em aplicativos do AEM Mobile (remova os plug-ins que você não deseja usar):

    aemm plugin add cordova-plugin-camera cordova-plugin-compat cordova-plugin-contacts cordova-plugin-device cordova-plugin-device-motion cordova-plugin-device-orientation cordova-plugin-dialogs cordova-plugin-file cordova-plugin-file-transfer cordova-plugin-geolocation cordova-plugin-globalization cordova-plugin-media cordova-plugin-media-capture cordova-plugin-network-information cordova-plugin-vibration

    Use esse comando para exibir uma lista de plug-ins adicionados ao projeto:

    aemm plugin list

    Use esse comando para remover plug-ins adicionados anteriormente:

    aemm plugin remove [plugin]

    Use o comando help para ver informações adicionais:

    aemm plugin help

Criar um aplicativo personalizado (para plug-ins personalizados do Cordova)

Esses comandos são necessários apenas se você quiser usar plug-ins personalizados do Cordova no seu aplicativo.  

Para aplicativos do iOS, você modifica o arquivo .ipa baixado da seção Aplicativos do portal sob demanda.

Para aplicativos do Android, você cria um arquivo de shell de aplicativo .apk que você faz upload ao criar o aplicativo no portal sob demanda.

Observe que quaisquer configurações que você adicionar à seção “Plug-ins” ao criar um aplicativo são ignoradas e substituídas pelas configurações especificadas usando a AEM Mobile Developer Tool.

Observação:

O comando “aemm” foi criado em cima do comando “cordova” e delega vários comandos para cordova-lib. Você pode enfrentar erros que recomendam usar o comando cordova. Na maioria dos casos, tente substituir cordova por aemm e realize a ação recomendada.

  1. (iOS) Configure o ambiente iOS para permitir que o Xcode crie uma estrutura sem assinatura.

    sudo aemm platform install ios
    aemm platform add ios
  2. Navegue até o diretório do projeto criado e adicione os plug-ins do Cordova que deseja incluir em seu aplicativo, conforme descrito na seção anterior.

  3. Crie a estrutura do Cordova (iOS) ou crie o shell do aplicativo (Android).

    aemm build [platform]

    Exemplo do iOS:

    aemm build ios --device --release

    Adicionar --device cria o aplicativo para dispositivos iOS em vez do simulador.

    Adicionar --release cria uma versão de lançamento em vez da versão padrão de depuração.

    Exemplo do Android:

    aemm build android --release

    Observação:

    Se não conseguir criar o aplicativo, recomendamos desinstalar o NodeJS e instalar a versão atual do NodeJS (consulte o site do NodeJS para saber mais detalhes). Além disso, execute sudo npm uninstall -g aemm e depois sudo npm install -g aemm.

    Resolver a mensagem de erro de assinatura de código

    Se você atualizou o XCode, talvez receba a seguinte mensagem de erro: “Error: CODE_SIGNING_REQUIRED must be set to NO in order to build for device. You can resolve this by running 'aemm platform install ios'."

    Se enfrentar esse problema, a solução é executar o seguinte comando no Terminal:

     

    sudo /usr/libexec/PlistBuddy -c "Set DefaultProperties:CODE_SIGNING_REQUIRED NO" "$(xcode-select -p)/Platforms/iPhoneOS.platform/Developer/SDKs/iPhoneOS.sdk/SDKSettings.plist"

    Essa solução é necessária sempre que o Xcode for atualizado.

  4. (iOS) Empacote o arquivo .ipa.

    aemm package ios --device <drag and drop .ipa file>

    Exemplo:

    aemm package ios --device /Users/jdoe/Downloads/coffee_2062.ipa
  5. Execute uma destas ações:

    • (iOS) Assine o arquivo .ipa modificado.
    • (Android) Faça upload do shell de aplicativo .apk que você criou no portal sob demanda. Crie, baixe e assine o arquivo .apk.

    Para ver mais detalhes sobre esse fluxo de trabalho, consulte a seção anterior neste artigo sobre a criação de aplicativos que usam plug-ins personalizados do Cordova.

Testar plug-ins personalizados do Cordova no simulador

Execute os seguintes comandos:

aemm build ios
aemm package ios
aemm run ios

Exclua o parâmetro --device para aplicar o comando ao simulador. É necessário executar aemm package ios para incorporar os plug-ins personalizados à versão do simulador. Para restaurar a versão original do simulador, execute o comando aemm app install ios novamente.

Depuração remota

No simulador, você pode inspecionar remotamente o conteúdo HTML como faria em um navegador atual. Esse recurso permite que você veja e manipule com o elemento DOM, verifique os erros gerados no console ou comandos Javascript/jQuery inseridos diretamente e muito mais. Para obter mais informações, consulte:

Compactando o conteúdo

O conteúdo HTML no diretório do projeto também está na estrutura necessária para gerar o arquivo de conteúdo para o portal de serviços sob demanda do AEM Mobile. Você pode selecionar todo o conteúdo HTML no diretório do projeto e arrastá-lo e soltá-lo no AEM Mobile Packager.

Para obter mais informações, consulte Criar artigos HTML para o AEM Mobile.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online