Opção de configuração DNS para servidores do Adobe Connect Edge

Opção de configuração DNS para servidores do Adobe Connect Edge

Problema

A presente nota técnica destina-se a ser utilizada como suplemento do Guia de instalação e configuração do Adobe Connect Enterprise Server 6.

Os servidores do Edge agregam dados em um local remoto, empacotam o que ele não pode lidar sozinho e passam para um servidor da Origin. Para que um servidor do Edge faça seu trabalho, o servidor DNS no(s) local(is) remoto(s) deve ser configurado corretamente.

 





Considere a implementação do servidor Edge acima em Example Co. O servidor da Origin em Chicago foi instalado por algum tempo, e os usuários em Tóquio e Paris, bem como outros locais em todo o mundo, o têm usado em produção. Há um bom número de usuários do Connect em Tóquio e Paris e, por esse motivo, foi decidido instalar um servidor do Edge nesses locais.

Nome de Domínio Totalmente Qualificado (FQDN)

Tipo

Endereço IP

connect.example.com

Origin

10.7.215.10

edge.tokyo.example.com

Edge

10.7.145.11

edge.paris.example.com

Edge

10.7.95.12

Observação: os nomes de domínio e endereços IP fornecidos acima são apenas exemplos.

Antes da implementação do servidor do Edge, um usuário em Tóquio, Paris, Chicago ou em qualquer lugar da Example Co. abriria um navegador e digitaria o URL http://connect.example.com para iniciar uma sessão do Connect. Havia (e ainda existe) um servidor DNS em Chicago, Paris e Tóquio, bem como outros locais que compartilham os mesmos mapeamentos DNS. Uma estrutura DNS como essa é chamada de “Sistema DNS centralizado”. Como o sistema DNS é “centralizado”, todos eles compartilham a mesma tabela de mapeamento. Portanto, não importa onde um usuário esteja localizado, o connect.example.com resolve para 10.7.215.10. Infelizmente, isso apresenta um problema quando os servidores do Edge são instalados.

Depois que os servidores do Edge são instalados, um usuário em Tóquio deve ser mapeado para 10.7.145.11 (edge.tokyo.example.com) quando entra em http://connect.example.com, não em 10.7.215.10 (connect.example.com), e um usuário em Paris deve ir para 10.7.95.12. Como isso pode ser configurado se um sistema DNS centralizado compartilha a mesma tabela de mapeamento (connect.example.com sempre mapeia para 10.7.215.1 0 não importa onde você esteja)? A resposta é usando “Priorização de sub-rede”.

Solução

Com a “Priorização de sub-rede” configurada, o sistema DNS centralizado retornará uma lista de endereços IP, cuja ordem é baseada na localização do cliente (usuário). Portanto, em nosso exemplo, um usuário em Paris que entra em http://connect.example.com receberá uma lista como 10.7.95.12, 10.7.145.11, 10.7.215.10 (Paris, Tóquio, Chicago), um usuário em Tóquio receberá uma lista como 10.7.145.11, 10.7.95.12, 10.7.215.10 (Tóquio, Paris, Chicago) e qualquer outro usuário receberá 10.7.215.10, 10.7.145.11, 10.7.95.12, (Chicago, Tóquio, Paris). Isso resolve o problema do Connect. Agora, os usuários em Paris e Tóquio são direcionados através de seus servidores do Edge locais ao acessar o Connect, e todos os outros vão diretamente para o servidor da Origin.

Se o sistema DNS não for “Centralizado”, o que significa que os servidores DNS não compartilham a tabela de mapeamento, a “Priorização de sub-rede” não será necessária: cada servidor DNS pode ser configurado individualmente.

Você pode encontrar informações sobre como configurar a “Priorização de sub-rede” no site da Microsoft.

Há duas questões que devem ser conhecidas:

  1. Se o cliente tentar resolver connect.example.com e não houver uma entrada DNS para essa sub-rede de clientes, quando ele retornar os endereços IP ao cliente, ele colocará a última entrada DNS inserida no banco de dados/tabela DNS como o primeira linha no cache DNS do cliente. Portanto, se um servidor do Edge for adicionado depois que o DNS tiver sido configurado para uma implementação somente da Origin (como é o caso neste exemplo), a entrada DNS para a Origin deverá ser excluída e adicionada novamente para que seja a última entrada.
  2. Há um pequeno problema sobre como a “Priorização de sub-rede” lida com a máscara de sub-rede e a classe de rede. Os servidores DNS devem ser servidores Windows 2003 e o “round robin” deve estar desativado. Consulte o artigo de suporte da Microsoft em http://support.microsoft.com/kb/842197.

 Adobe

Receba ajuda com mais rapidez e facilidade

Novo usuário?

Adobe MAX 2024

Adobe MAX:
a conferência da criatividade

14 a 16 de outubro, Miami Beach e online

Adobe MAX

A conferência da criatividade

14 a 16 de outubro, Miami Beach e online

Adobe MAX 2024

Adobe MAX:
a conferência da criatividade

14 a 16 de outubro, Miami Beach e online

Adobe MAX

A conferência da criatividade

14 a 16 de outubro, Miami Beach e online