A Adobe continua mudando seu foco para desenvolver produtos e soluções que possam fornecer aos nossos clientes o maior valor, portanto, estamos anunciando agora o fim do suporte técnico do Adobe Muse CC a partir de 26 de março de 2020.

Nós agradecemos nossos clientes e desejamos ajudá-los a fazer uma transição suave para outras ofertas da Adobe que possam solucionar suas necessidades específicas:

  • Se você estiver desenvolvendo sites e aplicativos complexos, poderá agora usar o Adobe XD. Embora o XD não gere código pronto para a Web como o Adobe Muse fazia, o XD é uma solução completa que permite que os usuários possam efetuar o design, protótipo e colaborar com interessados e desenvolvedores para trazer seus sites à vida. Para obter mais informações, consulte Adobe XD.
  • Se você estiver desenvolvendo um site para apresentar seu trabalho criativo, poderá usar o Adobe Portfolio para criar lindos sites de portfólio que também podem ser conectados à plataforma Behance. Para obter mais informações, consulte Adobe Portfolio.
  • Se você estiver desenvolvendo sites de uma página, tal como histórias de fotos, newsletters ou páginas iniciais, poderá usar o Adobe Spark Page para criar lindas páginas interativas da Web com sua própria marca exclusiva. Para obter mais informações, consulte Adobe Spark.

Perguntas frequentes

Os assinantes do plano Todos os Apps da Creative Cloud poderão usar o Muse após 26 de março de 2020. Se você é proprietário de uma licença de aplicativo único, precisará mudar para a assinatura Todos os Apps da Creative Cloud para continuar usando o Muse. 

Sim, o fim do serviço do Adobe Muse afeta todos os usuários.

A equipe do Adobe Muse parou de desenvolver recursos a partir de 26 de março de 2018. O suporte técnico do Muse terminou em 26 de março de 2020.

Sim, se você tiver uma assinatura atual com todos os aplicativos da Creative Cloud, poderá localizar o Muse na seção Aplicativos mais antigos. Para acessar a seção Aplicativos mais antigos, vá para Configurações em seu aplicativo de desktop Creative Cloud, selecione Aplicativos e ative Mostrar aplicativos antigos.

Não, o aplicativo Adobe Muse irá continuar a abrir em seu computador. Você pode continuar editando sites existentes ou criando novos sites com o aplicativo. No entanto, é bastante possível que os padrões da Web e navegadores continuarão a mudar após a Adobe parar o suporte para o aplicativo. Após 26 de março de 2020, a Adobe não mais irá fornecer atualizações de compatibilidade com o SO Windows e Mac, ou não mais irá corrigir quaisquer bugs que possam surgir ao publicar sites do Adobe Muse na Web.

O Adobe Muse Widget Directory continuará sendo atualizado com a disponibilidade atual do dispositivo.

A comunidade pública do Adobe Muse continuará aberta para assistência de usuário a usuário. 

Os sites desenvolvidos com o Adobe Muse irão continuar a estar ao vivo na Internet se os dites estiverem hospedados em qualquer plataforma de hospedagem de terceiros, tal como o GoDaddy ou Bluehost (por exemplo). Os sites hospedados no Business Catalyst terão que ser republicados em outra plataforma de hospedagem para permanecer ao vivo após 26 de março de 2021, quando a hospedagem no Business Catalyst não mais estará disponível. A partir de 31 de julho, os sites de 2020 publicados usando o Adobe Muse não poderão  mais ser editados usando a solução de edição Adobe In-Browser. Para obter mais detalhes, consulte a página Aviso do Business Catalyst.

Isso será uma opção de cada provedor individual de widget. Se você estiver pagando por um plano de assinatura anual com eles, deverá entrar em contato com eles para conhecer quais são seus planos oficiais de suporte ao mover adiante.

Infelizmente, não. Todos os widgets desenvolvidos para uso com o Adobe Muse somente são compatíveis com o Adobe Muse.