Saiba como transferir e publicar arquivos do seu site do Adobe Muse para um serviço de hospedagem de terceiros usando o FTP, SFTP e FTPS.

Observação:

O Adobe Muse não está mais adicionando novos recursos e suspenderá o suporte em quinta-feira, 26 de março de 2020. Para obter informações detalhadas e assistência, consulte a a página de fim de serviço do Adobe Muse.

Neste artigo, você aprenderá a usar o FTP (File Transfer Protocol, protocolo de transferência de arquivos) para publicar o seu site do Adobe Muse em um provedor de hospedagem terceiro.

Se você quiser publicar no Adobe Business Catalyst, em vez de utilizar um fornecedor terceiro, consulte Publicação do seu primeiro site do Adobe Muse.

O que é FTP?

O FTP (File Transfer Protocol) é um método usado para transferir (carregar ou baixar) arquivos pela Internet. Você pode usar o FTP para carregar arquivos exportados pelo Adobe Muse para o servidor remoto que hospeda seu site. Para saber o que é FTP, consulte Protocolo de transferência de arquivos.

SFTP

SFTP, que significa File Transfer Protocol SSH, ou Secure File Transfer Protocol, é FTP que incorpora o SSH (Secure Shell) em uma conexão segura. Para saber mais sobre o SFTP, consulte Protocolo de transferência de arquivos SSH.

FTPS

FTPS (também conhecido como FTP-ES, FTP-SSL e FTP seguro) é uma extensão do File Transfer Protocol (FTP) que adiciona suporte para Transport Layer Security (TLS) e os protocolos de criptografia Secure Sockets Layer (SSL). Leia sobre FTPS clicando em FTPS.

Configurar a hospedagem da web

Hospedagem na Web é um serviço de hospedagem da Internet com que os usuários tornam um site acessível através da World Wide Web. Os provedores de hospedagem na Web são empresas que fornecem espaço em um servidor para os clientes usarem.

Como usuário do Adobe Muse, primeiro configure uma conta com um provedor de hospedagem da Web. Exemplos de provedores de hospedagem da Web populares:

Procure online o termo “hospedagem de site” para encontrar mais opções e comparar preços e recursos para localizar o plano de hospedagem mais adequado para você.

Depois que você configurar sua conta online, o provedor de hospedagem lhe dará suas informações de login de FTP (também conhecidas como credenciais) necessárias para o acesso ao servidor via FTP. Em geral, estas informações são incluídas:

Host do FTP

é o endereço da Web do servidor que hospeda seu site. Pode ser igual ao nome de domínio do site (por exemplo, yoursite.com), mas com frequência é diferente (por exemplo, ftp.yoursite.com). Ele pode até ser um endereço IP numérico, como 152.16.274.1. Também é referenciado como servidor de FTP.

Diretório da web

é a pasta no servidor de FTP em que os arquivos do seu site precisam ser carregados. Para alguns provedores de hospedagem, pode ficar em branco. Normalmente, o diretório da web é public_html. Outros exemplos comuns são www e httpdocs. Também referenciado como diretório raiz do site ou diretório host.

Número da porta

identifica com exclusividade o endereço IP do host. Às vezes, um número de porta também é fornecido. O FTP usa o número de porta 21, por padrão. Você só precisará anotar o número de porta se for diferente de 21.

Usar a funcionalidade Carregar no host de FTP

Quando você tiver as informações de login no FTP e estiver pronto para publicar seu site do Adobe Muse:

  1. Escolha Arquivo > Carregar no host do FTP.

    Selecione a opção Carregar no host do FTP
    Selecione a opção Carregar no host do FTP.

  2. Insira as informações a seguir nos campos fornecidos e clique em Próximo..

    Servidor de FTP

    como enviado pelo provedor de hospedagem. O servidor FTP pode ser um nome de domínio (por exemplo, google.com), ou um endereço IP. Não inclua o diretório da Web neste campo. Se o servidor usar uma porta sem ser o padrão (21), um sinal de dois-pontos e o número de porta deverão ser adicionados ao fim. Por exemplo, ftp.yoursite.com:3341

    Nome e Senha

    da conta de hospedagem. O nome de usuário e a senha são específicos para o FTP que você especificou no campo Servidor FTP. Essas credenciais não são seu Adobe ID.

    Armazenar credenciais

    permite armazenar suas informações de login de FTP com segurança e você é automaticamente conectado ao servidor de FTP nas sessões de upload futuras. O armazenamento de credenciais também permite que o Adobe Muse verifique automaticamente as alterações feitas com o uso da Edição no navegador, sempre que um arquivo do Adobe Muse for aberto.

    Se você não selecionar Armazenar credenciais, a janela FTP aparecerá quando você sincronizar com a versão ativa. Isso também causa falha de sincronização.

    Método

    Especifique o método de protocolo de transferência de arquivos:
    • Detecção automática: o Adobe Muse detecta a opção de publicação mais segura disponível para o seu provedor de hospedagem.
    • FTP
    • SFTP
    • FTP no SSL/TLS (criptografia implícita)
    • FTP no SSL/TLS (criptografia explícita)

    Modo

    Especifique o modo do protocolo de transferência de arquivos: Passivo Estendido (EPSV) ou Passivo (PASV).

    Insira suas credenciais de conta de hospedagem nos campos
    Insira suas credenciais de conta de hospedagem nos campos.

  3. Na caixa de diálogo Carregar no host do FTP, insira os seguintes detalhes:

    • URL do site: o URL do seu site. Ou seja, o endereço digitado em um navegador para acessar a página inicial do seu site (por exemplo, www.yoursite.com). Não inclua o nome de página index.html.
    • Pasta no servidor: o diretório da Web fornecido pelo provedor de hospedagem. O Nome ou caminho da pasta depende do provedor de hospedagem. Em geral, a maioria das plataformas usa a pasta public_html. No entanto, a pasta depende da raiz ou do caminho da subpasta do seu servidor. Este campo pode ser pré-preenchido. Nesse caso, verifique se a pasta coincide com as informações do seu provedor de hospedagem.
    • Upload: uma lista suspensa para você escolher se deseja carregar todas as páginas do site ou apenas as páginas modificadas. Você deve selecionar Carregar todas as páginas quando for carregar seus arquivos pela primeira vez.
    Especificar o nome de domínio do seu site
    Especificar o nome de domínio do seu site

  4. Clique em OK para começar a carregar seu site para o provedor de serviços de hospedagem de terceiros. 

    Você verá imediatamente o progresso do upload.

    Upload por FTP em andamento no Adobe Muse
    Upload por FTP em andamento

Se você receber um aviso dizendo que o Adobe Muse não conseguiu validar a associação entre o domínio especificado e o servidor de FTP e a pasta, verifique novamente os valores que inseriu nesses campos. No entanto, esse aviso também poderá aparecer se você só tiver configurado a conta de hospedagem e o domínio ainda não tiver sido registrado. Nesse caso, você poderá ignorar o aviso.

O Adobe Muse começa a gerar e a carregar arquivos de site no servidor de FTP. Quando o processo é concluído, o Adobe Muse exibe a mensagem de conclusão de upload do FTP. Seu site publicado abre automaticamente em uma nova janela do navegador.

Caixa de diálogo que indica que o upload no FTP foi bem-sucedido no Adobe Muse
Caixa de diálogo que indica que o upload no FTP foi bem-sucedido

Usar um cliente de FTP externo

Alguns provedores de hospedagem exigem que você use FTPS e SFTP para carregar sites. Com a atualização de outubro de 2014, a funcionalidade do FTP integrada no Adobe Muse agora oferece suporte a FTPS ou SFTP.

Se preferir, você pode usar clientes de FTP de terceiros para carregar sites através do FTPS e SFTP. Muitos clientes de FTP (gratuitos ou pagos) estão disponíveis online. A seguinte lista parcial inclui alguns dos clientes de FTP mais populares:

Usar um cliente de FTP externo é um processo em duas etapas. Primeiro, exporte o site do Adobe Muse para um local no computador. Em seguida, use um cliente de FTP externo para carregar os arquivos de site exportados.
 
As seções a seguir descrevem essas duas etapas com mais detalhes.

Exportando um site como HTML

Exporte seu site como HTML quando quiser publicar seu site do Adobe Muse. Quando você exporta como HTML, alguns elementos de páginas que precisam de conexão ativa para representação não são renderizados. Por exemplo, o conteúdo do iframe com URLs absolutos que você insere usando Objeto > Inserir HTML.

  1. Escolha Arquivo > Exportar como HTML.

  2. Insira o nome de domínio no campo fornecido. Essa é a URL do site, isto é, o endereço digitado em um navegador para navegar a página inicial do seu site (por exemplo, www.yoursite.com). Não inclua o nome de página index.html.

    Escolha o local de pasta desejado para armazenar os arquivos exportados
    Escolha o local de pasta desejado para armazenar os arquivos exportados.

  3. Clique no ícone de pasta e navegue para selecionar a pasta no seu computador para a qual você deseja exportar os arquivos do site. Clique em OK.

    Renomeie o arquivo index.html como index.htm
    .

Carregar os arquivos de site usando o FileZilla

Antes de carregar seu site, tenha os detalhes do servidor FTP, porta, nome de usuário do FTP e senha em mãos. Você também deve saber a pasta de destino para a qual deseja enviar seu site.

Embora as etapas listadas aqui sejam específicas para o FileZilla, é possível adaptá-las para outros clientes de FTP externos.

  1. Na seção superior, insira suas credenciais de FTP e clique em Conexão rápida. Se o seu provedor de hospedagem usar outra porta sem ser a padrão (21), insira essas informações também.

    Conectando-se ao servidor de FTP usando FileZilla
    Conectando-se ao servidor de FTP usando FileZilla

  2. Após a conexão, no painel esquerdo (abaixo de Endereço local), navegue para a pasta para a qual você exportou seus arquivos de site. No painel direito (abaixo de Endereço remoto), navegue até o diretório da Web.

  3. Selecione todos os arquivos de site exportados (desde o painel esquerdo inferior) e arraste-os para o painel direito inferior.

    Se você receber uma notificação dizendo "o arquivo de destino já existe", escolha a ação "Substituir se o arquivo de origem for mais recente". Além disso, você pode selecionar a opção "Utilizar sempre esta Ação".

    Carregando o servidor de FTP usando o FileZilla
    Carregando o servidor de FTP usando o FileZilla

Perguntas frequentes

Como determinar se o problema de FTP é com o Adobe Muse ou com o FTP que hospeda o provedor de serviço?

Tente transferir seu site usando um cliente de FTP gratuito como FileZilla.

Eu recebo a seguinte mensagem de erro: "Não foi possível fazer o login [Acesso negado: 530]. Verifique o nome do usuário e a senha." O que eu faço?

O erro 530 aparece quando há um problema com o seu acesso. Para solucionar o erro, verifique o seguinte:

  • Veja se as credenciais do FTP que você inseriu estão corretas.
  • Se suas credenciais de login estiverem corretas, tente fazer o upload de seus arquivos usando uma ferramenta de terceiros, como o FileZilla. Se você conseguir carregar seus arquivos, entre em contato com o provedor de hospedagem para obter as credenciais de login corretas.
  • Verifique se você tem a permissão de acesso para atualizar o arquivo .htaccess em sua hospedagem.
  • Verifique se você selecionou o modo PASV como FTP na caixa de diálogo Conectar-se ao servidor FTP (Arquivo > Carregar no host do FTP).

Eu vejo o seguinte erro: "Erro ao carregar o arquivo .htaccess. Clique em Reiniciar para tentar novamente. Se o problema persistir, tente novamente mais tarde [Falha ao carregar no FTP: 553/550." O que eu faço?

Os erros 553 e 550 são dois tipos diferentes de erros para o arquivo .htaccess que está sendo protegido das atualizações de duas maneiras diferentes. Quando você não consegue atualizar o .htaccess, encontra esses erros. Entre em contato com seu provedor de serviços para resolver o problema.

Como solução alternativa, use Arquivo > Carregar no host do FTP e, em seguida, use um cliente de FTP externo para carregar os arquivos no seu servidor.

Eu recebo a seguinte mensagem de erro: "Não foi possível validar se o domínio especificado está associado ao servidor FTP e à pasta. Continuar assim mesmo?" O que eu faço?

Ligue para o seu provedor de hospedagem e verifique se suas credenciais de logon estão corretas. Depois que você confirmar e inserir as credenciais, se ainda encontrar esse erro, pode optar por ignorá-lo ou corrigi-lo. Se você ignorar o erro, embora possa carregar os arquivos no host do FTP, seu site não poderá ser acessado. Por esse motivo, é sempre recomendável resolver esse erro primeiro.

Quando você fizer upload no FTP, se esse erro aparecer, significa que o domínio não está apontando para a pasta correta. Na caixa de diálogo Carregar para FTP, certifique-se de ter inserido o nome de domínio correto no campo Nome de Domínio. O nome de domínio inserido deve corresponder ao URL da página inicial do seu site.

Você também deve garantir que o nome de domínio que inseriu aponte para a pasta raiz (por exemplo, public_html) na qual os arquivos são carregados ou serão carregados depois que você concluir a ação de upload. Se você carregar o site para uma subpasta em seu domínio, então o campo Nome de domínio deverá conter uma entrada no formato <mysite.com/subfolder>.

Tente fazer o envio novamente depois de verificar e corrigir todas as imprecisões. Se você ainda encontrar o erro, entre em contato com o provedor de hospedagem da Web para garantir que seu nome de domínio, servidor autorizado e outras configurações, incluindo portas, estejam configurados corretamente.

Por que o Adobe Muse transfere/exporta todas as páginas do meu site?

Sempre que um site for aberto usando o Adobe Muse recém atualizado, a primeira Publicação/Exportação/Transferência regenera e transfere todos arquivos. Isso ocorre porque a atualização provavelmente incluirá alterações no código e arquivos gerados.

Exemplos de alterações incluem:

  • Correções de erros, novos recursos ou melhorias no desempenho em arquivos HTML/CSS/JavaScript
  • Alterações na nomeação de arquivo (como os nomes de arquivo são forçados a ser apropriados para Web, o modo conflitante com que os arquivos recebem nomes exclusivos, etc.)
  • Correções de erros e/ou melhorias para redimensionamento de imagens (novas amostras) ou codificação (compactação em JPEG ou PNG)
  • Alterações na geração de código que eliminam a necessidade de imagens (isto é, converter a maioria dos usos de sombra de imagens geradas pelo Muse em propriedades CSS3, ou o mesmo para a rotação dos itens em dispositivos móveis, etc.)

Depois da primeira publicação, as operações subsequentes de publicação/exportação/transferência para o mesmo arquivo .muse devem mais uma vez somente transferir arquivos modificados (considerando que o arquivo .muse foi salvo após sua abertura na atualização).

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online