Escolher o formato gráfico correto

O InDesign pode importar uma grande variedade de formatos de arquivo gráfico. Consulte os prestadores de serviços que o ajudarão a criar o documento para decidir quais formatos deverão ser utilizados. Depois disso, planeje o documento usando os formatos e as opções que melhor se apliquem ao projeto.

A tabela a seguir resume os formatos gráficos mais adequados para o tipo de documento que você está criando.

Saída final

Tipo de gráfico

Formato

Alta resolução (>1.000 dpi)

Desenhos vetoriais

Illustrator, EPS, PDF

Imagens de bitmap

Photoshop, TIFF, EPS, PDF

Separações de cores de escala

Desenhos vetoriais

Illustrator, EPS, PDF

Imagens de bitmap coloridas

Photoshop, CMYK TIFF, DCS, EPS, PDF

Gráficos gerenciados por cores

Illustrator, Photoshop, RGB TIFF, RGB EPS, PDF

Impressão de baixa resolução ou PDF para exibição on-line

Todos

Qualquer um (somente imagens BMP)

Web

Todos

Qualquer um (o InDesign converte gráficos para os formatos JPEG e GIF ao exportar para HTML)

Sobre os gráficos vetoriais

Gráficos vetoriais (às vezes chamados de formas vetoriais ou objetos vetoriais) são compostos de linhas e curvas definidas por objetos matemáticos chamados de vetores, que descrevem uma imagem de acordo com suas características geométricas.

É possível mover ou modificar gráficos vetoriais livremente sem perda de detalhes ou clareza, porque eles não dependem da resolução — eles mantêm arestas bem definidas ao serem redimensionados, impressos em uma impressora PostScript, salvos em um arquivo PDF ou importados para um aplicativo de imagens gráficas baseado em vetores. Como resultado, os gráficos vetoriais são a melhor opção para arte-final, como logotipos, que serão usados em diversos tamanhos e em várias mídias de saída.

Os objetos vetoriais que você cria usando as ferramentas de desenho e forma no Adobe Creative Suite são exemplos de gráficos vetoriais. É possível usar os comandos Copiar e Colar para duplicar gráficos vetoriais entre componentes do Creative Suite.

Sobre as imagens de bitmap

Imagens de bitmap, tecnicamente chamadas de imagens de varredura, usam uma grade retangular de elementos de figura (pixels) para representar imagens. É atribuído a cada pixel um local específico e um valor de cor. Ao trabalhar com imagens de bitmap, você edita pixels em vez de objetos ou formas. Imagens de bitmap são o meio eletrônico mais comum para imagens de tons contínuos, como fotografias ou pinturas digitais, porque podem representar gradações sutis de sombras e cores com mais eficiência.

As imagens de bitmap dependem da resolução, isto é, elas contêm um número fixo de pixels. Como resultado, elas podem perder detalhes e ter uma aparência irregular se forem redimensionadas em uma ampliação alta na tela ou se forem impressas em uma resolução mais baixa do que aquela em que foram criadas.

Uma imagem de bitmap em diferentes níveis de ampliação
Exemplo de uma imagem de bitmap em diferentes níveis de ampliação

As imagens de bitmap podem exigir grandes quantidades de espaço de armazenamento e, geralmente, precisam ser compactadas para reduzir o tamanho dos arquivos em determinados componentes do Creative Suite. Por exemplo, você compacta um arquivo de imagem em seu aplicativo original antes de importá-lo para um layout.

Observação:

No Adobe Illustrator, é possível criar efeitos de bitmap na arte-final usando efeitos e estilos de gráfico.

Diretrizes de resolução da imagem para saída final

As imagens de bitmap contêm um número fixo de pixels, que geralmente são medidos em pixels por polegada (ppi). Uma imagem de alta resolução contém mais pixels (e, portanto, pixels menores) em comparação a uma imagem com as mesmas dimensões impressas de baixa resolução. Por exemplo, uma imagem de 1 por 1 polegada com uma resolução de 72 ppi contém um total de 5184 pixels (72 pixels de largura x 72 pixels de altura = 5184). A mesma imagem de 1 por 1 polegada com uma resolução de 300 ppi conteria um total de 90.000 pixels.

Em imagens de bitmap importadas, a resolução da imagem é determinada pelo arquivo de origem. Em efeitos de bitmap, é possível especificar uma resolução personalizada. Para determinar a resolução de imagem a ser usada, considere a mídia de distribuição final para a imagem. As seguintes instruções podem ajudá-lo a determinar seus requisitos para a resolução da imagem:

Impressão comercial

A impressão comercial requer imagens de 150 a 300 ppi (ou mais), dependendo da impressão (dpi) e frequência de tela (lpi) que estiver sendo usada; sempre consulte o provedor de serviços de pré-impressão antes de tomar decisões de produção. Uma vez que a impressão comercial requer imagens grandes, de alta resolução, que levam mais tempo para exibir enquanto estiver trabalhando com elas, convém usar as versões de baixa resolução para layout e, em seguida, substituí-las por versões de alta resolução na fase de impressão.

No Illustrator e InDesign, é possível trabalhar com versões de baixa resolução usando o painel Vínculos. No InDesign, você pode escolher as opções Típico ou Exibição Rápida no menu Visualizar > Exibir desempenho; no Illustrator, você pode escolher Visualizar > Contorno. Como alternativa, se seu provedor de serviços oferece suporte à Interface de Pré-impressão Aberta (OPI), é possível que ele forneça imagens de baixa resolução.

Impressão em desktop

As impressões em desktop geralmente exigem imagens no intervalo de 72 ppi (para fotografias impressas em uma impressora de 300 ppi) a 150 ppi (para fotografias impressas em dispositivos de até 1000 ppi). Em arte vetorial (imagens de 1 bit), verifique se a resolução dos seus gráficos corresponde à resolução da impressora.

Editoração na Web

Uma vez que a editoração on-line geralmente requer imagens com dimensões em pixel que se ajustam ao monitor destinado, as imagens normalmente têm menos de 500 pixels de largura e 400 pixels de altura, para deixar espaço para os controles de janela do navegador ou para tais elementos de layout como legendas. A criação de uma imagem original na resolução de tela (96 ppi para imagens do Windows e 72 ppi para imagens do Mac OS) permite que você veja a imagem como ela provavelmente aparecerá quando visualizada em um navegador da Web comum. Durante a editoração on-line, as únicas ocasiões em que você pode precisar de resoluções acima desses intervalos é quando desejar que os usuários possam aplicar mais zoom para obter mais detalhes em um documento PDF, ou quando estiver produzindo um documento para impressão sob demanda.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online