Observação: (somente para o Animate CC) O Text Layout Framework foi substituído e a funcionalidade não está mais disponível para o Animate CC. Se um arquivo FLA que contém texto TLF, anteriormente salvo com uma versão anterior do Animate, for aberto com o Animate CC, o TLF será convertido para texto clássico. 

A partir do Flash Professional CS5, você pode adicionar texto a um arquivo FLA usando um novo mecanismo de texto chamado TLF (Text Layout Framework). O TLF oferece suporte a uma variedade mais ampla de recursos de layout de rich text, bem como ao controle minucioso dos atributos de texto. O texto TLF possibilita um maior controle do texto do que o mecanismo de texto anterior, agora denominado texto Clássico.

O texto TLF oferece os seguintes aprimoramentos com relação ao texto Clássico:

  • Tipografia com qualidade de impressão.

  • Mais estilos de caractere, inclusive entrelinha, ligaduras, cor de realce, sublinhado, tachado, caixa, caixa de dígito, entre outros.

  • Mais estilos de parágrafo, inclusive suporte a várias colunas com largura de medianiz, opções de justificação da última linha, margens, recuos, espaçamento de parágrafo e valores de preenchimento de contêiner.

  • Controle de mais atributos de texto asiático, inclusive Tate Chu Yoko, Mojikumi, Kinsoku Shori Type e modelo de entrelinha.

  • Você pode aplicar atributos como rotação 3D, efeitos de cor e modos de mesclagem a texto TLF, sem a necessidade de colocá-lo em um símbolo de clipe de filme.

  • O texto pode fluir por vários contêineres de texto. Esses contêineres são denominados contêineres de texto encadeados ou vinculados.

  • A capacidade de criar texto da direita para a esquerda para scripts em árabe e hebraico.

  • Suporte para texto bidirecional, onde o texto da direita para a esquerda pode conter elementos de texto da esquerda para a direita. Esse suporte é importante, por exemplo, para a incorporação de palavras em inglês ou de numerais arábicos ao texto em árabe/hebraico.

Adobe recomenda...

Adobe recomenda...
Todd Perkins

Sobre o texto TLF

Antes de começar

Ao criar texto, é importante compreender os seguintes princípios do trabalho com texto no Animate:

  • Há dois tipos de contêineres de texto TLF: texto de ponto e texto de área. O tamanho do contêiner de texto de ponto depende exclusivamente do texto nele contido. O tamanho de um contêiner de texto de área é independente da quantidade de texto nele contido. O texto de ponto é o padrão. Para alterar um contêiner de texto de ponto para texto de área, redimensione-o com a ferramenta de seleção ou clique duas vezes sobre o pequeno círculo no canto inferior direito da caixa que limita o contêiner.

  • O texto TLF requer que o ActionScript 3.0 e o Flash Player 10 ou superior seja especificado nas configurações de publicação do arquivo FLA. Para obter mais informações, consulte Configurações de publicação.

  • Ao usar texto TLF, o inspetor de propriedades tem três modos de exibição, dependendo do tipo da seleção de texto atual:

    • Modo de ferramenta texto, quando a ferramenta texto foi selecionada no painel Ferramentas e nenhum texto foi selecionado no documento Animate.

    • Modo de objeto de texto, quando todo um bloco de texto é selecionado no Palco.

    • Modo de edição de texto, quando um bloco de texto está sendo editado.

  • É possível criar três tipo de bloco de texto com texto TLF, dependendo de como o texto deve se comportar no tempo de execução:

    • Somente leitura: quando publicado como um arquivo SWF, o texto não pode ser selecionado nem editado.

    • Selecionável: quando publicado como um arquivo SWF, o texto pode ser selecionado e copiado na área de transferência, mas não pode ser editado. Esta configuração é o padrão para texto TLF.

    • Editável: quando publicado como um arquivo SWF, o texto é selecionável e pode ser editado.

  • Diferentemente do texto Clássico, o texto TLF não é compatível com fontes PostScript do Tipo 1. O TLF é compatível somente com fontes OpenType e TrueType. Ao trabalhar com texto TLF, as fontes PostScript não ficam disponíveis no menu Texto > Fonte. Se você aplicar uma fonte PostScript Tipo 1 a um objeto de texto TLF usando um dos menus das outras fontes, em vez disso o Animate substituirá a fonte de dispositivo _sans. Durante o trabalho com texto Clássico, todas as fontes PostScript instaladas ficarão disponíveis nos menus Fonte.

  • O texto TLF requer que uma biblioteca ActionScript específica esteja disponível para o Flash Player durante o tempo de execução. Se essa biblioteca já não estiver presente no computador que faz a reprodução, o Flash Player o baixa automaticamente. Para obter mais informações sobre a biblioteca, consulte Publicação de arquivos SWF com texto TLF.

  • O texto TLF não pode ser usado como uma máscara de camada no tempo por autor. Para criar uma máscara com texto, crie a máscara com ActionScript 3.0 ou use o texto clássico para a máscara. Consulte Mascaramento de objetos de exibição no Guia de Desenvolvedor do ActionScript 3.0.

  • As configurações da suavização de bordas para texto TLF não são refletidas no Palco até que o arquivo do Animate seja exportado como um arquivo SWF. Para ver o efeito das definições de suavização de bordas, use o comando Controlar> Testar ou o comando Arquivo > Publicar.

  • Para usar as Folhas de Estilo em Cascata (CSS), use o ActionScript para aplicar uma folha de estilo. Para mais informações, consulte Aplicando folhas de estilo em cascata no Guia do Desenvolvedor do ActionScript 3.0.

  • TLF tem extensas APIs ActionScript para criar e manipular fluxos de texto no tempo de execução. Essas APIs permitem recursos adicionais como decoração de texto, imagem em linha, possibilidade de ler em linguagens HTML e TLFMarkup e outros recursos úteis para criar conteúdo dinâmico.

Conversão entre texto Clássico e TLF

Quando você converte um objeto de texto de um mecanismo de texto para outro, o Animate preserva a maior parte da formatação. No entanto, porque os mecanismos de texto têm recursos diferentes, alguma formatação pode ficar ligeiramente diferente, inclusive o espaçamento entre as letras e as linhas. Inspecione o texto atentamente para reaplicar quaisquer configurações que tiverem sido alteradas ou perdidas.

Se precisar converter texto de Clássico para TLF, tente fazer isso apenas uma vez, em vez de converter o texto de um mecanismo para outro mais de uma vez. O mesmo se aplica à conversão de texto TLF em texto Clássico.

Ao converter entre texto TLF e Clássico, o Animate converte os tipos de texto deste modo:

  • Somente leitura TLF > Estático clássico

  • Selecionável TLF > Estático clássico

  • Editável TLF > Entrada clássico

Publicação de arquivos SWF com texto TLF

Para funcionarem corretamente, todos os objetos de texto TLF dependem de uma biblioteca ActionScript TLF específica, também denominada Biblioteca compartilhada em tempo de execução (RSL - Runtime Shared Library). Uma vez que a biblioteca é separada do seu arquivo SWF publicado, o tamanho do arquivo SWF é minimizado. Durante a criação, o Animate fornece a biblioteca. No tempo de execução, depois que você tiver publicado seu arquivo SWF em um servidor Web, a biblioteca é fornecida das seguintes maneiras:

  1. O computador local. O Flash Player procura uma cópia da biblioteca na máquina local em que está sendo reproduzido. Se o arquivo SWF não for o primeiro a usar texto TLF no computador, o computador já terá uma cópia local da biblioteca no cache do Flash Player. Somente texto TLF vem sendo usado na Internet há algum tempo. A maioria dos computadores de usuários finais tem uma cópia local do arquivo de biblioteca. Contudo, os usuários finais do Flash Player podem desativar esse recurso em seus computadores.

  2. Na Adobe.com. Se não houver uma cópia local disponível, o Flash Player consultará os servidores da Adobe para obter uma cópia da biblioteca. A biblioteca precisa ser baixada apenas uma vez por computador. Depois disso, todos os arquivos SWF subsequentes que forem reproduzidos no mesmo computador usarão a cópia previamente baixada da biblioteca.

  3. No seu servidor web. Se, por algum motivo, os servidores da Adobe não estiverem disponíveis, o Flash Player procurará a biblioteca no diretório do servidor Web onde o arquivo SWF reside. Para fornecer esse nível extra de backup, carregue manualmente o arquivo da biblioteca no servidor Web, juntamente com seu arquivo SWF. Também é possível especificar um caminho alternativo no seu servidor para permitir que vários arquivos SWF em diferentes locais apontem para uma instância individual da biblioteca. Mais informações sobre o arquivo de ativos são fornecidas a seguir.

Quando você publica um arquivo SWF que usa texto TLF, o Animate cria um arquivo adicional denominado textLayout_X.X.X.XXX.swz (onde os X são substituídos pelo número da versão) ao lado do seu arquivo SWF. Como opção, você pode optar por carregar esse arquivo no servidor Web juntamente com o arquivo SWF. Essa é uma precaução para os raros casos em que os servidores da Adobe não estão disponíveis por algum motivo.

Você também pode evitar que o Flash Player precise fazer um download separado dos ativos TLF, compilando os ativos ao arquivo SWF. Isso pode ser feito nas configurações ActionScript do arquivo FLA. No entanto, lembre-se de que esses recursos afetam significativamente o tamanho do seu arquivo SWF publicado e devem ser incluídos apenas quando o desempenho de download não for uma preocupação. Esse recurso também pode ser útil quando os servidores Adobe não estão disponíveis, como ao implementar arquivos SWF em redes fechadas ou privadas que possam restringir o acesso a URLs externos.

Para compilar os ativos ActionScript TLF em arquivos SWF publicados:

  1. Escolha Arquivo > Configurações de publicação.

  2. Clique na guia Animate.

  3. Clique no botão Configurações ao lado do menu Script.

  4. Clique na guia Caminho da biblioteca.

  5. Selecione Mesclado no código no menu Vinculação padrão.

A seguir, apresentamos recomendações para o tratamento da biblioteca TLF em diferentes cenários de implantação

  • Arquivo SWF baseado na Web: use o comportamento padrão de permitir ao Flash Player baixar a RSL se necessário.

  • Arquivo SWF baseado no AIR: compile a RSL no arquivo SWF. Desta forma, a funcionalidade de texto do aplicativo AIR não será comprometida quando offline.

  • SWF baseado em iPhone: não é recomendado usar TLF no iPhone por motivos de desempenho. Se você fizer isso, compile o código TLF no SWF, visto que o iPhone não pode carregar RSLs.

Quando os ativos ActionScript TLF não são incorporados nem estão disponíveis no computador local que faz a reprodução, pode haver um ligeiro atraso na reprodução do SWF enquanto o Flash Player baixa os ativos. Você pode escolher o tipo de SWF pré-carregador a ser exibido pelo Flash Player durante o download dos ativos. Você escolhe o pré-carregador definindo o Método de pré-carregador nas configurações do ActionScript 3.0.

Para definir o Método de pré-carregador:

  1. Escolha Arquivo > Configurações de publicação.

  2. Na guia Animate, clique no botão Configurações do ActionScript 3.0.

  3. Na caixa de diálogo Configurações avançadas do ActionScript 3.0, selecione um método no menu Método de pré-carregador. Os métodos disponíveis são:

    • SWF pré-carregador: este é o padrão. O Animate incorpora um pequeno arquivo SWF pré-carregador no arquivo SWF publicado. Esse pré-carregador exibe uma barra de progresso enquanto os ativos são carregados.

    • Loop pré-carregador personalizado: use esta configuração se quiser usar seu próprio SWF pré-carregador.

    A configuração Método de pré-carregador fica disponível somente se Vinculação padrão estiver definida como Biblioteca compartilhada em tempo de execução (RSL).

Tutoriais e Vídeos

Redução do tamanho do arquivo SWF com texto TLF (somente CS5.5)

A maioria dos textos TLF requer que uma biblioteca ActionScript específica seja compilado no seu arquivo SWF. Essa biblioteca acrescenta cerca de 20k ao tamanho do arquivo.

Se você precisar que o arquivo tenha o menor tamanho possível, poderá impedir que a biblioteca ActionScript seja incluída limitando seu uso do texto TLF das seguintes maneiras:

  • Use apenas os tipos Selecionável ou Somente Leitura de textos TLF.

  • Não dê um nome de instância a nenhuma instância de texto TLF no painel Propriedades. Isso significa que o texto não poderá ser manipulado com ActionScript.

Mesmo com essas limitações, ainda assim é possível tirar proveito das capacidades de layout de texto de um texto TLF.

Como trabalhar com estilos de caractere

Estilos de caractere são atributos que se aplicam a um único caractere ou a um conjunto de caracteres, em vez de se aplicar a todo um parágrafo ou contêiner de texto. Para definir estilos de caractere, você trabalha com as seções Caractere e Caractere avançado do inspetor Propriedade de texto.

A seção Caractere do inspetor de propriedades inclui as seguintes propriedades de texto:

Família

O nome da fonte. (Observe que somente o texto TLF é compatível com fontes OpenType e TrueType.)

Estilo

Regular, Negrito ou Itálico. Os estilos Itálico falso e Negrito falso não estão disponíveis para objetos de texto TLF. Algumas fontes também podem incluir mais estilos, como Preto, NegritoItálico, etc.

Tamanho

O tamanho dos caracteres em pixels.

Entrelinha

O espaço vertical entre as linhas do texto. Por padrão, a Entrelinha é expressa em termos de porcentagem, mas também pode ser expressa em pontos.

Cor

A cor do texto.

Espaçamento

A quantidade de espaço entre os caracteres selecionados.

Realce

A cor do realce.

Ajuste de espaço

Ajuste de espaço: adiciona ou subtrai espaço entre pares específicos de caracteres. O texto TLF ajusta o espaço entre os caracteres automaticamente usando as informações de ajuste de espaço incorporadas à maioria das fontes.

Quando as opções de texto asiático são desativadas, a caixa de seleção Ajuste automático de espaço é exibida. Quando o Ajuste automático de espaço está ativado, as informações de ajuste de espaço na fonte são usadas. Quando o Ajuste automático de espaço está desativado, as informações de ajuste de espaço na fonte são ignoradas e nenhum ajuste de espaço é aplicado.

Quando as opções de texto asiático são ativadas, o ajuste de espaço pode ter estes valores:

  • Automático: usa as informações de ajuste de espaço incorporadas à fonte para caracteres latinos. Para caracteres asiáticos, aplica-se o ajuste de espaço somente aos caracteres que têm informações de ajuste de espaço incorporadas. Caracteres asiáticos que não têm informações de ajuste de espaço são Kanji, Hiragana e Katakana.

  • Ativado: sempre ativa o ajuste de espaço.

  • Desativado: sempre desativa o ajuste de espaço.

Suavização de bordas

Há três modos de suavização de serrilhado à sua escolha

  • Usar fontes do dispositivo: especifica que o arquivo SWF usa as fontes instaladas no computador local para exibir as fontes. Normalmente, as fontes de dispositivo são legíveis na maioria dos tamanhos de fonte. Esta opção não aumenta o tamanho do arquivo SWF. No entanto, ela força você a depender das fontes instaladas no computador do usuário para exibição de fontes. Ao usar fontes de dispositivo, escolha apenas as famílias de fontes frequentemente instaladas.

  • Legibilidade: permite o aumento da legibilidade das fontes, especialmente das pequenas. Para usar esta opção para um determinado bloco de texto, incorpore a fonte usada pelo objeto de texto. Para obter instruções, consulte Incorporar fontes para proporcionar uniformidade ao texto. (Não use esta opção se desejar animar o texto; em vez disso, use o modo Animação.)

  • Animação: cria uma animação mais suave, ignorando as informações de alinhamento e ajuste de espaço. Para usar esta opção para um determinado bloco de texto, incorpore a fonte usada pelo bloco de texto. Para obter instruções, consulte Incorporar fontes para proporcionar uniformidade ao texto. Para obter legibilidade, use um tipo de 10 pontos ou maior, ao especificar essa opção.

Rotação

Permite girar caracteres individuais. Especificar a rotação de fonte que não contém informações de layout vertical pode criar resultados indesejados.

A Rotação pode ter os seguintes valores:

  • 0° - Força todos os caracteres a não terem rotação.

  • 270° - O principal uso da rotação de 270° é para texto Romano com orientação vertical. Se usada em outros tipos de texto, como vietnamita e tailandês, esta configuração pode criar resultados indesejados

  • Automático - Especifica uma rotação de 90º no sentido anti-horário, somente para caracteres largos e com largura total, conforme determinado pelas propriedades Unicode do caractere. Normalmente, esse valor é usado com texto asiático, para girar somente os caracteres que requerem rotação. Essa rotação se aplica somente a texto vertical para retornar caracteres largos e com largura total para a orientação vertical sem afetar outros caracteres.

Sublinhado

Coloca uma linha horizontal sobre os caracteres.

Tachado

Passa uma linha horizontal pelo centro dos caracteres.

Sobrescrito

Move os caracteres para ligeiramente acima da linha normal de digitação e reduz o tamanho do caractere. Sobrescrito também pode ser aplicado por meio do menu Deslocamento da linha de base na seção Caractere avançado do inspetor de propriedades Texto TLF.

Subscrito

Move os caracteres para ligeiramente abaixo da linha normal de digitação e reduz o tamanho do caractere. Subscrito também pode ser aplicado por meio do menu Deslocamento da linha de base na seção Caractere avançado do inspetor de propriedades Texto TLF.

A seção Caractere avançado contém as seguintes propriedades:

Link

Use este campo para criar um hiperlink de texto. Insira o URL a ser carregado quando os caracteres forem clicados no arquivo SWF publicado, no tempo de execução.

Destino

Usado com a propriedade Link para especificar a janela em que o URL é carregado. O Destino pode ter estes valores:

  • _self - especifica o quadro atual na janela atual.

  • _blank - especifica uma nova janela.

  • _parent - especifica o nível superior do quadro atual.

  • _top - especifica o quadro de nível superior na janela atual.

  • Personalizado - Você pode inserir o valor de sequência de caracteres personalizado desejado para o campo Destino. Isso é útil em casos em que você sabe o nome personalizado de uma janela ou quadro no navegador que já estará aberto quando o arquivo SWF estiver sendo reproduzido.

Caixa

Permite especificar como os caracteres maiúsculos e minúsculos são usados. Caixa pode ter estes valores:

  • Padrão: usa a opção tipográfica de maiúscula ou minúscula padrão de cada caractere.

  • Maiúsculas: especifica que todos os caracteres usam glifos maiúsculos.

  • Minúsculas: especifica que todos os caracteres usam glifos minúsculos.

  • Maiúscminúsc para Versalete: especifica que todos os caracteres em maiúsculas usam glifos maiúsculos pequenos. Esta opção requer que a fonte selecionada contenha glifos Versalete. Normalmente, as fontes Adobe Pro têm esses glifos definidos.

  • Minúsculas para Versalete: especifica que todos os caracteres em minúsculas usam glifos maiúsculos pequenos. Esta opção requer que a fonte selecionada contenha glifos Versalete. Normalmente, as fontes Adobe Pro têm esses glifos definidos.

Scripts em hebraico e perso-arábico, como Árabe, não distinguem maiúsculas de minúsculas e não são afetados por esta configuração.

Caixa de dígito

Permite especificar o estilo de numeral a ser aplicado ao trabalhar com fontes OpenType que oferecem numerais de alinhamento e estilo antigo. Caixa de dígito pode ter estes valores:

  • Padrão: especifica a caixa de dígito padrão. Os resultados dependem da fonte. Os caracteres usam as configurações especificadas pelo designer da fonte, sem nenhum recurso aplicado.

  • Alinhamento: números de alinhamento têm altura de todas maiúsculas e normalmente têm espaçamento uniforme em faces de texto, de modo que se alinhem verticalmente em gráficos.

  • Estilo antigo: números no Estilo antigo têm o que é considerado um aspecto clássico e tradicional. Elas estão disponíveis somente em algumas faces de tipos, algumas vezes como numerais regulares em uma fonte mas, mais frequentemente em uma fonte suplementar ou especializada. O espaçamento entre os números é proporcional, o que elimina os espaços em branco que resultam de números alinhados com espaçamento uniforme, especialmente ao redor do numeral um. Números em estilo antigo são usados, mais frequentemente, em texto. Diferentemente dos números para alinhamento, eles se mesclam, sem perturbar a linha visual do corpo. Elas também funcionam bem em títulos, visto que não são tão intrusivos quanto números de alinhamento. Muitos designers tipográficos dão preferência a elas para a maioria dos usos, com exceção de gráficos e tabelas.

Largura do dígito

Permite especificar se deseja usar numerais tabulares ou proporcionais ao trabalhar com fontes OpenType que oferecem numerais tanto de alinhamento quando em estilo antigo. Largura de dígito pode ter estes valores:

  • Padrão: especifica a largura padrão do dígito. Os resultados dependem da fonte. Os caracteres usam as configurações especificadas pelo designer da fonte, sem nenhum recurso aplicado.

  • Proporcional: especifica números proporcionais. Faces de tipos para exibição geralmente contêm números proporcionais. As larguras totais dos caracteres desses números se baseiam na largura do numeral propriamente dito, somada a uma pequena quantidade de espaço em branco ao seu redor. Por exemplo, um 8 ocupa maior largura do que um 1. Números proporcionais pode ser de alinhamento ou em estilo antigo. Números proporcionais não se alinham verticalmente, não sendo apropriados ao uso em tabelas, gráficos ou outras colunas verticais.

  • Tabular: especifica números tabulares. Numerais tabulares são caracteres numéricos, cada um deles com a mesma largura total do caractere. A largura do caractere é a largura do numeral propriamente dito, somada ao espaço em branco em ambas as laterais. O Espaçamento tabular (também conhecido como espaçamento uniforme) permite que os numerais sejam alinhados verticalmente em tabelas, extratos financeiros e outras colunas de números. Números tabulares costumam ser números de alinhamento, o que significa que eles se assentam na linha de base e têm a mesma altura das letras maiúsculas.

Linha de base dominante

Disponível somente quando opções asiáticas são ativadas no menu de opções do painel do inspetor Propriedade de texto. Especifica a linha de base dominante (ou principal) de texto que você seleciona explicitamente (diferentemente de Base de entrelinha, que determina o alinhamento da linha de base de todo um parágrafo). A Linha de base dominante pode ter estes valores:

  • Automático: solucionado com base no Local selecionado. Esta configuração é a padrão.

  • Romano: para texto, a fonte e o tamanho do ponto do texto determinam este valor. Para elementos gráficos, a parte inferior da imagem é usada.

  • Acima da linha de base: especifica uma linha de base acima da linha de base. Para texto, a fonte e o tamanho do ponto do texto determinam este valor. Para elementos gráficos, a parte superior da imagem é usada.

  • Abaixo da linha de base: especifica uma linha de base abaixo da linha de base. Para texto, a fonte e o tamanho do ponto do texto determinam este valor. Para elementos gráficos, a parte inferior da imagem é usada.

  • Topo ideográfico: alinha os caracteres pequenos em uma linha na posição especificada na caixa eme do caractere grande.

  • Centro ideográfico: alinha os caracteres pequenos em uma linha na posição especificada na caixa eme do caractere grande.

  • Base ideográfica: alinha os caracteres pequenos em uma linha na posição especificada na caixa eme do caractere grande.

Linha de base do alinhamento

Disponível somente quando opções asiáticas são ativadas no menu de opções do painel do inspetor Propriedade de texto. Permite especificar uma linha de base diferente para texto ou uma imagem gráfica em um parágrafo. Por exemplo, se você inserir um ícone em uma linha de texto, poderá especificar um alinhamento usando a parte superior ou inferior da imagem relativa à linha de base do texto.

  • Usar dominante: especifica que a Base de alinhamento usa a configuração de Linha de base dominante.

  • Romano: para texto, a fonte e o tamanho do ponto do texto determinam este valor. Para elementos gráficos, a parte inferior da imagem é usada.

  • Acima da linha de base: especifica uma linha de base acima da linha de base. Para texto, a fonte e o tamanho do ponto do texto determinam este valor. Para elementos gráficos, a parte superior da imagem é usada.

  • Abaixo da linha de base: especifica uma linha de base abaixo da linha de base. Para texto, a fonte e o tamanho do ponto do texto determinam este valor. Para elementos gráficos, a parte inferior da imagem é usada.

  • Topo ideográfico: alinha os caracteres pequenos em uma linha na posição especificada na caixa eme do caractere grande.

  • Centro ideográfico: alinha os caracteres pequenos em uma linha na posição especificada na caixa eme do caractere grande.

  • Base ideográfica: alinha os caracteres pequenos em uma linha na posição especificada na caixa eme do caractere grande. Esta configuração é a padrão.

Ligaduras

Ligaduras são caracteres de substituição tipográfica para determinados pares de letras, como "fi" e "fl", disponível em algumas fontes. Ligaduras geralmente substituem caracteres consecutivos que compartilham componentes comuns. Elas fazem parte de uma classe mais geral de glifos chamada formas contextuais. Com as formas contextuais, a forma específica de uma letra depende do contexto, como as letras circundantes ou a proximidade do fim de uma linha. Observe que as configurações de Ligaduras não têm efeito em scripts nos quais ligaduras ou conexões entre as letras são a norma e não dependem da fonte. Esses scripts incluem perso-arábicos, Devanagari e mais alguns outros.

 A propriedade Ligaduras pode ter estes valores:

  • Mínimas: ligaduras mínimas.

  • Comuns: ligaduras comuns ou “padrão”. Esta configuração é a padrão.

  • Incomuns: ligaduras incomuns ou “condicionais”.

  • Exóticas: ligaduras exóticas ou “históricas”. Incluídas em apenas algumas famílias de fontes.

nf_ligatures_1
A. Nenhuma ligadura aplicada B. Ligaduras mínimas C. Ligaduras comuns D. Ligaduras incomuns E. Ligaduras exóticas

nf_ligatures_2a
Uma fonte baseada em script com ligaduras mínimas (parte superior) e ligaduras comuns (parte inferior).

Interromper

Usado para impedir que palavras selecionadas sejam interrompidas no final das linhas, como nomes próprios ou palavras que possam ser lidas incorretamente quando separada por um hífen. A configuração Interromper também é usada para manter vários caracteres ou grupos de palavras juntos, como agrupamentos de iniciais ou um nome e sobrenome. Interromper pode ter estes valores:

  • Automático: as oportunidades de quebra de linha se baseiam nas propriedades de caracteres Unicode na fonte. Esta configuração é a padrão.

  • Todos: trata todos os caracteres na seleção como oportunidades obrigatórias de quebra de linha.

  • Qualquer: trata qualquer caractere na seleção como uma oportunidade de quebra de linha.

  • Não interromper: não trata nenhum caractere na seleção como uma oportunidade de quebra de linha.

Deslocamento da Linha de Base

Esse controle define o Deslocamento da linha de base em porcentagem ou pixels. Os valores positivos movem a linha de base do caractere para uma posição abaixo da linha de base do restante da linha; os valores negativos movem-na para uma posição acima da linha de base. O atributo Sobrescrito ou Subscrito também pode ser aplicado a partir deste menu. O padrão é 0. O intervalo é +/- 720 pontos ou porcentagem.

Local

Como uma propriedade de caractere, o local selecionado afeta o formato dos glifos através dos recursos OpenType na fonte. Por exemplo, idiomas como turco não têm ligaduras como fi e ff. Outro exemplo é a versão em maiúscula do 'i' em turco, que é um i maiúsculo com um ponto e não 'I'.

 Uma propriedade Local separada no nível de fluxo está disponível na seção Contêiner e fluxo do inspetor Propriedade do texto TLF. Todos os caracteres herdam a propriedade Contêiner e fluxo do Local, a menos que outra opção seja especificada no nível do caractere.

Como trabalhar com estilos de parágrafo

Para definir estilos de parágrafo, você trabalha com as seções Parágrafo e Parágrafo avançado do inspetor Propriedade de texto.

A seção Parágrafo inclui as seguintes propriedades de texto:

Alinhar

Esta propriedade pode ser usada com texto horizontal ou vertical. Alinhar com início alinha o texto ao longo da borda de início do contêiner (o lado esquerdo para texto da esquerda para a direita). Alinhar com final alinha o texto ao longo da borda final do contêiner (o lado direito para texto da esquerda para a direita).

 Quando a Direção do parágrafo da seleção atual for da direita para a esquerda, a aparência dos ícones de alinhamento se inverte para indicar a direção correta.

Margens: inicial e final

Estas configurações especificam a largura das margens esquerda e direita em pixels. O padrão é 0.

Recuo

Especifique o recuo da primeira palavra do parágrafo selecionado, em pixels.

Espaçamento: antes e depois

Especifica valores em pixels para o espaço antes e depois de um parágrafo.

Observação: diferentemente de aplicações com layout de página tradicional, o espaço vertical especificado entre parágrafos desaparece quando valores se sobrepõem. Suponha que você tem dois parágrafos, Para1 seguido de Para2. Para1 tem 12 pixels de espaço depois dele (Espaço depois), e Para2 tem 24 pixels de espaço antes dele (Espaço antes). O TLF produz 24 pontos entre os parágrafos, e não 36. se um parágrafo iniciar na parte superior de uma coluna, nenhum espaço adicional é acrescentado antes do parágrafo. Neste caso, é possível usar as opções de deslocamento da primeira linha de base do parágrafo.

Justificação de texto

Justificação de texto: indica como a justificação é aplicada ao texto. Justificação de texto pode ter estes valores:

  • Espaçamento entre letras: distribui a justificação entre as letras.

  • Espaçamento entre palavras: distribui a justificação entre as palavras. Esta configuração é a padrão.

Direção

Especifica a direção do parágrafo. As configurações de direção estão disponíveis somente se as opções da Direita para a esquerda estiverem ativadas em Preferências. Esta configuração se aplica somente ao parágrafo selecionado no momento no contêiner de texto. Uma propriedade Direção separada pode ser definida para o contêiner na seção Contêiner e fluxo do inspetor Propriedade do texto TLF. A Direção pode ter estes valores:

  • Da esquerda para a direita: direção de texto da esquerda para a direita. Usado para a maioria dos idiomas. Esta configuração é a padrão.

  • Da direita para a esquerda: direção de texto da direita para a esquerda. Usado para idiomas do Oriente Médio, como árabe e hebraico, e para idiomas baseados em scripts árabes, como Farsi ou Urdu.

As opções de parágrafo avançadas ficam disponíveis somente quando opções asiáticas são ativadas em Preferências ou no menu Opções do inspetor Propriedade do texto TLF.

A seção Parágrafo avançado inclui as seguintes propriedades:

Mojikumi

Às vezes chamada regra de justificação, esta propriedade determina como a justificação do parágrafo é aplicada. Os justificadores aplicados com base nesta configuração afetam o espaçamento da pontuação e da entrelinha. Na versão Romana, a vírgula e os pontos japoneses ocupam toda a largura de um caractere, mas apenas metade no Leste Asiático. Além disso, o espaçamento entre sinais de pontuação sequenciais é reduzido, obedecendo as convenções tipográficas do Leste Asiático. Outro item digno de nota no exemplo abaixo é a entrelinha, aplicada à segunda linha dos parágrafos. Na versão para o Leste Asiático, as duas últimas linhas ficam à esquerda. Na versão Romana, a segunda linha e as linha subsequentes ficam à esquerda.

Mojikumi pode ter estes valores:

  • Automático: a justificação é aplicada com base no Local selecionado na seção Caractere e fluxo do inspetor de Propriedade do texto. Esta configuração é a padrão.

  • Espaço: usar regras de justificação romanas.

  • Leste Asiático: usar regras de justificação do Leste Asiático.

nf_mojikumi
Regras para parágrafos com justificação Romana (esquerda) e do Leste Asiático (direita).

Texto Kinsoku Shori

Também conhecida como estilo de justificação. Esta propriedade especifica opções para lidar com caracteres japoneses kinsoku, que não podem aparecer no início nem no fim de uma linha. O Texto Kinsoku Shori pode ter estes valores:

  • Automático: solucionado com base no Local selecionado na seção Contêiner e fluxo do inspetor de Propriedade do texto. Esta configuração é a padrão.

  • Priorizar o menor ajuste: baseia a justificação na expansão ou compressão da linha, aquela que proporcionar o resultado mais próximo da largura desejada.

  • Mover para Kinsoku: baseia a justificação na compressão do kinsoku no final da linha. O Kinsoku se expande se não ocorrer o kinsoku ou se o espaço no final da linha for insuficiente.

  • Soltar apenas: baseia a justificação na expansão da linha.

Modelo de entrelinha

Modelo de entrelinha é um formato de parágrafo composto por combinações permitidas de base de entrelinha e direção da entrelinha.

 A Base da entrelinha determina as linhas de base de duas linhas consecutivas que devem estar à distância especificada pela altura da linha uma da outra. Por exemplo, para duas linhas consecutivas em um parágrafo com base de entrelinha romana, a altura da linha é a distância entre suas respectivas linhas de base romanas.

 A Direção da entrelinha determina a direção na qual a altura da linha é medida. Se a direção da entrelinha for Para cima, a altura da linha será a distância da linha de base de uma linha a partir da linha de base da linha anterior. Se a direção da entrelinha for Para baixo, a altura da linha será a distância da linha de base de uma linha a partir da linha de base da próxima linha.

 O Modelo de entrelinha pode ter estes valores:

  • Romano; Para cima: a Base de entrelinha é romana e a direção da entrelinha é Para cima. Neste caso, a altura da linha é a distância da linha de base romana da linha a partir da linha de base romana da linha anterior.

  • Topo ideográfico; Para cima: a base de entrelinha é o Topo ideográfico e a direção da entrelinha é Para cima. Neste caso, altura da linha é a distância da linha de base do Topo ideográfico de uma linha a partir da linha de base do Topo ideográfico da linha anterior.

  • Centro ideográfico; Para cima: a base de entrelinha é o Centro ideográfico e a direção da entrelinha é Para cima. Neste caso, altura da linha é a distância da linha de base do Centro ideográfico de uma linha a partir da linha de base do Centro ideográfico da linha anterior.

  • Topo ideográfico; Para baixo: a base de entrelinha é o Topo ideográfico e a direção da entrelinha é Para baixo. Neste caso, altura da linha é a distância da linha de base do Topo ideográfico de uma linha a partir da linha de base do Topo ideográfico da próxima linha.

  • Centro ideográfico; Para baixo: a base de entrelinha é o Centro ideográfico e a direção da entrelinha é Para baixo. Neste caso, altura da linha é a distância da linha de base do Centro ideográfico de uma linha a partir da linha de base do Centro ideográfico da próxima linha.

  • Automático: o Modelo de entrelinha é solucionado com base no Local selecionado na seção Contêiner e fluxo do inspetor de Propriedade do texto. (Topo ideográfico; Para baixo para japonês, chinês e romano; Para cima para todos os outros. Esta configuração é o valor padrão.

Propriedades de contêiner e fluxo

Como trabalhar com as propriedades Contêiner e Fluxo

A seção Contêiner e fluxo do inspetor Propriedade do texto TLF controla as opções que afetam todo o contêiner de texto. Essas propriedades incluem:

Comportamento

Esta opção controla como o contêiner se expande à medida que a quantidade de texto aumenta. O comportamento tem estas opções:

  • Única linha

  • Multilinha: esta opção fica disponível somente quando o texto selecionado é texto de área. Ela não fica disponível se o texto selecionado for texto de ponto.

  • Multilinha sem quebra

  • Senha: faz com que os caracteres sejam exibidos como pontos em vez de letras para reforçar a segurança da senha. Esta opção fica disponível no menu somente quando o tipo de texto é Editável (tanto para texto de ponto quanto de área). Ela não fica disponível para os tipos de texto Somente leitura ou Selecionável.

Nº máx. de caract.

O número máximo de caracteres permitido no contêiner de texto. Ativar somente para contêineres de texto cujo tipo esteja definido como Editável. O valor máximo é 65535.

Alinhamento

Especifica o alinhamento do texto no contêiner. As configurações incluem:

  • Parte superior: alinha o texto verticalmente para baixo a partir do topo do contêiner.

  • Centro: centraliza as linhas de texto no contêiner

  • Parte inferior: alinha as linhas de texto verticalmente para cima a partir da base do contêiner.

  • Justificar: distribui as linhas de texto verticalmente de maneira uniforme entre as partes superior e inferior do contêiner.

Observação:

As opções de Alinhamento se alteram de acordo quando a direção do texto é definida como Vertical.

Contagem de colunas

Especifica o número de colunas de texto no contêiner. Esta propriedade é ativada somente para contêineres de texto de área. O valor padrão é 1. O valor máximo é 50.

Medianizes de coluna

Especifica o espaçamento (ou medianiz) entre cada coluna no contêiner selecionado. O valor padrão é 20. O valor máximo é 1000. A unidade de medida é definida de acordo com as Unidades da régua definidas nas Configurações do documento.

Preenchimento

Especifica a largura das margens entre o texto e o contêiner selecionado. O preenchimento pode ser definido para todas as quatro margens.

Cor da borda

A cor do traçado ao redor do exterior do contêiner. O padrão é sem borda.

Largura da borda

A largura do traçado ao redor do exterior do contêiner. Ativada somente quando uma cor de borda é selecionada. O valor máximo é 200.

Cor do plano de fundo

A cor do plano de fundo por trás do texto. O padrão é sem cor.

Deslocamento da primeira linha

especifica o alinhamento da primeira linha de texto com a parte superior do contêiner de texto. Por exemplo, você pode fazer com que o texto caia a uma distância específica abaixo da parte superior do contêiner. Com frequência, o deslocamento da primeira linha é conhecido como deslocamento da primeira linha de base, quando se trabalha com caracteres romanos. Nesse caso, a linha de base é uma linha imaginária sobre a qual a maioria dos caracteres de um tipo se apoia. Quando se trabalha com TLF, a linha de base pode se referir a qualquer dos seguintes, dependendo do idioma usado: Romano, Acima da linha de base, Abaixo da linha de base, Topo ideográfico, Centro ideográfico e Base ideográfica.

O Deslocamento da primeira linha pode ter estes valores:

  • pt: especifica a distância em pontos entre a linha de base da primeira linha de texto e a margem interna superior do quadro. Esta configuração ativa a especificação da distância em pontos em um campo.

  • Automático: alinha a parte superior da linha com a parte superior do contêiner, com base no glifo mais alto.

  • Acima da linha de base: a distância entre a margem interna superior do contêiner de texto e a linha de base da primeira linha de texto é a altura do glifo mais alto na fonte (normalmente o caractere "d" em fontes romanas).

  • Altura da linha: a distância entre a margem interna superior do contêiner de texto e a linha de base da primeira linha de texto é a Altura da linha (entrelinha) da linha.

Direção

Usada para especificar a direção de texto da esquerda para a direita ou vice-versa para o contêiner selecionado. Da esquerda para a direita é usada para a maior partes dos idiomas. Da direita para a esquerda é usada para idiomas do Oriente Médio, como árabe e hebraico, e para idiomas baseados em scripts arábicos, como Farsi ou Urdu.

Quando aplicada ao nível de parágrafo, a direção controla a direção do texto da esquerda para a direita ou vice-versa e os recuos e a pontuação usados pelo parágrafo. Quando aplicada ao nível de contêiner, a direção controla a direção das colunas. Os parágrafos contidos no contêiner herdam o atributo de direção do contêiner.

Local

Define a propriedade Local no nível do fluxo. Consulte Como trabalhar com estilos de caractere.

Fluxo de texto em vários contêineres

O encadeamento ou vinculação entre contêineres de texto está disponível somente para texto TLF (Text Layout Framework) e não se aplica a blocos de texto Clássico. Os contêineres de texto podem ser encadeados de quadro a quadro, e dentro de símbolos, desde que os contêineres encadeados estejam todos na mesma linha do tempo.

Para vincular dois ou mais contêineres de texto:

  1. Use a ferramenta Seleção ou a ferramenta Texto para selecionar um contêiner de texto.

  2. Clique na porta de entrada ou de saída do contêiner de texto selecionado. (As posições da porta de entrada e de saída no contêiner de texto se baseiam na direção de fluxo do contêiner e na configuração vertical ou horizontal. Por exemplo, se o fluxo do texto é da esquerda para a direita e horizontal, a porta de entrada fica no canto superior direito e a de saída no canto inferior direito. Se o texto for da direita para a esquerda, a porta de entrada será no canto superior direito e a de saída no canto inferior esquerdo.)

    O ponteiro se transforma no ícone de texto carregado.

  3. Em seguida, siga um destes procedimentos:

    • Para vincular a um contêiner de texto existente, posicione o ponteiro sobre o contêiner de texto de destino. Clique no contêiner de texto para vincular os dois contêineres.

    • Para vincular a um novo contêiner, clique ou arraste em uma parte vazia do Palco. Clicar cria um objeto com o mesmo tamanho e forma do original, enquanto arrastar permite criar um contêiner de texto retangular de qualquer tamanho. Também é possível adicionar um novo contêiner entre dois contêineres vinculados.

    Agora os contêineres estão vinculados e o texto pode fluir entre eles.

Para desvincular dois contêineres de texto, siga um destes procedimentos:

  • Coloque o contêiner no modo de edição e, em seguida, clique duas vezes na porta de entrada ou de saída que você deseja desvincular. O texto volta a fluir no primeiro dos dois contêineres.

  • Exclua um dos contêineres vinculados.

Observação:

Depois de criar um vínculo, o segundo contêiner de texto adquire a direção de fluxo e o local do primeiro. Após a desvinculação, essas configurações persistem no segundo contêiner em vez de reverterem para suas configurações anteriores à vinculação.

Criação de texto com rolagem

É possível tornar um contêiner de texto TLF rolável por meio da adição de um componente UIScrollBar ao contêiner de texto. O contêiner de texto precisa ter as seguintes configurações:

  • O Tipo de Texto precisa ser definido como Editável ou Selecionável.

  • O Comportamento do contêiner e do fluxo precisa ser configurado como Multilinha ou Multilinha sem quebra.

Tornar um contêiner de texto TLF rolável:

  • Arraste uma instância do componente UIScrollBar do Painel Componentes para o contêiner do texto mas próximo ao lado do contêiner no qual você deseja anexar a instância.

    O componente UIScrollBar encaixa-se na lateral do contêiner de texto.

Tornar um contêiner de texto rolável horizontalmente:

  1. Selecione a instância do componente UIScrollBar no Palco.

  2. Defina a Direção do componente UIScrollBar como Horizontal na seção Parâmetros do componente do Inspetor de propriedades.

  3. Arraste a instância do componente UIScollBar para a parte superior ou inferior do contêiner de texto.

    A ocorrência do componente UIScrollBar encaixa-se na parte superior ou inferior do contêiner de texto.

Usando as Réguas de Tabulação (somente CS5.5)

Use a régua de tabulação para adicionar paradas de tabulação aos contêineres de texto TLF. A régua de tabulação aparece quando um contêiner de texto TLF está no modo de edição. A régua de tabulação exibe paradas de tabulação definidas para os parágrafos atualmente selecionados. Ela também exibe marcadores de margens de parágrafos e recuo da primeira linha.

Ocultar ou exibir régua de tabulação

Escolha Texto > Régua de Tabulação TLF.

Defina o tipo de tabulação

Clique duas vezes num marcador ou pressione Shift e clique em vários marcadores e selecione um tipo no menu.

Tabulação no Início, Centro ou Fim

Alinha o início, fim ou centro do texto com a parada de tabulação.

Tabulação decimal

Alinha um caractere no texto com a parada de tabulação. Esse caractere geralmente é um ponto decimal, exibido por padrão no menu. Para alinhar com um traço ou outro caractere, insira-o no menu.

Adicionar tabulação

Clique na régua de tabulação. O marcador de tabulação aparece naquela posição da régua de tabulação.

Mover tabulação

Arraste o marcador de tabulação para uma nova posição. (Para movê-lo com precisão, clique duas vezes no respectivo marcador de tabulação e insira um local de pixel para o marcador.)

Excluir tabulação

Arraste o marcador para baixo e fora da régua de tabulação até ele desaparecer. (Se o texto estiver alinhado verticalmente, arraste o marcador para a esquerda, em direção ao texto, até que desapareça.)

Alterar unidade de medida

Escolha Modificar > Documento. Em seguida, na caixa de diálogo, selecione uma unidade no menu Unidades da régua.

Texto asiático e de leitura da direita para a esquerda

Criação de texto asiático

Para trabalhar com propriedades que se aplicam a texto asiático, ative as opções de Texto asiático executando um dos seguintes procedimentos:

  • Escolha Mostrar opções asiáticas no menu de opções do painel no Inspetor de propriedades enquanto o texto TLF estiver selecionado no Palco.

  • Selecione Mostrar opções de texto asiáticas na seção Texto de Preferências (Editar > Preferências).

As propriedades de texto asiático incluem:

  • Tate Chu Yoko: usado em combinação com texto asiático em que caracteres romanos precisam ser girados para a orientação horizontal para serem exibidos corretamente em um layout vertical.

nf_tatechuyoko
Caracteres romanos em texto vertical sem a rotação Tate Chu Yoko (esquerda) e com Tate Chu Yoko (direita)

  • Linha de base dominante

  • Linha de base do alinhamento

  • Mojikumi

  • Texto Kinsoku Shori

  • Modelo de entrelinha

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online