Use as opções Propriedades de codificação/título de página a fim de determinar o tipo de codificação de documento que é específico ao idioma usado para criar suas páginas da Web no Adobe Dreamweaver.

As opções de Título/Codificação em Propriedades da página permitem especificar o tipo de codificação de documento específico do idioma usado para criar páginas da Web. Elas também permitem especificar qual formulário de normalização Unicode será usado com esse tipo de codificação.

  1. Clique em Janela > Propriedades da página e clique em Propriedades da página no Inspetor de propriedades de texto.

  2. No painel Propriedades da página, selecione Título/Codificação. Você pode configurar as seguintes opções:

    • Título: especifica o título da página a ser exibido na barra de título da janela Documento e da maioria das janelas do navegador.
    • Tipo de documento (DTD): especifica uma definição de tipo de documento. Por exemplo, você pode criar um documento HTML compatível com XHTML selecionando XHTML 1.0 Transitional ou XHTML 1.0 Strict no menu pop‑up.
    • Codificação: especifica a codificação usada para os caracteres no documento. Se você selecionar Unicode (UTF‑8) como codificação de documento, a codificação de entidade não será necessária, pois a codificação UTF‑8 poderá representar com segurança todos os caracteres. Se você selecionar outra codificação de documento, a codificação de entidade provavelmente será necessária para representar determinados caracteres. Para obter mais informações sobre entidades de caractere, consulte www.w3.org/TR/REC-html40/sgml/entities.html.
    • Recarregar: converte o documento existente ou abre o documento novamente usando a nova codificação.
    • Formulário de normalização Unicode: é ativado somente se você selecionar UTF-8 como codificação de documento. Há quatro formulários de normalização unicode. O mais importante deles é o formulário de normalização C, pois é o formulário mais comum utilizado no modelo de caractere da World Wide Web. A Adobe fornece os outros três para ser mais completa. No Unicode, alguns caracteres são visualmente similares, mas podem ser armazenados no documento de diferentes maneiras. Por exemplo, “ë” (e‑umlaut) pode ser representado como um caractere único, “e com trema”, ou como dois caracteres, “e latino regular” + “trema”. O caractere de combinação Unicode é aquele utilizado com o caractere anterior; sendo assim, o trema apareceria acima do “e latino”. Os dois formulários têm como resultado a mesma tipografia visual, mas o que é salvo no arquivo é diferente em cada formulário. A normalização é o processo que garante que todos os caracteres que podem ser salvos de formas diferentes serão salvos de uma mesma forma. Ou seja, todos os caracteres “ë” de um documento serão salvos como um único “e com trema” ou como “e” + “trema” e não de duas formas em um documento. Para obter mais informações sobre normalização Unicode e os formulários específicos que podem ser usados, consulte o site do Unicode em www.unicode.org/reports/tr15.
    • Incluir assinatura Unicode (BOM): inclui uma BOM (marca de ordem de bytes) no documento. Uma BOM consiste em 2 a 4 bytes no início de um arquivo de texto que identifica um arquivo como Unicode, e se assim for, a ordem dos bytes a seguir. Como a codificação UTF-8 não tem ordem de bytes, a adição de um BOM UTF-8 é opcional. Na UTF‑16 e UTF‑32, ela é obrigatória.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online