Acessibilidade e o Adobe Captivate

Você pode gerar uma saída que seja compatível com a Seção 508 para usuários com deficiências visuais, auditivas, motoras e outras. Você também pode adotar medidas no nível do projeto para remover obstáculos à visualização de seus projetos do Adobe Captivate por pessoas portadoras de deficiências.

Essas soluções apoiam os órgãos governamentais no atendimento das necessidades de seus usuários por meio da conformidade com a Seção 508, bem como empresas comprometidas em melhorar a acessibilidade.

Padrões mundiais de acessibilidade

Muitos países, incluindo Estados Unidos, Austrália, Canadá, Japão e os países da União Europeia, adotaram padrões de acessibilidade com base nos desenvolvidos pelo World Wide Web Consortium (W3C). O W3C publica as Diretrizes de acessibilidade do conteúdo da Web, um documento que prioriza ações que os designers devem adotar para tornar o conteúdo da Web acessível. Para obter informações sobre a Iniciativa de acessibilidade para a Web, consulte o site do W3C em www.w3.org/WAI.

Nos Estados Unidos, a lei que rege a acessibilidade é comumente conhecida como Seção 508, que é uma emenda da Lei de Reabilitação dos EUA. A Seção 508 proíbe órgãos federais de comprar, desenvolver, manter ou usar tecnologia eletrônica que não seja acessível a portadores de deficiência. Além das normas obrigatórias, a Seção 508 permite que funcionários do governo e o público em geral processe os órgãos no tribunal federal por não conformidade.

Para obter mais informações sobre a Seção 508, consulte os seguintes sites:

O que é a conformidade com a Seção 508?

A Seção 508 faz parte da Lei de Reabilitação de 1973, que exige que os órgãos federais desenvolvam, mantenham, adquiram ou usem tecnologia eletrônica ou da informação para tornar os sistemas acessíveis a pessoas com deficiências. A versão mais recente (1998) da Seção 508 estabelece padrões aplicáveis a todo o governo.

O que significa ser acessível?

Geralmente, um sistema de tecnologia da informação é acessível para pessoas portadoras de deficiências se pode ser usado de várias maneiras que não dependem de um único sentido ou capacidade. Por exemplo, os usuários devem poder navegar com o teclado, além do mouse (não apenas com o mouse). Além disso, os elementos visuais e auditivos de uma interface do usuário devem atender às necessidades de usuários portadores de deficiência auditiva e visual.

De que outros tipos de software de assistência os usuários finais precisam?

Leitores de tela ou utilitários de conversão de texto em fala (que leem o conteúdo da janela ativa, as opções do menu ou o texto que você digitou) e programas de auxílio à revisão da tela convertem o texto da tela em fala ou em uma tela em Braille dinâmica e atualizável. Essa tecnologia de assistência pode fornecer ajuda ou atalhos do teclado, legendas para voz e som, e avisos visuais como barras de ferramentas brilhantes. As ferramentas disponíveis incluem Windows Eye e JAWS.

O que o Adobe Captivate faz para estar em conformidade com a Seção 508?

Ao selecionar a opção Ativar acessibilidade, determinados elementos tornam-se acessíveis em projetos do Adobe Captivate ou abertos à tecnologia de acessibilidade. Por exemplo, se você selecionar Ativar acessibilidade e tiver preenchido as caixas de texto de nome e descrição do projeto nas Preferências do projeto, um leitor de tela lerá o nome e a descrição quando o arquivo SWF do Adobe Captivate for reproduzido.

Os seguintes elementos do Adobe Captivate ficam acessíveis quando a opção Ativar acessibilidade é selecionada:

  • Nome do projeto (derivado das Propriedades do projeto)

  • Descrição do projeto (derivada das Propriedades do projeto)

  • Texto de acessibilidade do slide

  • Rótulo do slide (derivado das Propriedades do slide)

  • Botões

  • Controles de reprodução (a função de cada botão é lida pelos leitores de tela)

  • Proteção por senha (se um arquivo SWF do Adobe Captivate é protegido por senha, a solicitação de senha é lida pelos leitores de tela)

  • Slides de pergunta (título, pergunta, respostas, texto do botão e relatório de pontuação são lidos pelos leitores de tela)

As seguintes interações também são acessíveis:

  • Menu sanfonado
  • Guias de processo
  • Círculo de processo
  • Pirâmide de pilhas
  • Pirâmide matricial
  • Linha de tempo
  • Círculo matricial
  • Glossário
  • Certificado
  • TextArea
  • Botão de opção
  • Caixa de seleção
  • Caixa de listagem
  • Lista suspensa

O conteúdo gerado com a opção Ativar acessibilidade é exibido por todos os navegadores compatíveis. Entretanto, seu conteúdo pode não estar em conformidade com a Seção 508, a menos que seja exibido com o Internet Explorer. O Internet Explorer é o único navegador com suporte para MSAA (Microsoft Active Accessibility).

Para acessar arquivos do Flash usando um leitor de tela, os usuários devem ter o Flash Player 9 ou posterior instalado.

O Access Board é uma agência federal independente, comprometida com a acessibilidade para pessoas portadoras de deficiência. Para obter mais informações sobre como tornar seu conteúdo compatível, consulte o site do Access Board (www.access-board.gov/508.htm).

Página da Web sobre acessibilidade do Adobe Captivate

Para obter as informações mais recentes sobre a criação e exibição de conteúdo acessível do Adobe Captivate, visite a página Visão geral sobre acessibilidade do Adobe Captivate no site da Adobe.

Criar conteúdo acessível

Criar projetos em conformidade com a Seção 508

Crie um projeto do Adobe Captivate usando a opção Seção 508 para exibir e testar o conteúdo. A geração do projeto do Adobe Captivate atualiza os arquivos de origem que contêm informações sobre o seu projeto e cria arquivos de saída que podem ser publicados para os usuários. Leia as dicas para criação e use o procedimento a seguir.

  1. Em um projeto aberto que você queira publicar em conformidade com a Seção 508, selecione Editar > Preferências (Windows) ou Adobe Captivate > Preferências (Mac OS).

  2. No painel Categoria, expanda Projeto e selecione Configurações de publicação.

  3. Selecione Ativar acessibilidade no painel Projeto.

    Ativar acessibilidade

Dicas para criar arquivos HTML5 e SWF do Adobe Captivate em conformidade com a seção 508

Embora o conteúdo para Seção 508 do Adobe Captivate seja compatível para navegação, verifique se outros elementos também são compatíveis em seu projeto. O software de assistência deve ser capaz de "ler" elementos na tela para usuários portadores de deficiência visual. Use essas dicas para criar projetos acessíveis.

  • Em Preferências do projeto, escreva um nome significativo e uma descrição para seus projetos do Adobe Captivate.

  • Para usuários portadores de deficiência auditiva, adicione equivalentes de texto para elementos de áudio. Por exemplo, ao fornecer um áudio de narrativa, é importante disponibilizar legendas ao mesmo tempo. Uma opção é incluir uma legenda transparente em um local fixo nos slides e depois sincronizar o texto com o áudio usando a Linha de tempo.

  • Se o seu projeto contém multimídia visual, forneça informações sobre a multimídia para usuários portadores de deficiência visual. Se um nome e descrição forem dados aos elementos visuais, o Adobe Captivate poderá enviar as informações ao usuário por meio do leitor de tela. Verifique se o áudio em seus projetos do Adobe Captivate não impede que os usuários ouçam o leitor de tela.

  • Forneça texto para os slides individuais que os leitores de tela possam ler.

  • Certifique-se de que a cor não seja o único meio de transmitir informações. Por exemplo, se você usar azul para indicar links ativos, use também negrito, itálico, sublinhado ou qualquer outra indicação visual. Além disso, verifique se o contraste entre o primeiro plano e o plano de fundo é suficiente para tornar o texto legível por pessoas daltônicas ou com baixa capacidade de visão.

  • Para usuários portadores de deficiência visual ou motora, certifique-se de que os controles não dependam de um dispositivo específico ou sejam acessíveis pelo teclado.

  • Usuários portadores de deficiência cognitiva muitas vezes respondem melhor a um design simplificado, que seja facilmente navegável.

  • Se o movimento do mouse é crucial para o projeto do Adobe Captivate, considere a possibilidade de deixar o ponteiro com o dobro do tamanho normal, a fim de facilitar a visualização.

  • Documente os métodos de acessibilidade para os usuários.

  • Evite deixar os objetos se repetirem em loop. Quando um leitor de tela encontra conteúdo feito para o Flash Player, ele notifica o usuário com áudio, como "Carregando... carregamento concluído". À medida que o conteúdo em um projeto muda, o Flash Player envia um evento para o leitor de tela, notificando-o sobre a alteração. Em resposta, o leitor de tela retorna ao topo da página e inicia a leitura novamente. Portanto, uma animação de texto em loop em um slide, por exemplo, pode fazer com que o leitor de tela retorne continuamente para o topo da página.

  • A acessibilidade nas demonstrações do Adobe Captivate funciona melhor quando todos os slides têm conteúdo interativo. Se estiver usando JAWS 6.1 ou posterior, saiba que o JAWS às vezes não limpa a árvore ativa do Microsoft Active Accessibility (MSAA). Como resultado, o conteúdo de slides anteriores poderá ser repetido quando os slides forem contínuos. Esse problema não ocorre no JAWS 4.5.

  • Verifique se a caixa de diálogo Acessibilidade não está em branco. Importe anotações do slide ou digite instruções apropriadas na caixa de diálogo Acessibilidade.

  • Marque o tempo de seus slides e objetos corretamente. Forneça tempo suficiente para que o usuário/leitor de tela leia o conteúdo do slide. Você pode usar objetos interativos; objetos interativos pausam o filme até que usuário interaja.

    Se você não alocar tempo suficiente, o filme avançará para o próximo slide antes que todos os objeto possam ser lidos. Nesse caso, alguns objetos no próximo slide podem não ser lidos pelos leitores de tela.

  • Especifique o alt-text para imagens. Caso contrário, uma imagem será interpretada simplesmente como uma “imagem” pelos leitores de tela.

Especificar a ordem de tabulação dos objetos interativos e não interativos

Ao usar um leitor de tela, os usuários podem usar:

  • A tecla Tab para navegar pelos objetos interativos. Especifique a ordem de tabulação clicando nas setas para cima e para baixo.A tecla Tab não funciona para objetos não interativos. A ordem de tabulação funciona para perguntas pois elas são do tipo não interativo.
Ordem de tabulação para objetos interativos
  • As teclas de seta para navegar pelos objetos interativos e não interativos. Para HTML5, use as teclas para cima ou para baixo do cursor.
Teclas de seta para objetos interativos e não interativos

Se o seu curso requer que os usuários somente naveguem por objetos interativos, é possível incluir instruções adequadas como texto de acessibilidade (caixa de diálogo Acessibilidade).

Por padrão, os objetos interativos são lidos baseados na ordem z. Você pode alterar a ordem em que um leitor de tela pode ler objetos interativos quando o usuário pressiona a tecla Tab.

  1. Clique em ordem de tabulação no Inspetor de propriedades do slide.

    Todos os objetos interativos, exceto caixas de clicar e objetos de rolagem, são listados na caixa de diálogo Ordem de tabulação. As caixas de clicar não são visíveis no tempo de execução e consequentemente não estão listadas na caixa de diálogo Ordem de tabulação. Para objetos de rolagem, adicione texto de acessibilidade a área de rolagem e usuários podem usar teclas de seta para navegar até o objeto.

  2. Na caixa de diálogo Ordem de tabulação, use as teclas de seta para posicionar os componentes na ordem em que deseja que sejam lidos.

Adicionar texto de acessibilidade a slides

Um leitor de tela pode ler em voz alta o texto que aparece na tela do computador. Os leitores de tela são úteis para pessoas portadoras de deficiência visual. No Adobe Captivate, você pode escrever um texto descrevendo cada slide para que os leitores de tela leiam em voz alta.

  1. Abra o slide ao qual você deseja adicionar o texto acessível.

  2. No Inspetor de propriedades, clique em Acessibilidade.

  3. Digite o texto que você quer que o leitor de tela leia em voz alta.

  4. Para usar as anotações do slide (conversão de texto em fala e legendas codificadas incluídas), clique em Importar anotações do slide e clique em OK.

Personalizar texto de acessibilidade para objetos

É possível adicionar texto acessível a objetos individuais em um slide. Quando o objeto aparece no filme, o leitor de tela lê esse texto em voz alta. Se você não especificar um texto acessível para um objeto, o leitor de tela lerá o texto padrão. Por exemplo, se o objeto for uma imagem, ele lerá Imagem gráfica. Esse texto padrão geralmente não é suficientemente descritivo para ajudar um usuário portador de deficiência visual. Além disso, objetos que não são legendas de texto e caixas de entrada de texto não contêm nenhum texto. O texto acessível para esses objetos pode ajudar os usuários a entender sua finalidade no filme.

  1. Selecione o objeto cujo texto de acessibilidade você deseja personalizar.

  2. No Inspetor de propriedades, clique em Acessibilidade.

  3. Desmarque Rótulo automático. Quando Rótulo automático está selecionado, o texto no objeto é lido em voz alta pelo leitor de tela.

  4. Na caixa de diálogo Acessibilidade do item, siga este procedimento:

    Nome da acessibilidade

    Digite o nome da acessibilidade. Para uma legenda de texto, você pode inserir "Este texto está em uma legenda", por exemplo.

    Descrição da acessibilidade

    Adicione uma descrição para esclarecer as informações para a pessoa que está usando o leitor de tela. Por exemplo, considere a legenda de texto "Selecionar arquivo > Editar imagem". Você pode alterar o texto para "No menu Arquivo, selecione o comando Editar imagem. Esse comando está disponível somente quando uma imagem é selecionada no slide".

Testar conteúdo acessível

Dicas para testar

Se você estiver criando seu projeto do Adobe Captivate para trabalhar com leitores de tela, baixe vários leitores de tela. Em seguida, teste o seu projeto reproduzindo-o em um navegador com o leitor de tela ativado. Verifique se o leitor de tela não está tentando "falar sobre" os locais em seu projeto onde você inseriu um áudio separado. Diversos aplicativos leitores de tela fornecem uma versão de demonstração do software como download gratuito. Experimente quantos conseguir para garantir a compatibilidade entre os leitores de tela.

Se estiver criando conteúdo interativo, teste-o e verifique se os usuários podem navegar pelo seu conteúdo com eficácia usando apenas o teclado. Esse requisito pode ser especialmente desafiador, pois diferentes leitores de tela funcionam de maneiras diferentes ao processar a entrada do teclado. Por esse motivo, seu conteúdo do Adobe Captivate pode não receber pressionamentos de tecla conforme pretendido. Teste todos os atalhos de teclado.

Sobre a tecnologia de leitor de tela

Os leitores de tela são programas desenvolvidos para navegar por um site e ler o conteúdo da Web em voz alta. Usuários portadores de deficiência visual fazem uso frequente dessa tecnologia.

O JAWS® (Job Access with Speech) da Freedom Scientific é um exemplo de leitor de tela. Você pode acessar a página JAWS do site Freedom Scientific em http://www.freedomscientific.com/products/fs/JAWS-product-page.asp. Outro leitor de tela usado comumente é o Window-Eyes®, da GW Micro®. Para acessar as informações mais recentes sobre o Window-Eyes, visite o site da GW Micro em www.gwmicro.com. Para usuários do Windows, a Microsoft fornece um produto gratuito para download chamado Microsoft Reader, que contém um componente de conversão de texto em fala. Para obter mais informações, visite o site da Microsoft em www.microsoft.com.

Como diferentes leitores de tela usam métodos variados para converter informações em fala, a maneira como o seu conteúdo é apresentado aos usuários pode variar. Ao criar projetos acessíveis, lembre-se de que você não tem controle sobre como um leitor de tela se comporta. Você tem controle somente sobre o conteúdo não sobre os leitores de tela. Não é possível forçar os leitores de tela a ler um texto específico em momentos específicos ou controlar a maneira como o conteúdo é lido. É importante testar seus projetos com vários leitores de tela para garantir que eles tenham o desempenho esperado.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online