Modos de mesclagem

  1. Guia do usuário do Adobe Premiere Pro
  2. Introdução
    1. Introdução ao Adobe Premiere Pro
    2. Novidades do Premiere Pro
    3. Notas de versão | Premiere Pro
    4. Requisitos de sistema do Premiere Pro
    5. Atalhos de teclado no Premiere Pro
    6. Acessibilidade no Premiere Pro
  3. Criação de projetos
    1. Criação de projetos
    2. Projetos abertos
    3. Mover e excluir projetos
    4. Trabalhar com vários projetos abertos
    5. Trabalhar com atalhos de projeto
    6. Compatibilidade reversa de projetos do Premiere Pro
    7. Abrir e editar projetos do Premiere Rush no Premiere Pro
    8. Práticas recomendadas: criar seus próprios modelos de projeto
  4. Workspaces e workflows
    1. Workspaces
    2. Trabalhar com painéis
    3. Controles de toque e gesto do Windows
  5. Captura e importação
    1. Captura
      1. Captura e digitalização de gravação
      2. Captura de vídeo HD, DV ou HDV
      3. Captura e recaptura em lote
      4. Configurar o sistema para captura HD, DV ou HDV
    2. Importando
      1. Transferência e importação de arquivos
      2. Importação de imagens congeladas
      3. Importação de áudio digital
    3. Importação de Avid ou Final Cut
      1. Importação de arquivos de projeto AFF do Avid Media Composer
      2. Importação de arquivos de projeto XML do Final Cut Pro 7 e do Final Cut Pro X
    4. Formatos de arquivo compatíveis
    5. Digitalização de vídeo analógico
    6. Trabalhar com timecode
  6. Edição
    1. Sequências
      1. Criar e alterar sequências
      2. Adicionar clipes a sequências
      3. Reorganizar clipes em uma sequência
      4. Localizar, selecionar e agrupar clipes em uma sequência
      5. Editar com base em sequências carregadas no Monitor de origem
      6. Renderização e visualização de sequências
      7. Trabalhar com marcadores
      8. Detecção de edição de cena
    2. Vídeo
      1. Criar e reproduzir clipes
      2. Corte de clipes
      3. Sincronização de áudio e vídeo com a opção Mesclar clipes
      4. Renderizar e substituir mídia
      5. Desfazer, histórico e eventos
      6. Congelar e reter quadros
      7. Trabalhar com taxas de proporção
    3. Áudio
      1. Visão geral de áudio no Premiere Pro
      2. Mixer da faixa de áudio
      3. Ajuste dos níveis de volume
      4. Edição, reparo e melhoria do áudio usando o painel Áudio essencial
      5. Monitorar volume e panorâmica usando o Mixer de clipe de áudio
      6. Balanceamento e deslocamento de áudio
      7. Áudio avançado - Submixes, downmixing e roteamento
      8. Transições e efeitos de áudio
      9. Trabalhar com transições de áudio
      10. Aplicar efeitos ao áudio
      11. Medir o áudio usando o efeito Radar de volume
      12. Gravar misturas de áudio
      13. Edição de áudio na linha do tempo
      14. Mapeamento de canal de áudio no Premiere Pro
      15. Usar o áudio do Adobe Stock no Premiere Pro
    4. Edição avançada
      1. Fluxo de trabalho de edição de multicâmera
      2. Edição de workflows para filmes
      3. Configurar e usar o Head Mounted Display para vídeo imersivo no Premiere Pro
      4. Edição de VR
    5. Práticas recomendadas
      1. Práticas recomendadas: misturar áudio mais rápido
      2. Práticas recomendadas: edição eficiente
  7. Efeitos e transições de vídeo
    1. Visão geral dos efeitos e transições de vídeo
    2. Efeitos
      1. Tipos de efeitos no Premiere Pro
      2. Aplicar e remover efeitos
      3. Predefinições de efeitos
      4. Reestruturação automática de vídeo para diferentes canais de redes sociais
      5. Efeitos de correção de cores
      6. Alterar a duração e a velocidade dos clipes
      7. Camadas de ajuste
      8. Estabilizar gravação
    3. Transições
      1. Aplicação de transições no Premiere Pro
      2. Modificação e personalização de transições
      3. Recorte de metamorfose
  8. Gráficos, títulos e animação
    1. Gráficos e títulos
      1. Criar títulos e animações
      2. Aplicação de degradês de texto no Premiere Pro
      3. Utilização de modelos de animações para títulos
      4. Substituir imagens ou vídeos em modelos de animações
      5. Usar modelos de animações orientados por dados
      6. Práticas recomendadas: workflows gráficos mais rápidos
      7. Adicionar recursos de Design responsivo nos gráficos
      8. Trabalhar com legendas
      9. Fala em texto
      10. Fala para texto no Premiere Pro | Perguntas frequentes
      11. Atualizar títulos herdados para gráficos de origem
    2. Animação e uso de quadro-chave
      1. Adição, navegação e configuração de quadros-chave
      2. Animação de efeitos
      3. Usar o efeito Movimento para editar e animar clipes
      4. Otimização da automação de quadro-chave
      5. Movimentação e cópia de quadros-chave
      6. Exibição e ajuste de efeitos e quadros-chave
  9. Composição
    1. Composição, canais alfa e ajuste da opacidade do clipe
    2. Mascaramento e rastreamento
    3. Modos de mesclagem
  10. Correção e gradação de cores
    1. Visão geral: workflowso de cor no Premiere Pro
    2. Seja criativo com cores usando looks Lumetri
    3. Ajustar cores usando curvas de saturação e matiz e RGB
    4. Corrigir e corresponder cores entre as tomadas
    5. Utilização de controles de HSL secundários no painel Cor de Lumetri
    6. Criação de vinhetas
    7. Escopos Lumetri
    8. Gerenciamento de cores de exibição
    9. HDR para emissoras
    10. Ativar suporte HDR para DirectX
  11. Exportação de mídia
    1. Fluxo de trabalho e visão geral para exportação
    2. Exportação rápida
    3. Exportação para a Web e dispositivos móveis
    4. Exportação de imagem congelada
    5. Exportação de projetos para outros aplicativos
    6. Exportação de arquivos de OMF para o Pro Tools
    7. Exportar para o formato Panasonic P2
    8. Exportação para DVD ou disco Blu-ray
    9. Práticas recomendadas: exportar mais rápido
  12. Trabalhar com outros aplicativos da Adobe
    1. After Effects e Photoshop
    2. Dynamic Link
    3. Audition
    4. Prelude
  13. Organização e gerenciamento de ativos
    1. Trabalhar no painel Projeto
    2. Organização de ativos no painel Projeto
    3. Reprodução de ativos
    4. Pesquisar ativos
    5. Bibliotecas da Creative Cloud
    6. Sincronizar configurações no Premiere Pro
    7. Utilização de produções
    8. Como os clipes funcionam nos projetos de uma produção
    9. Consolidar, transcodificar e arquivar projetos
    10. Gerenciamento de metadados
    11. Práticas recomendadas
      1. Práticas recomendadas: trabalhar com produções
      2. Práticas recomendadas: aprendizado com a produção de transmissão
      3. Práticas recomendadas: trabalhar com formatos nativos
  14. Melhoria do desempenho e solução de problemas
    1. Definir preferências
    2. Redefinir preferências
    3. Trabalhar com proxies
      1. Visão geral do proxy
      2. Fluxo de trabalho de assimilação e de proxy
    4. Verificar se seu sistema é compatível com o Premiere Pro
    5. Premiere Pro para Apple Silicon
    6. Eliminar a cintilação
    7. Ordem de campo e de entrelaçamento
    8. Renderização inteligente
    9. Suporte à superfície de controle
    10. Práticas recomendadas: trabalhar com formatos nativos
    11. Knowledge base
      1. Vídeo em verde e rosa no Premiere Pro ou no Premiere Rush
      2. Como gerenciar o cache de mídia no Premiere Pro?
      3. Corrigir erros ao renderizar ou exportar
      4. Solucionar problemas relacionados à reprodução e ao desempenho no Premiere Pro
  15. Monitoramento de ativos e de mídia offline
    1. Ativos de monitoramento
      1. Usar o Monitor de origem e o Monitor de programas
      2. Utilização do Monitor de referência
    2. Mídia offline
      1. Trabalhar com clipes offline
      2. Criação de clipes para edição offline
      3. Revinculação de mídia offline

É possível selecionar a maneira como o Premiere Pro mescla, ou sobrepõe, um clipe em uma faixa em uma Linha de tempo com o clipe ou clipes nas faixas inferiores.

Para obter mais informações sobre os modos de mesclagem Subtração e Divisão, assista a este vídeo por Video2Brain.

Chris e Trish Meyer explicam e demonstram os modos de mesclagem no Premiere Pro em um artigo no site ProVideo Coalition.

Consulte o tutorial de Andrew Devis no Creative Cow, “Correção de cores 5: modos de mesclagem.”

Consulte os tutoriais de Andrew Devis no Creative Cow, “Correção de cores 6: a técnica de mesclagem fílmica.”

Para obter mais informações sobre como combinar camadas de vídeo por meio da mesclagem no Premiere Pro, assista a este vídeo por Learn By Video e Video2Brain por Jan Ozer.

  1. Em um painel Linha de tempo, coloque um clipe em uma faixa superior à faixa onde outro clipe esteja localizado. O Premiere Pro sobrepõe, ou mescla, o clipe na faixa superior sobre o clipe na faixa inferior.
  2. Selecione o clipe na faixa superior e selecione o painel Controles do efeito para torná-lo ativo.
  3. No painel Controles do efeito, clique no triângulo ao lado de Opacidade.
  4. Arraste o valor de Opacidade para a esquerda para definir a opacidade para menos de 100%.
  5. Clique no triângulo no menu Modo de mesclagem.
  6. Selecione um modo de mesclagem na lista de modos de mesclagem.

Referência do modo de mesclagem

Para obter informações detalhadas sobre os conceitos e algoritmos por trás desses modos de mesclagem conforme implementados em vários aplicativos da Adobe, consulte o material de referência em PDF no site da Adobe.

O menu Modo de mesclagem é subdividido em seis categorias com base nas semelhanças entre os resultados dos modos de mesclagem. Os nomes das categorias não aparecem na interface; as categorias são simplesmente separadas por linhas divisórias no menu.

Categoria normal

Normal, Dissolver. A cor resultante de um pixel não é afetada pela cor do pixel subjacente, a menos que a Opacidade seja menor que 100% para a camada de origem. Os modos de mesclagem de dissolução tornam alguns pixels da camada de origem transparentes.

Categoria subtrativa

Escurecer, Multiplicar, Superexposição de cores, Superexposição linear, Cor mais escura. Esses modos de mesclagem tendem a escurecer as cores, alguns por meio da mistura de cores de forma semelhante à mistura de pigmentos coloridos em pintura.

Categoria aditiva

Clarear, Tela, Subexposição de cor, Subexposição linear (Adicionar), Cor mais clara. Esses modos de mesclagem tendem a clarear as cores, alguns por meio da mistura de cores de forma semelhante à mistura de luz projetada.

Categoria complexa

Sobreposição, Luz suave, Luz direta, Luz vívida, Luz linear, Luz do pino, Mistura sólida. Esses modos de mesclagem realizam diferentes operações nas cores de origem e subjacentes, dependendo de se uma das cores for mais clara do que 50% de cinza.

Categoria de diferença

Diferença, Exclusão, Subtração, Divisão. Esses modos de mesclagem criam cores com base nas diferenças entre os valores da cor de origem e da cor subjacente.

Categoria HSL

Matiz, Saturação, Cor, Luminosidade. Esses modos de mesclagem transferem um ou mais dos componentes de representação HSL de cor (matiz, saturação e luminosidade) da cor subjacente para a cor resultante.

Descrições do modo de mesclagem

Nas seguintes descrições, esses termos são usados:

  • A cor de origem é a cor da camada à qual o modo de mesclagem é aplicado.

  • A cor subjacente é a cor das camadas compostas abaixo da camada de origem no painel Linha de tempo.

  • A cor resultante é o resultado da operação de mesclagem; a cor da composição.

Normal

A cor resultante é a cor de origem. Esse modo ignora a cor subjacente. Normal é o modo padrão.

Dissolver

A cor resultante para cada pixel é a cor de origem ou a cor subjacente. Probabilidade da cor resultante ser a cor de origem depende da opacidade da origem. Se a opacidade da origem for 100%, a cor resultante será a cor de origem. Se a opacidade da origem for 0%, a cor resultante será a cor subjacente.

Escurecer

Cada valor do canal de cor resultante é mais baixo (mais escuro) do que o valor do canal de cor de origem e do que o valor do canal de cor subjacente correspondente.

Multiplicação

Para cada canal de cor, multiplica o valor do canal de cor de origem pelo valor do canal de cor subjacente e divide pelo valor máximo de pixels de 8 bpc, 16 bpc ou 32 bpc, dependendo da profundidade de cor do projeto. A cor resultante nunca é mais clara do que a original. Se qualquer cor de entrada for preta, a cor resultante será preta. Se qualquer cor de entrada for branco, a cor resultante será a outra cor de entrada. Este modo de mesclagem simula o desenho com várias canetas marcadoras em papel ou colocar vários géis na frente de uma luz. Ao mesclar com uma cor que não seja preto ou branco, cada camada ou traçado de pintura com esse modo de mesclagem resultará em uma cor mais escura.

Superexposição de cor

A cor resultante é um escurecimento da cor de origem para refletir a cor da camada subjacente aumentando o contraste. O branco puro na camada original não altera a cor subjacente.

Superexposição linear

A cor resultante é um escurecimento da cor de origem para refletir a cor subjacente. O branco puro não produz alterações.

Cor mais escura

Cada pixel resultante é a cor do valor de cor de origem mais escuro e do valor de cor subjacente correspondente. A Cor mais escura é semelhante a Escurecer, mas a Cor mais escura não funciona em canais de cor individuais.

Subexposição linear (Adicionar)

Cada valor do canal de cor resultante é a soma dos valores do canal de cor correspondente da cor de origem e da cor subjacente. A cor resultante nunca é mais escura do que qualquer cor de entrada.

Clarear

Cada valor do canal de cor resultante é mais alto (mais claro) do que o valor do canal de cor de origem e do que o valor do canal de cor subjacente correspondente.

Tela

Multiplica os complementos dos valores de canal e, em seguida, usa o complemento do resultado. A cor resultante nunca é mais escura do que qualquer cor de entrada. Usar o modo Tela é semelhante a projetar vários slides fotográficos simultaneamente em uma única tela.

Subexposição de cor

A cor resultante é um clareamento da cor de origem para refletir a cor da camada subjacente diminuindo o contraste. Se a cor de origem for preto puro, a cor resultante será a cor subjacente.

Subexposição linear (Adicionar)

A cor resultante é um clareamento da cor de origem para refletir a cor subjacente aumentando o brilho. Se a cor de origem for preto puro, a cor resultante será a cor subjacente.

Cor mais clara

Cada pixel resultante é a cor do valor de cor de origem mais claro e do valor de cor subjacente correspondente. A Cor mais clara é semelhante a Clarear, mas a Cor mais clara não funciona em canais de cor individuais.

Sobreposição

Multiplica ou reticula os valores do canal de cor de entrada, dependendo de a cor subjacente ser ou não ser mais clara do que 50% de cinza. O resultado preserva os realces e sombras na camada subjacente.

Luz suave

Escurece ou clareia os valores do canal de cor da camada subjacente, dependendo da cor de origem. O resultado é semelhante ao de iluminar um ponto de luz difuso na camada subjacente. Para cada valor do canal de cor, se a cor de origem for mais clara do que 50% de cinza, a cor resultante será mais clara do que a cor subjacente, como se estivesse subexposta. Se a cor de origem for mais escura do que 50% de cinza, a cor resultante será mais escura do que a cor subjacente, como se superexposta. Uma camada com preto ou branco puro fica visivelmente mais escura ou mais clara, mas não se torna preto ou branco puro.

Luz direta

Multiplica ou reticula o valor do canal de cor de entrada, dependendo da cor de origem original. O resultado é semelhante ao de iluminar um ponto de luz áspero na camada. Para cada valor do canal de cor, se a cor subjacente for mais clara do que 50% de cinza, a camada será clareada como se estivesse reticulada. Se a cor subjacente for mais escura do que 50% de cinza, a camada escurecerá como se estivesse multiplicada. Esse modo é útil para criar a aparência de sombras em uma camada.

Luz vívida

Superexpõe ou subexpõe as cores aumentando ou diminuindo o contraste, dependendo da cor subjacente. Se a cor subjacente for mais clara do que 50% de cinza, a camada será clareada porque o contraste é reduzido. Se a cor subjacente for mais escura do que 50% de cinza, a camada será escurecida porque o contraste é aumentado.

Luz linear

Superexpõe ou subexpõe as cores diminuindo ou aumentando o brilho, dependendo da cor subjacente. Se a cor subjacente for mais clara do que 50% de cinza, a camada será clareada porque o brilho é reduzido. Se a cor subjacente for mais escura do que 50% de cinza, a camada será escurecida porque o brilho é aumentado.

Luz do pino

Substitui as cores, dependendo da cor subjacente. Se a cor subjacente for mais clara do que 50% de cinza, os pixels mais escuros do que a cor subjacente serão substituídos, e os pixels mais claros do que a cor subjacente não serão alterados. Se a cor subjacente for mais escura do que 50% de cinza, os pixels mais claros do que a cor subjacente serão substituídos, e os pixels mais escuros do que a cor subjacente não serão alterados.

Mistura sólida

Aumenta o contraste da camada subjacente que é visível por baixo de uma máscara na camada de origem. O tamanho da máscara determina a área contrastada; a camada de origem invertida determina o centro da área contrastada.

Diferença

Para cada canal de cor, subtrai os valores mais escuros de entrada dos mais claros. Pintar com branco inverte a cor do plano de fundo; pintar com preto não produz alterações.

Observação:

Se tiver duas camadas com um elemento visual idêntico que você deseja alinhar, coloque uma camada sobre a outra e defina o modo de mesclagem da camada superior como Diferença. Em seguida, é possível mover uma camada ou a outra até que os pixels do elemento visual que você deseja alinhar estejam todos pretos, o que significa que as diferenças entre os pixels são zero e, consequentemente, os elementos serão empilhados precisamente um em cima do outro.

Exclusão

Cria um resultado semelhante, mas com menor contraste, do que o modo Diferença. Se a cor de origem for branco, a cor resultante será o complemento da cor subjacente. Se a cor de origem for preto, a cor resultante será a cor subjacente.

Subtração

Subtrai o arquivo de origem da cor subjacente. Se a cor de origem for preto, a cor resultante será a cor subjacente. Os valores da cor resultante podem ser menos de 0 em projetos de 32 bpc.

Divisão

Divide a cor subjacente pela cor de origem. Se a cor de origem for branco, a cor resultante será a cor subjacente. Os valores da cor resultante podem ser maiores do que 1,0 em projetos de 32 bpc.

Matiz

A cor resultante tem a luminosidade e a saturação da cor subjacente, e o matiz da cor de origem.

Saturação

A cor resultante tem a luminosidade e o matiz da cor subjacente, e a saturação da cor de origem.

Cor

A cor resultante tem a luminosidade da cor subjacente, e o matiz e a saturação da cor de origem. Esse modo de mesclagem preserva os níveis de cinza na cor subjacente. Esse modo de mesclagem é útil para colorir imagens em tons de cinza e para pintar imagens coloridas.

Luminosidade

A cor resultante tem o matiz e a saturação da cor subjacente, e a luminosidade da cor de origem. Esse modo é o oposto do modo Cor.

Logotipo da Adobe

Fazer logon em sua conta