Atualizações de segurança disponíveis para o Adobe Flash Player

Data de lançamento: 7 de abril de 2016

Última atualização: 12 de abril de 2016

Identificador de vulnerabilidade: APSB16-10

Prioridade: Consulte a tabela abaixo

Número CVE: CVE-2016-1006, CVE-2016-1011, CVE-2016-1012, CVE-2016-1013, CVE-2016-1014, CVE-2016-1015, CVE-2016-1016, CVE-2016-1017, CVE-2016-1018, CVE-2016-1019, CVE-2016-1020, CVE-2016-1021, CVE-2016-1022, CVE-2016-1023, CVE-2016-1024, CVE-2016-1025, CVE-2016-1026, CVE-2016-1027, CVE-2016-1028, CVE-2016-1029, CVE-2016-1030, CVE-2016-1031, CVE-2016-1032, CVE-2016-1033

Plataforma: Windows, Macintosh, Linux e ChromeOS

Resumo

A Adobe lançou atualizações de segurança do Adobe Flash Player para Windows, Macintosh, Linux e ChromeOS.  Essas atualizações abordam vulnerabilidades críticas que podem potencialmente permitir que um invasor assuma o controle do sistema afetado.  

A Adobe recebeu relatos de que o CVE-2016-1019 está sendo explorado ativamente em sistemas que executam o Windows 10 e anteriores com o Flash Player na versão 20.0.0.306 e anteriores.  Consulte APSA16-01 para obter detalhes. 

Versões afetadas

Produto Versões afetadas Plataforma
Tempo de execução de desktop do Adobe Flash Player 21.0.0.197 e versões anteriores
Windows e Macintosh
Versão do Adobe Flash Player Extended Support 18.0.0.333 e versões anteriores Windows e Macintosh
Adobe Flash Player para Google Chrome 21.0.0.197 e versões anteriores Windows, Macintosh, Linux e ChromeOS
Adobe Flash Player para Microsoft Edge e Internet Explorer 11 21.0.0.197 e versões anteriores Windows 10
Adobe Flash Player para Internet Explorer 11 21.0.0.197 e versões anteriores Windows 8.1
Adobe Flash Player para Linux 11.2.202.577 e versões anteriores Linux
Tempo de execução de desktop AIR 21.0.0.176 e versões anteriores Windows e Macintosh
AIR SDK 21.0.0.176 e versões anteriores Windows, Macintosh, Android e iOS
AIR SDK & Compiler 21.0.0.176 e versões anteriores Windows, Macintosh, Android e iOS
  • Para verificar a versão do Adobe Flash Player instalada no sistema, acesse a página Sobre o Flash Player ou clique com o botão direito do mouse no conteúdo do Flash Player e selecione “Sobre o Adobe (ou Macromedia) Flash Player” no menu. Se você usar vários navegadores, faça a verificação em todos os que estiverem instalados no sistema.  
  • Para verificar a versão da Adobe AIR instalada no sistema, siga as instruções no Adobe AIR TechNote.

Solução

A Adobe categoriza essas atualizações com as seguintes classificações de prioridade e recomenda que usuários atualizem para a versão mais recente:

Produto Versões atualizadas Plataforma Classificação de prioridade Disponibilidade
Tempo de execução de desktop do Adobe Flash Player
21.0.0.213 Windows e Macintosh
1

Centro de downloads do Flash Player

Distribuição do Flash Player

Versão do Adobe Flash Player Extended Support 18.0.0.343 Windows e Macintosh
1 Suporte Estendido
Adobe Flash Player para Google Chrome 21.0.0.213 Windows, Macintosh, Linux e ChromeOS    1 Versões do Google Chrome
Adobe Flash Player para Microsoft Edge e Internet Explorer 11 21.0.0.213 Windows 10 1 Conselho de segurança da Microsoft
Adobe Flash Player para Internet Explorer 11 21.0.0.213 Windows 8.1
1 Conselho de segurança da Microsoft
Adobe Flash Player para Linux 11.2.202.616 Linux 3 Centro de downloads do Flash Player
Tempo de execução de desktop AIR 21.0.0.198 Windows e Macintosh 3 Centro de downloads do AIR
AIR SDK 21.0.0.198 Windows, Macintosh, Android e iOS 3 Download do AIR SDK
AIR SDK & Compiler 21.0.0.198 Windows, Macintosh, Android e iOS 3 Download do AIR SDK
  • A Adobe recomenda que os usuários do Adobe Flash Player Desktop Runtime para Windows e Macintosh atualizem para a versão 21.0.0.213 através do mecanismo de atualização no produto quando solicitado [1] ou através do Adobe Flash Player Download Center.
  • A Adobe recomenda que usuários da Versão de Suporte estendido do Adobe Flash Player atualizem para a versão 18.0.0.343 acessando http://helpx.adobe.com/br/flash-player/kb/archived-flash-player-versions.html.
  • A Adobe recomenda que os usuários do Adobe Flash Player para Linux atualizem para o Adobe Flash Player 11.2.202.616 visitando o Centro de Download do Adobe Flash Player.
  • O Adobe Flash Player, instalado com o Google Chrome, será atualizado automaticamente para a versão mais recente do Google Chrome, que incluirá Adobe Flash Player 21.0.0.213 para Windows, Macintosh, Linux e Chrome OS.
  • O Adobe Flash Player instalado com o Microsoft Edge e Internet Explorer para Windows 10 será atualizado automaticamente para a versão mais recente, que incluirá o Adobe Flash Player 21.0.0.213. 
  • O Adobe Flash Player instalado com o Internet Explorer para Windows 8.1 será atualizado automaticamente para a versão mais recente, que inclui o Adobe Flash Player 21.0.0.213.
  • A Adobe recomenda que os usuários do tempo de execução de desktop AIR, o AIR SDK e AIR SDK & Compiler atualizem para a versão 21.0.0.198 acessando o Centro de Download do AIR ou o Centro do Desenvolvedor do AIR.
  • Visite a página Ajuda do Flash Player para obter assistência com a instalação do Flash Player.

 

[1] Os usuários do Flash Player 11.2.x ou posterior para Windows, ou do Flash Player 11.3.x ou posterior para Macintosh, que tenham selecionado a opção “Permitir que a Adobe instale atualizações” receberão a atualização automaticamente. Os usuários que não têm a opção “Permitir que a Adobe instale atualizações” habilitada podem instalar a atualização, quando solicitados, usando o mecanismo de atualização do produto.

Detalhes da vulnerabilidade

  • Essas atualizações fortalecem uma mitigação contra ataques de spray JIT que podem ser usados para ignorar as mitigações da randomização do layout da memória (CVE-2016-1006).
  • Essas atualizações resolvem vulnerabilidades de confusão de tipo que podem levar à execução de código (CVE-2016-1015, CVE-2016-1019).
  • Essas atualizações resolvem vulnerabilidades de uso após liberação que poderiam levar à execução do código (CVE-2016-1011, CVE-2016-1013, CVE-2016-1016, CVE-2016-1017, CVE-2016-1031).
  • Essas atualizações resolvem as vulnerabilidades de corrupção de memória que podem levar à execução do código (CVE-2016-1012, CVE-2016-1020, CVE-2016-1021, CVE-2016-1022, CVE-2016-1023, CVE-2016-1024, CVE-2016-1025, CVE-2016-1026, CVE-2016-1027, CVE-2016-1028, CVE-2016-1029, CVE-2016-1032, CVE-2016-1033).
  • Essas atualizações resolvem uma vulnerabilidade de estouro de pilha que pode levar à execução de código (CVE-2016-1018).
  • Essas atualizações resolvem uma vulnerabilidade de atalho de segurança (CVE-2016-1030).
  • Essas atualizações resolvem uma vulnerabilidade no caminho de pesquisa de diretório usados para localizar os recursos que podem levar à execução de código (CVE -2016-1014).

Agradecimentos

  • Yuki Chen, da equipe de Qihoo 360 Vulcan que trabalha com ZDI da Trend Micro (CVE-2016-1015, CVE-2016-1016, CVE-2016-1017)
  • Gerenciador de PC Tencent que trabalha com ZDI da Trend Micro (CVE-2016-1018)
  • Mateusz Jurczyk e Natalie Silvanovich do Google Project Zero (CVE-2016-1011, CVE-2016-1013)
  • willj de Gerenciador de PC Tencent (CVE-2016-1020, CVE-2016-1021, CVE-2016-1022, CVE-2016-1023, CVE-2016-1024, CVE-2016-1025, CVE-2016-1026, CVE-2016-1027, CVE-2016-1028, CVE-2016-1029, CVE-2016-1031, CVE-2016-1032, CVE-2016-1033)
  • Stefan Kanthak (CVE-2016-1014)
  • bo13oy do CloverSec Labs (CVE-2016-1012)
  • Kang Yang de Qihoo 360 (CVE-2016-1006)
  • Nicolas Joly, da equipe de segurança da Microsoft (CVE-2016-1030)
  • Kafeine (EmergingThreats/Proofpoint) e Genwei Jiang (FireEye, Inc.), bem como Clement Lecigne do Google (CVE-2016-1019)

Revisões

12 de abril de 2016: atualizado para refletir a disponibilidade das atualizações do AIR para CVEs mencionados neste boletim.