Técnicas de restauração de áudio

É possível corrigir uma grande variedade de problemas de áudio através da combinação de dois recursos eficientes. Primeiro, use a Exibição espectral para identificar e selecionar de forma visual os intervalos de ruído ou artefatos individuais. (Consulte Selecionar intervalos espectrais e Selecionar artefatos e repará-los automaticamente.) Em seguida, use os efeitos Diagnóstico ou Redução de ruído para corrigir problemas como os seguintes:

Observação:

Os efeitos de restauração em tempo real acima, que estão disponíveis nos editores em Forma de onda e de Multiplas faixas, resolvem rapidamente os problemas de áudio comuns. Para um áudio excepcionalmente barulhento, no entanto, considere o uso de efeitos de processo offline, exclusivos para o Editor de forma de onda, como Redução de chiado e Redução de ruído.

Assista ao vídeo Técnicas de restauração de áudio para saber mais sobre as práticas recomendadas de correção de áudio no Audition por meio do painel de Estatísticas de amplitude, exibição de frequência espectral, redução de ruído adaptável, painel de diagnóstico e os efeitos DeClipper e DeHummer.

ed24
Seleção de vários tipos de ruído na Exibição espectral

A. Chiado B. Estalo C. Estrondo 

Assista ao vídeo Como usar a exibição de frequência espectral para limpar seu áudio para saber mais sobre a utilização da exibição da frequência espectral.

 

Efeito de Redução de ruído (somente editor de forma de onda)

O efeito Redução/Restauração de ruído > Redução de ruído reduz drasticamente o ruído de plano de fundo e banda larga ruído com uma redução mínima na qualidade do sinal. Esse efeito pode remover uma combinação de ruídos, incluindo o chiado da fita, o ruído do plano de fundo do microfone, o zumbido da linha elétrica ou qualquer ruído constante ao longo de uma forma de onda.

A quantidade adequada de redução de ruído depende do tipo de ruído do plano de fundo e a perda na qualidade aceitável do sinal restante. Em geral, é possível aumentar a relação sinal para ruído de 5 a 20 dB e reter a alta qualidade de áudio.

Para alcançar os melhores resultados com o efeito de Redução de ruído, aplique-o no áudio sem o deslocamento de DC. Com um deslocamento de DC, este efeito pode apresentar cliques em passagens silenciosas. (Para remover o deslocamento de DC, escolha Favoritos > Reparar deslocamento de DC.)

ef11
Avaliação e ajuste do ruído com o gráfico de Redução de Ruído:

A. Arraste os pontos de controle para variar a redução em intervalos de frequência diferentes B. Ruído baixo de amplitude. C. Ruído alto de amplitude D. Limite abaixo, onde ocorre a redução de ruído. 

Aplique o efeito Redução de ruído

  1. No Editor de forma de onda, selecione um intervalo que contém apenas o ruído e tem pelo menos meio segundo.

    Observação:

    Para selecionar o ruído em um intervalo de frequência específico, use a ferramenta Seleção de letreiro. (Consulte Selecionar intervalos espectrais).

  2. Escolha Efeitos > Redução/Restauração de ruído > Capturar impressão de ruído.

  3. No painel Editor selecione o intervalo no qual deseja remover o ruído.

  4. Escolha Efeitos > Redução/Restauração de ruído > Redução de ruído.

  5. Defina as opções desejadas.

Observação:

Ao gravar em ambientes ruidosos, grave alguns segundos do ruído de plano de fundo representativo, que pode ser usado como uma impressão de ruído mais tarde.

Opções de redução de ruído

Impressão de ruído de captura

Extrai um perfil de ruído de um intervalo selecionado, exibindo somente o ruído de plano de fundo. O Adobe Audition reúne informações estatísticas sobre o ruído de plano de fundo, para que ele possa ser removido do restante da forma de onda.

Dica: se o intervalo selecionado for muito curto, a opção Capturar impressão de ruído estará desativada. Reduza o tamanho de FFT ou selecione um intervalo de ruído maior. Caso não consiga encontrar um intervalo maior, copie e cole o intervalo atual selecionado para criá-lo. (Posteriormente, você pode remover o ruído colado usando o comando Editar > Excluir.)

Salve a impressão de ruído atual

Salva a impressão de ruído como um arquivo .fft que contém informações sobre o tipo de amostra, tamanho de FFT (Fast Fourier Transform) e três conjuntos de coeficientes de FFT: um para a menor quantidade de ruído encontrado, um para o valor mais alto e um para a média de potência.

Carregar uma impressão de ruído de disco

Abre qualquer impressão de ruído salva anteriormente do Adobe Audition no formato FFT. No entanto, você pode aplicar as impressões de ruído apenas para tipos de amostras idênticas. (Por exemplo, não é possível aplicar um perfil mono de 22 kHz em amostras estéreo de 44 kHz.)

Observação: como as impressões de ruído são muito específicas, uma impressão para um tipo de ruído não produzirá bons resultados com outros tipos. No entanto, caso remova regularmente um ruído semelhante, um perfil salvo poderá aumentar significativamente a eficiência.

Gráfico

Descreve frequência ao longo do eixo x (horizontal) e a quantidade de redução de ruído ao longo do eixo y (vertical).

A curva de controle azul define a quantidade de redução de ruído em diferentes intervalos de frequência. Por exemplo, caso precise de redução de ruído apenas nas frequências mais altas, ajuste a curva de controle para baixo à direita do gráfico.

Caso clique no botão Redefinir  para nivelar a curva de controle, a quantidade de redução de ruído será baseada inteiramente na impressão de ruído.

Dica: para focar melhor na base de ruído, clique no botão de menu  no canto superior direito do gráfico e desmarque Mostrar curva de controle e Mostrar dica de ferramenta no gráfico.

Base de ruído

Alto, mostra a maior amplitude de ruído detectado em cada frequência; Baixo, mostra a amplitude mais baixa. O limite mostra a amplitude abaixo onde ocorre a redução do ruído.

Dica: os três elementos da base de ruído podem se sobrepor no gráfico. Para melhor distingui-los, clique no botão de menu  e selecione opções do menu Mostrar base de ruído.

Escala

Determina como as frequências estão dispostas ao longo do eixo horizontal x:

  • Para um controle mais preciso sobre as frequências baixas, selecione Logarítmico. Uma escala logarítmica se assemelha mais ao modo como as pessoas escutam o som.

  • Para um o trabalho de alta frequência detalhado com intervalos uniformemente espaçados em frequência, selecione Linear.

Canal

Exibe o canal selecionado no gráfico. A quantidade de redução de ruído é sempre a mesma para todos os canais.

Selecionar arquivo inteiro

Permite aplicar uma impressão de ruído capturada para o arquivo inteiro.

Redução de ruído

Controla a porcentagem de redução de ruído no sinal de saída. Ajuste essa configuração ao visualizar o áudio para alcançar a redução de ruído máxima com artefatos mínimos. (Níveis de redução de ruído excessivamente elevados podem, às vezes, fazer com que o áudio soe flangeado ou fora de fase.)

Reduzir para

Determina a amplitude da redução de ruído detectado. Os valores entre 6 e 30 dB funcionam bem. Para reduzir artefatos borbulhantes, insira valores mais baixos.

Somente ruído de saída

Visualiza apenas o ruído, para que você possa determinar se o efeito removerá qualquer áudio desejável.

Configurações avançadas

Clique no triângulo para exibir as seguintes opções:

Taxa de decréscimo espectral

Especifica a porcentagem de frequências processadas quando o áudio estiver abaixo da base de ruído. O ajuste dessa porcentagem permite uma maior redução de ruído com menos artefatos. Os valores de 40% a 75% funcionam melhor. Abaixo desses valores, os artefatos com som borbulhante são frequentemente ouvidos; acima destes valores, o ruído excessivo normalmente permanece.

Suavização

Leva em conta a variação do sinal de ruído em cada intervalo de frequência. As faixas que variam muito quando analisadas (como o ruído branco) serão suavizadas de forma diferente das faixas constantes (como o zumbido de 60 Hz). Em geral, aumentar a quantidade de suavização (em até 2 ou mais) reduz os artefatos de plano de fundo borbulhantes à custa de aumentar o nível geral de ruído da banda larga do plano de fundo.

Fator de precisão

Controla as mudanças na amplitude. Os valores de 5 a 10 funcionam melhor e os números ímpares são ideais para o processamento simétrico. Com valores de 3 ou menos, o FFT é realizado em blocos gigantes e entre eles pode ocorrer gotas ou picos de volume. Os valores além de 10 não causam nenhuma mudança perceptível na qualidade, mas aumentam o tempo de processamento.

Largura da transição

Determina o intervalo de amplitude entre o ruído e o áudio desejável. Por exemplo, em uma largura igual a zero aplica-se uma porta de ruído acentuada para cada faixa de frequência. O áudio ligeiramente acima do nível permanece; o áudio logo abaixo é truncado para o silêncio. Alternativamente, é possível especificar um intervalo durante o qual o áudio fica silencioso com base no nível de entrada. Por exemplo, se a largura da transição é de 10 dB e o nível de ruído para a faixa é de -60 dB, o áudio a -60 dB permanece o mesmo, a -62 dB é ligeiramente reduzido e a -70 dB é inteiramente removido.

Tamanho de FFT

Determina quantas bandas de frequência individuais são analisadas. Esta opção causa mudanças mais drásticas na qualidade. O ruído em cada faixa de frequência é tratado separadamente, portanto, com mais bandas, o ruído é removido com detalhe de frequência mais fino. Configurações boas variam de 4096 a 8192.

O tamanho de FFT determina a troca entre a precisão de frequência e tempo. Tamanhos maiores de FFT podem causar swoosh ou artefatos reverberantes, mas removem com muita precisão as frequências de ruído. Tamanhos de FFT menores resultam em um melhor tempo de resposta (por exemplo, menos swoosh antes de ocorrências de címbalo), mas podem produzir uma resolução de frequência pior, criando sons ocos ou flangeados.

Instantâneos de impressão de ruído

Determina quantos instantâneos de ruído incluir no perfil capturado. Um valor de 4000 é ideal para a produção de dados precisos.

Valores muito pequenos afetam significativamente a qualidade dos diferentes níveis de redução de ruído. Com mais instantâneos, um nível de redução de ruído de 100 provavelmente cortará mais ruído, mas também cortará mais sinal original. No entanto, um baixo nível de redução de ruído com mais instantâneos também cortará mais ruído, mas provavelmente reterá o sinal desejado.

Efeito de removedor de som

O efeito Removedor de som (Efeitos > Redução/Restauração de ruído) remove fontes de áudio indesejadas de uma gravação. Este efeito analisa uma porção selecionada da gravação e cria um modelo de som, que é usado para localizar e remover o som.

O modelo gerado pode ser alterado com os parâmetros que indicam a complexidade. Um modelo de som de alta complexidade requer mais ajustes para processar a gravação, mas fornece resultados mais precisos. Você também pode salvar o modelo de som para uso posterior. Várias predefinições comuns também são incluídas para remover alguns sons de ruído comuns, como sirenes e toques de celulares.

Obter modelo de som

Usa a forma de onda selecionada para obter o modelo de som. Selecione uma área na forma de onda que contém apenas o som para ser removido e, em seguida, pressione Obter modelo de som. Você também pode salvar e carregar os modelos de som no disco.

Complexidade de modelo de som

Indica a complexidade do Modelo de som. Quanto mais complexo ou misturado o som é, melhores resultados você vai obter com uma configuração de maior complexidade, embora leve mais tempo para calcular. As configurações variam de 1 a 100.

Passagens de ajuste de som

Define quantas passagens de ajuste devem ser feitas para remover os padrões sonoros indicados no modelo de som. Um maior número de passagens exige mais tempo de processamento, mas oferece resultados mais precisos.

Complexidade do conteúdo

Indica a complexidade do sinal. Quanto mais complexo ou misturado o som é, melhores resultados você vai obter com uma configuração de maior complexidade, embora leve mais tempo para calcular. As configurações variam de 5 a 100.

Passagens de ajuste de conteúdo

Especifica quantas passagens devem ser feitas no conteúdo para remover os sons que correspondem ao modelo de som. Um maior número de passes exige mais tempo de processamento, mas geralmente oferece resultados mais precisos.

Supressão aprimorada

Isto aumenta a agressividade do algoritmo de remoção de som e pode ser modificado no valor Força. Um valor mais elevado removerá mais do modelo de som dos sinais mistos, o que pode resultar em maior perda de sinal desejado, enquanto um valor mais baixo deixará mais do sinal de sobreposição e, portanto, mais do ruído pode ser audível (embora menos do que a gravação original).

Aumentar voz

Especifica que o áudio inclui fala e tem o cuidado de remover padrões de áudio que se assemelham à fala. O resultado final garante que a fala não é removida ao remover o ruído.

Tamanho de FFT

Determina quantas bandas de frequência individuais são analisadas. Esta opção causa mudanças mais drásticas na qualidade. O ruído em cada faixa de frequência é tratado separadamente, portanto, com mais bandas, o ruído é removido com detalhe de frequência mais fino. Configurações boas variam de 4096 a 8192.
O tamanho de FFT determina a troca entre a precisão de frequência e o tempo. Tamanhos maiores de FFT podem causar swoosh ou artefatos reverberantes, mas removem com muita precisão as frequências de ruído. Tamanhos de FFT menores resultam em um melhor tempo de resposta (por exemplo, menos swoosh antes de ocorrências de címbalo), mas podem produzir uma resolução de frequência pior, criando sons ocos ou flangeados.

Assista ao vídeo Estratégias de remoção e redução de ruído para saber mais sobre como você pode reduzir o ruído e remover os sons indesejados de seu áudio.

Efeito de Redução de ruído adaptável

O efeito Redução/Restauração de ruído > Redução de ruído adaptável remove rapidamente o ruído de banda larga variável, como sons de plano de fundo, estrondo e vento. Como este efeito opera em tempo real, você pode combiná-lo com outros efeitos no Rack de efeitos e aplicá-lo no Editor de múltiplas faixas. Por outro lado, o efeito padrão Redução de ruído está disponível apenas como um processo offline no Editor de forma de onda. Esse efeito, no entanto, às vezes é mais eficaz na remoção de ruído constante, como chiado ou zumbido.

Para obter melhores resultados, aplique Redução de ruído adaptável às seleções que começam com o ruído seguido do áudio desejável. O efeito identifica o ruído com base nos primeiros segundos de áudio.

Observação:

Este efeito exige um processamento significativo. Se o seu sistema tiver um desempenho mais lento, diminua o tamanho de FFT e desative o Modo de alta qualidade.

Reduz o ruído por

Determina o nível de redução de ruído. Os valores entre 6 e 30 dB funcionam bem. Para reduzir os efeitos de plano de fundo borbulhantes, insira valores mais baixos.

Ruído

Indica a porcentagem de áudio original que contém o ruído.

Ajuste de nível de ruído de tom

Ajusta manualmente a base de ruído acima ou abaixo do limite calculado automaticamente.

Limite de sinal

Ajusta manualmente o limite de áudio desejável acima ou abaixo do limite calculado automaticamente.

Taxa de decréscimo espectral

Determina a velocidade em que o processamento de ruído cai até 60 decibéis. O ajuste dessa configuração permite uma maior redução de ruído com menos artefatos. Valores curtos demais criam sons borbulhantes; valores muito longos criam um efeito de reverberação.

Preservação de banda larga

Mantém o áudio desejável em faixas de frequências específicas entre os artefatos encontrados. Uma configuração de 100 Hz, por exemplo, garante que nenhum áudio será removido 100 Hz acima ou abaixo dos artefatos encontrados. Configurações mais baixas removem mais ruídos, mas podem apresentar um processamento audível.

Tamanho de FFT

Determina quantas bandas de frequência individuais são analisadas. Escolha uma configuração alta para aumentar a resolução de frequência; escolha uma configuração baixa para aumentar o tempo de resolução. Configurações altas funcionam bem para artefatos de longa duração (como rangidos ou zumbido de linha elétrica), enquanto as configurações baixas lidam melhor com artefatos transitórios (como cliques e estalos).

Assista ao vídeo Estratégias de remoção e redução de ruído para saber mais sobre como você pode reduzir o ruído e remover os sons indesejados de seu áudio.

Efeito do Removedor automático de cliques

Para remover rapidamente o estalo e a estática das gravações do vinil, use o efeito Redução/Restauração de ruído > Removedor automático de cliques. Você pode corrigir uma área grande de áudio ou um clique ou estalo simples.

Este efeito fornece as mesmas opções que o DeClicker, que permite que você escolha quais cliques detectados tratar (consulte as opções de DeClicker). No entanto, como o Removedor automático de cliques opera em tempo real, você pode combiná-lo com outros efeitos no Rack de efeitos e aplicá-lo no Editor de múltiplas faixas. O efeito do Removedor automático de clique também aplica várias verificações e a reparação de passagens automaticamente; para atingir o mesmo nível de redução de cliques com o DeClicker, você deve aplicá-lo manualmente várias vezes.

Limite

Determina a sensibilidade ao ruído. Configurações mais baixas detectam mais cliques e estalos, mas podem incluir um áudio que você deseja manter. As configurações variam de 1 a 100, o padrão é 30.

Complexidade

Indica a complexidade do ruído. As configurações mais altas exigem mais processamento, mas podem degradar a qualidade do áudio. As configurações variam de 1 a 100, o padrão é 16.

Efeito de Correção automática de fase

O efeito Redução/Restauração de ruído > Correção automática de fase resolve erros de azimute dos cabeçotes de fita desalinhados, manchas estéreo do posicionamento incorreto do microfone e muitos outros problemas relacionados à fase.

Mudança de horário global

Ativa os controles deslizantes Mudança de canal esquerdo e direito, que permitem que você aplique uma mudança de fase uniforme em todo o áudio selecionado.

Canais de alinhamento automático e Panorâmica automática do centro

Alinhe a fase e a panorâmica de uma série de intervalos de tempo discretos, que você pode especificar usando as seguintes opções:

Resolução de tempo

Especifica o número de milissegundos em cada intervalo de processamento. Valores menores aumentam a precisão; os maiores aumentam o desempenho.

Nível de resposta

Determina a velocidade geral de processamento. Configurações lentas aumentam a precisão; configurações rápidas aumentam o desempenho.

Canal

Especifica os canais que a correção de fase será aplicada.

Tamanho da análise

Especifica o número de amostras em cada unidade de análise do áudio.

Observação:

Para a correção de fase efetiva mais precisa, use a opção Canais de alinhamento automático. Ative o controle deslizante Mudança global de hora somente se tiver certeza de que é necessário um ajuste uniforme ou se deseja animar manualmente a correção de fase no Editor de múltiplas faixas.

Efeito Eliminador de clique/estalo

Utilize o efeito Eliminador de clique/estalo (Efeitos > Redução/Restauração de ruído) para remover estalos de microfone, cliques, pequenos chiados e zumbidos. O ruído é comum em gravações, como discos de vinil antigos e gravações no local. A caixa de diálogo do efeito continua aberta e você pode ajustar a seleção, além de corrigir vários cliques sem reabrir o efeito várias vezes.

As configurações de detecção e correção são usadas para encontrar cliques e estalos. Os intervalos de detecção e rejeição são apresentados graficamente.

Gráfico de detecção

Mostra os níveis de limite exatos a serem usados em cada amplitude, com a amplitude ao longo da régua horizontal (eixo x) e nível de limite ao longo da régua vertical (eixo y). O Adobe Audition usa os valores na curva à direita (acima de -20 dB), quando processa áudios mais altos e valores na esquerda, quando processa áudios mais suaves. As curvas são codificadas por cores para indicar a detecção e rejeição.

Verificar todos os níveis

Verifica a área destacada para cliques com base nos valores de Sensibilidade e Discriminação e determina valores para Limite, Detecção e Rejeição. Cinco áreas de áudio são selecionadas, das mais tranquilas às mais altas.

Sensibilidade

Determina o nível de cliques para detectar. Use um valor mais baixo, como 10, para detectar vários cliques sutis ou um valor de 20 para detectar alguns cliques mais altos. (Os níveis detectados com Verificar todos os níveis são sempre mais elevados do que com esta opção.)

Discriminação

Determina quantos cliques corrigir. Insira valores elevados para corrigir poucos cliques e deixar a maior parte do áudio original intacto. Insira valores mais baixos, como 20 ou 40, caso o áudio contenha um número moderado de cliques. Insira valores extremamente baixos, como 2 ou 4, para corrigir cliques constantes.

Verificar níveis de limite

Ajusta automaticamente os níveis de limite máximo, médio e mínimo.

Máximo, médio e mínimo

Determine os limites de detecção e rejeição únicos para as amplitudes máxima, média e mínima do áudio. Por exemplo, se o áudio tiver uma amplitude de RMS máxima de -10 dB, você deve definir o Limite máximo para -10 dB. Se a amplitude de RMS mínima é de -55 dB, defina o Limite mínimo para -55.

Defina os níveis de limite antes de ajustar os valores de Detecção e Rejeição correspondentes. (Defina primeiro os níveis de Limite máximo e mínimo, porque uma vez que estejam no lugar, não será necessário ajustá-los muito.) Ajuste o nível de Limite médio para cerca de três quartos entre os níveis de Limite máximo e mínimo. Por exemplo, se o Limite máximo for definido para 30 e o mínimo para 10, defina o Limite médio para 25.

Após testar uma pequena parte do áudio reparado, você pode ajustar as configurações conforme necessário. Por exemplo, se uma parte tranquila ainda tiver muitos cliques, diminua um pouco o nível de Limite mínimo. Se uma parte alta ainda tiver cliques, diminua o nível de Limite médio ou máximo. Em geral, é necessário menos correção para o áudio mais alto, já que o próprio áudio mascara a quantidade de cliques, então não há necessidade de repará-los. Os cliques são muito perceptíveis em áudios muito tranquilos, portanto os áudios tranquilos tendem a exigir limites de detecção e rejeição mais baixos.

Segunda verificação de nível (Rejeitar cliques)

Rejeita alguns dos possíveis cliques encontrados pelo algoritmo de detecção de cliques. Em alguns tipos de áudio, como trompetes, saxofones, vocais femininos e batidas graves de tarol, os picos normais, às vezes, são detectados como cliques. Se esses picos são corrigidos, o áudio resultante soará abafado. A Segunda verificação de nível rejeita estes picos de áudio e corrige apenas os cliques verdadeiros.

Detectar

Determina a sensibilidade de cliques e estalos. Os valores possíveis variam de 1 a 150, mas os valores recomendados variam de 6 a 60. Valores mais baixos detectam mais cliques.

Comece com um limite de 35 para o áudio de alta amplitude (acima de -15 dB), 25 para amplitudes médias e 10 para áudio de baixa amplitude (abaixo de-50 dB). Essas configurações permitem que a maioria dos cliques sejam encontrados e, geralmente, todos os que são mais altos. Se um estalo constante estiver no plano de fundo do áudio de origem, tente diminuir o nível de Limite mínimo ou aumentar o nível de dB no qual o limite foi atribuído. O nível pode ser tão baixo quanto 6, mas uma configuração mais baixa pode fazer com que o filtro remova um som diferente dos cliques.

Se forem detectados mais cliques, ocorrerão mais reparos, aumentando a possibilidade de distorção. Com muita distorção deste tipo, o áudio começará a soar plano e sem vida. Se isto ocorrer, defina como muito baixo o limite de detecção e selecione Segunda verificação de nível para analisar novamente os cliques detectados e desconsiderar os transientes de percussão que não são cliques.

Recusar

Determina quantos possíveis cliques (encontrados usando o Limite de detecção) são rejeitados, se a caixa de diálogo Segunda verificação de nível estiver selecionada. Os valores variam de 1 a 100; uma configuração de 30 é um bom ponto de partida. Configurações mais baixas permitem que mais cliques sejam reparados. Configurações mais altas podem evitar que cliques sejam reparados, uma vez que podem não ser cliques reais.

Você deseja rejeitar o maior número de cliques detectados possíveis, mas ainda remover todos os cliques audíveis. Se um som de trompete tiver cliques e os cliques não forem removidos, tente diminuir o valor para rejeitar menos cliques possíveis. Se um determinado som ficar distorcido, aumente a configuração para manter os reparos no mínimo. (Quanto menos reparos forem necessários para obter bons resultados, melhor.)

Tamanho de FFT

Determina o tamanho de FFT usado para reparar cliques, estalos e zumbido. Em geral, selecione Automático para permitir que o Adobe Audition determine o tamanho de FFT. Para alguns tipos de áudio, no entanto, você pode inserir um tamanho de FFT específico (de 8 a 512). Um bom valor inicial é de 32, mas se os cliques ainda forem audíveis, aumente o valor para 48 e, em seguida, 64 e assim por diante. Quanto maior for o valor, mais lenta será a correção, mas os possíveis resultados serão melhores. Se o valor for muito alto, pode ocorrer uma distorção de baixa frequência abafada.

Preencher o clique simples

Corrige um clique simples em um intervalo de áudio selecionado. Se a opção Automático estiver selecionada próximo ao Tamanho de FFT, então, um tamanho de FFT adequado será usado para a restauração com base no tamanho da área que será restaurada. De outra forma, as configurações de 128 a 256 funcionam muito bem para o preenchimento de cliques simples. Após preencher um clique simples, pressione a tecla F3 para repetir a ação. Você também pode criar uma tecla rápida no menu Favoritos para o preenchimento de cliques simples.

Largura de sobreamostra de detonação

Inclui amostras em torno dos cliques detectados. Quando um clique em potencial é encontrado, seus pontos iniciais e finais são marcados o mais próximo possível. O valor de Sobreamostras de estalo (que pode variar de 0 a 300) expande o intervalo, de modo que mais amostras à esquerda e à direita do clique são consideradas parte do clique.
Se os cliques corrigidos tornam-se mais calmos, mas ainda são evidentes, aumente o valor de Sobreamostras de estalo. Comece com um valor de 8 e aumente-o lentamente até 30 ou 40. O áudio que não contém um clique não deve mudar muito se for corrigido, por isso esta área de buffer deve permanecer praticamente intocada pelo algoritmo de substituição.
O aumento do valor de Sobreamostras de estalo também obriga que tamanhos de FFT maiores sejam usados se a opção Automático estiver selecionada. Uma configuração maior pode remover os cliques de forma mais limpa, mas se for muito alta, o áudio distorcerá onde os cliques forem removidos.

Tamanho de execução

Especifica o número de amostras entre os cliques separados. Possíveis valores de 0 a 1000. Para corrigir de forma independente os cliques extremamente próximos, insira um valor baixo; os cliques que ocorrem dentro do intervalo Tamanho de execução são corrigidos juntos.

Um bom ponto de partida é próximo a 25 (ou metade do tamanho de FFT, se a opção Automático ao lado do Tamanho de FFT não estiver selecionada). Se o valor Tamanho de execução for muito grande (mais de 100), as correções podem se tornar mais perceptíveis, à medida que os blocos de dados muito grandes são reparados de uma só vez. Se você definir o Tamanho de execução muito pequeno, os cliques que estão muito perto podem não ser reparados completamente na primeira passagem.

Verificação de trem de impulsos

Impede que picos de onda normais sejam detectados como cliques. Pode também reduzir a detecção de cliques válidos, exigindo configurações de limites mais agressivos. Selecione esta opção somente se você já tentou limpar o áudio, mas os cliques teimosos permanecem.

Vincular canais

Processa todos os canais da mesma forma, preservando o equilíbrio estéreo ou surround. Por exemplo, se um clique for encontrado em um canal, muito provavelmente o clique será detectado em outro.

Detectar detonações fortes

Remove grandes eventos indesejados (como os com mais de algumas centenas de amostras de largura) que podem não ser detectados como cliques. Os valores podem variar de 30 a 200.

Observe que um som agudo como uma batida alta de tarol pode ter a mesma característica que um estalo grande, então, selecione essa opção somente se souber que o áudio tem estalos muito grandes (como um disco de vinil com um grande arranhão). Se esta opção causar batidas graves ao som mais suave, aumente ligeiramente o limite para corrigir somente estalos altos e óbvios.

Se os estalos altos e óbvios não forem corrigidos, selecione Detectar estalos grandes e use as configurações de aproximadamente 30 (para encontrar estalos suaves) a 70 (para encontrar estalos altos).

Ignorar estalidos leves

Suaviza os erros de amostra única quando detectados, muitas vezes, removendo mais estalos do plano de fundo. Se o áudio resultante soar mais fino, mais plano ou mais metálico, desmarque esta opção.

Passagens

Executa até 32 passagens automaticamente para capturar cliques que podem estar muito juntos, para serem reparados de forma eficaz. Ocorrem menos passagens, se não forem encontrados mais cliques e todos os detectados forem reparados. Em geral, cerca de metade do número de cliques são reparados em cada passagem sucessiva. Um limite de detecção mais elevado poderá gerar menos reparos e aumentar a qualidade, enquanto remove todos os cliques.

Assista ao vídeo Usar o Eliminador de cliques/detonações e os efeitos de DeClicker para saber mais sobre como remover detonações, cliques, ruído baixo e crepitações do microfone.  

Efeito DeHummer

O efeito Redução/Restauração de ruído > DeHummer remove as faixas de frequências estreitas e suas harmônicas. A aplicação mais comum trata o zumbido da linha elétrica da iluminação e eletrônicos. Mas o DeHummer também pode aplicar um filtro de nível, que remove uma frequência excessivamente ressonante do áudio de origem.

Observação:

Para resolver rapidamente os problemas típicos de áudio, escolha uma opção no menu Predefinições.

Frequência

Define a frequência raiz do zumbido. Se não tiver certeza da frequência precisa, arraste essa configuração para frente e para trás, enquanto visualiza o áudio.

Observação:

Para ajustar visualmente a frequência raiz e o ganho, arraste diretamente no gráfico.

Q

Define a largura da frequência raiz e as harmônicas acima. Valores mais altos afetam um intervalo de frequências mais estreitas e valores mais baixos afetam um intervalo maior.

Ganho

Determina a quantidade de atenuação do zumbido.

Número de harmônicas

Especifica quantas frequências harmônicas serão afetadas.

Inclinação harmônica

Altera a proporção de atenuação das frequências harmônicas.

Somente a saída do zumbido

Permite visualizar o zumbido removido para determinar se contém algum áudio desejável.

Efeito DeReverb

O efeito Redução de ruído/restauração > DeReverb calcula o perfil de reverberação e ajuda a ajustar o volume de reverberação. Os valores variam de 0% até 100% e controlam a quantidade de processamento aplicado ao sinal de áudio.

Controles do efeito DeReverb
Controles do efeito DeReverb

Foco de processamento

Há cinco botões de foco de processamento. Cada um dos botões de Foco de processamento focaliza o processo de supressão de ruído em partes específicas do espectro de frequência do sinal.

Foco da frequência inteira

   Use isso para aplicar o mesmo processamento ao espectro de frequência total do sinal

Foco de alta frequência

   Use isso para focalizar o processamento no intervalo alto do espectro de frequência

 

Foco de frequência alta/baixa

   Use esse foco para processar mais nos intervalos de frequência alta e baixa do espectro de frequência do sinal e menos no intervalo médio

Foco de frequência média

   Use essa opção para aplicar foco no intevalo médio do espectro de frequência do sinal e menos nos intervalos alto e baixo

Foco de frequência baixa

   Essa opção focaliza o processamento no intervalo baixo do espectro de frequência

Aplicar o efeito de dereverberação pode resultar em níveis mais baixos de saída em comparação ao áudio orginal devido à redução do intervalo dinâmico. O ganho de saída funciona como um ganho de compensação e permite ajustar o nível do sinal de saída. Use o controle deslizante para ajustar o ganho manualmente. Como alternativa, você pode habilitar o ajuste automático de ganho pela caixa de seleção Ganho automático.

Efeito Eliminação de ruído

O efeito Redução de ruído/restauração > Eliminação de ruído reduz ou remove completamente o ruído do arquivo de áudio. Isso pode ser zunidos, ventiladores, ar-condicionado ou qualquer outro ruído de fundo. Controle a quantidade do ruído reduzido usando um controle deslizante. Os valores variam de 0% até 100% e controlam a quantidade de processamento aplicado ao sinal de áudio.

Controles do efeito Eliminação de ruído
Controles do efeito Eliminação de ruído

Ajustar ganho

Aplicar o efeito Eliminação de ruído pode reduzir o nível do sinal de saída e torná-lo mais baixo do que o nível de áudio original. Use o controle deslizante de Ganho para controlar o sinal de saída. 
Habilite a caixa de seleção Somente ruído de saída para ouvir o ruído removido em isolamento.

O foco de processamento para o efeito Eliminação de ruído semelhante ao efeito DeReverb. Para obter mais informações, consulte Foco de processamento.

Efeito de redução de chiado (somente o editor de forma de onda)

O efeito Redução/Restauração de ruído > Redução de chiado reduz o chiado das fontes como cassetes de áudio, discos de vinil ou amplificadores de microfone. Este efeito reduz significativamente a amplitude de intervalo da frequência, se cair abaixo de um limite de amplitude chamado base de ruído. Os áudios em intervalos de frequência mais altos que o limite permanecem intocados. Se o áudio tem um nível consistente de ruído de plano de fundo, esse chiado pode ser removido completamente.

Observação:

Para reduzir outros tipos de ruído que têm um amplo intervalo de frequência, experimente o efeito Redução de ruído. (Consulte o efeito Redução de ruído (Somente o Editor de forma de onda).)

ef10
Usar o gráfico de Redução de chiado para ajustar a base de ruído

Capturar a base de ruído

Gráficos de uma estimativa de base de ruído. A estimativa é usada pelo efeito Redução de chiado para remover de forma mais eficaz o chiado único, enquanto deixa o áudio regular intocado. Esta opção é o recurso mais importante da Redução de chiado.

Para criar um gráfico que reflete com mais precisão a base de ruído, clique em Obter base de ruído com uma seleção de áudio que contém apenas chiado. Ou, selecione uma área que tenha a menor quantidade de áudio desejável, além da menor quantidade de informação de alta frequência. (Na exibição espectral, procure uma área sem atividade em 75% da exibição.)

Após capturar a base de ruído, pode ser necessário diminuir os pontos de controle à esquerda (que representa as frequências mais baixas) para tornar o gráfico o mais plano possível. Se a música estiver presente em qualquer frequência, os pontos de controle em torno dessa frequência serão maiores do que deveriam ser.

Gráfico

Representa a base de ruído estimada para cada frequência no áudio de origem, com a frequência ao longo da régua horizontal (eixo x) e a amplitude da base de ruído ao longo da régua vertical (eixo y). Essas informações ajudam a distinguir o chiado dos dados de áudio desejáveis.

O valor real utilizado para realizar a redução de chiado é uma combinação do gráfico e o controle deslizante da Base de ruído, que desloca a base de ruído estimada lendo para cima ou para baixo no ajuste fino.

Observação:

Para desativar as dicas de ferramentas da frequência e amplitude, clique no botão de menu  no canto superior direito do gráfico e desmarque Mostrar dica de ferramenta no gráfico.

Escala

Determina como as frequências estão dispostas ao longo do eixo horizontal x:

  • Para um controle mais preciso sobre as frequências baixas, selecione Logarítmico. Uma escala logarítmica se assemelha mais ao modo como as pessoas escutam o som.

  • Para um o trabalho de alta frequência detalhado com intervalos uniformemente espaçados em frequência, selecione Linear.

Canal

Exibe o canal de áudio selecionado no gráfico.

Redefinir

Redefine a base de ruído estimada. Para redefinir a base de ruído mais alta ou mais baixa, clique no botão de menu  no canto superior direito do gráfico e escolha uma opção no menu Redefinir curva de controle.

Observação:

Para a redução de chiado rápida e de uso geral, não é necessário um gráfico completo da base de ruído. Em muitos casos, você pode simplesmente redefinir o gráfico para o mesmo nível e manipular o controle deslizante Base de ruído.

Base de ruído

Ajusta a base de ruído até atingir o nível adequado de redução de chiado e qualidade.

Reduzir para

Define o nível de redução de chiado para o áudio abaixo da base de ruído. Com valores mais altos (especialmente acima de 20 dB), uma redução dramática de chiado pode ser alcançada, mas o áudio restante pode ficar distorcido. Com valores mais baixos, não é removido tanto ruído e o sinal de áudio original permanece relativamente inalterado.

Somente chiado de saída

Permite a visualização do chiado único para determinar se o efeito deverá remover qualquer áudio desejável.

Configurações avançadas

Clique no triângulo para exibir estas opções:

Taxa de decréscimo espectral

Determina o quanto de áudio em frequências ao redor é assumido para seguir, quando o áudio é encontrado acima da base de ruído estimada. Com valores baixos, menos som é assumido para seguir e a redução de chiado será cortada mais de perto para as frequências que estão sendo mantidas.

Os valores de 40% a 75% funcionam melhor. Se o valor for muito alto (acima de 90%), pontas anormalmente longas e reverberações podem ser ouvidas. Se o valor for muito baixo, os efeitos borbulhantes de plano de fundo podem ser ouvidos e a música pode soar artificial.

Fator de precisão

Determina o tempo de precisão da redução de chiado. Os valores típicos variam de 7 a 14. Valores mais baixos podem resultar em alguns milissegundos de chiado antes e depois de partes mais altas do áudio. Valores mais altos geralmente produzem melhores resultados e velocidades de processamento mais lentas. Valores acima de 20, normalmente, não melhoram mais a qualidade.

Largura da transição

Produz uma transição lenta na redução de chiado, em vez de uma mudança repentina. Valores de 5 a 10 normalmente alcançam bons resultados. Se o valor for muito elevado, alguns chiados podem permanecer após o processamento. Se o valor for muito baixo, os artefatos de plano de fundo podem ser ouvidos.

Tamanho de FFT

Especifica um tamanho de FFT que determina a troca entre a precisão de frequência e tempo. Em geral, os tamanhos de 2048 a 8192 funcionam melhor.

Tamanhos de FFT inferiores (2048 e inferior) resultam em um melhor tempo de resposta (por exemplo, menos swoosh antes de batidas de címbalo), mas podem produzir uma resolução de frequência pior, criando sons ocos ou com flange.

Tamanhos de FFT maiores (8192 e superior) podem causar swoosh, reverberação e tons prolongados de plano de fundo, mas produzem uma resolução de frequência muito precisa.

Pontos de controle

Especifica o número de pontos adicionados ao gráfico ao clicar em Capturar a base de ruído.

Assista ao vídeo Limpar ruído de fundo e reduzir o ruído para saber mais sobre como limpar ruídos de fundo e aplicar a redução de ruído ao áudio com o Adobe Audition CC.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online