Guia do Usuário Cancelar

Usar comandos ASP para modificar um banco de dados no Dreamweaver

  1. Guia do usuário do Dreamweaver
  2. Introdução
    1. Noções básicas de web design responsivo
    2. Novidades do Dreamweaver
    3. Desenvolvimento Web com o Dreamweaver – Visão geral
    4. Dreamweaver/Perguntas frequentes
    5. Atalhos de teclado
    6. Requisitos de sistema do Dreamweaver
    7. Resumo dos recursos
  3. Dreamweaver e Creative Cloud
    1. Sincronizar as configurações do Dreamweaver com a Creative Cloud
    2. Bibliotecas da Creative Cloud no Dreamweaver
    3. Uso de arquivos do Photoshop no Dreamweaver
    4. Trabalhe com o Adobe Animate e o Dreamweaver
    5. Extraia das Bibliotecas arquivos SVG otimizados para a Web
  4. Áreas de trabalho e exibições do Dreamweaver
    1. Espaço de trabalho do Dreamweaver
    2. Otimizar espaço de trabalho no Dreamweaver para desenvolvimento visual
    3. Pesquisa de arquivos baseada no nome de arquivo ou no conteúdo | Mac OS
  5. Configurar sites
    1. Sobre sites do Dreamweaver
    2. Configurar uma versão local do site
    3. Conectar-se a um servidor de publicação
    4. Configurar um servidor de teste
    5. Importar e exportar configurações de site do Dreamweaver
    6. Trazer sites existentes de um servidor remoto para a raiz do site local
    7. Recursos de acessibilidade do Dreamweaver
    8. Configurações avançadas
    9. Definir preferências de site para transferência de arquivos
    10. Especificar configurações do servidor proxy no Dreamweaver
    11. Sincronizar as configurações do Dreamweaver com a Creative Cloud
    12. Como usar o Git no Dreamweaver
  6. Gerenciar arquivos
    1. Criar e abrir arquivos
    2. Gerenciamento de arquivos e pastas
    3. Obter e colocar arquivos no servidor
    4. Devolver e retirar arquivos
    5. Sincronizar arquivos
    6. Comparar arquivos em busca de diferenças
    7. Encobrir arquivos e pastas em seu site do Dreamweaver
    8. Ativar as Design Notes para sites do Dreamweaver
    9. Impedir possível ataque ao Gatekeeper
  7. Layout e design
    1. Usar auxílios visuais para layout
    2. Sobre usar o CSS para criar o layout da página
    3. Criar sites responsivos usando o Bootstrap
    4. Criar e usar consultas de mídia no Dreamweaver
    5. Apresentar conteúdo em tabelas
    6. Cores
    7. Design responsivo usando layouts de grade fluida
    8. Extract no Dreamweaver
  8. CSS
    1. Noções sobre as folhas de estilos em cascata
    2. Aplicar layout às páginas usando o CSS Designer
    3. Usar pré-processadores de CSS no Dreamweaver
    4. Como definir preferências de estilo CSS no Dreamweaver
    5. Mover regras de CSS no Dreamweaver
    6. Converter CSS inline em uma regra de CSS no Dreamweaver
    7. Trabalhar com tags div
    8. Aplicação de degradês ao fundo
    9. Criar e editar efeitos de transição do CSS3 no Dreamweaver
    10. Formatar código
  9. Conteúdo e ativos de página
    1. Definir propriedades da página
    2. Configurar propriedades de cabeçalho e propriedades de link de CSS
    3. Trabalhar com texto
    4. Localizar e substituir texto, tags e atributos
    5. Painel DOM
    6. Editar na Visualização dinâmica
    7. Codificar documentos do Dreamweaver
    8. Selecionar e exibir os elementos na janela Documento
    9. Definir propriedades de texto no Inspetor de propriedades
    10. Verificar ortografia de uma página Web
    11. Usar regras horizontais no Dreamweaver
    12. Adicionar e modificar combinações de fontes no Dreamweaver
    13. Trabalhar com ativos
    14. Inserir e atualizar datas no Dreamweaver
    15. Criar e gerenciar ativos favoritos no Dreamweaver
    16. Inserir e editar imagens no Dreamweaver
    17. Adicionar objetos de mídia
    18. Adição de vídeos no Dreamweaver
    19. Inserir vídeo HTML5
    20. Inserir arquivos SWF
    21. Adicionar efeitos de áudio
    22. Inserir áudio HTML5 no Dreamweaver
    23. Trabalhar com itens da biblioteca
    24. Usar texto em árabe e hebraico no Dreamweaver
  10. Vinculação e navegação
    1. Sobre vinculação e navegação
    2. Vinculação
    3. Mapas de imagem
    4. Solucionar problemas com links
  11. Efeitos e widgets do jQuery
    1. Usar widgets de interface e para dispositivos móveis do jQuery no Dreamweaver
    2. Usar efeitos do jQuery no Dreamweaver
  12. Programar sites
    1. Sobre codificação no Dreamweaver
    2. Ambiente de codificação no Dreamweaver
    3. Definir preferências de codificação
    4. Personalizar codificação por cores
    5. Escrever e editar código
    6. Dicas de código e preenchimento de código
    7. Recolher e expandir código
    8. Reutilizar código com snippets
    9. Linting de código
    10. Otimizar código
    11. Editar código na Visualização de design
    12. Trabalhar com conteúdo do cabeçalho das páginas
    13. Inserir inclusões de servidor no Dreamweaver
    14. Usar bibliotecas de tags no Dreamweaver
    15. Importar tags personalizadas para o Dreamweaver
    16. Usar comportamentos JavaScript (instruções gerais)
    17. Aplicar comportamentos internos do JavaScript
    18. Sobre XML e XSLT
    19. Executar transformações XSL do servidor no Dreamweaver
    20. Executar transformações XSL do cliente no Dreamweaver
    21. Adicionar entidades de caracteres para XSLT no Dreamweaver
    22. Formatar código
  13. Fluxos de trabalho entre produtos
    1. Instalar e usar extensões no Dreamweaver
    2. Atualizações dentro do aplicativo no Dreamweaver
    3. Inserir documentos do Microsoft Office no Dreamweaver (somente Windows)
    4. Trabalho com o Fireworks e o Dreamweaver
    5. Editar conteúdo em sites do Dreamweaver usando o Contribute
    6. Integração do Business Catalyst ao Dreamweaver
    7. Criar campanhas de email personalizadas
  14. Modelos
    1. Sobre os modelos do Dreamweaver
    2. Reconhecimento de modelos e documentos baseados em modelo
    3. Criar um modelo do Dreamweaver
    4. Criar regiões editáveis nos modelos
    5. Criar regiões e tabelas repetitivas no Dreamweaver
    6. Usar regiões opcionais em modelos
    7. Definir atributos de tag editáveis no Dreamweaver
    8. Como criar modelos aninhados no Dreamweaver
    9. Editar, atualizar e excluir modelos
    10. Exportar e importar conteúdo xml no Dreamweaver
    11. Aplicar ou remover um modelo em um documento
    12. Editar conteúdo em modelos do Dreamweaver
    13. Regras de sintaxe para tags de modelo no Dreamweaver
    14. Definir preferências de realce para regiões de modelo
    15. Vantagens de usar modelos no Dreamweaver
  15. Dispositivo móvel e multitela
    1. Criar consultas de mídia
    2. Alterar a orientação de página para dispositivos móveis
    3. Criar aplicativos Web para dispositivos móveis usando o Dreamweaver
  16. Sites dinâmicos, páginas e formulários Web
    1. Noções sobre aplicativos Web
    2. Configurar o computador para desenvolvimento de aplicativos
    3. Solucionar problemas de conexões de banco de dados
    4. Remover scripts de conexão no Dreamweaver
    5. Criar páginas dinâmicas
    6. Visão geral das fontes de conteúdo dinâmico
    7. Definir origens de conteúdo dinâmico
    8. Adicionar conteúdo dinâmico a páginas
    9. Alterar conteúdo dinâmico no Dreamweaver
    10. Exibir registros de banco de dados
    11. Fornecer e solucionar problemas de live data no Dreamweaver
    12. Adicionar comportamentos personalizados de servidor no Dreamweaver
    13. Criar formulários usando o Dreamweaver
    14. Usar formulários para reunir informações de usuários
    15. Criar e ativar formulários do ColdFusion no Dreamweaver
    16. Criar formulários Web
    17. Suporte aprimorado a HTML5 para elementos de formulário
    18. Desenvolver um formulário usando o Dreamweaver
  17. Criação visual de aplicativos
    1. Criar páginas mestre e detalhadas no Dreamweaver
    2. Criar páginas de pesquisa e de resultados
    3. Criar uma página de inserção de registro
    4. Criar uma página de registro de atualização no Dreamweaver
    5. Criar páginas de exclusão de registro no Dreamweaver
    6. Usar comandos ASP para modificar um banco de dados no Dreamweaver
    7. Criar uma página de registro
    8. Criar uma página de logon
    9. Criar uma página que apenas usuários autorizados podem acessar
    10. Proteger pastas no ColdFusion usando o Dreamweaver
    11. Usar componentes do ColdFusion no Dreamweaver
  18. Testar, visualizar e publicar sites
    1. Visualizar páginas
    2. Visualizar páginas Web do Dreamweaver em vários dispositivos
    3. Testar seu site do Dreamweaver

 

Saiba como usar comandos ASP no Dreamweaver para modificar um banco de dados e adicionar e executar um procedimento armazenado.

Observação:

A interface de usuário foi simplificada no Dreamweaver 2017. Logo, talvez você não consiga encontrar algumas das opções descritas neste artigo no Dreamweaver 2017 e em versões posteriores. Para obter mais informações, consulte este artigo.

Sobre os objetos de comando do ASP

Um objeto de comando do ASP é um objeto de servidor que realiza uma determinada operação em um banco de dados. O objeto pode conter qualquer instrução SQL válida, inclusive uma que retorna um conjunto de registros ou outra que insere, atualiza ou exclui registros em um banco de dados. Um objeto de comando pode alterar a estrutura de um banco de dados caso a instrução SQL adicione ou exclua uma coluna em uma tabela. Você também pode usar um objeto de comando para executar um procedimento armazenado em um banco de dados.

Um objeto de comando pode ser reutilizável no sentido de que o servidor de aplicativo pode reutilizar uma versão compilada exclusiva do objeto para executar o comando várias vezes. Você torna um comando reutilizável definindo a propriedade Prepared do objeto Comando como true, como na seguinte instrução VBScript:

mycommand.Prepared = true

Se você souber que o comando será executado mais de uma vez, ter uma versão compilada exclusiva do objeto pode tornar as operações do banco de dados mais eficiente.

Observação:

Nem todos os fornecedores de bancos de dados dão suporte a comandos prepared. Caso o banco de dados não dê suporte, ele pode retornar um erro quando você define essa propriedade como true. Ele pode até mesmo ignorar a solicitação para preparar o comando e definir a propriedade Prepared como false.

Um objeto de comando é criado por scripts em uma página em ASP, mas o Dreamweaver permite criar objetos de comando sem escrever uma linha de código ASP.

Usar comandos ASP para modificar um banco de dados

Você pode usar o Dreamweaver para criar objetos de comando ASP que inserem, atualizam ou excluem registros em um banco de dados. Você fornece o objeto de comando com a instrução SQL ou o procedimento armazenado que realiza a operação no banco de dados.

  1. No Dreamweaver, abra a página em ASP que executará o comando.
  2. Abra o painel Comportamentos de servidor (Janela > Comportamentos de servidor), clique no botão de adição (+) e selecione Comando.
  3. Digite um nome para o comando, selecione uma conexão com o banco de dados que contenha os registros que você deseja editar e selecione a operação de edição que o comando deve realizar; Inserir, Atualizar ou Excluir.

    O Dreamweaver inicia a instrução SQL com base no tipo de operação selecionado por você. Por exemplo, caso você selecione Inserir, a caixa de diálogo é semelhante à seguinte:

    Digite o comando ASP
    Digite o comando ASP

  4. Conclua a instrução SQL.

    Para obter informações sobre a escrita de instruções SQL que modificam bancos de dados, consulte um manual de Transact-SQL.

  5. Use a área Variáveis para definir todas as variáveis SQL. Forneça o nome e o valor de runtime. A especificação do tipo e tamanho de cada variável impede ataques de injeção.

    O seguinte exemplo mostra uma instrução Inserir que contém três variáveis SQL. Os valores dessas variáveis são fornecidos por parâmetros de URL passados para a página, conforme a definição na coluna Valor de runtime da área Variáveis.

    Uma instrução Inserir que contém três variáveis SQL
    Uma instrução Inserir que contém três variáveis SQL

    Para obter o valor Tamanho, use o painel Banco de dados do Dreamweaver. Localize o banco de dados no painel Banco de dados e o expanda. Em seguida, localize a tabela na qual você está trabalhando e a expanda. A tabela lista os tamanhos dos campos. Por exemplo, ela pode informar ADDRESS (WChar 50). Nesse exemplo, 50 é o tamanho. Você também pode localizar o tamanho no aplicativo de banco de dados.

    Observação:

    Os tipos de dados Numérico, Booliano e Data/hora sempre usam -1 como tamanho.

    Para determinar o valor Tipo, consulte a seguinte tabela:

    Tipo no banco de dados

    Tipo no Dreamweaver

    Tamanho

    Numérico (MS Access, MS SQL Server, MySQL)

    Duplo

    -1

    Booliano, Sim/não (MS Access, MS SQL Server, MySQL)

    Duplo

    -1

    Data/hora (MS Access, MS SQL Server, MySQL)

    DBTimeStamp

    -1

    Todos os demais tipos de campo de texto, inclusive os tipos de dados de texto do MySQL char, varchar e longtext

    LongVarChar

    Verifique na tabela do banco de dados

    text (MS Access) ou nvarchar, nchar (MS SQL Server)

    VarWChar

    Verifique na tabela do banco de dados

    memo (MS Access), ntext (MS SQL Server) ou campos que dão suporte a grandes quantidades de texto

    LongVarWChar

    1073741823

    Para obter mais informações sobre o tipo e o tamanho das variáveis SQL, consulte www.adobe.com/go/4e6b330a.

  6. Feche a caixa de diálogo.

    O Dreamweaver insere o código ASP na página que, quando executado no servidor, cria um comando que insere, atualiza ou exclui registros no banco de dados.

    Por padrão, o código define a propriedade Prepared do objeto Comando como true, o que faz o servidor de aplicativo reutilizar uma versão compilada exclusiva do objeto sempre que o comando é executado. Para mudar essa configuração, alterne para a Visualização de código e altere a propriedade Prepared para false.

  7. Crie uma página com um formulário em HTML para que os usuários possam inserir dados de registro. No formulário em HTML, inclua três campos de texto (txtCity, txtAddress e txtPhone) e um botão de envio. O formulário usa o método GET e envia os valores do campo de texto para a página que contém o comando.

Sobre os procedimentos armazenados

Embora seja possível usar comportamentos de servidor para criar páginas que modificam bancos de dados, você também pode usar objetos de manipulação de banco de dados, como procedimentos armazenados ou objetos de comando ASP na criação das páginas.

Um procedimento armazenado é um banco de dados reutilizável que realiza algumas operações no banco de dados. Um procedimento armazenado contém um código SQL que pode, dentre outras coisas, inserir, atualizar ou excluir registros. Os procedimentos armazenados também podem alterar a estrutura do banco de dados propriamente dito. Por exemplo, você pode usar um procedimento armazenado para adicionar uma coluna de tabela ou até mesmo excluir uma tabela.

Um procedimento armazenado também pode chamar outro procedimento armazenado, bem como aceitar parâmetros de entrada e retornar vários valores para o procedimento de chamada na forma de parâmetros de saída.

Um procedimento armazenado é reutilizável no sentido de que você pode reutilizar uma versão compilada exclusiva do procedimento para executar uma operação de banco de dados várias vezes. Se você souber que uma tarefa de banco de dados será executada mais de uma vez, ou que a mesma tarefa será executada por aplicativos diferentes, usar um procedimento armazenado na execução dessa tarefa pode tornar as operações do banco de dados mais eficientes.

Observação:

Os bancos de dados MySQL e Microsoft Access não dão suporte a procedimentos armazenados.

Adicionar um procedimento armazenado (ColdFusion) (CS6)

Você pode usar um procedimento armazenado para modificar um banco de dados. Um procedimento armazenado é um item de banco de dados reutilizável que realiza algumas operações no banco de dados.

Para que você use um procedimento armazenado e modifique um banco de dados, verifique se o procedimento contém o SQL que modifica o banco de dados de alguma forma. Para criar e armazenar um no banco de dados, consulte a documentação do banco de dados e um bom manual de Transact-SQL.

  1. No Dreamweaver, abra a página que executará o procedimento armazenado.
  2. No painel Ligações (Janela > Ligações), clique no botão de adição (+) e selecione Procedimento armazenado.
  3. No menu pop-up Fonte de dados, selecione uma conexão com o banco de dados que contém o procedimento armazenado.
  4. Digite o nome de usuário e a senha da fonte de dados do ColdFusion.
  5. Selecione um procedimento armazenado no menu pop-up Procedimentos.

    O Dreamweaver preenche automaticamente todos os parâmetros.

  6. Selecione um parâmetro e clique em Editar caso tenha que fazer alterações.

    A caixa de diálogo Editar variável do procedimento armazenado é exibida. O nome da variável que você está editando é exibido na caixa Nome.

    Observação:

    Você deve inserir valores de teste para todos os parâmetros de entrada do procedimento armazenado.

  7. Faça as alterações conforme necessário:
    • Selecione uma Direção no menu pop-up. Um procedimento armazenado pode ter valores de entrada, valores de saída ou ambos.

    • Selecione um tipo de SQL no menu pop-up. Insira uma variável de retorno, um valor de runtime e um valor de teste.

  8. Caso o procedimento armazenado use um parâmetro, clique no botão de adição (+) para adicionar um parâmetro de página.
    Observação:

    Você deve inserir parâmetros de página correspondentes para cada valor de retorno do parâmetro de procedimento armazenado. Não adicione parâmetros de página a menos que haja um valor de retorno correspondente.

    Clique novamente no botão de adição (+) para adicionar outro parâmetro de página, se necessário.

  9. Selecione um parâmetro de página e clique no botão de subtração (-) para excluí-lo se necessário ou clique em Editar para fazer as alterações no parâmetro.
  10. Selecione a opção Retornar conjunto de registros nomeado e digite um nome para o conjunto de registros; caso o procedimento armazenado retorne um conjunto de registros, clique no botão Testar para ver o conjunto retornado pelo procedimento armazenado.

    O Dreamweaver executa o procedimento armazenado e exibe o conjunto de registros, se necessário.

    Observação:

    Caso o procedimento armazenado retorne um conjunto de registros e use parâmetros, você deve inserir um valor na coluna Valor padrão da caixa Variáveis para testar o procedimento armazenado.

    Observação:

    Você pode usar valores de teste diferentes para gerar conjuntos de registros diferentes. Para alterar os valores de teste, clique no botão Editar em Parâmetro e altere o valor de teste ou clique no botão Editar em Parâmetros de página e altere o valor padrão.

  11. Selecione a opção Retorna código de status nomeado e digite um nome para o código de status caso o procedimento armazenado retorne um valor de retorno do código de status. Clique em OK.

    Depois que você fecha a caixa, o Dreamweaver insere na página o código do ColdFusion, que chama um procedimento armazenado no banco de dados quando o código é executado no servidor. Por sua vez, o procedimento armazenado realiza uma operação no banco de dados, como inserir um registro.

    Caso o procedimento armazenado use parâmetros, você pode criar uma página que coleta os valores de parâmetro e os envia para a página com o procedimento armazenado. Por exemplo, você pode criar uma página que usa parâmetros de URL ou um formulário em HTML para coletar valores de parâmetro dos usuários.

Executar um procedimento armazenado (ASP) (CS6)

Com páginas em ASP, você deve adicionar um objeto de comando a uma página para executar um procedimento armazenado. Para obter mais informações sobre objetos de comando, consulte Sobre os objetos de comando do ASP.

  1. No Dreamweaver, abra a página que executará o procedimento armazenado.
  2. No painel Ligações (Janela > Ligações), clique no botão de adição (+) e selecione Comando (procedimento armazenado).

    A caixa de diálogo Comando é exibida.

  3. Digite um nome para o comando, selecione uma conexão com o banco de dados que contém o procedimento armazenado e escolha Procedimento armazenado no menu pop-up Tipo.
  4. Selecione o procedimento armazenado expandindo a ramificação Procedimentos armazenados na caixa Itens do banco de dados, selecionando o procedimento armazenado na lista e clicando no botão Procedimento.
  5. Insira todos os parâmetros obrigatórios na tabela Variáveis.

    Você não precisa inserir parâmetros para nenhuma variável RETURN_VALUE.

  6. Clique em OK.

    Depois que você fecha a caixa de diálogo, o código do ASP é inserido na página. Quando o código é executado no servidor, o código cria um objeto de comando que executa um procedimento armazenado no banco de dados. Por sua vez, o procedimento armazenado realiza uma operação no banco de dados, como inserir um registro.

    Por padrão, o código define a propriedade Prepared do objeto Comando como true, o que faz o servidor de aplicativo reutilizar uma versão compilada exclusiva do objeto sempre que o procedimento armazenado é executado. Se você souber que o comando será executado mais de uma vez, ter uma versão compilada exclusiva do objeto pode aumentar a eficiência das operações do banco de dados. No entanto, se o comando for executado apenas uma ou duas vezes, usá-lo pode, na verdade, deixar o aplicativo da Web mais lento, porque o sistema precisa parar para compilar o comando. Para mudar a configuração, alterne para a Visualização de código e altere a propriedade Prepared para false.

    Observação:

    Nem todos os fornecedores de bancos de dados dão suporte a comandos preparados. Caso o banco de dados não dê suporte a ele, você talvez receba uma mensagem de erro ao executar a página. Alterne para a Visualização de código e altere a propriedade Prepared para false.

    Caso o procedimento armazenado use parâmetros, você pode criar uma página que coleta os valores de parâmetro e os envia para a página com o procedimento armazenado. Por exemplo, você pode criar uma página que usa parâmetros de URL ou um formulário em HTML para coletar valores de parâmetro dos usuários.

Logotipo da Adobe

Fazer logon em sua conta