Observação:

o suporte ao ColdFusion foi removido do Dreamweaver CC e posterior.

Sobre os componentes do ColdFusion

Os arquivos CFC (componente do ColdFusion) permitem integrar as lógicas de aplicativo e de negócios em unidades reutilizáveis, inteiras. Os CFCs também proporcionam uma forma rápida e fácil de criar serviços da Web.

Um CFC é uma unidade de software reutilizável escrita em CFML (linguagem de markup do ColdFusion), que facilita a reutilização e a manutenção do código.

Você pode usar o Dreamweaver para trabalhar com CFCs. Para obter informações sobre as tags e a sintaxe CFC, consulte a documentação do ColdFusion no Dreamweaver (Ajuda > Uso do ColdFusion).

Observação:

você só pode usar CFCs com o ColdFusion MX ou posterior. Não há suporte para CFCs no ColdFusion 5.

Os CFCs devem fornecer uma forma simples, mas eficiente, para que desenvolvedores integrem elementos dos sites. Normalmente, você deve usar componentes na lógica de aplicativo ou de negócios. Use tags personalizadas em elementos de apresentação como, por exemplo, saudações personalizadas, menus dinâmicos etc.

Assim como acontece com muitos outros tipos de construção, os sites dinâmicos normalmente podem aproveitar partes intercambiáveis. Por exemplo, um site dinâmico pode executar a mesma consulta repetidamente ou calcular o preço total das páginas do carro de compras e recalculá-lo sempre que um item é adicionado. Essas tarefas podem ser tratadas por componentes. Você pode corrigir, melhorar, estender e até mesmo substituir um componente com impacto mínimo sobre o resto do aplicativo.

Suponhamos que uma loja online calcule o frete com base no preço dos pedidos. Para pedidos abaixo de US$ 20, o frete é de US$ 4; para pedidos entre US$ 20 e US$ 40, ele é de US$ 6 e assim por diante. Você poderia inserir a lógica de cálculo do frete tanto na página do carro de compras quanto na página de retirada, mas isso misturaria o código de apresentação em HTML e o código da lógica em CFML, além de normalmente dificultar a manutenção e a reutilização.

Você decide criar um CFC chamado Preço que tem, dentre outras coisas, uma função chamada ShippingCharge. A função usa um preço como argumento e retorna um frete. Por exemplo, caso o valor do argumento seja 32,80, a função retorna 6.

Tanto na página do carro de compras quanto na página de retirada, você insere uma tag especial para invocar a função ShippingCharge. Quando a página é solicitada, a função é invocada e um frete retorna para a página.

Mais tarde, a loja anuncia uma promoção especial: frete gratuito para todos os pedidos acima de US$ 100. Você faz a alteração nos fretes em um só local, a função ShippingCharge do componente Preço, e todas as páginas que usam a função obtêm automaticamente fretes precisos.

Visão geral do painel Componentes (ColdFusion)

Use o painel Componentes (Janela > Componentes) para exibir e editar os componentes do ColdFusion e adicione um código à página que invoca a função quando a página em CFM é solicitada.

Observação:

o painel Componentes só está disponível durante a exibição de uma página do ColdFusion no Dreamweaver.

Criar ou excluir um CFC no Dreamweaver

Você pode usar o Dreamweaver para definir visualmente um CFC e suas funções. O Dreamweaver cria um arquivo .cfc e insere as tags de CFML necessárias para você.

Observação:

dependendo do componente, você talvez tenha que completar alguns códigos manualmente.

  1. Abra uma página do ColdFusion no Dreamweaver.

  2. No painel Componentes (Janela > Componentes), selecione Componentes CF no menu pop‑up.

  3. Clique no botão de adição (+), complete a caixa de diálogo Criar componente e clique em OK.

    a. Na seção Componentes, informe os detalhes do componente. Aqui está uma lista parcial:

    Nome  Especifica o nome de arquivo do componente. O nome deve conter apenas caracteres alfanuméricos e sublinhados (_). Não especifique a extensão de arquivo .cfc ao digitar o nome.

    Diretório do componente  Especifica onde o componente é salvo. Selecione a pasta raiz do aplicativo da Web (como \Inetpub\wwwroot\myapp\) ou qualquer uma das subpastas.  

    b. Para definir uma ou mais funções para o componente, selecione Funções na lista Seção, clique no botão de adição (+) e insira os detalhes da nova função.

    Verifique se você especificou o tipo do valor retornado pela função na opção Tipo de retorno.

    Observação:

    Caso você selecione remoto no menu Acesso, a função é disponibilizada como um serviço da Web.

    c. Para definir um ou mais argumentos de uma função, selecione Argumentos na lista Seção, selecione a função no menu pop‑up, clique no botão de adição (+) e insira os detalhes do novo argumento à direita.

  4. Caso você use um servidor de desenvolvimento remoto, faça upload do arquivo CFC e de todos os arquivos dependentes (como os usados para implementar uma função ou para incluir arquivos) no servidor remoto.

    Fazer upload dos arquivos garante que recursos do Dreamweaver, como a visualização Live e Visualizar no navegador funcionem corretamente.

    O Dreamweaver escreve um arquivo CFC e o salva na pasta que você especificar. O novo componente também é exibido no painel Componentes (depois do clique em Atualizar).

  5. Caso você use um servidor de desenvolvimento remoto, faça upload do arquivo CFC e de todos os arquivos dependentes (como os usados para implementar uma função ou para incluir arquivos) no servidor remoto.

Exibir CFCs no Dreamweaver

O Dreamweaver fornece uma forma de examinar visualmente os componentes de ColdFusion (CFCs) localizados na pasta do site ou em todo o servidor. O Dreamweaver lê os arquivos CFC e exibe informações sobre eles em uma visualização hierárquica de fácil navegação no painel Componentes.

O Dreamweaver procura os componentes no servidor de teste (consulte Conexão com o banco de dados no Dreamweaver). Caso você crie CFCs ou faça alterações nos CFCs existentes, não se esqueça de fazer upload dos arquivos CFC no servidor de teste para que eles sejam refletidos com precisão no painel Componentes.

Para exibir os componentes localizados em outro servidor, altere as configurações do servidor de teste.

Você pode exibir qualquer uma das seguintes informações sobre os componentes do CF:

  • Listar todos os componentes do ColdFusion definidos no servidor.

  • Caso você esteja executando o ColdFusion MX 7 ou posterior, filtrar a lista para mostrar apenas os CFCs localizados na pasta do site.

  • Explorar as funções e os argumentos de cada componente.

  • Inspecionar as propriedades das funções que funcionam como serviços da Web.

Observação:

Para usar o Dreamweaver a fim de inspecionar os CFCs que residem na raiz do servidor enquanto também gerencia os arquivos do site em uma raiz diferente, você pode definir dois sites do Dreamweaver. Defina o primeiro site de forma a apontar para a raiz do servidor e o segundo, para a raiz do site. Use o menu pop-up do site no painel Arquivos para alternar rapidamente entre os dois sites.

Para exibir os CFCs no Dreamweaver, siga estas etapas:

  1. Abra qualquer página do ColdFusion no Dreamweaver.
  2. No painel Componentes (Janela > Componentes), selecione Componentes CF no menu pop‑up.
  3. Clique no botão Atualizar no painel para recuperar os componentes.

    O pacote de componentes é exibido no servidor. Pacote de componentes é uma pasta que contém arquivos CFC.

    Caso os pacotes de componentes existentes não sejam exibidos, clique no botão Atualizar da barra de ferramentas do painel.

  4. Para exibir apenas os CFCs localizados na pasta do site, clique no botão Mostrar apenas os CFCs do site atual da barra de ferramentas do painel Componentes.

    Observação:

    o recurso só está disponível caso você tenha definido um computador com o ColdFusion MX 6 ou posterior em execução como servidor de teste do Dreamweaver.

    Observação:

    caso o site atual esteja listado em uma pasta virtual do servidor remoto, a filtragem não funciona.

  5. Clique no botão de adição (+) ao lado do nome do pacote para exibir os componentes armazenados no pacote.
    • Para listar as funções de um componente, clique no botão de adição (+) ao lado do nome do componente.

    • Para ver os argumentos que uma função usa, bem como o tipo de argumento e se eles são obrigatórios ou opcionais, abra a ramificação da função na visualização hierárquica.

      As funções que não usam argumentos não apresentam nenhum botão de adição (+) abaixo delas.

    • Para exibir rapidamente os detalhes de um argumento, de uma função, de um componente ou de um pacote, selecione o item na visualização hierárquica e clique no botão Obter detalhes na barra de ferramentas do painel.

      Você também pode clicar com o botão direito do mouse (Windows) ou com a tecla Control pressionada (Macintosh) no item e selecionar Obter detalhes no menu pop-up.

      Os detalhes do item são exibidos em uma caixa de mensagem.

Editar CFCs no Dreamweaver

O Dreamweaver fornece uma forma aprimorada de edição do código dos componentes do ColdFusion definidos para o site. Por exemplo, você pode adicionar, alterar ou excluir qualquer função de componente sem deixar o Dreamweaver.

Para usar o recurso, o ambiente de desenvolvimento deve ser definido da seguinte forma:

  • O ColdFusion deve estar em execução localmente.

  • Na caixa de diálogo avançada Definição de sites do Dreamweaver, o Tipo de acesso especificado na categoria Servidor de teste deve ser Local/rede.

  • Na caixa de diálogo avançada Definição de sites, o caminho da pasta raiz local deve ser igual ao caminho da pasta do servidor de teste (por exemplo, c:\Inetpub\wwwroot\cf_projects\myNewApp\). Você pode examinar e alterar esses caminhos selecionando Site > Editar os sites.

  • O componente deve ser armazenado na pasta do site local ou em qualquer uma das subpastas do disco rígido.

Abra qualquer página do ColdFusion no Dreamweaver e veja os componentes no painel Componentes. Para exibir os componentes, abra o painel Componentes (Janela > Componentes), selecione Componentes CF no menu pop-up do painel e clique no botão Atualizar do painel.

Como o ColdFusion está em execução localmente, o Dreamweaver exibe os pacotes de componentes no disco rígido.

Use o seguinte procedimento para editar um componente.

  1. Abra qualquer página do ColdFusion no Dreamweaver e veja os componentes no painel Componentes (Janela > Componentes).
  2. Selecione Componentes CF no menu pop-up do painel e clique no botão Atualizar do painel.

    Como o ColdFusion está em execução localmente, o Dreamweaver exibe os pacotes de componentes no disco rígido.

    Observação:

    para editar visualmente o conjunto de registros CFC, clique duas vezes nele no painel Ligações.

  3. Para editar um arquivo de componente em termos gerais, abra o pacote e clique duas vezes no nome do componente na visualização hierárquica.

    O arquivo do componente é aberto na Visualização de código.

  4. Para editar uma função específica, argumento ou propriedade, clique duas vezes no item na visualização hierárquica.
  5. Faça manualmente as alterações na Visualização de código.
  6. Salve o arquivo (Arquivo > Salvar).
  7. Para ver uma nova função no painel Componentes, atualize a visualização clicando no botão Atualizar na barra de ferramentas do painel.

Criar páginas da Web que usam CFCs

Uma forma de usar a função de um componente nas páginas da Web é escrever código na página que invoca a função quando a página é solicitada. Você pode usar o Dreamweaver para ajudar você a escrever o código.

Observação:

para obter outras formas de usar componentes, consulte a documentação do ColdFusion no Dreamweaver (Ajuda > Uso do ColdFusion).

  1. No Dreamweaver, abra a página do ColdFusion que usará a função de componente.
  2. Passe para a Visualização de código (Exibir > Código).
  3. Abra o painel Componentes (Janela > Componentes), selecione Componentes CF no menu pop‑up do painel.
  4. Localize o componente desejado e o insira usando uma das seguintes técnicas:
    • Arraste uma função da visualização hierárquica para a página. O código é inserido na página para invocar a função.

    • Selecione a função no painel e clique no botão Inserir na barra de ferramentas do painel (o segundo botão à direita). O Dreamweaver insere o código na página, no ponto de inserção.

  5. Caso você insira uma função com argumentos, complete manualmente o código do argumento.

    Para obter mais informações, consulte a documentação do ColdFusion no Dreamweaver (Ajuda > Uso do ColdFusion).

  6. Salve a página (Arquivo > Salvar).

Definir um conjunto de registros em um CFC

O Dreamweaver pode ajudar você a definir um conjunto de registros (também conhecido como consulta do ColdFusion) em um CFC. Definindo um conjunto de registros em um CFC, você não precisa definir o conjunto de registros em todas as páginas em que ele é usado. Você define o conjunto de registros uma vez no CFC e usa o CFC em páginas diferentes.

Observação:

esse recurso só estará disponível se você tiver acesso a um computador que esteja executando o ColdFusion MX 7 ou posterior. Para obter mais informações, consulte Ativar os aprimoramentos feitos no ColdFusion.

 

  1. Crie ou abra um arquivo CFC existente no Dreamweaver.
  2. No painel Ligações (Janela > Ligações), clique no botão de adição (+) e selecione Conjunto de registros (consulta) no menu pop-up.

    A caixa de diálogo Conjunto de registros é exibida. Você pode trabalhar nas caixas de diálogo Conjunto de registros simples ou avançada.

  3. Para usar uma função existente no CFC, selecione a função no menu pop-up Função e passe à etapa 5.

    O conjunto de registros é definido na função.

  4. Para definir uma nova função no CFC, clique no botão Nova função, digite um nome para a função na caixa de diálogo exibida e, em seguida, clique em OK.

    O nome deve conter apenas caracteres alfanuméricos e sublinhados (_).

  5. Para definir um conjunto de registros para a função, complete as opções da caixa de diálogo Conjunto de registros.

    A nova função é inserida no CFC que define o conjunto de registros.

Usar um conjunto de registros CFC como fonte de conteúdo dinâmico

Você pode usar um componente de ColdFusion (CFC) como fonte de conteúdo dinâmico para as páginas caso o componente contenha uma função que define um conjunto de registros.

Observação:

esse recurso só estará disponível se você tiver acesso a um computador que esteja executando o ColdFusion MX 7 ou posterior. Para obter mais informações, consulte Ativar os aprimoramentos feitos no ColdFusion.

  1. Abra uma página do ColdFusion no Dreamweaver.
  2. No painel Ligações (Janela > Ligações), clique no botão de adição (+) e selecione Conjunto de registros (consulta) no menu pop-up.

    A caixa de diálogo Conjunto de registros é exibida. Você pode trabalhar nas caixas de diálogo Conjunto de registros simples ou avançada.

  3. Clique no botão Consulta do CFC.
  4. Complete a caixa de diálogo Consulta do CFC, clique em OK e em OK novamente para adicionar o conjunto de registros CFC à lista das fontes de conteúdo disponíveis no painel Ligações.
  5. Use o painel Ligações para ligar o conjunto de registros a vários elementos de página.

    Para obter mais informações, consulte Adição de conteúdo dinâmico a páginas.

Definir conteúdo dinâmico usando um CFC

Você pode definir um conjunto de registros como uma fonte de conteúdo dinâmico no Dreamweaver usando um CFC que contém uma definição do conjunto de registros.

1. Na caixa Nome, digite um nome para o conjunto de registros CFC.

Uma prática comum é adicionar o prefixo rs a nomes do conjunto de registros para diferenciá-los dos demais nomes de objeto no código, por exemplo: rsPressRelease.

Os nomes dos conjuntos de registros devem conter apenas caracteres alfanuméricos e sublinhados (_). Você não pode usar caracteres especiais ou espaços.

2. Selecione um pacote dentre os já definidos no servidor.

Caso o pacote não seja exibido no menu pop-up, você pode atualizar a lista de pacotes clicando no botão Atualizar próximo do menu pop-up.

Primeiramente, verifique se você carregou os CFCs no servidor de teste. Só são exibidos CFCs no servidor de teste.

3. Selecione um componente dentre os definidos no pacote selecionado atualmente.

Caso o menu pop-up Componente não contenha nenhum componente ou nenhum dos componentes criados anteriormente seja exibido no menu, você deve fazer upload dos arquivos CFC no servidor de teste.

4.(Opcional) Para criar um componente, clique no botão Criar novo componente.

a. Na caixa Nome, digite o nome para o novo CFC. O nome deve conter apenas caracteres alfanuméricos e sublinhados (_).

b. Na caixa Diretório do componente, insira o local do CFC ou localize a pasta.

Observação:

a pasta deve ser o caminho relativo da pasta raiz do site.

5. No menu pop-up Função, selecione a função que contém a definição do conjunto de registros.

O menu pop-up Função contém apenas as funções definidas no componente selecionado no momento. Caso nenhuma função seja exibida no menu pop-up ou caso as alterações mais recentes não sejam refletidas nas funções listadas atualmente, verifique se as alterações foram salvas e carregadas no servidor.

Observação:

as caixas Conexão e SQL são somente leitura.

6. Edite todos os parâmetros (tipo, valor e valor padrão) que devem ser passados como um argumento de função clicando no botão Editar.

a. Insira um valor para o parâmetro atual selecionando o tipo de valor no menu pop-up Valor e inserindo o valor na caixa à direita. O tipo de valor pode ser um parâmetro de URL, uma variável de formulário, um cookie, uma variável de sessão, uma variável de aplicativo ou um valor inserido.

b. Insira um valor padrão para o parâmetro na caixa Valor padrão. Caso nenhum valor de runtime retorne, o valor de parâmetro padrão é usado.

c. Clique em OK.  

Você não pode modificar a conexão de banco de dados e a consulta SQL do conjunto de registros. Esses campos estão sempre desativados; a conexão e a consulta SQL são exibidas para sua informação.

7. Clique em Testar para se conectar ao banco de dados e criar uma ocorrência do conjunto de registros.

Caso a instrução SQL contenha parâmetros de página, verifique se a coluna Valor padrão da caixa Parâmetros contém valores de teste válidos antes de clicar em Testar.

Caso a consulta tenha sido executada com êxito, uma tabela exibe o conjunto de registros. Cada linha contém um registro e cada coluna representa um campo nesse registro.

Clique em OK para limpar a Consulta do CFC.

8. Clique em OK.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online