Observação:

a interface de usuário foi simplificada no Dreamweaver CC e posterior. Como resultado, você talvez não consiga localizar algumas das opções descritas neste artigo no Dreamweaver CC e posterior. Para obter mais informações, consulte este artigo (em inglês).

Sobre a coleta de informações dos usuários

Você pode usar formulários da Web ou links de hipertexto para coletar informações dos usuários, armazenar essas informações na memória do servidor e, em seguida, usá-las para criar uma resposta dinâmica baseada nas entradas do usuário. As ferramentas mais comuns para a coleta de informações do usuário são os formulários em HTML e os links de hipertexto.

Formulários em HTML

Eles permitem que você colete informações dos usuários e as armazene na memória do servidor. Um formulário em HTML pode enviar as informações como parâmetros de formulário ou de URL.

Links de hipertexto

Eles permitem que você colete informações dos usuários e as armazene na memória do servidor. Você especifica um valor (ou valores) a ser enviado quando o usuário clica em um link, por exemplo, uma preferência, o valor à URL especificada na tag de ancoragem. Quando um usuário clica no link, o navegador envia o URL e o valor acrescentado para o servidor.

Parâmetros de formulário em HTML

Os parâmetros de formulário são enviados para o servidor usando um formulário em HTML com o método POST ou GET.

Quando estiver usando o método POST, os parâmetros serão enviados para o servidor da Web como parte do cabeçalho do documento e não ficam visíveis ou acessíveis para qualquer pessoa que esteja usando métodos padrão para exibir a página. O método POST deve ser usado para valores que afetam o conteúdo do banco de dados (por exemplo, inserindo, atualizando ou excluindo registros) ou para valores enviados por email.

O método GET acrescenta parâmetros à URL solicitada. Os parâmetros ficam visíveis para qualquer pessoa que esteja exibindo a página. O método GET deve ser usado em formulários de pesquisa.

Você pode usar o Dreamweaver para projetar rapidamente formulários em HTML que enviam parâmetros de formulário para o servidor. Tome cuidado com o método que você usa para transmitir informações do navegador para o servidor.

Os parâmetros de formulário usam os nomes dos objetos de formulário correspondentes. Por exemplo, caso o formulário contenha um campo de texto chamado txtLastName, o seguinte parâmetro de formulário é enviado para o servidor quando o usuário clica no botão Enviar:

txtLastName=enteredvalue

Nos casos em que um aplicativo da Web espera um valor de parâmetro preciso (por exemplo, quando ele realiza uma ação com base em uma de várias opções), use um botão de opção, uma caixa de seleção ou um objeto de formulário lista/menu para controlar os valores que o usuário pode enviar. Isso impede que os usuários digitem as informações incorretamente e causem um erro de aplicativo. O seguinte exemplo mostra um formulário de menu pop-up que oferece três opções:

Formulário de menu pop-up
Formulário de menu pop-up

Cada opção de menu corresponde a um valor codificado enviado como um parâmetro de formulário para o servidor. A caixa de diálogo Listar valores do seguinte exemplo compara cada item de lista com um valor (Adicionar, Atualizar ou Excluir):

Caixa de diálogo Valores da lista
Caixa de diálogo Valores da lista

Depois que um parâmetro de formulário é criado, o Dreamweaver pode recuperar o valor e usá-lo em um aplicativo da Web. Depois da definição do parâmetro de formulário no Dreamweaver, você pode inserir o valor em uma página.

Parâmetros de URL

Os parâmetros de URL permitem passar informações fornecidas pelo usuário do navegador para o servidor. Quando um servidor recebe uma solicitação e os parâmetros são acrescentados à URL da solicitação, o servidor dá à página solicitada acesso aos parâmetros antes de oferecê-la ao navegador.

Um parâmetro de URL é um par nome/valor acrescentado a um URL. O parâmetro começa com um ponto de interrogação (?) e usa a forma nome=valor. Caso haja mais de um parâmetro de URL, cada um deles é separado por um e comercial (&). O seguinte exemplo mostra um parâmetro de URL com dois pares nome/valor:

http://server/path/document?name1=value1&name2=value2

No fluxo de trabalho desse exemplo, o aplicativo é uma loja baseada na Web. Como os desenvolvedores do site querem atingir o maior público possível, o site foi projetado para dar suporte a moedas estrangeiras. Ao fazer logon no site, os usuários podem selecionar a moeda na qual exibem os preços dos itens disponíveis.

  1. O navegador solicita a página report.cfm do servidor. A solicitação inclui o parâmetro de URL Currency="euro". A variável Currency="euro" especifica que todas as quantias monetárias recuperadas sejam exibidas em euro da União Europeia.

  2. O servidor armazena temporariamente o parâmetro de URL na memória.

  3. A página report.cfm usa os parâmetros para recuperar o custo dos itens em euros. Essas quantias monetárias podem ser armazenadas em uma tabela de banco de dados com moedas diferentes ou convertidas de uma moeda exclusiva associada a cada item (qualquer moeda com suporte do aplicativo).

  4. O servidor envia a página report.cfm para o navegador e exibe o valor dos itens na moeda solicitada. Quando esse usuário encerra a sessão, o servidor limpa o valor do parâmetro de URL, o que libera a memória do servidor para hospedar novas solicitações de usuário.

    Os parâmetros de URL também são criados quando o método HTTP GET é usado em conjunto com um formulário em HTML. O método GET especifica se o valor de parâmetro está acrescentado à solicitação de URL quando o formulário é enviado.

    Entre os usos típicos dos parâmetros de URL está a personalização dos sites com base nas preferências do usuário. Por exemplo, um parâmetro de URL que consiste em um nome de usuário e senha pode ser usado para autenticar um usuário, exibindo apenas informações para as quais o usuário se registrou. Entre os exemplos comuns disso estão os sites de finanças que exibem os preços das ações com base nos símbolos do mercado de ações que o usuário escolheu previamente. Os desenvolvedores de aplicativo da Web normalmente usam os parâmetros de URL para passar valores a variáveis dentro de aplicativos. Por exemplo, você poderia passar termos para variáveis SQL em um aplicativo da Web a fim de gerar resultados de pesquisa.

    Parâmetros de URL

Você cria parâmetros de URL dentro de um link em HTML por meio do uso do atributo href da tag de ancoragem HTML. Você pode digitar os parâmetros de URL diretamente no atributo na visualização Código (Exibir > Código) ou por meio do acréscimo dos parâmetros de URL ao final do URL do link na caixa Link do Inspetor de propriedades.

No seguinte exemplo, três links criam um parâmetro de URL exclusivo (action) com três valores possíveis (Adicionar, Atualizar e Excluir). Quando o usuário clica em um link, um valor de parâmetro é enviado para o servidor, e a ação solicitada é realizada.

<a href="http://www.mysite.com/index.cfm?action=Add">Add a record</a> 
<a href="http://www.mysite.com/index.cfm?action=Update">Update a record</a> 
<a href="http://www.mysite.com/index.cfm?action=Delete">Delete a record</a>

O Inspetor de propriedades (Janela > Propriedades) permite criar os mesmos parâmetros de URL com a seleção do link e o acréscimo dos valores de parâmetro de URL ao final do URL do link na caixa Link.

Inspetor de propriedades
Inspetor de propriedades

Depois que um parâmetro de URL é criado, o Dreamweaver pode recuperar o valor e usá-lo em um aplicativo da Web. Depois da definição do parâmetro de URL no Dreamweaver, você pode inserir o valor em uma página.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online