Guia do Usuário Cancelar

Adobe Acrobat Sign for Salesforce: guia de mapeamentos e modelos

  1. Integrações do Adobe Acrobat Sign
  2. Novidades
  3. Versões e ciclo de vida do produto
  4. Acrobat Sign para Salesforce
    1. Guia de instalação
    2. Guia do usuário
    3. Manual do desenvolvedor
    4. Manual avançado de personalização
    5. Guia de mapeamento de campo e modelos
    6. Manual do Construtor de processo
    7. Guia do Document Builder
    8. Guia de atualização
    9. Notas de versão
    10. Artigos adicionais
  5. Acrobat Sign para Microsoft
    1. Acrobat Sign para Microsoft 365
      1. Guia de instalação
    2. Acrobat Sign para Outlook
      1. Guia do usuário
    3. Acrobat Sign para Word/PowerPoint
      1. Guia do usuário
    4. Acrobat Sign para Teams
      1. Guia do usuário
      2. Notas de versão
      3. Aprovações do Microsoft Teams
    5. Acrobat Sign para Microsoft PowerApps e Power Automate
      1. Guia do usuário
      2. Notas de versão
    6. Conector do Acrobat Sign para Microsoft Search
      1. Guia do usuário
    7. Acrobat Sign para Microsoft Dynamics 
      1. Visão geral
      2. Dynamics Online: guia de instalação 
      3. Dynamics Online: guia do usuário 
      4. Dynamics local: guia de instalação 
      5. Dynamics local: guia do usuário
      6. Guia de fluxo de trabalho do Dynamics
      7. Dynamics 365 para Talent
      8. Guia de atualização
      9. Notas de versão
    8. Acrobat Sign para Microsoft SharePoint 
      1. Visão geral
      2. SharePoint local: guia de instalação
      3. SharePoint local: guia de mapeamento de modelo
      4. SharePoint local: guia do usuário
      5. SharePoint local: notas de versão
      6. SharePoint Online: guia de instalação
      7. SharePoint Online: guia de mapeamento de modelo
      8. SharePoint Online: guia do usuário
      9. SharePoint Online: guia de mapeamento de formulário web
      10. SharePoint Online: notas de versão
  6. Acrobat Sign for ServiceNow
    1. Visão geral
    2. Guia de instalação
    3. Notas de versão
  7. Acrobat Sign for HR ServiceNow
    1. Guia de instalação
  8. Acrobat Sign for SAP SuccessFactors
    1. Guia de instalação do Cockpit
    2. Guia de instalação de recrutamento
    3. Guia do usuário de Recrutamento
    4. Guia de instalação do Cloud Foundry
  9. Acrobat Sign for Workday
    1. Guia de instalação
    2. Guia de início rápido
    3. Tutorial de configuração
  10. Acrobat Sign for NetSuite
    1. Guia de instalação
    2. Notas de versão
  11. Acrobat Sign for SugarCRM
  12. Acrobat Sign for VeevaVault
    1. Guia de instalação
    2. Guia do usuário
  13. Acrobat Sign for Coupa BSM Suite
    1. Guia de instalação
  14. Documentação do desenvolvedor do Acrobat Sign
    1. Visão geral
    2. Webhooks
    3. Tags de texto

Adobe Acrobat Sign for Salesforce: o guia de modelos e mapeamentos de campo fornece instruções sobre como usar modelos e como configurar o recurso Mapeamento de dados e mesclagem.

Visão geral

O Acrobat Sign permite usar formulários interativos para coletar dados de seus signatários, posicionar assinaturas e campos iniciais em seus documentos, coletar informações de duas partes de remetentes e signatários e muito mais.

Você pode criar a sua própria biblioteca de modelos do Acrobat Sign ao armazenar formulários e modelos do Acrobat Sign na guia Documentos do Salesforce.

Você pode usar tags de texto do Acrobat Sign para:

  • Definir locais específicos nos documentos para que os clientes adicionem assinaturas e iniciais.
  • Coletam dados de signatários que podem ser enviados de volta para a sua conta do Salesforce. 
  • Mesclam dados do Salesforce em campos de documentos antes de enviá-los para assinatura. 

Consulte Sobre formulários e tags de texto.

Adobe Acrobat Sign for Salesforce: o guia de modelos e mapeamentos de campo fornece instruções sobre como:

Sobre formulários e tags de texto

O mapeamento bem-sucedido exige formulários pré-criados com nomes de campos definidos, para que seja possível relacionar logicamente o campo de objeto do SFDC ao campo de formulário do Acrobat Sign. 

Um formulário simples está ilustrado abaixo. Os campos são definidos por pares de chaves em ambos os lados (definindo a largura do campo) e o nome do campo (a sequência de caracteres entre as chaves). 

data-map-test
data-map-test

Você pode criar formulários do Acrobat Sign adicionando tags de texto especiais a qualquer documento (Word, PDF, texto e outros) enviado pelo Acrobat Sign. 

Tags de texto podem incluir argumentos adicionais além do valor do nome, como validações, cálculos e expressões regulares. Uma boa compreensão sobre a criação de formulários pode melhorar muito a qualidade dos dados capturados ao longo do processo de assinatura.

É possível criar formulários com mapeamento de campo usando o recurso Encurtamento de tag de texto, que ajuda a estabelecer uma convenção para os nomes de campo que se repetem em todos os documentos. Esse recurso pode ajudar você a:

  • Economizar tempo por não ter que recriar as tags formais.
  • Aprimore o mapeamento de dados entre vários formulários e crie uma âncora para formulários futuros.

Para obter mais detalhes, consulte o Guia de tags de texto do Adobe Acrobat Sign.

Configurar Mapeamentos de dados e mesclagem

Você pode usar as seguintes configurações para configurar os Mapeamentos de dados e mesclagem na sua conta do Sign para Salesforce:

Configurações opcionais

  • Ativar notificação de erro de mapeamento (ativada por padrão): ative esta configuração para enviar notificações por email para o proprietário do mapeamento de dados ou mesclagem sempre que ocorrerem erros na execução do mapeamento.
  • Mostrar o nome da API dos campos (desativada por padrão): ative esta opção para mostrar o nome da API para cada campo e a relação dos objetos do salesforce ao definir o mapeamento de dados e mesclagem.

Configuração sugerida

  • Carregar nomes de campos nos formulários do Salesforce: você pode preencher os campos de objeto do SFDC com os nomes de campos do Mapeamento de dados e mesclagem fazendo upload dos nomes de campo no Salesforce. Isso permite que você selecione nomes de campos em uma lista de opções em vez de digitar manualmente os nomes de campos em um campo de texto. 
    Siga as etapas abaixo para fazer upload de nomes de campo nos campos de objeto do Salesforce:
    1. Crie um formulário com todos os campos definidos.
    2. Envie o formulário para assinatura pelo Salesforce com um nome de contrato óbvio, como Modelo do campo W4. Isso ajuda você a encontrar o modelo certo ao mapear os campos.
    3. Insira algum conteúdo em cada campo que você pretende mapear e assine o contrato para que ele seja registrado como concluído no Salesforce.
      O modelo agora está disponível para você selecionar ao usar o recurso Importar do mapeamento de dados/mesclagem

Use os mapeamentos de mesclagem para gerar documentos com dados do Salesforce

Você pode usar os mapeamentos de mesclagem do Acrobat Sign para mesclar dados de campo do Salesforce nos campos de documentos antes de enviá-los para assinatura.

Por exemplo, você pode preencher o endereço do cliente potencial e o número de telefone de um registro do Salesforce automaticamente no contrato antes de ele ser enviado ao cliente potencial para assinatura. Também é possível alterar o status de uma Oportunidade quando o contrato estiver totalmente assinado e executado. Os campos de dados mesclados poderão ser atualizados por signatários se você optar por mapear as atualizações do signatário para o Salesforce.

Você também pode usar Mapeamentos de mesclagem para adicionar automaticamente as listas de produto ligadas a uma oportunidade. É possível definir quais atributos de produto (como a quantidade e o preço) são incluídos nos contratos, bem como especificar como classificar e filtrar os produtos associados. 

Sobre Mapeamentos de mesclagem

Um tipo de fonte de dados para um mapeamento de mesclagem pode ser um valor constante específico ou um valor de um campo do objeto do Salesforce que pode ser referenciado a partir de um contrato do Acrobat Sign. O destino para cada item de mapeamento de mesclagem é um campo atribuído em um contrato do Acrobat Sign.

Por exemplo, o mapeamento abaixo atualiza os campos do documento do Acrobat Sign para “Nome” e “Sobrenome” com os dados do campo Destinatário (Contato) do Salesforce. Ele também preenche o campo de empresa no documento com o nome da conta.

field-mappings

Observação:

Quando você seleciona um objeto para mapear, começará no objeto Contrato e avançará para um objeto pai/de pesquisa. A associação entre os objetos já deve estar estabelecida no tempo de execução.

Para usar o mapeamento de mesclagem para gerar documentos com dados do Salesforce, você deve aprender a:

Para criar um mapeamento de mesclagem:

  1. Vá até o Iniciador de aplicativos e, no canto superior direito, clique em Adobe Acrobat Sign.

  2. Clique na guia Mapeamentos de mesclagem.

  3. Na página inicial do mapeamento de mesclagem, clique em Novo.

    new-merge-mapping

    Isso exibe a página Novo mapeamento de mesclagem.

    new-merge-mapping-details

  4. Na seção Informações de Mapeamento:

    • Digite um nome para o mapeamento.
    • Para executar o mapeamento por padrão ao enviar um contrato para assinatura, marque a caixa de seleção Mapeamento de mesclagem padrão
  5. Para importar e mapear nomes de campo de formulário de um documento existente, selecione um contrato que foi enviado para a assinatura e assinado.

    Você pode importar campos de contratos adicionais para acrescentar mais campos, da seguinte maneira:

    1. Selecione o cabeçalho Importar campos de formulário de documento para exibir a seção Importar campos de formulário de documento.
    2. Selecione o ícone Pesquisar para Importar campos de.
    3. Selecione o contrato do qual você deseja importar campos.
    4. Selecione Importar campos de formulário.

    Isso exibe o número de campos de formulário importados. 

    Observação: os campos com nomes duplicados não serão importados duas vezes.

    merge-import-form-fields

    merge-fields-imported

  6. Na seção Mapear campos de objeto do Salesforce para campos de documento, crie um mapeamento dos campos que podem ser referenciados do objeto do contrato do Acrobat Sign (incluindo campos personalizados). Você também pode adicionar regras de mapeamento para mesclar dados nos documentos do Acrobat Sign. 

    Mapear campos de objeto do Salesforce

  1. Para adicionar uma nova linha em branco, selecione Adicionar mapeamento de campo.

  2. Defina os mapeamentos e regras de mapeamento nos seguintes campos:

    • Campo de documento de destino — se você importou campos de formulário, selecione esses campos ou insira um nome de campo específico. Clique no ícone à esquerda do Campo do documento de destino para alternar entre um campo de entrada de texto e uma lista suspensa selecionável exibindo os valores de campo de formulário disponíveis e importados.
    • Tipo de fonte, selecione um ou outro Campo do objeto do Salesforce ou Constante.
    • Valor de origem - dependendo do tipo de fonte selecionado, é necessário especificar o seguinte:
      • Se o valor de origem é Campo do objeto do Salesforce, você deve selecionar um valor. Para fazer isso, selecione Objeto selecionado e, em seguida, na caixa de diálogo Seletor de objeto que aparece, selecione o campo do objeto Salesforce de origem.
      • Se o Valor de origem é Constante, digite um valor no campo Valor de origem.
    • Desabilitar- Quando selecionado, essa linha de mapeamento não será executada.
    • Ações— Selecione essa opção para excluir a linha.
    merge-object-seletor

  3. Repita as etapas 1 e 2 para adicionar mais linhas de mapeamento.

Na seção Mapear os campos de itens dos produtos do Salesforce para os campos de documento da Adobe, você pode adicionar as listas de produtos ligadas a uma oportunidade.

  1. Para adicionar uma nova linha em branco, selecione Adicionar mapeamento de campo.

  2. Selecione Objeto selecionado.

    merge-object-seletor

  3. Na caixa de diálogo Seletor de objeto que é aberta, selecione os campos de origem da Salesforce, Oportunidade, Produto da oportunidade e, em seguida, adicione os atributos do produto, como quantidade, preço e descrição da linha, que estão incluídos nos seus contratos. Você também pode especificar o campo de classificação e a ordem de classificação.

    merge-source-field-seletor

  4. Selecione Concluído.

  5. Repita as etapas de 1 a 4 para adicionar mais linhas de mapeamento.

    Após concluir o modelo de Mapeamento de mesclagem, selecione Salvar.

É possível criar a quantidade de Mapeamentos de mesclagem necessários, sendo que um deles pode ser definido como mapeamento padrão que será executado sempre que um contrato for enviado para assinatura. Apenas um mapeamento pode ser o padrão.

Você também pode especificar explicitamente qual mapeamento de mesclagem você gostaria de usar para um contrato ao consultá-lo no campo Mapeamento de mesclagem do Contrato (echosign_dev1__Merge_Mapping__c). Você pode usar um fluxo de trabalho da Salesforce para executar qualquer lógica de negócios personalizada e determinar qual modelo a ser usado. Não é necessário definir esse campo para apontar para o mapeamento padrão; o mapeamento padrão é executado se esse campo for deixado em branco.

Observação:

Recomendamos que as implantações dimensionáveis ou complexas usem apenas o mapeamento padrão durante a avaliação /prova de conceito iniciais. Relacionar explicitamente os modelos deve ser a prática.

Há configurações de Mapeamentos de mesclagem que definem como os anexos de arquivo são manipulados. Por padrão, o documento anexado original (por exemplo, um modelo de contrato de confidencialidade) será removido e o documento mesclado será anexado ao registro do contrato, depois que ele for enviado.

  • Anexar documento mesclado— Anexa o documento com os dados mesclados ao registro do contrato após o envio deste.
  • Remover documento original— Remove o documento modelo original do registro do contrato após o envio deste.

Para alterar as configurações de anexos do documento:

  1. Navegue até Configuração > Ferramentas da plataforma > Código personalizado > Configurações personalizadas.
  2. Selecione Configurações de mapeamento de mesclagem do Adobe Sign.
  3. Selecione Gerenciar.
  4. Selecione Novo.
  5. Edite as configurações conforme desejado e selecione Salvar.

Observação: as configurações de anexo de documento são globais no escopo e afetam todos os modelos de mapeamento de mesclagem.

Os campos do Salesforce têm regras de validação que podem causar a falha de um mapeamento. Por exemplo, se você mapear o campo de email da Salesforce para um campo de texto do Adobe Acrobat Sign, ele poderá falhar se o endereço de email não for válido.

Se um mapeamento falhar por qualquer motivo, a mensagem de erro será registrada no campo “Erro de mapeamento de mesclagem” (echosign_dev1__Merge_Mapping_Error__c) no objeto Contrato do Adobe Acrobat Sign e um email será enviado ao proprietário do mapeamento de mesclagem para indicar o erro.  

Observação: você pode criar um modo de exibição de relatório ou lista para expor campos de mapeamento com falha.

  1. Navegue até Configuração > Ferramentas da plataforma > Código personalizado > Configurações personalizadas.

  2. Selecione Configurações do Adobe Sign.

    sign-custom-settings

  3. Na página de Configurações do Adobe Sign, clique em Gerenciar.

  4. Na página de Configuração personalizada, clique em Novo ou Editar.

  5. Marque a caixa de seleção Ativar notificação de erro de mapeamento.

    custom-settings-enable-mapping-error

    A notificação por email é ativada por padrão, mas pode ser desativada definindo a configuração:

  6. Selecione Salvar.

Use os mapeamentos de dados para inserir os dados e arquivos do signatário nos registros do Salesforce

Os mapeamentos de dados do campo de formulário do Acrobat Sign ajudam a definir como o Acrobat Sign atualizará os objetos do Salesforce com os dados dos signatários. Por exemplo, você pode atualizar o registro de contato de um signatário no Salesforce.com com o endereço e número de telefone fornecido ao preencher e assinar o documento. Além disso, você também pode enviar de volta o contrato assinado, trilha de auditoria e qualquer documento de apoio carregado do Acrobat Sign, pertencentes aos destinatários, nos objetos do Salesforce ao configurar os mapeamentos do arquivo. 

Sobre Mapeamentos de Dados

Os mapeamentos de dados do Acrobat Sign atualizam os objetos do Salesforce quando o contrato do Acrobat Sign é assinado ou em um estágio especificado no fluxo de trabalho do contrato. Cada Mapeamento de dados é configurado com antecedência e inclui regras de mapeamento de dados. Cada regra de mapeamento de dados define a fonte de dados e o campo do Salesforce de destino que ela precisa atualizar.

Uma fonte de dados para um mapeamento pode ser um campo de formulário do Acrobat Sign, um valor constante específico ou um valor de um campo de contrato do Adobe Sign. O destino para cada item de mapeamento de dados pode ser qualquer campo em qualquer objeto do Salesforce que possa ser referenciado no contrato do Acrobat Sign.

Por exemplo, o mapeamento abaixo atualiza o nome e o sobrenome do signatário (inserido pelo signatário) no objeto Contato. Também atualiza o estágio de oportunidade e adiciona o contrato assinado e a trilha de auditoria à Oportunidade quando o contrato é assinado. 

Estes são outros exemplos sobre como usar os mapeamentos de dados para atualizar o Salesforce:

  • Atualizar informações de contato do destinatário
  • Adicionar um número de ordem à oportunidade
  • Atualizar as informações de pagamento na conta
  • Alterar o estágio da oportunidade quando o contrato é assinado
  • Adicionar o PDF assinado e a trilha de auditoria ao contato. 

Para usar os mapeamentos de dados para enviar dados e arquivos do signatário para registros do Salesforce, você deve saber como:

Siga as etapas abaixo para criar um mapeamento de dados do Acrobat Sign:

  1. No canto superior esquerdo da página Inicializador de aplicativos, clique em Adobe Acrobat Sign.

  2. Clique na guia Mapeamentos de dados.

  3. Na página inicial Mapeamentos de dados, clique em Novo.

  4. Na página Novo mapeamento de dados:

    • Forneça um nome intuitivo para o mapeamento.
    • Para defini-lo como o mapeamento padrão, marque a caixa de seleção Mapeamento de dados padrão. Ele executa o mapeamento por padrão depois que os contratos são assinados.
    • Como alternativa, você pode atribuir mapeamentos de dados a um Modelo de contrato a ser usado quando um contrato é criado.
    new-data-mapping

  5. Para salvar o mapeamento agora sem campos definidos, clique em Salvar.
    Caso contrário, continue a Definir mapeamentos de campo para campo.

    Observação:

    Se você não tiver campos personalizados do Acrobat Sign no documento do qual está importando, não poderá importar os campos padrão do Acrobat Sign que acompanham cada contrato assinado, como assinado (data), email, primeiro, último, título e empresa.

A seção Mapeamento de campos permite definir as relações campo a campo entre os campos no ambiente do Salesforce e os campos de formulário do contrato. Você pode criar regras de mapeamento para qualquer campo no Salesforce, incluindo os campos personalizados.

Para mapear os campos de formulário do contrato com os campos no ambiente do Salesforce, você deve:

  • Selecionar o campo do objeto de destino do Salesforce de onde os dados serão recuperados.
  • Definir a origem dos dados.
  • Definir o evento de status que deve acionar o conteúdo do campo de origem para ser enviado para o campo de destino.

Para importar os nomes de campo do contrato assinado e ativar a seleção de nomes de campo em uma lista de opções, os administradores devem carregar seus campos de formulário no Salesforce.

É possível importar nomes de campo de um contrato assinado para ter os campos disponíveis no formulário. Importar nomes de campos retorna apenas os campos que são atualizados durante o processo de assinatura e ignora os campos inalterados.

Para importar campos de um contrato:

  1. De próximo a Importar campos de formulário, clique no ícone de pesquisa para abrir uma página de pesquisa com uma lista de seus contratos recentes.

  2. Selecione o contrato do qual você deseja importar os nomes de campo.

    data-import-form-fields

  3. Selecione Importar campos de formulário.
    Exibe o número de campos importados.

    data-form-fields-imported


Para definir relacionamentos campo a campo:

  1. Em Mapeamentos de campos, selecione Adicionar mapeamento para adicionar um registro.

    data-add-mappings

  2. Especifique o destino, a origem e o acionador, da seguinte maneira:

    • Em Qual objeto Salesforce deve ser atualizado, selecione o objeto Salesforce de destino onde os dados devem ser atualizados.
    • Em Qual campo da Salesforce deve ser atualizado, selecione o campo da Salesforce de destino onde os dados devem ser atualizados.
    • Em De onde vêm os dados? — Selecionar o tipo, selecione uma das seguintes opções:
      • Campo do contrato: apresenta uma lista de objetos no objeto Contrato na Salesforce.
      • Constante: permite inserir um valor constante (literal).
      • Campo de formulário do EchoSign: permite a apresentação de uma lista de nomes de campo importados de contratos assinados.
        Observação: Você também pode digitar manualmente os valores para cada campo.
    • Em Qual é o valor dos dados, selecione uma das seguintes opções com base na opção selecionada Dados provenientes de:
      • Dados provenientes do “Campo de formulário EchoSign” — Selecione um campo de formulário EchoSign ou insira um nome de campo específico. Clique no ícone à esquerda do campo para alternar entre um campo de entrada de texto e uma lista suspensa selecionável exibindo os valores de campo de formulário disponíveis e importados.
      • Dados provenientes de “Constante” — Digite um valor específico. Por exemplo, você pode colocar um valor do campo que você desejar para mudar para uma lista de opções do Salesforce. Ou digite um número ou um texto que você deseja atualizar em um campo do Salesforce.
      • Dados provenientes de “Campo de contrato” — Selecione um campo de contrato da lista suspensa.
    • Em Quando executar o mapeamento? — clique em Status do contrato, selecione uma das seguintes opções de status para executar quando o status do contrato muda para o status especificado:
      • Assinado/Aprovado/Aceito/Formulário preenchido/Entregue
      • Aguardando a Contra-assinatura/Aprovação/Aceitação/Preenchimento de formulário/Entrega
      • Enviado para Assinatura/Aprovação/Aceitação/Preenchimento de formulário/Entrega
      • Cancelado/recusado
      • Expirada
    data-when-to-run-mapping

  3. Repita as etapas 1 e 2 até que todos os relacionamentos de campos sejam definidos e, em seguida, clique em Salvar.

No nível do registro, você pode controlar o envio de uma atualização de conteúdo. Para fazer isso:

  1. Em Ações, clique no ícone Configurações (engrenagem).
  2. Na caixa de diálogo Configurações de valor de mapeamento de campo que é aberta, selecione uma das seguintes opções:
    • Não substituir existente — isso evita substituir o valor se um valor já existir no campo de destino do Salesforce.
    • Não gravar vazio — impede a gravação de um valor vazio no campo de destino do Salesforce caso o valor de origem do contrato do Acrobat Sign esteja vazio.
  3. Para desativar uma linha de mapeamento para que ela não seja executada, clique em Desativar.

Você pode mapear o contrato concluído e/ou a trilha de auditoria do Acrobat Sign para o objeto de destino selecionado do Salesforce. Para fazer isso, siga as etapas abaixo:

  1. Em Mapeamento de arquivos, clique em Adicionar mapeamento.

  2. Defina quais arquivos deseja adicionar, o objeto de destino ao qual eles serão adicionados e o estilo da adição, da seguinte maneira:

    • Em Qual objeto do Salesforce deve ser atualizado, selecione o objeto de destino do Salesforce a ser atualizado com os arquivos.
    • Em Como deseja adicionar o arquivo, selecione uma das seguintes opções:
      • Adicionar um link de referência ao arquivo — fornece um URL para o PDF do contrato. Os links de referência devem ser mapeados em um campo baseado em texto, como uma sequência de caracteres ou uma lista de opções. Os links de referência são compatíveis somente com tipo de arquivo Contrato assinado - PDF mesclado.
      • Anexar o arquivo diretamente ao objeto — anexa o documento em PDF diretamente ao objeto para o qual você está mapeando, se houver uma lista de anexos disponível para esse objeto. Todos os objetos do Salesforce não são compatíveis com anexos de arquivo, como Usuários.
      • Salvar como um anexo — permite que o documento seja armazenado como um tipo de objeto Anexo.  Se esta opção não estiver marcada, o conteúdo será armazenado como um objeto Arquivo.
    • Em Qual campo adicionar o URL do arquivo, selecione o campo de destino para o qual o URL será copiado. É obrigatório apenas se você selecionar Adicionar um link de referência ao arquivo.
    • Em Qual Arquivo Adicionar, selecione uma das seguintes opções:
      • Contrato assinado - PDF mesclado — Selecione esta opção se você enviar vários documentos para assinatura em uma única transação e desejar que o PDF assinado final seja armazenado como um único PDF mesclado.
      • Contrato assinado - PDFs separados — Selecione essa opção se você enviar vários documentos para assinatura em uma única transação e desejar que os arquivos individuais sejam anexados ao registro do Salesforce como PDFs separados.
      • Trilha de auditoria — Selecione esta opção para enviar a trilha de auditoria em formato PDF para o registro do Salesforce.
      • Documentos complementares — selecione essa opção para enviar todos os documentos complementares carregados pelos recipients para o registro do Salesforce.
  3. Em Quando é necessário executar o mapeamento? - Selecionar status do contrato, selecione uma das seguintes opções para especificar o status do contrato que é acionado para executar o mapeamento de dados:

    • Assinado/Aprovado/Aceito/Formulário preenchido/Entregue
    • Aguardando a Contra-assinatura/Aprovação/Aceitação/Preenchimento de formulário/Entrega
    • Enviado para Assinatura/Aprovação/Aceitação/Preenchimento de formulário/Entrega
    • Cancelado/recusado
    • Expirada
  4. Uma vez concluído, clique em Salvar.

  5. Se você tiver um subdomínio personalizado no URL do Adobe Acrobat Sign (como https://caseyjones.na1.adobesign.com), você deve adicionar o URL à lista de Local remoto do Salesforce ao mapear o contrato assinado. Para fazer isso:

    1. Navegue até Configuração > Configurações > Segurança > Configurações do site remoto.
    2. Clique em Novo Site Remoto.
    3. Adicione seu URL do Adobe Sign como um novo URL de site remoto.
    Configurações de site remoto

Você pode criar vários mapeamentos de dados, conforme necessário, e definir um deles como o mapeamento padrão. O mapeamento padrão é executado sempre que o status de um contrato é alterado. Apenas um mapeamento pode ser padrão.

É possível especificar explicitamente qual mapeamento você deseja usar para um contrato, ao referenciá-lo no campo “Mapeamento de dados” do contrato (echosign_dev1__Process_Template__c). Você pode usar um fluxo de trabalho ou para um acionador do Salesforce para executar a lógica comercial personalizada e determinar o mapeamento de dados a ser usado.

Observação: você não precisa definir esse campo para apontar para o mapeamento de padrão; o mapeamento padrão é executado se esse campo for deixado em branco.

Você também pode executar um mapeamento antes ou depois das alterações de status do contrato para “Assinado” (por exemplo, executar o mapeamento após a assinatura do primeiro signatário) configurando a caixa de seleção “Acionar mapeamento de dados” (echosign_dev1__Trigger_Process_Template__c). Você pode usar um fluxo de trabalho ou acionador do Salesforce para executar qualquer lógica comercial personalizada e determinar quando executar um mapeamento de dados.

Além disso, você pode associar um mapeamento de dados a um modelo de contrato. Consulte Modelos do contrato para obter mais informações.

Os campos do Salesforce têm regras de validação que podem causar a falha de um mapeamento. Por exemplo, se você mapear um campo de texto do Acrobat Sign para um campo de email do Salesforce, a validação poderá falhar se o conteúdo do campo não for um endereço de email válido.

Certifique-se de usar, sempre que possível, as regras de validação do campo de formulário do Acrobat Sign para garantir que os dados inseridos pelos signatários possam ser inseridos no Salesforce. As regras padrão de validação de campos de formulários PDF do Acrobat Sign a partir de documentos PDF permitem que você crie regras de validação ao usar tags de texto do Adobe Sign. Consulte Documentação de tag de texto para obter mais informações.

Se um mapeamento falhar por qualquer motivo, ele registrará a mensagem de erro no campo “Erro de mapeamento de dados” (echosign_dev1__Data_Mapping_Error__c) no objeto Contrato do Acrobat Sign e um email será enviado ao proprietário do mapeamento de dados indicando o erro.  

Observação:

Também é possível criar uma exibição de relatório ou lista para expor os campos de mapeamento com falha.

A notificação por email está ativada por padrão, mas você pode desativá-la usando as seguintes etapas:

  1. Navegue até Configuração > Ferramentas da plataforma > Código personalizado > Configurações personalizadas.
  2. Clique em Configurações do Adobe Sign.
  3. Selecione Gerenciar.
  4. Clique em Novo ou Editar.
  5. Localize (ctrl/cmd +f) a configuração Ativar Notificação de erro de mapeamento.
  6. Edite a configuração, conforme desejado.
  7. Selecione Salvar.

Criar modelos e fluxos de trabalho do contrato

Os modelos de contrato do Adobe Acrobat Sign permitem que você defina antecipadamente valores e configurações padrão para os seus contratos. Você também pode vincular um modelo de contrato para um botão “Enviar para assinatura”.

Sobre modelos de contrato

Os modelos de contrato permitem predefinir os campos de contrato, incluindo nome, mensagem, idioma, datas de expiração e opções de segurança. Também pode associar um mapeamento de dados, mapeamento de mesclagem e objeto específicos (por exemplo, Oportunidade, Conta, Contato, Cliente potencial, Contrato) ao modelo de contrato. Além disso, você pode predefinir as definições do destinatário, campos de mapa aos campos do contrato e predefinir os anexos de arquivo.

Pode também configurar um botão “Enviar para assinatura” que aparece em um registro do objeto relacionado (por exemplo, Oportunidade) de modo que ele seja vinculado a um modelo de contrato por padrão. Para gerar um contrato usando um modelo de contrato, selecione Enviar para assinatura.

Criar um modelo de contrato

Para criar um novo modelo de Contrato:

  1. Acesse o Inicializador de aplicativos e, no canto superior direito, selecione Adobe Acrobat Sign.

  2. Selecione a guia Modelos de contrato.

  3. Na página inicial dos Modelos de contrato, selecione Novo.

    new-agreement-template

  4. Na caixa de diálogo exibida, insira um nome de modelo e selecione um fluxo de trabalho para ele, se desejar.
    Observação: você verá a opção de selecionar um fluxo de trabalho somente se os fluxos de trabalho estiverem habilitados. Veja como em Habilitar fluxos de trabalho.

    Dê um nome ao modelo

  5. Selecione Salvar.

    A nova página Modelo de contrato é exibida com o nome do modelo na parte superior. No canto superior direito, selecione o ícone do menu suspenso para editar as seguintes opções:

    • Editar nome - Altere o nome do modelo atual.
    • Alterar proprietário - Altere o proprietário do modelo atual. Deve ser atribuído a um usuário atual na organização do Salesforce..
    • Clonar - Duplica o modelo atual com um número de ID exclusivo da Salesforce.
    • Excluir - Exclui o modelo atual da Salesforce.
    new-agreement-edit-options

    Abaixo do botão Salvar, a página exibe a ID do modelo e os metadados sobre quem criou, é proprietário e modificou o modelo pela última vez. Você pode marcar a caixa de seleção Ativo para disponibilizar o modelo ou não. Novos modelos são criados em um estado Ativo.

    new-agreement-metadata

Forneça os detalhes do modelo

template-details

Isso inclui os principais detalhes relacionados aos contratos criados pelo modelo ao fazer referência a um objeto Salesforce. Para fornecer detalhes do modelo, preencha os seguintes campos:

  • Nome do contrato: define o nome padrão do Contrato. Todos os contratos são criados inicialmente com esse nome.
    Os campos de texto, como Nome do contrato, podem usar variáveis da Salesforce como parte da definição para gerar dinamicamente valores de campo significativos. Por exemplo, é possível personalizar o Nome do contrato para incluir o nome de um destinatário quando o contrato for gerado, como por exemplo Contrato Acme Corp - {!Name}.
  • Objeto Salesforce: selecione o objeto mestre da Salesforce que deseja usar como referência mestre para algumas das definições opcionais no modelo de contrato.
    Por exemplo, você pode definir Destinatários, Mapeamentos de campo ou Anexos para que o contrato procure campos e mapa no Objeto principal ou nos dados dos objetos de pesquisa.  Se você tiver um Objeto principal definido no Modelo de contrato, você deve iniciar o contrato com o botão “Enviar para assinatura” no Objeto principal. Veja como Habilitar o botão Enviar para assinatura.
  • Dados mapeados: selecione Mapear dados nos campos do contrato e selecione um método de mapeamento:
    • Selecionar a partir do Objeto: requer um Objeto Salesforce para ser definido. Com base no objeto mestre configurado, selecione um campo de Origem e um campo de Contrato de destino. Por exemplo, se o objeto mestre for “Oportunidade”, na tela seguinte selecione o campo de origem do objeto mestre (por exemplo, Oportunidade) e selecione também o campo do objeto Contrato de destino para a qual os dados serão mapeados.
    • Inserir valor específico: insere um valor literal em um campo de Contrato de destino.
      Todos os campos mapeados são listados no modelo, em que podem ser editados individualmente ou excluídos.
mapear dados

map-data-entry

  • Envio automático: habilite essa opção se você automatizou os fluxos de trabalho que deseja usar para acionar o envio de contratos, ou se gostaria de enviar automaticamente um contrato depois que um usuário clicar no botão Enviar para assinatura em um registro da Salesforce. Para que o Envio automático funcione, você deve ter pelo menos um destinatário e um anexo definidos no modelo de contrato.
  • Tipo de contrato: selecione da lista de Tipos de contrato definidos.
  • Idioma: define o idioma usado nas comunicações para o destinatário, incluindo os emails e instruções na tela.
  • Selecione o tipo de assinatura para este contrato:
    • Assinatura eletrônica: para coletar assinaturas eletrônicas por padrão.
    • Assinatura escrita: selecione essa opção para instruir os destinatários a baixar o documento, assiná-lo fisicamente, digitalizar o documento assinado e fazer upload dele no Acrobat Sign.

Anexe os documentos

Você deve anexar um ou mais documentos que o modelo deve entregar. Se nenhum documento for anexado ao modelo, o remetente precisará selecionar o documento ao configurar o Contrato.

Se o modelo estiver definido como Envio automático, pelo menos um documento deverá ser anexado a ele.

template-attachments

Para anexar documentos:

  1. Clique em Fazer upload de arquivos e faça upload de um arquivo por meio de um assistente orientado por menus.
    Ou arraste e solte um arquivo da área de trabalho.
    Observação: Todos os arquivos carregados são adicionados ao conteúdo CRM e arquivos do Salesforce e são de propriedade de quem fez o upload.
  2. Em Selecione para adicionar documentos, selecione uma das opções abaixo e pesquise um documento por bibliotecas específicas usando a barra de pesquisa:
    • CRM e arquivos do Salesforce — é sua biblioteca pessoal. Todos os documentos carregados do seu sistema são armazenados nesta biblioteca para uso futuro.
    • Documentos do Salesforce — é a biblioteca do Salesforce compartilhada entre os usuários.
    • Biblioteca do Acrobat Sign — refere-se ao conteúdo da biblioteca armazenado no sistema Acrobat Sign.
    • Pesquisa avançada — uma interface com todas as opções acima disponíveis.
  3. Em Opções avançadas, selecione opcionalmente Escolher fonte do documento. Ela permite selecionar um documento ou objeto de um objeto do Salesforce ou variável de tempo de execução. Alguns objetos mestre do Salesforce oferecem opções adicionais para a origem do documento. Por exemplo, se o Objeto do Salesforce na guia Detalhes do modelo for Oportunidade, você terá uma opção de origem adicional de Adicionar da cotação de oportunidade. Existem três opções:
    • Adicionar do objeto do Salesforce
      • Tipo de origem — escolha o tipo de objeto para o documento entre Arquivo ou Anexo
      • Seleção de documento — selecione o documento a ser anexado com base em um destes critérios: Documento mais recente (data de criação mais recente), Documento
      • mais antigo (data de criação mais antiga) ou Todos os documentos (todos os documentos encontrados).
    • Adicionar da cota de oportunidade
      • Tipo de cotação: Cotação mais recente ou Cotação mais antiga.
      • Tipo de cotação determinado por: Data da última Modificação ou Data relacionada.
      • Tipo de documento de cotação: Documento mais recente, Documento mais antigo ou Todos os documentos.
    • Variável do tempo de execução
      • Adicionar um anexo dinamicamente a partir de um objeto.
      • Adicionar um nome de variável de tempo de execução: especifique a variável e o tipo de ID do objeto do Salesforce.
  4. Para importar um modelo de campo da biblioteca do Adobe Sign, use a barra de pesquisa no campo Adicionar modelo de campo de formulário.
doc-source-add-salesforce-object

add-from-opportunity-quote

runtime-variable

Adicione os detalhes dos destinatários

Você pode usar a guia Recipients para adicionar recipients e controlar a pilha de recipients do contrato. Para isso, preencha os seguintes detalhes:

  • Em fluxo de trabalho de assinatura, selecione uma destas duas opções:
    • Assinatura de todos os recipients: todos os recipients definidos no modelo serão obrigados a participar do processo, de acordo com as funções aplicadas a eles. Selecione essa opção para todos os contratos que não precisam ser assinados apenas pelo remetente.
    • Assinatura somente do remetente: ative essa opção para adicionar a funcionalidade “Somente eu assino” ao modelo. Você deve selecionar a configuração Ativar apenas assinatura do remetente para usar essa opção. Dependendo dos seus requisitos, essa opção pode ser definida para somente leitura usando a configuração Assinatura apenas do remetente somente leitura.
  • Em Recipients, selecione uma função de recipient na lista suspensa Signatário.
  • No campo Pesquisar contatos, procure o contato do recipient. Como alternativa, selecione Email na lista suspensa e adicione o endereço de email do recipient. Os recipients podem ser adicionados por:
    • Objeto do Salesforce — Contato, Usuário, Cliente potencial ou Grupo.
    • Email — qualquer endereço de email é aceitável.
    • Variável do tempo de execução — insira dinamicamente um recipient com base em um valor importado de uma variável no objeto mestre (conforme definido na guia Detalhes do modelo).
  • Para adicionar mais recipients, clique em Adicionar recipient.
  • Para adicionar a si mesmo como signatário, clique em Me adicionar. Selecione Assinar por último ou Assinar primeiro para definir a ordem de assinatura para si mesmo. Selecione Assinatura do host para o primeiro signatário, se necessário.
  • Para alterar o método de verificação de identidade, selecione Email para abrir o menu de verificação de identidade. Na lista suspensa, selecione um dos seguintes métodos de verificação, conforme necessário: Senha, KBA, Telefone ou ID governamental.
  • Opcionalmente, adicione uma mensagem para os destinatários do contrato.
  • Em Opções avançadas:
  • Para facilitar a assinatura presencial hospedada, clique em Ativar assinatura hospedada (assinatura presencial).
  • Para permitir que você visualize o contrato e arraste e solte campos de formulário nele antes de enviá-lo para assinatura, clique em Ativar os campos Visualização e Posição.
  • Para enviar o contrato em nome de um usuário específico, clique em Enviar em nome de e especifique uma ID de registro do usuário. veja como ativar o recurso “Enviar em nome de”.
  • Opcionalmente, clique em Métodos de verificação avançados para configurar os métodos de verificação para destinatários se você estiver controlando a verificação do signatário com base no status de destinatário interno ou externo.
template-recipients

Adicione os mapeamentos de dados

Na guia Mapeamento de dados, você também pode especificar qual mapeamento de dados ou mapeamento de mesclagem (ou ambos) será executado automaticamente ao enviar contratos usando esse modelo de contrato.

  • Mapeamentos de mesclagem: seleciona um mapeamento de dados para mesclar campos do Salesforce em um contrato antes de enviá-lo.
  • Mapeamento de dados: seleciona um mapeamento de dados a ser usado para mapear as entradas de um contrato assinado de volta ao Salesforce.
data-mapping

Configure as regras adicionais

Você pode configurar regras adicionais para automatizar tarefas comuns de contrato. Para isso, preencha os seguintes campos, conforme necessário:

  • Em Lembretes automáticos, selecione uma das seguintes opções no menu suspenso: NuncaTodos os dias, Até a assinaturaToda Semana, até a assinatura.
  • Em Dias até a expiração, insira o número de dias até o contrato expirar. O número de dias inserido é adicionado à data atual quando o registro do contrato for gerado a partir do modelo de contrato, de forma a calcular dinamicamente a data de expiração.
    Observação: se estiver usando a versão 21.x ou anterior do pacote, você verá os Dias até a expiração como um campo numérico. Clientes que usam a versão 21.x ou posterior do pacote veem o campo como um campo de texto, permitindo que ele faça referência a outros campos no objeto mestre, como {!Expiry Date}. Os clientes que atualizaram de uma versão anterior para a v21 terão os dois campos.
  • Em URL de redirecionamento pós-assinatura, insira um URL para redirecionar automaticamente os signatários de um contrato para o URL especificado depois de assinarem. A configuração Ativar opções de pós assinatura deve estar ativada para se usar esta opção.
  • Se você ativou a configuração Opções de pós-assinatura e especificou um URL de redirecionamento pós-assinatura É especificado, no campo Atraso de redirecionamento pós-assinatura (segundos), insira o número de segundos que devem decorrer antes de executar o redirecionamento.
  • Marque a caixa de seleção Proteger o documento assinado com senha para criptografar o PDF assinado e enviado para os signatários.
  • Marque a caixa de seleção Definir como modelo padrão para todos os contratos para definir isso como o modelo de contrato padrão para seus novos contratos. Você também pode definir um modelo de contrato específico para associar a outros contratos, que podem substituir o modelo de contrato padrão. Por exemplo, você pode criar um botão “Enviar para assinatura” personalizado para o objeto Conta que está associado a um modelo de contrato específico. Consulte Ativação do botão Enviar para assinatura para obter mais informações sobre os botões personalizados.
  • Selecione Ativado como ações do editor do Chatter para ativar este modelo de contrato se você ativou as ações do editor do Chatter na sua organização. As Ações do editor do Chatter permitem que os usuários enviem contratos do Chatter. Marque essa caixa para ativar esse modelo de contrato para a Ação do Chatter para qualquer um dos seguintes objetos: Contato, Conta ou Oportunidade. Por exemplo, se o Objeto mestre for Oportunidade, marcar esta caixa permitirá que os usuários enviem com esse modelo de contrato de qualquer feed do Chatter de oportunidade. Se você deixar o objeto principal em branco, pode habilitar o modelo de contrato do feed do Chatter da página inicial.
    Para obter mais informações, consulte a Ação do Adobe Acrobat Sign para o editor do Chatter.
template-rules

Ativar fluxos de trabalho do Acrobat Sign

O Salesforce pode ser configurado para importar fluxos de trabalho do Acrobat Sign, permitindo que os agentes tenham flexibilidade para enviar de ambos os ambientes com a mesma estrutura de destinatários, métodos de autenticação, distribuição direta etc.

O uso de fluxos de trabalho como a origem para modelos do Salesforce também permite o uso de modelos de documento multifunção que podem incluir ou ignorar destinatários conforme necessário.

Escolher um fluxo de trabalho

A definição do modelo do Salesforce é altera ligeiramente quando um fluxo de trabalho é vinculado, pois o fluxo de trabalho modifica a guia Destinatário para alinhar ao fluxo de trabalho e insere alguns elementos configurados que você definiria normalmente no modelo do SFDC.

A lista abaixo chama as diferenças no processo de configuração:

Para obter acesso aos fluxos de trabalho no Salesforce, você deve:

  • Ter pelo menos um fluxo de trabalho disponível no Acrobat Sign.
  • Configurar a conta do Salesforce para Contratos de push. Isso gera o URL do site de retorno de chamada que você precisará na próxima etapa.
  • Insira o URL do site de retorno de chamada no campo de Notificação do contrato do URL de retorno de chamada nas configurações personalizadas do Adobe Sign, da seguinte maneira:
    1. Faça logon como um Administrador do Salesforce.
    2. Navegue até Configuração > Ferramentas da plataforma > Código personalizado > Configurações personalizadas.
    3. Clique em Configurações do Adobe Sign.
    4. Clique em Gerenciar.
    5. Clique em Editar.
    6. Copie o valor em URL de retorno de chamada da Adobe para o site do Salesforce e cole-o no campo de Notificação do contrato do URL de retorno de chamada
    7. Selecione Salvar.
Aplicar a notificação do contrato do URL de retorno de chamada

Agora você pode usar fluxos de trabalho na sua organização do Salesforce.

  1. No canto superior direito da página Iniciador de aplicativos, clique em Adobe Acrobat Sign. 
  2. Clique na guia Modelos de contrato.
  3. Na página inicial dos Modelos de contrato, clique em Novo.
  4. Forneça um Nome de modelo.
  5. Selecione um fluxo de trabalho na lista suspensa Escolher fluxo de trabalho. Você verá apenas os fluxos de trabalho disponíveis para o seu usuário no Adobe Sign.
Modelo de fluxo de trabalho

A guia Detalhes do modelo preenche automaticamente o valor Nome do contrato, conforme definido pelo fluxo de trabalho.

Todos os outros campos estão disponíveis para configuração como um modelo padrão.

Nome do contrato importado

Na guia Anexo, você verá apenas os documentos disponíveis de acordo com o fluxo de trabalho do Acrobat Sign.

  • Os valores do Título do documento no Acrobat Sign são importados e exibidos na coluna Título do Salesforce.
  • Os documentos anexados ao fluxo de trabalho do Acrobat Sign são importados para uma lista do seletor de arquivos no Salesforce.
    • Há apenas uma opção no seletor; o arquivo definido no fluxo de trabalho do Acrobat Sign. O arquivo deve ser selecionado explicitamente no seletor ao criar o modelo e ele será anexado automaticamente à medida que os usuários chamarem o modelo.
    • Os documentos definidos no Acrobat Sign que não anexarem o arquivo serão exibidos como uma opção para Adicionar arquivo
      • Esse arquivo "vazio" pode ser preenchido no nível do modelo e será preenchido à medida que os usuários usarem o modelo. Se um arquivo não for adicionado no nível do modelo, o campo permanecerá aberto para que o remetente adicione um arquivo ao criar o contrato.
Anexos importados

A guia Recipient importa a lista de destinatários e a ordem do fluxo de trabalho do Acrobat Sign.

  • O valor de nome do recipient no fluxo de trabalho do Acrobat Sign é importado como o “título” da extremidade esquerda do registro do recipient.
  • Os recipients explicitamente identificados com um email no fluxo de trabalho preencherão esse email no modelo do Salesforce.
    • Se o fluxo de trabalho do Acrobat Sign não permitir a edição do recipient, o modelo bloqueará o campo desse recipient, impedindo a edição.
    • Os recipients que não são explicitamente identificados no fluxo de trabalho são editáveis no modelo.
    • Se um valor for adicionado ao modelo, esse valor será inserido quando o modelo for usado e poderá ser editado pelo remetente
  • Os destinatários "Opcionais" no fluxo de trabalho do Adobe Sign podem ser deixados como valores vazios no Salesforce
Lista de destinatários importados

 

A Mensagem do contrato e as partes em cópia também são importadas para a guia Recipient (na seção Informações do contrato do fluxo de trabalho do Acrobat Sign).

Mensagem importada e CC

Observação:

Se o fluxo de trabalho do Acrobat Sign incluir métodos de autenticação para os destinatários, eles também serão importados, embora não sejam exibidos no modelo.

O mapeamento de dados não pode ser importado do fluxo de trabalho do Acrobat Sign, mas ainda pode ser configurado manualmente para o modelo.

A guia Regras importa o valor Dias até a expiração do fluxo de trabalho:

Data de vencimento importada

Observação:

As mudanças feitas em um modelo do Salesforce não são salvas automaticamente.

Lembre-se de clicar no botão Salvar no canto superior direito da tela para salvar suas edições.

Ativar o botão “Enviar para assinatura”

O botão “Enviar para assinatura” está associado ao modelo de contrato padrão ou a qualquer modelo específico de contrato que você configurar. Por padrão, a integração do Acrobat Sign para o Salesforce inclui o botão “Enviar para assinatura”, que pode ser adicionado aos seus layouts de página de Oportunidade, Conta, Contato, Cliente potencial ou de Contrato. Você também pode criar vários botões “Enviar para assinatura” personalizados que podem ser adicionados a outros objetos e associados aos diferentes modelos de contrato.

Aqui está um exemplo de como ativar o botão “Enviar para assinatura” para o objeto Oportunidade:

  1. Navegue até Configuração > Ferramentas da plataforma > Objetos e campos > Gerenciador de objeto.

  2. Selecione o objeto que deseja editar (Oportunidade, neste exemplo) na lista de objetos do lado esquerdo.

  3. No painel esquerdo, selecione Layouts de página.

  4. Selecione o layout da página que você deseja editar.

  5. Na lista do painel esquerdo, clique em Botões.

  6. Arraste o botão Enviar para assinatura da seção superior até a caixa "Botões personalizados" na seção Detalhes de oportunidade.

Você pode criar botões personalizados “Enviar para assinatura” para outros objetos. Você pode identificar o botão para atender às suas necessidades.

Aqui está um exemplo de como criar um botão personalizado “Enviar para assinatura” para o objeto de Oportunidade:

  1. Navegue até Configuração > Ferramentas da plataforma > Objetos e campos > Gerenciador de objeto.

  2. Selecione o objeto que deseja editar (Oportunidade, neste exemplo) na lista de objetos do lado esquerdo.

  3. Quando a página do objeto carregar, selecione a opção Botões, links e ações no painel à esquerda.

  4. No canto superior direito, clique em Novo botão ou link

    Isso exibe a Página de botão personalizado ou edição de link.

  5. Você pode copiar o que foi configurado para o botão Oportunidade padrão (consulte a captura de tela abaixo), mas deve substituir a variável ID do objeto no final do caminho com a variável ID do objeto que você deseja adicionar:

    {! URLFOR('/apex/echosign_dev1__AgreementTemplateProcess', null, [masterId=Opportunity.Id]) }

    Código para mapear um botão

    • (Opcional) Associe um Modelo de contrato específico a um botão:

    Se você quiser associar um Modelo de contrato específico a um botão “Enviar para assinatura” específico, o caminho do botão deverá ser:

    {!URLFOR('/apex/echosign_dev1__AgreementTemplateProcess', null, [masterId = Opportunity.Id, templateId='a024J000002LuyBQAS'])}

    Onde templateId deverá ser definido para a ID específica do modelo de contrato a ser usado. Se esse valor não for definido, então o modelo de contrato padrão será usado. Você pode obter o templateId do URL da página do modelo de contrato:

    URL do modelo

    • Opcionalmente, depois que o botão for clicado e o contrato gerado, envie o usuário para uma página diferente da página do contrato usando o parâmetro retURL.

    Exemplo: você pode definir o botão “Enviar para assinatura” de modo que, quando clicado, leve o usuário a um URL especificado ou de volta ao registro, em vez da página do contrato. Para definir esse botão, use essa cadeia de caracteres como um exemplo:

    /apex/echosign_dev1__AgreementTemplateProcess?masterid={!Opportunity.Id}&retURL=/{!Opportunity.Id}

    • (Opcional) Depois que o botão for clicado, acionar um onLoadAction para “Enviar”

    Exemplo: você pode definir o botão “Enviar para assinatura” de modo que, quando clicado, leve o usuário para a página do contrato e, depois que a página carregar, o contrato será “Enviado” sem intervenções adicionais do usuário. Para definir esse botão, use essa cadeia de caracteres como um exemplo:

    /apex/echosign_dev1__AgreementTemplateProcess?masterid={!Opportunity.Id}&onloadAction=Send

    Para saber mais sobre onLoadActions, consulte onLoadActions. Como alternativa, você pode mapear o valor “Enviar” ao campo “Ação no carregamento (lista de opções)” no registro do contrato. Consulte Mapear dados para campos do contrato para obter informações sobre como definir este mapeamento.

  6. Selecione Salvar.

    Depois de criar o botão personalizado, vá para o layout de página para esse objeto e adicione-o à página semelhante às etapas mencionadas acima para o exemplo de Oportunidade.

Ativar as opções de pós-assinatura

É possível ativar as opções de pós-assinatura para levar os signatários a uma página de aterrissagem de sua escolha. Isso torna “Publicar URL de redirecionamento da assinatura” e “Postar atraso de redirec. da ass.” disponíveis na página de contrato. Os signatários de um contrato são redirecionados a um URL especificado depois da assinatura. Por exemplo, é possível redirecioná-los para o site da empresa ou a uma página de pesquisa. Essa opção pode ser transformada em somente leitura para os remetentes que usam Opções de assinatura da postagem somente leitura do post.

Para ativar opções de assinatura da postagem:

  1. Navegue até Configuração > Ferramentas da plataforma > Código personalizado > Configurações personalizadas.

  2. Clique em Configurações do Adobe Sign.

  3. Clique em Gerenciar.

  4. Clique em Novo (ou Editar).

  5. Localize Ativar opção pós-assinatura e modifique conforme desejado.

    Opcionalmente, localize a configuração para as Opções de pós-assinatura somente leitura e modifique-a conforme desejado.

  6. Selecione Salvar.

Ativar a funcionalidade “Enviar em nome de…”

Você pode querer ativar a funcionalidade “Enviar em nome de”, se houver casos em que alguém na sua Salesforce org que precise enviar contratos em nome de outra pessoa. Esse recurso funciona para qualquer envio de contraro, incluindo o envio em segundo plano, que é acionado por meio de uma atualização do campo “Ação em segundo plano” ou pela opção “Envio automático” no Modelo de Contrato. Você também pode definir uma pesquisa para um usuário em um Modelo de contrato como “Enviar em nome de” para que seja automaticamente preenchido quando o contrato for gerado. 

Para ativar a funcionalidade “Enviar em nome de”:

  1. Ative a configuração “Permitir envio em nome de terceiros” fazendo o seguinte:

    1. Navegue até Configuração > Ferramentas da plataforma > Código personalizado > Configurações personalizadas.
    2. Clique em Configurações do Adobe Sign.
    3. Clique em Gerenciar.
    4. Clique em Novo (ou Editar).
    5. Localize (ctrl/cmd + f) a configuração Permitir envio em nome de terceiros e edite-a conforme necessário.
    6. Selecione Salvar.

  2. Adicione o campo “DC – Permitir envio como outros usuários” ao layout de registro do Usuário fazendo o seguinte:

    1. Navegue até Configuração > Ferramentas da plataforma > Objetos e campos > Gerenciador de objeto.
    2. Selecione Usuário no Gerenciador de objeto.
    3. Selecione Layouts de página do usuário no painel à esquerda da página do objeto Usuário.
    4. Clique em Layout do usuário.
    5. Com Campos selecionado, clique em Permitir envio como outros usuários no Adobe Acrobat Sign e arraste até a seção “Informações adicionais (cabeçalho visível somente na edição)” do layout.
    6. Selecione Salvar.

  3. Para o usuário específico em nome do qual você deseja enviar, é preciso ativar “Envie como outros usuários no Adobe Sign” da seguinte maneira:

    1. Navegue até Configuração > Administração > Usuários > Usuários.
    2. Para um usuário específico, clique em Editar.
    3. Na página Editar usuário, na seção Informações adicionais, ative a opção Permitir envio como outros usuários no Adobe Sign.
    4. Selecione Salvar.

  4. Adicione o campo “Envie em nome de outros usuários” para o layout de página do Contrato da seguinte maneira:

    a. Navegue até Configuração > Criar > Criar > Objetos.

    b. Clique em Contrato.

    c. Na parte superior da página, clique em Conjuntos de campos.

    d. Clique em Editar.

    e. Com Contrato selecionado, localize o campo Enviar em nome de e, em seguida, clique e arraste-o para a seção No conjunto de campos.

    f. Ao configurar o contrato para envio, o campo “Enviar em nome de” precisa ser preenchido com o usuário que permitiu outros usuários a enviar em nome dele. 

Ativar opção para o remetente só assinar

Ative esta configuração para exibir e ativar a opção “O remetente somente assina” na seção Destinatários da página de envio do contrato. Quando a opção “O remetente somente assina” é usada, o contrato ou documento são apresentados ao remetente para assinar. Essa funcionalidade é semelhante à funcionalidade "Preencher e assinar" nos serviços da Adobe. Essa opção pode ser definida para somente leitura usando a configuração O remetente somente leitura só assina.

Para ativar o recurso O remetente somente assina:

  1. Navegue até Configuração > Ferramentas da plataforma > Código personalizado > Configurações personalizadas.

  2. Clique em Configurações do Adobe Sign.

  3. Clique em Gerenciar.

  4. Clique em Novo (ou Editar).

  5. Localize a configuração Ativar assinatura somente do remetente e edite-a conforme necessário. Opcionalmente, localize a configuração para Assinatura somente do remetente somente leitura e edite-a conforme necessário.

  6. Selecione Salvar.

Usar onLoadActions

O Salesforce pode acionar ações automaticamente por meio do parâmetro de URL onLoadAction compatível com o Acrobat Sign para as ações de botão do contrato: Enviar, Lembrar, Excluir, Cancelar, Atualizar e Exibir. O parâmetro do URL respeitará as Configurações na barra de ferramentas (consulte o Guia avançado de personalização) definidas pelo administrador para que apenas as permitidas estejam disponíveis.

Exemplos de URLs com onLoadAction:

  • Enviar: certifique-se de que você tenha um contrato com o status Rascunho em sua conta.

https://echosign-dev1.ap1.visual.force.com/apex/EchoSignAgreementAdvanced?id=[ID do Contrato]&sfdc.override=1&onLoadAction=send

  • Lembrar: certifique-se de que você tenha um contrato com status Enviado para assinatura em sua conta.

https://echosign-dev1.ap1.visual.force.com/apex/EchoSignAgreementAdvanced?id=[ID do Contrato]&sfdc.override=1&onLoadAction=remind

  • Excluir: certifique-se de que você tenha um contrato com status Enviado para assinatura em sua conta.

https://echosign-dev1.ap1.visual.force.com/apex/EchoSignAgreementAdvanced?id=[ID do Contrato]&sfdc.override=1&onLoadAction=delete

  • Cancelar: certifique-se de que você tenha um contrato com status Enviado para assinatura em sua conta.

https://echosign-dev1.ap1.visual.force.com/apex/EchoSignAgreementAdvanced?id=[ID do Contrato]&sfdc.override=1&onLoadAction=cancel

  • Atualizar: certifique-se de que você tenha um contrato com status Enviado para assinatura em sua conta.

https://echosign-dev1.ap1.visual.force.com/apex/EchoSignAgreementAdvanced?id=[ID do Contrato]&sfdc.override=1&onLoadAction=update

  • Exibir: certifique-se de que você tenha um contrato com status de Enviado para assinatura, Assinado ou Cancelado em sua conta.

https://echosign-dev1.ap1.visual.force.com/apex/EchoSignAgreementAdvanced?id=[ID do Contrato]&sfdc.override=1&onLoadAction=view

 

Logotipo da Adobe

Fazer logon em sua conta