Observação:

Em versões do Photoshop anteriores à Photoshop CC, algumas funcionalidades discutidas neste artigo ficavam disponíveis somente se o usuário utilizasse o Photoshop Extended. A Photoshop CC não conta com a opção Extended separada. Todos os recursos do Photoshop Extended fazem parte da Photoshop CC.

O recurso Ponto de fuga simplifica a edição de perspectiva correta de imagens que contém planos em perspectiva — por exemplo, os lados de um edifício, paredes, assoalhos ou qualquer objeto retangular. Com o Ponto de fuga, pode-se especificar os planos de uma imagem e aplicar edições, como pintar, clonar, copiar ou colar e transformar. Todas as edições respeitam a perspectiva do plano em que se está trabalhando. Ao retocar, adicionar ou remover conteúdo de uma imagem, o resultado é mais realista porque as edições são orientadas corretamente e dimensionadas para os planos de perspectiva. Depois de trabalhar com o Ponto de fuga, é possível continuar a editar a imagem no Photoshop. Para preservar as informações do plano de perspectiva de uma imagem, salve o documento no formato PSD, TIFF ou JPEG.

Edições nos planos de perspectiva de uma imagem

Você também podem medir objetos em uma imagem e exportar as informações e medidas 3D para os formatos DXF e 3DS a fim de usá-las em aplicativos 3D.

Para assistir a um vídeo sobre como usar o Ponto de fuga, consulte este URL.

Visão geral da caixa de diálogo Ponto de fuga

A caixa de diálogo Ponto de fuga (Filtro > Ponto de fuga) contém ferramentas para definir os planos de perspectiva e editar a imagem, uma ferramenta de medida e uma visualização da imagem. As ferramentas do Ponto de fuga (Letreiro, Carimbo, Pincel e outras) comportam-se da mesma forma que suas equivalentes na caixa de ferramentas principal do Photoshop. É possível usar os mesmos atalhos de teclado para definir as opções de ferramenta. Ao abrir o menu Ponto de fuga , são exibidos outros comandos e configurações da ferramenta.

Caixa de diálogo Ponto de fuga

A. Menu Ponto de fuga B. Opções C. Caixa de ferramentas D. Visualização de uma sessão de ponto de fuga E. Opções de zoom 

Para obter os atalhos de teclado no Ponto de fuga, consulte Teclas para Ponto de fuga.

Ferramentas do Ponto de fuga

As ferramentas do Ponto de fuga têm comportamento semelhante ao de suas equivalentes da caixa de ferramentas principal do Photoshop. Pode-se usar os mesmos atalhos de teclado para definir as opções de ferramenta. A seleção de uma ferramenta altera as opções disponíveis na caixa de diálogo Ponto de fuga.

Ferramenta Editar plano 

Seleciona, edita, move e redimensiona planos.

Ferramenta Criar plano 

Define os quatro nós de vértice de um plano, ajusta o tamanho e a forma do plano e separa um novo plano.

Ferramenta Letreiro 

Faz seleções quadradas ou retangulares e também move ou clona seleções.

Observação:

Ao clicar duas vezes na ferramenta Letreiro em um plano, todo o plano é selecionado.

Ferramenta Estampa 

Pinta com uma amostra da imagem. Diferentemente da ferramenta Carimbo, a ferramenta Estampa no Ponto de fuga não clona os elementos de outra imagem. Consulte também Pintura com amostras de pixels no Ponto de fuga e Retoque com a ferramenta Carimbo.

Ferramenta Pincel 

Pinta uma cor selecionada em um plano.

Ferramenta Transformar 

Redimensiona, gira e move uma seleção flutuante movendo as alças da caixa delimitadora. Seu comportamento é semelhante ao de usar o comando Transformação Livre em uma seleção retangular. Consulte Transformar livremente.

Ferramenta Conta-gotas 

Seleciona uma cor para pintura quando se clica na imagem de visualização.

Ferramenta Medir 

Mede as distâncias e os ângulos de um item em um plano. Consulte também Definição de medidas no Ponto de fuga

Ferramenta Zoom 

Amplia ou reduz a exibição da imagem na janela de visualização.

Ferramenta Mão

Move a imagem na janela de visualização.

Ampliação ou redução da imagem de visualização

  1. Siga um destes procedimentos:
    • Selecione a ferramenta Zoom  na caixa de diálogo Ponto de fuga e, para dar mais zoom, clique ou arraste na imagem de visualização; para dar menos zoom, mantenha pressionada a tecla Alt (Windows) ou Option (Mac OS) e clique ou arraste.

    • Especifique um nível de ampliação, na parte inferior da caixa de diálogo, na caixa de texto Zoom.

    • Clique no botão do sinal de Adição (+) ou Subtração (-) para aplicar mais ou menos zoom, respectivamente.

    • Para aplicar temporariamente mais zoom à imagem de visualização, mantenha pressionada a tecla “x”. Isso é particularmente útil na colocação dos nós de vértice ao definir um plano e para trabalhar em detalhes.

Movimentação da imagem na janela de visualização

  1. Siga um destes procedimentos:
    • Selecione a ferramenta Mão na caixa de diálogo Ponto de fuga e arraste na imagem de visualização.

    • Mantenha pressionada a barra de espaço com qualquer ferramenta selecionada e arraste na imagem de visualização.

Como trabalhar no Ponto de fuga

1.(Opcional) Prepare a imagem para trabalhar no Ponto de fuga.

Antes de escolher o comando Ponto de fuga, execute um destes procedimentos:

  • Para colocar os resultados de seu trabalho de Ponto de fuga em uma camada separada, crie primeiramente uma nova camada antes de selecionar o comando Ponto de fuga. Colocar os resultados de Ponto de fuga em uma camada separada preserva sua imagem original e permite usar o controle de opacidade, estilos e modos de combinação da camada.

  • Caso pretenda clonar o conteúdo da imagem além dos limites do tamanho atual da imagem, aumente o tamanho da tela de pintura para acomodar o conteúdo adicional. Consulte também Alteração do tamanho da tela de desenho

  • Caso pretenda colar no Ponto de fuga um item da área de transferência do Photoshop, copie o item antes de escolher o comando Ponto de fuga. O item copiado pode ser de outro documento do Photoshop. Se você estiver copiando o tipo, é preciso rasterizar a camada de texto antes de copiar para a área de transferência.

  • Para limitar os resultados do Ponto de fuga a áreas específicas da imagem, crie uma seleção ou adicione uma máscara à imagem antes de escolher o comando Ponto de fuga. Consulte também Seleção com as ferramentas de letreiro e Sobre máscaras e canais alfa.

  • Para copiar um item em perspectiva de um documento do Photoshop para outro, primeiro copie o item no Ponto de fuga de um documento. Ao colá-lo em outro documento no Ponto de fuga, a perspectiva do item é preservada.

2. Escolha Filtro > Ponto de fuga.

3. Defina os quatro nós de vértice da superfície do plano.

Por padrão, a ferramenta Criar plano  é selecionada. Clique na imagem de visualização para definir os nós de vértice. Ao criar o plano, experimente usar como guia um objeto retangular da imagem.

Para separar outros planos, use a ferramenta Criar plano e, com a tecla Ctrl (Windows) ou Command (Mac OS) pressionada, arraste um nó de vértice. Para obter mais informações, consulte Definição e ajuste de planos de perspectiva no Ponto de fuga.

Definição dos quatro nós de vértice com a ferramenta Criar plano

Com a tecla Ctrl (Windows) ou Command (Mac OS) pressionada, arraste um nó de vértice para separar um plano.

4. Edite a imagem.

Siga um destes procedimentos:

5. Exporte as informações e medidas 3D para o formato DXF ou 3DS.

As texturas também são exportadas para o formato 3DS. Para obter informações detalhadas, consulte Exportação de medidas, texturas e informações 3D.

6.Clique em OK.

As grades podem ser aplicadas no Photoshop escolhendo Aplicar com grades do Photoshop no menu Ponto de fuga antes de clicar em OK. Para obter informações detalhadas, consulte Aplicação de grades no Photoshop.

Exportação de medidas, texturas e informações 3D

As informações 3D (planos), texturas e medidas criadas no Ponto de fuga podem ser exportadas para um formato e usadas em aplicativos CAD, de modelagem, de animação e de efeitos especiais. A exportação para DXF cria um arquivo com as informações 3D e todas as medidas. Os arquivos 3DS exportados contêm texturas aplicadas além das informações geométricas.

  1. Abra o menu Ponto de fuga e escolha Exportar para DXF ou Exportar para 3DS.
  2. Na caixa de diálogo Exportar para DXF ou Exportar para 3DS, selecione um local para o arquivo salvo e clique em Salvar.

Sobre os planos de perspectiva e a grade

Antes de fazer as edições no Ponto de fuga, defina planos retangulares que se alinhem com a perspectiva em uma imagem. A precisão do plano determina se as edições ou os ajustes estão dimensionados e orientados corretamente na imagem.

Depois de estabelecer os quatro nós de vértice, o plano de perspectiva é ativado e exibe uma caixa delimitadora e uma grade: É possível dimensionar, mover ou remodelar o plano para ajustá-lo. Também é possível alterar o tamanho da grade para que fique alinhada com os elementos na imagem. Às vezes, alinhar a caixa delimitadora e a grade com a textura ou o padrão da imagem ajuda a coincidir precisamente com a perspectiva da imagem. O ajuste do tamanho da grade também pode facilitar a contagem de itens na imagem.

Além de ajudar a alinhar os planos de perspectiva com os elementos da imagem, a grade é útil para visualizar as medidas quando usada com a ferramenta Medir. Há uma opção disponível para vincular o tamanho da grade às medidas feitas com a ferramenta Medir.

Definição e ajuste de planos de perspectiva no Ponto de fuga

  1. Na caixa de diálogo Ponto de fuga, selecione a ferramenta Criar plano e clique na imagem de visualização para adicionar os quatro nós de vértice.

    Ao criar o plano de perspectiva, experimente usar como guia um objeto retangular ou uma área plana da imagem. Para ajudar no posicionamento do nó, mantenha pressionada a tecla “x” a fim de aplicar mais zoom à imagem de visualização. Ao adicionar os nós de vértice, é possível excluir o último deles, caso não esteja correto, pressionando a tecla Backspace (Windows) ou Delete (Mac OS). Também é possível reposicionar um nó arrastando-o.

  2. Selecione a ferramenta Editar plano e execute um destes procedimentos:
    • Para remodelar o plano da perspectiva, arraste um nó de vértice.

    • Para ajustar a grade, digite um valor na caixa de texto Tamanho da grade ou clique na seta para baixo e mova o controle deslizante. Também é possível ajustar o tamanho da grade quando a ferramenta Criar plano está selecionada.

    • Para mover o plano, clique dentro dele e arraste.

    • Para redimensionar o plano, arraste um nó de aresta em um segmento da caixa delimitadora.

    Nó de aresta sendo arrastado para aumentar o tamanho de um plano e acomodar as edições.

    Normalmente, a caixa delimitadora e a grade de um plano de perspectiva são azuis. Se houver um problema com a colocação dos nós de vértice, o plano será inválido e a caixa delimitadora e a grade se tornarão vermelhas ou amarelas. Se o plano for inválido, mova os nós de vértice até que a caixa delimitadora e a grade fiquem azuis.

    Observação:

    Se os planos estiverem sobrepostos, clique com a tecla Ctrl (Windows) ou Command (Mac OS) pressionada para alternar entre eles.

    Planos sobrepostos

Após criar um plano no Ponto de fuga, é possível criar (separar) planos adicionais que compartilham a mesma perspectiva. Quando um segundo plano é separado do plano de perspectiva inicial, é possível separar planos adicionais do segundo plano e assim por diante. Você pode separar quantos planos quiser. Embora os novos planos sejam separados em ângulos de 90°, é possível ajustá-los em qualquer ângulo. Isso é importante ao fazer edições perfeitas entre superfícies, para corresponder à geometria de uma cena complexa. Por exemplo, os armários de canto em uma cozinha podem fazer parte de um superfície contínua. Além de ajustar os ângulos de um plano de perspectiva relacionado, sempre é possível redimensionar o plano usando a ferramenta Editar plano.

  1. Selecione a ferramenta Criar plano ou Editar plano e, com a tecla Ctrl (Windows) ou Command (Mac OS) pressionada, arraste um nó de aresta de uma caixa delimitadora do plano existente (não um nó de vértice).

    O novo plano é separado em um ângulo de 90° do plano original.

    Observação:

    Se um plano recém-criado não se alinhar corretamente com a imagem, selecione a ferramenta Editar plano e ajuste o nó do canto. Quando você ajusta um plano, um plano conectado é afetado. (Os nós de canto estão indisponíveis se mais de dois planos estão conectados.)

    Separar vários planos mantém os planos relacionados uns com os outros, de forma que as edições são dimensionadas e orientadas na perspectiva correta.

  2. (Opcional) Execute um destes procedimentos para alterar o ângulo do plano recém-separado:
    • Com a ferramenta Criar plano ou Editar plano selecionada, arraste o nó de aresta do centro com a tecla Alt (Windows) ou Option (Mac OS) pressionada, no lado oposto do eixo de rotação.

    • Digite um valor na caixa de texto Ângulo.

    • Mova o controle deslizante do Ângulo.

    Ângulo plano alterado.

    Observação:

    uma vez que você tiver criado um novo plano (secundário) a partir de um plano existente (principal), não será mais possível ajustar o ângulo do plano principal.

Alertas da caixa delimitadora e da grade no Ponto de fuga

A caixa delimitadora e a grade mudam de cor para indicar a condição atual do plano. Se o plano for inválido, mova um nó de vértice até que a caixa delimitadora e a grade fiquem azuis.

Azul

Indica um plano válido. Lembre-se de que um plano válido não garante resultados com a perspectiva correta. É necessário que a caixa delimitadora e a grade se alinhem precisamente na imagem com os elementos geométricos ou com uma área do plano.

Vermelho

Indica um plano inválido. O Ponto de fuga não pode calcular a proporção do plano.

Amarelo

Indica um plano inválido. Nenhum plano de fuga do plano pode ser resolvido.

Observação:

Embora seja possível editar um plano vermelho ou amarelo inválido, inclusive o recorte de planos perpendiculares, os resultados não serão apropriadamente orientados.

Como mostrar ou ocultar a grade, as seleções ativas e os limites de planos de perspectiva

  1. Escolha Mostrar arestas no menu Ponto de fuga.

    Observação:

    As seleções mostram temporariamente quando são redimensionadas ou reposicionadas mesmo com a opção Mostrar arestas desativada.

Ajuste do espaçamento da grade do plano de perspectiva

  1. Siga um destes procedimentos:
    • Selecione a ferramenta Editar plano  ou Criar plano  e digite um valor em Tamanho da grade na área de opções de ferramenta.

    • Selecione a ferramenta Medir e selecione Vincular medidas à grade na área de opções de ferramenta. Arraste a ferramenta Medir em um plano e digite um valor de Comprimento na área de opções de ferramenta.

Aplicação de grades no Photoshop

Por padrão, as grades do Ponto de fuga ficam invisíveis ao exibir uma imagem na janela do documento do Photoshop, muito embora sejam preservadas e apareçam quando o Ponto de fuga é iniciado. Elas podem ser aplicadas de forma que, ao concluir o trabalho no Ponto de fuga, fiquem visíveis na janela do documento do Photoshop. As grades aplicadas são rasterizadas e não vetoriais.

  1. Abra o menu Ponto de fuga e escolha Aplicar com grades do Photoshop.

    O comando Aplicar com grades do Photoshop deve ser escolhido em cada sessão do Ponto de fuga.

    Observação:

    Crie uma nova camada para os resultados do Ponto de fuga a fim de aplicar as grades do Photoshop. Dessa forma, as grades são mantidas em uma camada diferente da imagem principal.

Sobre seleções no Ponto de fuga

As seleções podem ser úteis ao pintar ou retocar para corrigir falhas, adicionar elementos ou aperfeiçoar uma imagem. No Ponto de fuga, as seleções permitem pintar ou preencher áreas específicas mantendo a perspectiva definida pelos planos na imagem. As seleções também podem ser usadas para clonar ou mover um conteúdo específico da imagem em perspectiva.

Usando a ferramenta Letreiro no Ponto de fuga, desenhe uma seleção dentro de um plano de perspectiva. Se o desenho da seleção se estender por mais de um plano, ele se encaixará na perspectiva de cada um deles.

Depois de desenhar a seleção, é possível movê-la para qualquer lugar na imagem e manter a perspectiva estabelecida pelo plano. Se a imagem tiver vários planos, a seleção se encaixará na perspectiva do plano pelo qual for movida.

O Ponto de fuga também permite clonar os pixels da imagem em uma seleção ao movê-la. No Ponto de fuga, a seleção que contém os pixels da imagem que podem ser movidos para qualquer lugar é chamada de seleção flutuante. Embora isto não aconteça, os pixels em uma seleção flutuante parecem estar em outra camada, pairando sobre a imagem principal. Quando ativa, a seleção flutuante pode ser movida, girada ou dimensionada.

Observação:

ao colar um item no Ponto Flutuante, os pixels colados ficam em uma seleção flutuante.

Para cancelar a seleção flutuante, clique fora dela. Depois disso, o conteúdo da seleção flutuante é colado na imagem, substituindo os pixels que estavam embaixo dela. A clonagem da cópia de uma seleção flutuante também cancela a seleção do original.  

Item colado no Ponto de fuga.

O Ponto de fuga tem outra opção de movimentação de seleções. É possível preencher a seleção com pixels da área da qual o ponteiro é movido.

Cópia e movimentação de uma seleção de um plano de perspectiva para outro

Definição de seleções no Ponto de fuga

  1. Selecione a ferramenta Letreiro.
  2. (Opcional) Na área de opções de ferramenta, digite os valores para qualquer uma das configurações a seguir antes de fazer a seleção:

    Pena

    Especifica o nível de desfoque das arestas da seleção.

    Opacidade

    Especifique esse valor para usar a seleção a fim de mover o conteúdo da imagem. Essa opção determina se os pixels movidos irão obscurecer ou revelar a imagem subjacente.

    Menu Recuperar

    Escolha um modo de mesclagem para usar a seleção a fim de mover o conteúdo da imagem. Essa opção determina a forma como os pixels movidos serão mesclados com a imagem adjacente:

    • Escolha Desativado para que a seleção não seja mesclada com as cores, sombras e texturas dos pixels adjacentes.

    • Escolha Luminescência para mesclar a seleção com a iluminação dos pixels adjacentes.

    • Escolha Ativar para mesclar a seleção com a cor, a iluminação e o sombreamento dos pixels adjacentes.

  3. Arraste a ferramenta em um plano. É possível fazer uma seleção que se estenda por mais de um plano. Mantenha pressionada a tecla Shift para restringir a seleção a um quadrado que esteja em perspectiva.
    Seleção estendida por mais de um plano

    Observação:

    Para selecionar um plano inteiro, clique duas vezes na ferramenta Letreiro no plano.

Movimentação de seleções no Ponto de fuga

  1. Faça uma seleção em um plano de perspectiva.
  2. Escolha uma das opções a seguir no menu Modo de Movimentação para determinar o comportamento de uma seleção ao ser movida:
    • Para selecionar a área à qual o letreiro da seleção é movido, escolha Destino.

    • Para preencher a seleção com os pixels da imagem na área à qual é arrastado o ponteiro da ferramenta Seleção (mesmo que arrastar uma seleção com a tecla Ctrl ou Command pressionada), escolha Origem.

  3. Arraste a seleção. Mantenha pressionada a tecla Shift para restringir o movimento e alinhar com a grade do plano de perspectiva.

Como mover, girar e dimensionar seleções flutuantes

  1. Siga um destes procedimentos:
    • Para mover uma seleção flutuante, selecione a ferramenta Letreiro ou Transformação, clique dentro da seleção e arraste-a.

    • Para girar uma seleção flutuante, selecione a ferramenta Transformação e mova o ponteiro para perto de um nó. Quando o ponteiro se transformar em uma seta curva dupla, arraste para girar a seleção. Também é possível selecionar a opção Virar Horizontalmente, para virar a seleção horizontalmente em torno do eixo vertical do plano, ou selecionar a opção Virar Verticalmente, para virar a seleção verticalmente em torno do eixo horizontal do plano.

    Opções da ferramenta Transformar

    • Para dimensionar uma seleção flutuante, verifique se ela está em um plano de perspectiva. Selecione a ferramenta Transformação e mova o ponteiro para cima de um nó. Quando o ponteiro se transformar em uma seta dupla, arraste para redimensionar a seleção. Pressione a tecla Shift para restringir as proporções ao dimensionar. Pressione Alt (Windows) ou Option (Mac OS) para dimensionar a partir do centro.

Preenchimento de seleções com outra área da imagem

  1. Faça uma seleção em um plano de perspectiva.
  2. (Opcional) Mova a seleção até o local desejado. Ao mover a seleção, verifique se o Modo de Movimentação está definido como Destino.
  3. Siga um destes procedimentos:
    • Com a tecla Ctrl (Windows) ou Command (Mac OS) pressionada, arraste o ponteiro partindo do dentro da seleção até a área da imagem a ser preenchida com ela.

    • Escolha Origem no menu Modo de Movimentação e arraste o ponteiro partindo de dentro da seleção até a área da imagem a ser preenchida com ela.

    A seleção preenchida se torna uma seleção flutuante, que pode ser redimensionada, girada, movida ou clonada, usando a ferramenta Transformação, ou movida ou clonada, usando a ferramenta Letreiro.

    Como arrastar uma seleção pressionando a tecla Ctrl (Windows) ou Command (Mac OS)

    A. Seleção original B. Movimentação da seleção para a imagem de origem C. A imagem de origem preenche a seleção original 

Cópia de seleções no Ponto de fuga

  1. Faça uma seleção em um plano de perspectiva.
  2. Arraste a seleção pressionando a tecla Alt (Windows) ou Option (Mac OS) com a ferramenta Letreiro para criar uma cópia da seleção e dos pixels da imagem.

    A cópia torna-se uma seleção flutuante, que parece pairar sobre a imagem principal. É possível mover uma seleção flutuante ou selecionar a ferramenta Transformação para redimensioná-la ou girá-la.

  3. Siga um destes procedimentos:
    • Clique fora da seleção flutuante para cancelá-la. O conteúdo da seleção é colado na imagem, substituindo os pixels que estavam embaixo dela.

    • Clique na seleção flutuante com a ferramenta Letreiro ou Transformação e arraste-a com a tecla Alt (Windows) ou Option (Mac OS) pressionada para fazer outra cópia. Depois de copiada, a seleção flutuante original é desmarcada e substitui os pixels que estavam embaixo dela.

    Observação:

    Para repetir a última ação de duplicação, pressione as teclas Ctrl+Shift+T (Windows) ou Command+Shift+T (Mac OS). É uma maneira fácil de clonar o conteúdo várias vezes.

Colagem de um item no Ponto de fuga

Pode-se colar um item da área de transferência no Ponto de fuga. O item copiado pode ser do mesmo documento ou de outro. Uma vez colado no Ponto de fuga, o item se torna uma seleção flutuante que pode ser redimensionada, girada, movida ou clonada. Quando a seleção flutuante se move em um plano selecionado, ela obedece à perspectiva do plano.

Colagem de um item no Ponto de fuga

A. Padrão copiado de um documento separado B. Imagem com a seleção (para limitar os resultados) criada no Photoshop antes de abrir o Ponto de fuga C. O padrão colado no Ponto de fuga é movido para dentro do plano e respeita a seleção 

Observação:

Por conveniência, recomenda-se Criar planos de perspectiva em uma sessão prévia de Ponto de fuga.

  1. Copie um item para a área de transferência. O item copiado pode ser do mesmo documento ou de outro. Lembre-se de que só é possível colar um item rasterizado (não de vetor).

    Observação:

    Se você estiver copiando o tipo, é preciso rasterizá-lo primeiro. Clique com o botão direito do mouse na camada de texto e escolha Rasterizar. Em seguida escolha Selecionar > Todos e copie para a área de transferência.

  2. (Opcional) Crie uma nova camada.
  3. Escolha Filtro > Ponto de fuga.
  4. Se necessário, crie um ou mais planos na imagem.
  5. Pressione Ctrl-V (Windows) ou Command-V (Mac OS) para colar o item.

    O item colado agora é uma seleção flutuante no canto esquerdo superior da imagem de visualização. Por padrão, a ferramenta Letreiro é selecionada.

  6. Use a ferramenta Letreiro para arrastar a imagem colada até um plano.

    A imagem se encaixa na perspectiva do plano.

    Observação:

    Depois de colar a imagem no Ponto de fuga, não clique em nenhuma parte da imagem com a ferramenta Letreiro, exceto para arrastar a imagem colada até um plano de perspectiva. Clique em qualquer outro lugar para desmarcar a seleção flutuante e colar permanentemente os pixels na imagem.

Pintura com uma cor no Ponto de fuga

  1. Selecione a ferramenta Pincel.
  2. Especifique uma cor de pincel executando um destes procedimentos:
    • Selecione a ferramenta Conta-gotas e clique em uma cor na imagem de visualização.

    • Para selecionar uma cor, clique na caixa Cor do Pincel e abra o Seletor de Cores.

  3. Na área de opções de ferramenta, defina o Diâmetro (tamanho do pincel), Rigidez (suavidade de borda) e Opacidade (o grau ao qual a pintura obscurece a imagem abaixo).
  4. Escolha um modo de Recuperação:
    • Para pintar sem mesclar com a cor, a iluminação e o sombreamento dos pixels adjacentes, escolha Desativado.

    • Para pintar e mesclar os traçados com a iluminação dos pixels adjacentes e ao mesmo tempo reter a cor selecionada, escolha Luminescência.

    • Para pintar e mesclar com as cores, a iluminação e o sombreamento dos pixels adjacentes, escolha Ativar.

  5. (Opcional) Especifique as opções de aplicação de tinta:
    • Para pintar de forma contínua, encaixando automaticamente a perspectiva de um plano no outro, abra o menu Ponto de fuga e escolha Permitir operações de várias superfícies. Desative essa opção para pintar na perspectiva de um plano por vez. Para alternar de perspectiva, é necessário parar e começar a pintar em um plano diferente.

    • Para limitar a pintura somente ao plano ativo, abra o menu Ponto de fuga e escolha Recortar operações para arestas da superfície. Para pintar na perspectiva além dos limites do plano ativo, desative essa opção.

  6. Arraste na imagem a ser pintada. Quando se pinta em um plano, a forma e o tamanho do pincel são redimensionados e orientados corretamente para a perspectiva do plano. Arraste com a tecla Shift pressionada para limitar a pincelada a uma linha reta que se encaixe na perspectiva do plano. Também é possível clicar em um ponto com a ferramenta Pincel e, com a tecla Shift pressionada, clicar em outro ponto para pintar uma linha reta na perspectiva.

    Observação:

    A ferramenta Pincel respeita as seleções de letreiro e pode ser utilizada para pintar uma linha sólida ao longo da aresta da seleção. Por exemplo, quando se seleciona um plano inteiro, pode-se pintar uma linha ao longo do perímetro do plano.

Pintura com amostras de pixels no Ponto de fuga

No Ponto de fuga, a ferramenta Carimbo pinta com amostras de pixels. A imagem clonada é orientada para a perspectiva do plano em que se está pintando. A ferramenta Carimbo é útil para tarefas como mesclar e retocar áreas de imagem, clonar partes de uma superfície para “cobrir de tinta” um objeto ou clonar uma área de imagem para duplicar um objeto ou estender uma textura ou um padrão.

  1. No Ponto de fuga, selecione a ferramenta Estampa .
  2. Na área de opções de ferramenta, defina o Diâmetro (tamanho do pincel), a Dureza (a quantidade de penas no pincel) e a Opacidade (o grau em que a pintura obscurece ou revela a imagem subjacente).
  3. No menu Recuperação, escolha um modo de mesclagem:
    • Para evitar que as pinceladas se mesclem com as cores, sombras e texturas dos pixels adjacentes, escolha Desativado.

    • Para mesclar as pinceladas com a iluminação dos pixels adjacentes, escolha Luminescência.

    • Para mesclar as pinceladas com a cor, a iluminação e o sombreamento dos pixels adjacentes, escolha Ativar.

  4. Para determinar o comportamento de amostragem da ferramenta Estampa:
    • Selecione Alinhado para obter a amostra de pixels continuamente, sem perder o ponto de amostra atual mesmo ao soltar o botão do mouse.

    • Cancele a seleção de Alinhado para continuar a usar as amostras de pixels a partir do ponto de amostra inicial sempre que a pintura for interrompida e reiniciada.

  5. (Opcional) Especifique as opções de aplicação de tinta:
    • Para pintar continuamente de um plano para o outro, abra o menu Ponto de fuga e escolha Permitir operações de várias superfícies.

    • Para limitar a pintura somente ao plano ativo, abra o menu Ponto de fuga e escolha Recortar operações para arestas da superfície.

  6. Mova o ponteiro para um plano e clique com a tecla Alt (Windows) ou Option (Mac OS) pressionada para definir o ponto de amostragem.
  7. Arraste sobre a área da imagem a ser pintada. Mantenha a tecla Shift pressionada para arrastar uma linha reta que se encaixe na perspectiva do plano. Também é possível clicar em um ponto com a ferramenta Estampa e, com a tecla Shift pressionada, clicar em outro ponto para pintar uma linha reta na perspectiva.

Definição de medidas no Ponto de fuga

Usuários de diversas áreas, como arquitetos, decoradores, médicos forenses e marceneiros, em geral, precisam saber qual o tamanho dos objetos em uma imagem. No Ponto de fuga, a ferramenta Medir permite desenhar uma linha de medida sobre um objeto em um plano de perspectiva do qual se conhece o tamanho. Essa ferramenta é uma opção para digitar um comprimento para a medida. A linha de medida exibe duas caixas de texto: uma para o comprimento e outra mostrando o ângulo no qual a linha foi desenhada em relação ao plano de perspectiva. Depois de definir a medida e seu comprimento, todas as medidas subseqüentes são redimensionadas corretamente de acordo com a medida inicial.

Há uma opção para vincular o comprimento da medida ao espaçamento da grade do plano de perspectiva. Por exemplo, se o comprimento de medida for 5, a grade exibirá 5 espaços quando a opção de vínculo estiver selecionada. Isso pode ser útil para visualizar os tamanhos na imagem ou contar seus objetos. Sem o vínculo, o espaçamento da grade pode ser ajustado independentemente da medida. Essa opção é útil em situações nas quais o espaçamento da grade fica muito pequeno e visualmente confuso quando vinculado à medida.

As medidas criadas podem ser aplicadas de forma que apareçam na imagem depois de fechar a caixa de diálogo Ponto de fuga. Também é possível exportar as medidas e as informações geométricas para formatos que possam ser lidos por aplicativos CAD.

Objetos de medida em uma imagem

  1. No Ponto de fuga, selecione a ferramenta Medir e, em seguida, clique e arraste sobre um objeto em um plano.

    Convém fazer a medida inicial de um objeto do qual se conheça o tamanho.

    Observação:

    Depois de começar a criar uma medida de dentro de um plano, é possível continuar a desenhá-la além dos limites do plano.

  2. Com uma medida selecionada, digite um valor de Comprimento para definir o comprimento da medida.
  3. (Opcional) Desenhe outras medidas.

    Essas medidas são redimensionadas de acordo com o tamanho da medida inicial.

  4. (Opcional) Execute um destes procedimentos:
    • Para que o tamanho da grade seja independente do valor de Comprimento atribuído à medida inicial, verifique se a opção Vincular medidas à grade está desmarcada. Essa é a configuração padrão.

    • Para que o tamanho da grade se ajuste de acordo com o valor de Comprimento atribuído à medida inicial, selecione Vincular medidas à grade.

    As medidas do Ponto de fuga em uma imagem são preservadas depois de fechar a caixa de diálogo. Elas aparecem quando o Ponto de fuga é iniciado novamente.

Desenho automático de uma medida no Ponto de fuga

A ferramenta Medir pode desenhar automaticamente as medidas de comprimento e largura de uma superfície definida por um plano de perspectiva.

  1. Clique duas vezes na ferramenta Medir em um plano de perspectiva.

Movimentação de uma medida no Ponto de fuga

No Ponto de fuga, é possível mover uma linha de medida sem alterar sua orientação (ângulo) ou comprimento.

  1. Selecione a ferramenta Medir.
  2. Clique em qualquer lugar no comprimento de uma medida existente e arraste.

Alteração do comprimento ou da orientação de uma medida

É possível alterar o comprimento ou a orientação (ângulo) de uma medida existente.

  1. Selecione a ferramenta Medir e mova-a sobre o ponto final de uma linha de medida existente.
  2. Siga um destes procedimentos:
    • Para alterar a orientação e o comprimento de uma medida, arraste um ponto final.

    • Para alterar o comprimento de uma medida e restringir as alterações de seu ângulo a incrementos de 15 graus, arraste um ponto final com a tecla Ctrl (Windows) ou Command (Mac OS) pressionada.

    • Para alterar o comprimento de uma medida mas não sua orientação, arraste um ponto final com a tecla Alt (Windows) ou Option (Mac OS) pressionada.

    • Para alterar a orientação de uma medida mas não seu comprimento, arraste um ponto final com a tecla Shift pressionada

Exclusão de uma medida no Ponto de fuga

  1. Selecione uma medida e pressione a tecla Backspace (somente no Windows) ou Delete.

Mostrar ou ocultar medidas no Ponto de fuga

  1. Abra o menu Ponto de fuga e escolha Mostrar Medidas.

Aplicação de medidas no Photoshop

As medidas do Ponto de fuga ficam invisíveis ao exibir uma imagem na janela do documento do Photoshop, muito embora sejam preservadas e apareçam quando o Ponto de fuga é iniciado. Elas podem ser aplicadas de forma que, ao concluir o trabalho no Ponto de fuga, fiquem visíveis na janela do documento do Photoshop. As medidas aplicadas são rasterizadas e não vetoriais.

  1. Abra o menu Ponto de fuga e escolha Aplicar com medidas do Photoshop.

    O comando Aplicar com medidas do Photoshop deve ser escolhido em cada sessão do Ponto de fuga.

    Observação:

    Crie uma nova camada para os resultados do Ponto de fuga a fim de aplicar as medidas do Photoshop. Dessa forma, as medidas são mantidas em uma camada diferente da imagem principal.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online