Preparação de imagens para uma prensa tipográfica

No Photoshop, é possível preparar arquivos de imagem para litografia offset, impressão digital, estampa e outros processos de impressão comercial.

Normalmente, um fluxo de trabalho depende dos recursos da gráfica. Antes de iniciar um fluxo de trabalho para impressão comercial, entre em contato com o profissional gráfico para conhecer seus requisitos. Por exemplo, talvez ele não aconselhe a conversão no modo CMYK em nenhum ponto do fluxo, pois pode precisar usar configurações específicas de pré-impressão. Estes são alguns cenários possíveis de preparação de arquivos de imagem para obter resultados de impressão previsíveis:

  • Trabalhe exclusivamente no modo RGB e verifique se no arquivo de imagem está marcado com o perfil de área de trabalho RGB. Se a impressora ou o profissional gráfico costuma aplicar um sistema de gerenciamento de cores, ele deve ser capaz de usar o perfil específico de um arquivo para fazer uma conversão precisa no modo CMYK antes de gerar o filme e as chapas de impressão.

  • Trabalhe no modo RGB até terminar a edição da imagem. Em seguida, converta a imagem no modo CMYK e faça todos os ajustes adicionais de cores e tons. Verifique principalmente os realces e as sombras da imagem. Use as camadas de ajuste Níveis, Curvas ou Matiz/Saturação para fazer correções. Esses ajustes devem ser mínimos. Achate o arquivo, se necessário; em seguida, envie o arquivo CMYK à impressora profissional.

  • Insira a imagem RGB ou CMYK no aplicativo Adobe InDesign ou Adobe Illustrator. Em geral, a maioria das imagens impressas em uma prensa tipográfica comercial não é impressa diretamente a partir do Photoshop e sim a partir de um programa de layout de página, como o Adobe InDesign, ou de um programa de ilustração, como o Adobe Illustrator. Para obter mais informações sobre a importação de arquivos do Photoshop para o Adobe InDesign ou Adobe Illustrator, consulte a Ajuda do Adobe InDesign ou a Ajuda do Adobe Illustrator.

Estes são alguns pontos que devem ser considerados ao trabalhar em uma imagem destinada a impressão comercial:

  • Se você conhecer as características da prensa tipográfica, poderá determinar a saída de realces e de sombras para preservar detalhes específicos.

  • Se uma impressora desktop for usada para visualizar a aparência do material impresso final, lembre-se de que uma impressora desse tipo não é capaz de replicar com exatidão a saída de uma prensa tipográfica comercial. Uma prova de cores profissional proporciona uma visualização mais precisa do material impresso final.

  • Se um perfil da gráfica estiver disponível, será possível escolhê-lo com o comando Configuração de Prova e, em seguida, visualizar uma prova automática com o comando Cores de Prova. Use esse método para visualizar o material impresso final no monitor.

Observação:

algumas impressoras podem preferir que os documentos sejam enviados no formato PDF, especialmente se for necessário torná-los compatíveis com os padrões PDF/X. Salvar no formato Photoshop PDF

Definição de opções de saída

Se estiver preparando imagens para impressão comercial diretamente a partir do Photoshop, será possível selecionar e visualizar diversas marcas de página e outras opções de saída por meio do comando Imprimir. Geralmente, essas opções de saída devem ser especificadas apenas por profissionais gráficos ou por pessoas com experiência no processo de impressão comercial.

Marcas de página para impressoras do Photoshop
Marcas de página

A. Barra de nuances de degradê B. Rótulo C. Marcas de registro D. Barra de cores progressivas E. Marca de corte de vértices F. Marca de corte no centro G. Descrição H. Alvo de estrela 
  1. Escolha Arquivo > Imprimir.
  2. Escolha Saída no menu pop-up.
  3. Defina uma ou mais das seguintes opções:

    Barras de Calibração

    Imprime uma transição com densidade de tons de cinza em 11 etapas, de 0 a 100% e em incrementos de 10%. Com a separação de cores CMYK, uma barra de nuances de degradê é impressa à esquerda de cada chapa CMYK, enquanto uma barra de cores progressivas é impressa à direita.

    Observação:

    Barras de calibração, marcas de registro, marcas de corte e rótulos apenas serão impressos se o papel for maior que a imagem impressa.  

    Marcas de Registro

    Imprime marcas de registro na imagem (incluindo miras e alvos de estrela). Essas marcas são usadas principalmente para alinhar separações de cores em impressoras PostScript.

    Marcas de Corte de Vértices

    Imprime marcas de corte nos pontos em que a página deve ser aparada. A impressão dessas marcas pode ser feita nos vértices. Em impressoras PostScript, a seleção dessa opção também imprimirá alvos de estrela.

    Marcas de Corte no Centro

    Imprime marcas de corte nos pontos em que a página deve ser aparada. A impressão dessas marcas pode ocorrer no centro de cada aresta.

    Descrição

    Imprime qualquer texto descritivo digitado na caixa de diálogo Informações do arquivo com até aproximadamente 300 caracteres. O texto descritivo sempre é impresso em fonte Helvetica de 9 pontos e sem formatação.

    Rótulos

    Imprime o nome do arquivo sobre a imagem. Se estiver imprimindo separações, o nome da separação é impresso como parte do rótulo.

    Emulsão por Baixo

    Torna o texto legível quando a emulsão está por baixo, ou seja, a camada fotossensível de uma parte do filme ou do papel fotográfico está voltada para baixo. Em geral, imagens impressas em papel têm emulsão por cima, com texto legível quando a camada fotossensível está voltada ao usuário. Imagens impressas em filme são normalmente impressas com emulsão por baixo.

    Negativo

    Imprime uma versão invertida de toda a saída, incluindo todas as máscaras e todas as cores do plano de fundo. Ao contrário do comando Inverter, no menu Imagem, a opção Negativo converte a saída, e não a imagem na tela, em um negativo. Imprimir separações diretamente em um filme pode implicar o uso de um negativo, embora filmes positivos sejam comuns em vários países. Consulte a gráfica para determinar o que é necessário. Para determinar o lado da emulsão, examine o filme contra a luz clara depois de revelá-lo. O lado opaco corresponde à emulsão, enquanto o lado brilhante corresponde à base. Verifique se a gráfica requer o filme com emulsão positiva por cima, emulsão negativa por cima, emulsão positiva por baixo ou emulsão negativa por baixo.

    Plano de Fundo

    Seleciona uma cor de plano de fundo a ser impressa na página, fora da área da imagem. Por exemplo, um plano de fundo preto ou colorido pode ser adequado para slides impressos em um projetor. Para usar essa opção, clique em Plano de Fundo e selecione uma cor no Seletor de Cores. Essa opção apenas é aplicável a impressões e não afeta a imagem propriamente dita.

    Borda

    Imprime uma borda preta ao redor de uma imagem. Digite um número e escolha um valor de unidade para especificar a largura da borda.

    Sangria

    Imprime marcas de corte na parte interior da imagem (e não na parte externa). Use essa opção para aparar imagens dentro de um gráfico. Digite um número e escolha um valor de unidade para especificar a largura da sangria.

    Interpolação

    Reduz a aparência irregular de uma imagem de baixa resolução redefinindo automaticamente a resolução ao imprimir (em impressoras PostScript). A redefinição pode reduzir a nitidez da qualidade da imagem.

Para obter informações sobre a opção Incluir dados de vetor, consulte Imprimir dados de vetor.

Ao preparar imagens para pré-impressão e trabalhar com imagens CMYK ou imagens que possuem cores spot, é possível imprimir cada canal de cor como uma página separada.

Observação:

Separações de documentos CMYK, Duotônicos ou de vários canais impressos em impressoras que não sejam PostScript podem não ser idênticos àqueles impressos em impressoras PostScript.

Canais de cor impressos como páginas separadas do Photoshop
Cada canal de cor impresso como uma página separada.

Observação:

se você estiver imprimindo uma imagem com o uso de outro aplicativo e quiser imprimir os canais de spot em chapas de cores spot, deverá primeiro salvar o arquivo no formato DCS 2.0, que preserva esses canais de spot. Esse formato é suportado por aplicativos como o Adobe InDesign e o QuarkXPress.

  1. Verifique se o documento está no modo de Cores CMYK, Multicanal ou Duotônico e, em seguida, escolha Arquivo> Imprimir.
  2. No menu suspenso Controle de Cores, escolha Separações.

    Observação:

    Dependendo da impressora designada e dos drivers da impressora no computador, essas opções também podem ser exibidas na caixa de diálogo Configurações de impressão. No Windows, clique no botão Propriedades para acessar as opções do driver de impressora e, no Mac OS, use o menu pop-up na caixa de diálogo Configurações de impressão exibida.

  3. Clique em Imprimir. São impressas separações para cada uma das cores na imagem.

Preparação de uma imagem com canais de spot para impressão a partir de outro aplicativo

  1. Se a imagem for duotônica, converta-a no modo de cores Multicanal.
  2. Salve a imagem no formato DCS 2.0.
  3. Na caixa de diálogo Formato DCS 2.0, cancele a seleção de Incluir Tela de Meio-Tom e de Incluir Função de Transferência.
  4. Abra ou importe a imagem no Photoshop e defina os ângulos de projeção. Verifique se a impressora possui informações sobre a cor spot desejada para cada uma das chapas de cor.

    Observação:

    é possível inserir um arquivo PSD que contém cores spot diretamente no Illustrator ou InDesign sem nenhuma preparação especial.

Criar capturas de cores

Uma captura é uma sobreposição que impede a exibição de pequenas lacunas na imagem impressa decorrentes de um pequeno erro de registro na prensa tipográfica. Entre em contato com o provedor de serviços antes de fazer capturas. Na maioria dos casos, cabe à gráfica determinar se o uso de capturas é ou não necessário. Em caso positivo, o profissional gráfico informará os valores que devem ser digitados na caixa de diálogo Cobertura.

Cobertura para impedir o desalinhamento do Photoshop
Aplicação de capturas para corrigir um desalinhamento

A. Erro de registro sem captura B. Erro de registro com captura 

O recurso de captura é usado para corrigir o desalinhamento de cores sólidas e, em geral, não é necessário para imagens de tons contínuos, como fotografias. O excesso de capturas pode gerar um efeito de contorno. Esses problemas podem não ser visíveis na tela, aparecendo somente durante a impressão. O Photoshop usa regras padrão para capturas:

  • Todas as cores são dispersas em direção ao preto.

  • Cores mais claras são dispersas em direção a cores mais escuras.

  • O amarelo é disperso em direção ao ciano, ao magenta e ao preto.

  • O ciano puro e o magenta puro são uniformemente dispersos, um em direção ao outro.

  1. Escolha Editar > Converter em Perfil para exibir a imagem no espaço da cor do dispositivo de saída. Consulte Conversão de cores do documento em outro perfil (Photoshop).
  2. Escolha Imagem > Cobertura.
  3. Para Largura, digite o valor de captura informado pela gráfica. Em seguida, selecione uma unidade de medida e clique em OK. Consulte a gráfica para determinar a quantidade provável de erros de registro.

Como determinar a resolução da digitalização para impressão

É possível usar várias técnicas para determinar a resolução com a qual digitalizar uma fotografia. Se estiver digitalizando fotos para imprimir e souber o tamanho exato e a freqüência de tela da impressão, você pode usar as técnicas a seguir para determinar a resolução da digitalização. Em geral, é mais fácil digitalizar na resolução ótica máxima do scanner e, em seguida, redimensionar a imagem no Photoshop.

Como estimar a resolução da digitalização

É possível determinar a resolução da digitalização usando as dimensões originais e finais da imagem e a resolução do dispositivo de saída. Essa resolução será convertida na resolução da imagem quando a imagem digitalizada for aberta no Photoshop.

  1. Siga um destes procedimentos:
    • Para impressoras a laser e fotocompositoras, multiplique por 2 a freqüência de tela da impressora. Para determinar a freqüência de tela da sua impressora, consulte a documentação correspondente ou entre em contato com o provedor de serviços.

    • Para impressoras inkjet, consulte a documentação da impressora para conhecer a resolução ideal. Muitas impressoras e dispositivos de sublimação de tinta que imprimem diretamente em papel fotográfico apresentam uma resolução ideal de 300 a 400 dpi.

  2. Determine a proporção entre as dimensões da imagem final e da imagem original. Por exemplo, a proporção entre uma imagem final de 6 por 9 polegadas e uma imagem original de 2 por 3 polegadas é 3:1.
  3. Multiplique o resultado da etapa 1 pelo da etapa 2.

    Por exemplo, suponhamos que você esteja imprimindo em uma fotocompositora com freqüência de tela de 85 lpi e a proporção entre a imagem final e a original seja 3:1. Primeiramente, multiplique 85 (freqüência de tela) por 2 para obter 170. Em seguida, multiplique 170 por 3 para obter uma resolução de digitalização de 510 ppi. Se estiver imprimindo em uma impressora inkjet com resolução ideal de 300 dpi, multiplique 300 por 3 para obter uma resolução de digitalização de 900.

    Observação:

    procedimentos de separação de cores diferentes podem exigir proporções distintas entre resolução de imagem e freqüência de tela. Convém consultar o provedor de serviços ou a gráfica antes de digitalizar uma imagem.

Cálculo do tamanho do arquivo antes de digitalizar uma imagem

É possível criar um arquivo simulado para prever o tamanho de arquivo necessário para a saída final da digitalização.

  1. No Photoshop, escolha Arquivo > Novo.
  2. Digite a largura, a altura e a resolução para a imagem impressa final. A resolução deve ser de 1,5 a 2 vezes maior que a freqüência de tela a ser usada na impressão. Verifique se o modo a ser usado na digitalização está selecionado. A caixa de diálogo Novo exibe o tamanho do arquivo.

    Por exemplo, suponhamos que você deseje uma imagem final com 4 polegadas de largura e 5 polegadas de altura. Você pretende imprimi-la em uma tela de 150 linhas com a proporção de 2:1, por isso, define a resolução como 300. O tamanho do arquivo resultante será 5,15 MB.

    Para produzir a digitalização, digite o tamanho do arquivo resultante nas configurações do scanner. Não se preocupe com a resolução nem com as dimensões da imagem. Depois de digitalizar a imagem e importá-la para o Photoshop, use o comando Tamanho da Imagem (com a opção Redefinir a Resolução da Imagem desmarcada) para digitar os valores corretos de largura e altura para essa imagem.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online