Abrir arquivos do QuarkXPress no InDesign

O InDesign pode converter arquivos de documento e de modelos do QuarkXPress 3.3 ou 4.1x. O InDesign também pode converter arquivos de documentos e modelos do QuarkXPress Passport 4.1x em vários idiomas. Assim, não é mais necessário salvar esses arquivos em um só idioma primeiro. Para converter documentos criados no QuarkXPress 5.0 ou posterior, reabra-os no QuarkXPress e salve-os no formato 4.0.

Para obter mais informações, consulte o QuarkXPress Conversion Guide (PDF) em www.adobe.com/go/learn_quarkconv.

Abrir um documento ou modelo do QuarkXPress

  1. Verifique se o arquivo do aplicativo original está fechado.
  2. Para garantir a manutenção de todos os vínculos, copie todos os arquivos vinculados para a mesma pasta de documentos do QuarkXPress.
  3. No InDesign, escolha 'Arquivo' > 'Abrir'.
  4. No Windows, escolha 'QuarkXPress (3.3-4.1x)' ou 'QuarkXPress Passport (4.1x)' em Arquivos no menu Texto.
  5. Selecione um arquivo e clique em 'Abrir'.

    Observação:

    Se o InDesign não puder converter um arquivo ou uma parte específica do arquivo, será exibido um aviso com a descrição dos motivos pelos quais a conversão não foi possível e os resultados da conversão.

  6. Se for exibida uma caixa de diálogo de aviso, siga um destes procedimentos:
    • Clique em 'Salvar' para salvar uma cópia dos avisos como um arquivo de texto e, em seguida, abra o arquivo no InDesign.

    • Clique em 'Fechar' para fechar a caixa de diálogo e abrir o arquivo no InDesign.

  7. Para converter com mais precisão um texto em contorno criado no QuarkXPress, faça o seguinte no InDesign:
    • Selecione a opção 'Texto em contorno afeta apenas objetos abaixo' na área 'Composição', da caixa de diálogo 'Preferências'.

    • Atribua o Adobe Single-Line Composer a um ou mais parágrafos, no menu do painel 'Parágrafo'.

Observação:

Se estiver tendo problemas com o documento do QuarkXPress convertido, use a caixa de diálogo 'Exportar' para salvá-lo no formato InDesign Markup (IDML). Em seguida, abra o arquivo IDML e salve-o como um documento do InDesign.

Salvar um modelo do QuarkXPress como um modelo do InDesign

  1. Abra o modelo no InDesign.
  2. Escolha Arquivo > Salvar Como e especifique um local e um nome de arquivo.
  3. Escolha o Modelo do InDesign para Salvar Como Texto (Windows) ou Formato (Mac OS) e clique em Salvar.

O que é convertido do QuarkXPress

Ao abrir um arquivo do QuarkXPress, o InDesign converte as informações do arquivo original em informações do InDesign:

  • As caixas de texto são convertidas em quadros de texto do InDesign.

Observação:

Para converter com precisão texto em contorno criado no QuarkXPress, selecione 'Texto em contorno afeta apenas texto abaixo' na área 'Composição' da caixa de diálogo 'Preferências'.

  • Os estilos são convertidos em estilos do InDesign.
  • Como o QuarkXPress usa perfis de cores diferentes, eles são ignorados no InDesign.
  • Os vínculos de texto e de gráficos são preservados e aparecem no painel 'Vínculos'.

Observação:

Os gráficos incorporados, adicionados ao documento original com o comando 'Colar', não são convertidos. Para obter mais informações sobre gráficos incorporados, consulte Sobre vínculos e gráficos incorporados.

Observação:

O InDesign não oferece suporte a OLE ou Quark XTensions. Portanto, quando você abre arquivos que contêm gráficos OLE ou Quark XTensions, esses gráficos não aparecem no documento do InDesign. Se o documento do QuarkXPress não for convertido, verifique o original e remova objetos criados por um XTension; depois salve e tente convertê-lo novamente.

  • Todas as páginas-mestre e camadas são convertidas em páginas-mestre e camadas do InDesign.

  • Todos os objetos de página-mestre, bem como as guias do QuarkXPress, são colocados na página-mestre correspondente do InDesign.

  • Os objetos agrupados permanecem dessa forma, exceto nos locais onde há itens não imprimíveis incluídos em um grupo.

  • Todos os traçados e linhas (inclusive fios de parágrafo) são convertidos nos estilos de traçado mais parecidos. Os traçados/traços personalizados são convertidos em traçados/traços personalizados no InDesign.

As cores são convertidas exatamente nas cores do InDesign, exceto nestes casos:

  • As cores com várias tintas do QuarkXPress são mapeadas para tintas mistas no InDesign, desde que contenham ao menos uma cor especial. Caso contrário, a cor com várias tintas é convertida em cor de escala.

  • As cores do QuarkXPress 4.1 da biblioteca são convertidas com base nos valores CMYK.

  • As cores HSB do QuarkXPress 3.3 são convertidas em cores RGB, e as cores da biblioteca são convertidas com base nos valores CMYK.

  • As cores HSB e LAB do QuarkXPress 4.1 são convertidas em RGB, e as cores da biblioteca são convertidas com base nos valores RGB/CMYK.

Para obter informações sobre outras questões de conversão, consulte os documentos de suporte no site da Adobe, em www.adobe.com/br/support/.

Converter documentos do PageMaker

O InDesign pode converter arquivos de documento e de modelo do Adobe PageMaker 6.0 e posteriores. Ao abrir um arquivo do PageMaker, o InDesign converte as informações do arquivo original em informações do InDesign. Os arquivos do InDesign são salvos com a extensão de arquivo .indd.

Observação:

Para obter mais informações, consulte o PageMaker Conversion Guide (PDF) em www.adobe.com/go/learn_pmconv.

Antes de abrir o documento no InDesign, é recomendável seguir este procedimento:

  • Se o arquivo do PageMaker ou gráfico vinculado estiver localizado em um servidor de rede, disquete ou unidade removível, ele pode não ser aberto como esperado caso ocorra uma interrupção durante a transferência de dados. Para evitar problemas de transferência de dados, copie os documentos e seus vínculos para o disco rígido, preferivelmente na mesma pasta na qual a publicação do PageMaker está armazenada, antes de abri-los no InDesign.

  • Convém usar Salvar Como no PageMaker para limpar qualquer dado oculto desnecessário.

  • Para garantir que todos os vínculos sejam mantidos, copie todos os arquivos vinculados para a mesma pasta onde a publicação do PageMaker está contida.

  • Verifique se todas as fontes necessárias estão disponíveis no InDesign.

  • Restaure os vínculos de gráficos perdidos na publicação do PageMaker.

  • Caso tenha problemas ao converter um documento extenso do PageMaker, converta separadamente partes do arquivo do PageMaker para isolar o problema.

Observação:

Caso não consiga abrir um documento danificado do PageMaker no PageMaker, experimente abri-lo no InDesign. O InDesign pode recuperar a maioria dos documentos que o PageMaker não consegue abrir.

Abrir um documento ou modelo do PageMaker

  1. Verifique se o arquivo do aplicativo original está fechado.

  2. No InDesign, escolha 'Arquivo' > 'Abrir'.

  3. No Windows, escolha 'PageMaker (6.0-7.0)' em Arquivos no menu Texto.

  4. Selecione um arquivo e clique em 'Abrir'.

    Observação:

    Se o InDesign não puder converter um arquivo ou uma parte específica do arquivo, será exibido um aviso com a descrição dos motivos pelos quais a conversão não foi possível e os resultados da tentativa de conversão.

  5. Se for exibida uma caixa de diálogo de aviso, siga um destes procedimentos:

    • Clique em 'Salvar' para salvar uma cópia dos avisos como um arquivo de texto e, em seguida, abra o arquivo no InDesign.

    • Clique em 'Fechar' para abrir o arquivo no InDesign sem salvar o arquivo de texto.

Observação:

Se estiver tendo problemas com o documento do PageMaker convertido, use a caixa de diálogo 'Exportar' para salvá-lo no formato InDesign Markup (IDML). Em seguida, abra o arquivo IDML e salve-o como um documento do InDesign.

Salvar um modelo do PageMaker como um modelo do InDesign

  1. Abra o modelo no InDesign.

  2. Escolha Arquivo > Salvar Como e especifique um local e um nome de arquivo.

  3. Escolha o Modelo do InDesign para Salvar Como Texto (Windows) ou Formato (Mac OS) e clique em Salvar.

Problemas comuns de conversão do PageMaker

Observe o seguinte:

  • Todas as páginas-mestre e camadas são convertidas em páginas-mestre e camadas do InDesign. As páginas-mestre no PageMaker são convertidas em páginas-mestre no InDesign preservando todos os objetos, inclusive a numeração de páginas e as guias. Para manter a ordem de itens sobrepostos, o InDesign cria duas camadas ao converter uma publicação do PageMaker: a camada padrão e a camada-mestre padrão. A camada-mestre padrão contém os itens da página-mestre.

  • As guias do documento do PageMaker são colocadas na camada padrão do InDesign.

  • Todos os itens da área de trabalho do PageMaker aparecem na área de trabalho da primeira página espelhada no documento do InDesign.

  • Todos os objetos definidos no PageMaker como não imprimíveis são convertidos com a opção 'Não imprimível' selecionada no painel 'Atributos' do InDesign.

  • Os objetos agrupados permanecem dessa forma, exceto nos locais onde há itens não imprimíveis incluídos em um grupo.

Problemas de conversão de texto e tabelas

Observe o seguinte:

  • O texto é convertido em quadros de texto do InDesign.

  • As tabelas em arquivos do PageMaker são convertidas em tabelas do InDesign.

  • Os estilos são convertidos em estilos do InDesign. O estilo [Sem estilo] do PageMaker equivale ao estilo [Sem estilo de parágrafo] do InDesign. No entanto, [Sem estilo de parágrafo] usa atributos de um estilo nomeado, caso esse estilo tenha sido selecionado antes de qualquer texto ser digitado na publicação do PageMaker.

  • O InDesign usa o Adobe Paragraph Composer para todos os parágrafos, o que gera refluxo de alguma parte do texto. É possível atribuir o Adobe Single-Line Composer a um ou mais parágrafos para criar quebras de linhas mais semelhantes ao recurso de composição do PageMaker, embora mesmo assim possa haver refluxo de texto.

  • O InDesign usa apenas entrelinha de linha de base. As entrelinhas proporcional e de topo das maiúsculas do PageMaker são convertidas para a entrelinha de linha de base no InDesign, o que pode causar deslocamento do texto.

  • A primeira linha de base do texto convertido pode aparecer diferente do texto criado no InDesign. A primeira linha de base do texto convertido é definida como 'Entrelinha', enquanto que a primeira linha de base do texto criado no InDesign é definida como 'Ascendente', por padrão.

  • O InDesign usa um método de hifenização diferente daquele usado no PageMaker, de modo que as quebras de linha podem não ser iguais.

  • O texto com sombreamento é convertido em texto comum. O texto com contorno é convertido em texto com um traçado de 0,25 polegadas e preenchimento do tipo 'Papel'.

Problemas de conversão de livros, índices e sumários

Observe o seguinte:

  • O InDesign ignora as listas de livros ao abrir publicações criadas no PageMaker. Para abrir todas as publicações de uma lista de livros, execute o plug-in Build Booklet no PageMaker com a opção de layout 'Nenhum' selecionada, para que as publicações sejam combinadas em uma única publicação. Note que os blocos e quadros de texto não serão mais encadeados.

  • As entradas de índice de uma publicação criada no PageMaker aparecem no painel 'Índice' do InDesign. Texto com referências cruzadas que usem as opções 'Consulte aqui' ou 'Consulte também aqui' são convertidos em 'Consulte' ou 'Consulte também'.

  • O texto do sumário é convertido em um sumário e a opção 'Estilo de sumário' do PageMaker fica disponível no menu pop-up 'Estilo', na caixa de diálogo 'Sumário' do InDesign.

Problemas de conversão durante vinculação e incorporação

Observe o seguinte:

  • Os vínculos de texto e de gráficos são preservados e aparecem no painel 'Vínculos'.

  • Se o InDesign não conseguir localizar o vínculo original para um gráfico, será mostrado um aviso pedindo que você restaure o vínculo no PageMaker.

  • O InDesign não oferece suporte a OLE (Object Linking and Embedding). Em consequência, quando você abre arquivos que contêm gráficos OLE, esses gráficos não aparecem no documento do InDesign.

Problemas de conversão de cores e trapping

Observe o seguinte:

  • As cores são convertidas exatamente em cores do InDesign. As cores HLS do PageMaker são convertidas em cores RGB, e as cores da biblioteca de cores são convertidas com base em seus valores CMYK.

  • Os tons são convertidos em porcentagens da cor-pai. Se a cor-pai não estiver contida no painel 'Amostras', ela será adicionada durante a conversão. Se o objeto selecionado tiver um tom, a cor-pai será selecionada no painel 'Amostras' e o valor do tom será exibido no menu pop-up.

  • Os perfis de cores de arquivos PageMaker são convertidos diretamente. Todas as cores Hexachrome são convertidas em valores RGB. Os perfis que não seguem o padrão ICC serão substituídos conforme as configurações CMS padrão e os perfis especificados para o InDesign.

  • Todos os traçados e linhas (inclusive fios de parágrafo) são convertidos nos estilos de traçado mais semelhantes. Os traçados/traços personalizados são convertidos em traçados/traços personalizados no InDesign.

  • O InDesign não aceita padrões de tela ou ângulos aplicados a imagens TIFF no Image Control; ele os ignora nos arquivos TIFF importados.

  • Se 'Impressão sobreposta automática em preto' for selecionada para 'Linhas de contorno' ou 'Preenchimentos' (ou ambas as opções) na caixa de diálogo 'Preferências de trapping' do PageMaker, a configuração será copiada para o InDesign, mas 'Traçado de superimposição' ou 'Preenchimento de superimposição' não será selecionado no painel 'Atributos'.

Observação:

Para obter informações sobre outras questões de conversão do PageMaker, consulte os documentos de suporte no site da Adobe.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online