Sobre ferramentas de editoração de impressão em PDF

Em alguns processos de produção de editoração de impressão, os documentos são distribuídos no formato do aplicativo de criação (denominado formato nativo). Depois de aprovados, os arquivos são salvos em PostScript ou em um formato proprietário para trabalho de prova de prelo e impressão final. Pelo fato de os aplicativos gerarem PostScript de várias maneiras diferentes, os arquivos PostScript files podem ser arbitrariamente grandes e complexos. Além disso, podem ocorrer problemas de confiabilidade (como fontes ausentes, arquivos corrompidos, recursos não suportados e elementos gráficos ausentes) no momento de saída. Em resposta, a Adobe e seus parceiros continuam a criar soluções de processo de produção de editoração confiáveis baseadas em PDF.

No InDesign, você pode exportar seu documento para um arquivo PDF composto denominado mestre digital. Esses mestres digitais são arquivos compactos e confiáveis que você ou seu prestador de serviços pode exibir, editar, organizar e verificar. Em seguida, no momento certo no processo de produção, o prestador de serviços poderá imprimir diretamente o PDF ou processá-lo usando ferramentas de várias origens para tarefas de pós-processamento, como verificações de comprovação, trapping, imposição e separação de cores.

Arquivos PDF no processo de produção

Muitas grandes editoras usam PDFs para agilizar seus ciclos de revisão e produção. Por exemplo, diversas revistas e jornais adotaram o PDF como formato padrão para o envio de anúncios para escritórios locais via satélite ou através de linhas ISDN. Os PDFs permitem que editores locais exibam de imediato um anúncio exatamente como ele foi criado, façam edições finais no texto e imprimam com segurança a partir de qualquer computador.

Requisitos e tecnologias do processo de produção de PDFs

A Adobe aborda as necessidades de processo de produção dos prestadores de serviços e recomenda visitas frequentes ao seu site na Web, em www.brasil.adobe.com, onde estão os últimos aperfeiçoamentos. Atualmente, a Adobe atende às necessidades do processo de produção de editoração fornecendo um sistema integrado com diversas tecnologias:

  • Adobe Acrobat 9, com suporte para Adobe PDF versão 1.7.

  • Tecnologia de impressão Adobe PostScript 3, para suporte independente de dispositivo, Adobe In-RIP Trapping, separações de cores in-RIP e misturas suaves.

  • Adobe InDesign CS4, com recursos de layout de página de alta resolução e processamento direto para PDF.

  • PDF/X, um padrão ISO para intercâmbio de conteúdo gráfico que elimina muitas das variáveis de cor, fonte e trapping que causam problemas de impressão.

Um processo de produção de PDFs composto de alta resolução geralmente inclui um dispositivo de saída PostScript 3 cujo RIP suporta separações in-RIP. Portanto, se o dispositivo de saída usar PostScript Nível 2 ou não suportar separações in-RIP, use um processo de produção de impressão PostScript pré-separado.

Verifique seu documento antes de exportar

Antes de criar um PDF para um prestador de serviços, verifique se o documento do InDesign atende às especificações do prestador. A lista a seguir fornece algumas recomendações:

  • Use o recurso Comprovação do InDesign para garantir que a resolução da imagem e os espaços de cor estejam corretos, que as fontes estejam disponíveis e possam ser incorporadas, que os gráficos estejam atualizados, etc.

  • Exiba suas configurações de exportação do Adobe PDF antes de exportar e ajuste-as conforme necessário. A área Resumo inclui uma seção de aviso que indica quando não é possível aplicar as configurações da predefinição.

  • Se a sua arte contém transparência (incluindo superimposições e sombras) e você precisa de uma saída de alta resolução, visualize os efeitos de nivelamento usando o painel Exibição do nivelador antes de salvar o arquivo.

  • Se sua arte contém transparência, pergunte ao prestador de serviços de prova de prelo se ele deseja receber arquivos PDF nivelados ou não. O nivelamento é realizado o mais tarde possível no fluxo de trabalho, preferencialmente pelo provedor de serviços. No entanto, se o prestador de serviços preferir que você nivele a transparência, envie um arquivo compatível com PDF/X-1a.

  • Se o seu documento tiver que ser separado, você poderá exibir as separações e aplicar tinta nos limites de cobertura usando o painel Exibição de separações.

  • Use apenas imagens de alta resolução no documento.

  • Para obter melhores resultados, use apenas imagens CMYK em tarefas de processamento em quatro cores. Outra alternativa é converter imagens RGB em CMYK na caixa de diálogo Exportar Adobe PDF (categoria Saída).

  • É possível excluir camadas ocultas ou não imprimíveis do documento PDF exportado. (Consulte Escolher quais camadas são impressas ou exportadas para PDF.)

Para obter informações detalhadas sobre a preparação de documentos do InDesign para PDF de alta resolução, consulte o Guia de impressão do Adobe InDesign CS para fornecedores de serviços de pré-impressão.

Impressão de PDF de passagem

A impressora do mecanismo de impressão de PDF serializa os novos drivers com base no Adobe PDFDriver SDK, que tem capacidade de manipular o PDF no modo de passagem. Quando uma impressora é selecionada no InDesign, o PPD pode indicar que ela é uma impressora PDF (depende do fabricante da impressora).

Como o InDesign pode gerar um PDF de alta qualidade via exportação do PDF, a impressão em uma impressora PDF só aprimora essa funcionalidade, e esse PDF de alta qualidade é passado para a impressora, em vez de seguir pela rota intermediária PostScript.
Em geral, a qualidade de impressão de aplicativos no driver PDF é equivalente (ou melhor que) a impressão PostScript. A impressão de PDF através da impressora Adobe PDF também dá suporte ao gerenciamento de transparência e cores ICC ativos. Na caixa de diálogo Imprimir do InDesign, as opções relacionadas a gerenciamento de cores, separação de cores e gráficos são desabilitadas porque todas as operações de gerenciamento de cores são feitas no dispositivo para uma impressão de melhor qualidade.

Caixa de diálogo Imprimir
Caixa de diálogo Imprimir

Composto, deixar inalterado é selecionada por padrão e não pode ser alterada.

Produzir um arquivo Adobe PDF pronto para impressão

Um prestador de serviços pode usar o Acrobat 7.0 Professional ou posterior para executar verificações de comprovação e separações de cores. As versões subsequentes do Acrobat Professional contêm ferramentas de comprovação mais avançadas e permitem fazer determinadas correções automaticamente. Vários aplicativos de prova de prelo e tecnologias in-RIP também podem executar verificações de comprovação, efetuar trapping e imposição, e fazer as separações de cores das páginas na página-mestre digital.

Se você optar por excluir as imagens ao criar o arquivo Adobe PDF, certifique-se de que o prestador de serviços tenha acesso às imagens originais de alta resolução necessárias à saída apropriada. Além disso, verifique se o prestador de serviços tem o Acrobat 7.0 ou posterior a fim de obter uma visualização precisa do texto e dos gráficos coloridos. Para melhor exibição, use o Acrobat 8 Professional ou posterior.

Se você estiver usando um fluxo de trabalho gerenciado por cores, poderá usar os perfis de precisão de cor para criar uma exibição na tela (prova em mídia eletrônica). É possível examinar como as cores do documento ficarão quando reproduzidos em um dispositivo de saída específico.

Observação:

A menos que você esteja usando um sistema de gerenciamento de cores (CMS) com perfis ICC corretamente calibrados e tenha certeza de que calibrou seu monitor corretamente, não confie na aparência das cores na tela.

  1. Prepare o documento para ser exportado para Adobe PDF.
  2. Exporte usando o arquivo .joboptions fornecido pelo prestador de serviços. Se você não tiver um arquivo .joboptions preferido, use uma predefinição de PDF/X.
  3. Comprove o PDF no Acrobat 7.0 Professional ou posterior.
  4. Gere uma prova e corrija o arquivo PDF.
  5. Envie o PDF pronto para impressão ao prestador de serviços de prova de prelo.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online