Exportar para XHTML é uma forma fácil de obter o conteúdo do InDesign em formato pronto para a web. Ao exportar conteúdo para XHTML, é possível controlar como o texto e as imagens serão exportados. O InDesign preserva os nomes dos estilos de parágrafo, caractere, objeto, tabela e célula aplicados ao conteúdo exportado marcando o conteúdo HTML com classes de estilo CSS com o mesmo nome. Com o Adobe Dreamweaver ou qualquer editor de HTML compatível com CSS, é possível aplicar formatação e layout rapidamente ao conteúdo.

O que é exportado

O InDesign exporta todas as matérias, gráficos vinculados e incorporados, arquivos de filme SWF, notas de rodapé, variáveis de texto (como texto), listas com marcadores e numeradas, referências cruzadas internas e hiperlinks que saltam para um texto ou para páginas da Web. As tabelas também podem ser exportadas para HTML. O InDesign mantém a formatação da tabela, como as bordas da tabela e da célula, por exemplo. São atribuídas às tabelas IDs exclusivas, que podem servir de referência como conjuntos de dados Spry no Dreamweaver. O áudio e os arquivos de vídeo h.264 inseridos são delimitados em marcas de formatação HTML5 de <áudio> e <vídeo>. O InDesign também exporta objetos desenhados (como retângulos, ovais, e polígonos), objetos colados (incluindo imagens coladas no Illustrator) e texto convertido em contornos.

O que não é exportado

O InDesign não exporta hiperlinks (exceto links para páginas da web e links aplicados ao texto que saltam para âncoras de texto no mesmo documento), marcas de formatação XML, livros, marcadores, glyphlets SING, transições de página, marcadores de índice, objetos na área de trabalho que não estão selecionados nem tocam na página ou itens de página-mestre (a menos que tenham sido substituídos ou selecionados antes da exportação).

Exportar para HTML

  1. Caso você não esteja exportando o documento completo, selecione os quadros de texto, o intervalo de texto, as células da tabela ou os gráficos que deseja exportar.
  2. Selecione Arquivo > Exportar e selecione HTML na lista Salvar Como Tipo.

  3. Especifique o nome e o local do documento HTML e clique em Salvar.

  4. Na caixa de diálogo Opções de exportação de HTML, especifique as opções desejadas nas áreas Geral, Imagem e Avançado e clique em OK.

Um documento com o nome especificado e extensão .html (por exemplo, “boletim.html”) é criado, e uma subpasta de imagens da Web (como “boletim-Web-images), se especificada, é salva no mesmo local.

Opções de exportação de HTML

Na caixa de diálogo HTML, especifique as seguintes opções.

Geral

Opções gerais
Opções gerais

Exportação:

Determina se apenas os itens selecionados ou se o documento inteiro será exportado. Se um quadro de texto for selecionado, toda a matéria que contenha texto com excesso será exportada.

Se Documento for selecionado, todos os itens de página de todas as páginas espelhadas serão exportados, com exceção de itens de página-mestre que não foram substituídos e itens de página em camadas invisíveis. Marcas de formatação XML e índices e sumários gerados também são ignorados.

Ordem do conteúdo:

É possível especificar a ordem de leitura dos objetos na página.

Com base no layout da página: a localização dos itens na página determina a ordem de leitura.

Se a opção Com base no layout da página estiver selecionada, o InDesign determinará a ordem de leitura dos objetos da página, procurando da esquerda para a direita e de cima para baixo. Em algumas casos, especialmente em documentos complexos com várias colunas, os elementos de design podem não ser exibidos na ordem de leitura desejada. Use o Dreamweaver para reorganizar e formatar o conteúdo.

(Apenas para versões asiáticas) Se a opção Com base no layout da página estiver selecionada, o InDesign determinará a ordem de leitura dos objetos da página de acordo com a encadernação do documento (da esquerda para a direita ou da direita para a esquerda).

Igual à estrutura XML: Se Mesmo que estrutura XML for selecionado, o painel Estrutura XML controlará a ordenação do conteúdo exportado e a seleção de conteúdo para exportação. Se o conteúdo já estiver com marcas de formatação, bastará que você arraste as marcações no painel Estrutura XML para definir a ordem de Exportação XHTML. Se o conteúdo não estiver marcado, você poderá escolher Adicionar itens sem marcas de formatação, no menu do painel Estrutura, para gerar marcas de formatação que podem ser reordenadas. Se você quiser excluir um item na exportação, pode simplesmente excluir a marca de formatação no painel Estrutura do XML. (A exclusão da marca de formatação não provoca a exclusão do conteúdo do arquivo INDD.) Consulte Inserir marcas de formatação em itens de página.

Igual ao painel Artigos: a ordem dos elementos no painel Artigos determina a ordem de leitura. Somente os artigos marcados são exportados. Consulte Inclui artigos para exportação.

Opções de formatação:

Selecione as opções de formatação para marcadores e numeração.

Marcadores: selecione Mapear para lista desordenada para converter parágrafos de marcador em Itens de lista, que são formatados em HTML usando a marca de formatação. Selecione Converter em texto para formatar usando a marca de formatação com os caracteres do marcador como texto. Se você tiver usado marcadores automáticos nativos InDesign, os submarcadores também serão incluídos.

Números: determina como os números são convertidos no arquivo HTML. Se você tiver usado numeradores automáticos nativos InDesign, os submarcadores também serão incluídos.

●  Mapear para listas ordenadas: converte as listas numeradas em itens de lista, que são formatados em HTML usando a marca.

●  Converter em texto: converte as listas numeradas em parágrafos que iniciam com o número do parágrafo atual como texto.

Exibir HTML após exportação:

Inicie o navegador, se houver.

Imagem

Opções da imagem
Opções da imagem

Copiar imagens:

Especifique como as imagens serão exportadas para HTML.

Original: exporta a imagem original para a subpasta “<document_name>-web-images”. Quando esta opção é selecionada, as outras opções ficam esmaecidas.

Otimizado: permite alterar as configurações para determinar como a imagem é exportada.

Link para caminho do servidor: em vez de exportar imagens para uma subpasta, essa opção permite inserir um URL local (como, por exemplo, “imagens/”) que será exibido à frente do arquivo de imagem. No código HTML, o atributo do vínculo exibe o caminho e a extensão especificada. Essa opção é especialmente eficaz quando você está convertendo imagens em imagens compatíveis com a Web.

Preservar aparência do layout:

Marque para herdar os atributos do objeto de imagem do layout.

Resolução (ppi):

Selecione a resolução das imagens em pixels por polegada (ppi). Os sistemas operacionais têm a resolução padrão de 72 ppi ou 96 ppi. Porém, a resolução dos dispositivos móveis varia de 132 ppi (iPad) a 172 ppi (Sony Reader), para mais de 300 ppi (iPhone 4). Você pode selecionar um valor de ppi para cada objeto selecionado. Os valores incluem 72, 96, 150 (média para todos os dispositivos eBook atuais) e 300.

Tamanho da imagem:

Especifique se o tamanho da imagem deve permanecer fixo ou ser redimensionado de acordo com a página. Referente ao fluxo de texto define um valor de percentagem relativa com base no fluxo de texto em relação à largura da página no InDesign. Essa opção faz a imagem ser redimensionada de acordo com a largura da área de leitura.

Alinhamento e espaçamento da imagem:

Especifique o alinhamento da imagem - esquerda, centro e direita. Você também pode especificar o preenchimento superior e inferior.

Conversão de imagem:

Permite escolher se as imagens otimizadas do documento serão convertidas em GIF, JPEG ou PNG. Escolha Automático para deixar que o InDesign decida o formato a ser usado em cada ocorrência. Escolher PNG desativa as configurações de compactação de imagem.; use PNG para obter imagens sem perdas ou para imagens que incluem transparência.

Opções GIF (Paleta):

Permite controlar como o InDesign processará as cores ao otimizar arquivos GIF. O formato GIF usa uma paleta de cores limitada, que não pode exceder 256 cores. Escolha Adaptável (sem pontilhado) para criar uma paleta com uma amostra representativa de cores do gráfico sem nenhum pontilhamento (mistura de pequenos pontos coloridos para simular outras cores). Escolha Web para criar uma paleta de cores válidas para a Web que são um subconjunto das cores dos sistemas Windows e Mac OS. Escolha Sistema (Win) ou Sistema (Mac) para criar uma paleta usando a paleta de cores do sistema interno. Essa opção pode levar a resultados inesperados.

Selecione Entrelaçar para carregar as imagens progressivamente preenchendo as linhas ausentes. Se essa opção não estiver selecionada, a imagem parecerá sem nitidez e, pouco a pouco, clareará até atingir a resolução total.

Opções JPEG (Qualidade de imagem):

Determina a compensação entre a compactação (para tamanhos menores de arquivo) e a qualidade de imagem para cada imagem JPEG criada. A opção Baixo produz arquivos menores e menor qualidade de imagem.

Opções JPEG (Método de formatação):

Determina a velocidade de exibição de gráficos JPEG quando o arquivo com a imagem é aberto na Web. Escolha Progressivo para que as imagens JPEG sejam exibidas gradualmente e cada vez com mais detalhes durante o download. (Os arquivos criados com esta opção são um pouco maiores e necessitam de mais memória RAM para serem exibidos.) Escolha Linha de base para fazer com que cada arquivo JPEG seja exibido apenas depois do download; um espaço reservado aparece no local até que o arquivo seja exibido.

Ignorar configurações de exportação do objeto:

Ignora as Opções de exportação do objeto aplicadas em imagens individuais. Consulte Aplicar opções de exportação do objeto'.

Avançado

Opções avançadas
Opções avançadas

Use a área Avançado para configurar as opções de CSS e JavaScript. CSS (Cascading Style Sheets) são uma coleção de regras de formatação que controlam a aparência do conteúdo em uma página da Web. Quando você usa CSS para formatar uma página, o conteúdo é separado da apresentação. O conteúdo da página—o código HTML—reside no próprio arquivo HTML, enquanto as regras de CSS, que definem a apresentação do código, residem em outro arquivo (uma folha de estilos externa) ou no documento HTML (normalmente na seção Head). Por exemplo, você pode especificar diferentes tamanhos de fontes para o texto selecionado e pode usar CSS para controlar o formato e o posicionamento de elementos de bloco em uma página da Web.

Não incluir as classes no HTML:

Selecione essa opção se você não deseja incluir classes no HTML. Remove a classe e os atributos de ID presentes na marca de formatação durante a exportação de HTML. Todas as marcas de formatação div redundantes no HTML também são removidas.

Incluir as classes no HTML:

Selecione essa opção para incluir classes no HTML.

Gerar CSS: especifique se deseja que o InDesign gere um CSS para o arquivo exportado. Caso selecione a opção Gerar CSS, você também poderá selecionar a opção Preservar substituições locais para incluir a formatação local como itálico ou negrito.

Preservar substituições locais: inclui formatação local, como itálico ou negrito.

Adicionar folha de estilos:

Especifique o URL da folha de estilos CSS existente, que normalmente é um URL relativo, como “/styles/style.css. O InDesign não verifica se o CSS existe ou é válido. Você pode usar o Dreamweaver para confirmar a configuração do CSS externo.

Opções de JavaScript:

Selecione Adicionar script para executar o JavaScript quando a página HTML for aberta. O InDesign não verifica se o JavaScript existe ou é válido.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online