Guia do Usuário Cancelar

Práticas recomendadas: aprendizado com a produção de transmissão

  1. Guia do usuário do Adobe Premiere Pro
  2. Versões beta
    1. Visão geral do programa Beta
    2. Página inicial do Premiere Pro Beta
  3. Introdução
    1. Introdução ao Adobe Premiere Pro
    2. Novidades do Premiere Pro
    3. Notas de versão | Premiere Pro
    4. Atalhos de teclado no Premiere Pro
    5. Acessibilidade no Premiere Pro
  4. Requisitos de hardware e sistema operacional
    1. Recomendações de hardware
    2. Requisitos de sistema
    3. Requisitos de driver de GPU e GPU
    4. Renderização acelerada por GPU e codificação/decodificação de hardware
  5. Criação de projetos
    1. Criar um projeto
    2. Projetos abertos
    3. Mover e excluir projetos
    4. Trabalhar com vários projetos abertos
    5. Trabalhar com atalhos de projeto
    6. Compatibilidade reversa de projetos do Premiere Pro
    7. Abrir e editar projetos do Premiere Rush no Premiere Pro
    8. Práticas recomendadas: criar seus próprios modelos de projeto
  6. Workspaces e workflows
    1. Espaços de trabalho
    2. Perguntas frequentes | Importação e exportação no Premiere Pro
    3. Trabalhar com painéis
    4. Controles de toque e gesto do Windows
    5. Usar o Premiere Pro em uma configuração de dois monitores
  7. Captura e importação
    1. Captura
      1. Captura e digitalização de gravação
      2. Captura de vídeo HD, DV ou HDV
      3. Captura e recaptura em lote
      4. Configurar o sistema para captura HD, DV ou HDV
    2. Importando
      1. Transferir arquivos
      2. Importação de imagens estáticas
      3. Importação de áudio digital
    3. Importação do Avid ou Final Cut
      1. Importação de arquivos de projeto AFF do Avid Media Composer
      2. Importação de arquivos de projeto XML do Final Cut Pro 7 e do Final Cut Pro X
    4. Formatos de arquivo compatíveis
    5. Digitalização de vídeo analógico
    6. Trabalhar com timecode
  8. Edição
    1. Sequências
      1. Criar e alterar sequências
      2. Adicionar clipes a sequências
      3. Reorganizar clipes em uma sequência
      4. Localizar, selecionar e agrupar clipes em uma sequência
      5. Editar com base em sequências carregadas no Monitor de origem
      6. Simplificar sequências
      7. Renderização e pré-visualização de sequências
      8. Trabalhar com marcadores
      9. Detecção de edição de cena
    2. Vídeo
      1. Criar e reproduzir clipes
      2. Corte de clipes
      3. Sincronização de áudio e vídeo com a opção Mesclar clipes
      4. Renderizar e substituir mídia
      5. Desfazer, histórico e eventos
      6. Congelar e reter quadros
      7. Trabalhar com taxas de proporção
    3. Áudio
      1. Visão geral de áudio no Premiere Pro
      2. Mixer de faixa de áudio
      3. Ajuste de níveis de volume
      4. Editar, reparar e aprimorar o áudio usando o painel Áudio essencial
      5. Redução automática de áudio
      6. Remixar áudio
      7. Monitorar volume e deslocamento do clipe usando o Mixer de clipe de áudio
      8. Balanceamento e deslocamento de áudio
      9. Áudio avançado - Submixes, downmixing e roteamento
      10. Transições e efeitos de áudio
      11. Trabalhar com transições de áudio
      12. Aplicar efeitos ao áudio
      13. Medir o áudio usando o efeito Radar de volume
      14. Gravar mixagens de áudio
      15. Edição de áudio na linha do tempo
      16. Mapeamento de canal de áudio no Premiere Pro
      17. Usar o áudio do Adobe Stock no Premiere Pro
    4. Edição avançada
      1. Fluxo de trabalho de edição de multicâmera
      2. Edição de workflows para filmes
      3. Configurar e usar o Head Mounted Display para vídeo imersivo no Premiere Pro
      4. Edição de VR
    5. Práticas recomendadas
      1. Práticas recomendadas: misturar áudio mais rápido
      2. Práticas recomendadas: edição eficiente
  9. Efeitos e transições de vídeo
    1. Visão geral dos efeitos e transições de vídeo
    2. Efeitos
      1. Tipos de efeitos no Premiere Pro
      2. Aplicar e remover efeitos
      3. Predefinições de efeitos
      4. Reestruturação automática de vídeo para diferentes canais de redes sociais
      5. Efeitos de correção de cores
      6. Alterar a duração e a velocidade dos clipes
      7. Camadas de ajuste
      8. Estabilizar gravação
    3. Transições
      1. Aplicação de transições no Premiere Pro
      2. Modificação e personalização de transições
      3. Recorte de metamorfose
  10. Gráficos, títulos e animação
    1. Gráficos e títulos
      1. Visão geral do painel gráficos essenciais
      2. Criar um título
      3. Criar uma forma
      4. Alinhar e distribuir texto e formas
      5. Verificar ortografia e Localizar e substituir
      6. Aplicar degradês de texto no Premiere Pro
      7. Adicionar recursos de Design responsivo nos gráficos
      8. Usar modelos de animações para títulos
      9. Substituir imagens ou vídeos em modelos de animações
      10. Usar modelos de animações orientados por dados
      11. Práticas recomendadas: workflows gráficos mais rápidos
      12. Trabalhar com legendas
      13. Fala para texto
      14. Fala para texto no Premiere Pro | Perguntas frequentes
      15. Atualizar títulos herdados para gráficos de origem
    2. Animação e uso de quadro-chave
      1. Adição, navegação e configuração de quadros-chave
      2. Animação de efeitos
      3. Usar o efeito Movimento para editar e animar clipes
      4. Otimização da automação de quadro-chave
      5. Movimentação e cópia de quadros-chave
      6. Exibição e ajuste de efeitos e quadros-chave
  11. Composição
    1. Composição, canais alfa e ajuste da opacidade do clipe
    2. Mascaramento e rastreamento
    3. Modos de mesclagem
  12. Correção e gradação de cores
    1. Visão geral: workflowso de cor no Premiere Pro
    2. Cor automática
    3. Seja criativo com cores usando os looks Lumetri
    4. Ajustar cores usando as curvas de saturação, matiz e RGB
    5. Corrigir e corresponder cores entre tomadas
    6. Utilização de controles de HSL secundários no painel Cor de Lumetri
    7. Criação de vinhetas
    8. Looks e LUTs
    9. Escopos Lumetri
    10. Gerenciamento de cores de exibição
    11. HDR para emissoras
    12. Ativar suporte HDR para DirectX
  13. Exportação de mídia
    1. Exportar vídeo
    2. Gerenciador de predefinições de exportação
    3. Fluxo de trabalho e visão geral para exportação
    4. Exportação rápida
    5. Exportação para a Web e dispositivos móveis
    6. Exportação de imagem congelada
    7. Exportação de projetos para outros aplicativos
    8. Exportação de arquivos de OMF para o Pro Tools
    9. Exportar para o formato Panasonic P2
    10. Referência de configurações de exportação
    11. Práticas recomendadas: exportar mais rápido
  14. Colaboração: Frame.io, produções e projetos de equipe
    1. Colaboração no Premiere Pro
    2. Frame.io
      1. Instalar e ativar o Frame.io
      2. Usar o Frame.io com o Premiere Pro e o After Effects
      3. Perguntas frequentes
    3. Produções
      1. Utilização de produções
      2. Como os clipes funcionam nos projetos de uma produção
      3. Práticas recomendadas: trabalhar com produções
    4. Projetos de equipe
      1. Novidades no Team Projects
      2. Introdução ao Team Projects
      3. Criar um projeto de equipe
      4. Adicionar e gerenciar mídia no Team Projects
      5. Colaborar com o Team Projects
      6. Compartilhar e gerenciar alterações com colaboradores de Team Projects
      7. Arquivar, restaurar ou excluir projetos de equipe
  15. Trabalhar com outros aplicativos da Adobe
    1. After Effects e Photoshop
    2. Dynamic Link
    3. Audition
    4. Prelude
  16. Organização e gerenciamento de ativos
    1. Trabalhar no painel Projeto
    2. Organização de ativos no painel Projeto
    3. Reprodução de ativos
    4. Pesquisar ativos
    5. Bibliotecas da Creative Cloud
    6. Sincronizar configurações no Premiere Pro
    7. Consolidar, transcodificar e arquivar projetos
    8. Gerenciamento de metadados
    9. Práticas recomendadas
      1. Práticas recomendadas: Aprendizagem da produção de transmissão
      2. Práticas recomendadas: trabalhar com formatos nativos
  17. Melhorar o desempenho e a solução de problemas
    1. Definir preferências
    2. Redefinir preferências
    3. Trabalhar com proxies
      1. Visão geral do proxy
      2. Fluxo de trabalho de assimilação e de proxy
    4. Verificar se seu sistema é compatível com o Premiere Pro
    5. Premiere Pro para Apple Silicon
    6. Eliminar a cintilação
    7. Ordem de campo e de entrelaçamento
    8. Renderização inteligente
    9. Suporte à superfície de controle
    10. Práticas recomendadas: trabalhar com formatos nativos
    11. Knowledge base
      1. Problemas conhecidos
      2. Problemas corrigidos
      3. Vídeo em verde e rosa no Premiere Pro ou no Premiere Rush
      4. Como gerenciar o cache de mídia no Premiere Pro?
      5. Corrigir erros ao renderizar ou exportar
      6. Solucionar problemas relacionados à reprodução e ao desempenho no Premiere Pro
  18. Monitoramento de ativos e de mídia offline
    1. Monitoramento de ativos
      1. Uso do Monitor de origem e do Monitor de programas
      2. Utilização do Monitor de referência
    2. Mídia offline
      1. Trabalhar com clipes offline
      2. Criação de clipes para edição offline
      3. Revinculação de medInstia offline

A transmissão é um dos ambientes de produção mais exigentes. A qualidade e a consistência são de extrema importância. Os prazos de entrega são absolutos. O tempo de retorno precisa ser calculado com precisão. E tudo tem que funcionar todos os dias. A transmissão, portanto, fornece um laboratório perfeito para eficiência pós produção.

O que podemos aprender com a produção de transmissão?

Os princípios básicos de uma produção de transmissão eficiente aplicam-se a todos os criadores de conteúdo de vídeo:

  • Manter a simplicidade
  • Fluxos de trabalho padronizados
  • Automatizar tarefas repetitivas
  • Concentrar no conteúdo, não codecs

Integrar ferramentas de produção

Nos termos mais simples, as integrações colocam recursos extras ao seu alcance. Eles pouparão tempo e dinheiro, evitando a interrupção da navegação em vários aplicativos e sistemas. Além de simplesmente trabalhar mais rápido, as integrações amplas podem transformar como os transmissores (e todos os profissionais de vídeo) criam conteúdo.

Os aplicativos Premiere Pro e Adobe Creative Cloud são projetados como plataformas abertas com APIs abrangentes para tecnologias de terceiros. Centenas de empresas criaram extensões e integrações que aceleram a produtividade e reduzem os custos. Encontre os parceiros de tecnologia da Adobe aqui: Adobe Video & Audio Partner Finder.

Ao examinar os casos de uso na transmissão, este guia de Práticas recomendadas fornece uma visão geral das ferramentas de integração que permitem aos usuários acelerar, automatizar e padronizar os fluxos de trabalho. Os princípios que se aplicam à produção de transmissão de alto desempenho são válidos para todos os tipos de produção de vídeo.

O Red Giant oferece plug-ins e extensões eficientes para o Premiere Pro e o After Effects
O Red Giant oferece plug-ins e extensões eficientes para o Premiere Pro e o After Effects

Os parceiros de suporte são integradores de sistemas para transmissores e instalações de pós produção. Nosso trabalho diário aborda a análise dos fluxos de trabalho dos nossos clientes e a identificação das áreas onde eles podem acelerar a produção, quanto tempo eles economizam e quanto custa. A menos que especificado de outra forma, a economia de tempo mencionada neste documento baseia-se em nossa própria experiência.

Reunir a mídia no aplicativo de edição

A maioria dos transmissores padroniza alguns formatos de captura e os codecs de mezanino para pós produção, o que fornece previsibilidade e permite que eles otimizem para formatos específicos. No mundo real, no entanto, qualquer coisa é possível e a mídia pode ser fornecida em qualquer formato. Vimos produções de marca solicitarem 25 fps e receberem 29.97 fps. Vimos gravações 8 K serem fornecidas para uma produção HD e ultrapassarem a taxa de proporção em até 40%, resultando em uma montanha de mídias que precisam de classificação, transcodificação e preparação para uma edição. Os aplicativos da Adobe e as integrações de terceiros podem automatizar e simplificar o processo de assimilação, permitindo que os transmissores gerenciem as mídias com eficiência.

A capacidade do Premiere Pro de editar qualquer formato de câmera de forma nativa é ideal para notícias e mídias de retorno rápido. A linha do tempo de formato aberto significa que a tecnologia sai do caminho do editor, minimizando o tempo entre filmagem e playout.

Outras produções dependem muito da transcodificação em lote das gravações para ajudar a manter uma edição em execução de maneira ideal para um editor. As transcodificações ajudam a otimizar o armazenamento e editar o desempenho ao trabalhar com formatos de tamanhos de quadro e espaços de cores maiores.

A realização desta transcodificação no NLE pode ser demorada e repetitiva, especialmente ao manusear formatos intensivos de CPU, como RED RAW ou ARRI RAW. Usar a integração do Adobe Media Encoder com os gerenciadores de farm de renderização, os transmissores podem girar os farms de renderização no local ou na nuvem, obtendo a mídia "Pronto para edição" mais rápido, com menos trabalho e menos interrupções na equipe de criação.

A integração do Adobe Media Encoder com o Premiere Pro permite que o editor veja o andamento da transcodificação e seja notificado quando a mídia estiver pronta. Com esse fluxo de trabalho, a mídia pode ser arrastada e solta em compartimentos ou diretamente na linha do tempo, permitindo que o editor inicie 50% mais rápido do que se tiver que aguardar as primeiras transcodificações antes de começar a trabalhar.

75% dos dados que se movem em todo o mundo todo os dias são vídeo. Para os transmissores, este ciclo de vida de mídia gigante começa com um operador de assimilação que, nomeia, marca e organiza o material. Uma boa organização adiciona um enorme valor à mídia para criadores de conteúdo.

As empresas especializada já poupamo tempo, reduzem riscos e simplificam o pipeline de edição usando convenções de nomenclatura padronizadas e estruturas de pastas para mídia. A IA e a automação podem acelerar significativamente esse tempo.

O GreyMeta Curio usa a IA para ajudar a classificar e organizar mídias, acessíveis no Premiere Pro
O GreyMeta Curio usa a IA para ajudar a classificar e organizar mídias, acessíveis no Premiere Pro

A integração de serviços cognitivos pode agilizar o processo de classificação e marcação usando parâmetros como reconhecimento de marca, reconhecimento facial, texto na tela, análise de fala para texto, tamanho da tomada, tipo de tomada. Na verdade, os serviços cognitivos podem ser treinados para reconhecer praticamente qualquer coisa, desde que o algoritmo tenha dados suficientes para aprender. Em um futuro próximo, um sistema de IA bem treinado poderia classificar todas as tomadas, com base nas informações da claquete, pelo apresentador ou reconhecimento do local.

A mídia e os metadados podem ser apresentados em um painel do Premiere Pro, permitindo que os usuários classifiquem, pesquisem e recuperem clipes e subclipes diretamente do Premiere Pro. A integração desses metadados com compartimentos do Adobe Smart fornece aos editores acesso às mídias que podem não ter sido consideradas importantes por um operador de assimilação. Ou permite reorganizar mídias.

Implantar ferramentas para automatizar a configuração de projetos com o serviços cognitivos garante que o criador se preocupe unicamente em ser criativo.

A transcrição, do Digital Anarchy, fornece fala em textos no Premiere Pro.
A transcrição, do Digital Anarchy, fornece fala em textos no Premiere Pro.

Editar e aprimorar conteúdo

Ter que sair do Premiere Pro no meio de uma edição pode interromper o processo criativo. Na verdade, o New York Times relatou que pode levar 25 minutos para voltar à atenção após cada interrupção. Os painéis e plug-ins integrados colocam o poder dos aplicativos de terceiros personalizados diretamente para o processo de edição, permitindo que os usuários aprimorem suas edições a partir de uma única interface, sem interromper o fluxo. Uma das distrações mais comuns durante a edição é procurar por arquivos, seja em seu próprio sistema ou em sites de banco de imagens.

Normalmente, os usuários localizam a mídia de duas maneiras; pela navegação manual nos sistemas de arquivos ou ao abrir uma ferramenta de gerenciamento de ativos. Se o sistema de gerenciamento de ativos de mídia for separado, o editor precisará baixar a mídia, movê-la para uma unidade local e, por fim, importá-la para o NLE. Esse processo é demorado e geralmente resulta em duplicação de mídia.

A incorporação do sistema de gerenciamento de ativos no Premiere Pro simplifica significativamente esse processo, permitindo que os usuários pesquisem, visualizem e arrastem a mídia do sistema de gerenciamento de ativos diretamente para a linha do tempo do Premiere Pro. De acordo com a fonte de interação, 19,8% do tempo útil é usado para pesquisar arquivos. Remover esse obstáculo libera um tempo inestimável na edição.

O Cantemo Iconik fornece acesso à mídia que pode ser arrastada para a linha do tempo no Premiere Pro.
O Cantemo Iconik fornece acesso à mídia que pode ser arrastada para a linha do tempo no Premiere Pro.

Mesmo com o acesso às gravações de produção e a um arquivo, os editores podem não ter todas as gravações necessárias. É aí que entra o Adobe Stock. Diferente de outros sites de conteúdo aramazenado, o Adobe Stock pode ser acessado a partir dos aplicativos da Adobe. Isso permite que os usuários pesquisem entre 90 milhões de imagens, vídeos e gráficos armazenados (incluindo Mogrts) para ajudar a concluir sua visão. Um estudo feito pela Adobe mostra que com sites de conteúdo armazenado, o processo pode levar mais de 3 minutos, desde localizar um vídeo até levá-lo para a linha do tempo. Comparativamente, esse processo demora apenas 16 segundos no Adobe Stock. Vale observar que você não precisa licenciar a gravação do Adobe Stock para usá-la: salve a gravação com marca d'água na Creative Cloud e importe-a para a linha do tempo. Quando a gravação for aprovada, clique em Baixar e a versão licenciada do clipe substituirá a visualização, com todos os ajustes mantidos. 

Incorporar elementos gráficos e de áudio com marca

O conteúdo é global. O aumento nas plataformas de fornecimento e a sindicação global de mídias significa que o vídeo médio deve ser enviado em várias versões. Não só vários formatos são necessários, como cada parte da mídia possa ter de ser adaptada a uma área geográfica, um demográfico... um indivíduo. Como acompanhar a maior velocidade de conteúdo enquanto garante a consistência da marca?

A Adobe reconhece que garantir a consistência entre os produtos finais é um desafio em todo o setor e permitiu que os transmissores e as empresas de pós-produção tenham automatizado grandes partes do fluxo de trabalho por meio de integrações de terceiros.

Esse problema é maior ao criar conteúdo promocional, que pode ter de ser a versionado de centenas de vezes. Por exemplo, uma promoção pode precisar de gráficos para cada dia da semana que seja 'Esta sexta-feira', 'Amanhã às 9pm', 'Hoje às 9pm'. Multiplique este exemplo por diferentes regiões, idiomas e plataformas de fornecimento, e um vídeo rapidamente se transforma em centenas de produtos, e todos precisam da mesma consistência. 

Tradicionalmente, os transmissores trataram esse problema com kits de ferramentas de identidade visual, armazenados em várias pastas, exigindo fluxos de trabalho manuais demorados. Eles podem se tornar problemas de consistência quando os kits de ferramentas são atualizados ou substituídos. A Adobe Creative Cloud permite que as empresas criem kits de ferramentas e os distribuam entre as equipes de promoção globalmente, todos acessíveis por meio de um painel da Adobe em qualquer aplicativo que estiver usando. Se um ativo tiver que ser atualizado, o departamento de gráficos faz as alterações uma vez na biblioteca de compartilhamento e os kits de ferramentas são atualizados, globalmente.

Ao criar conteúdo de transmissão em formato curto, seja para promoções, notícias ou marketing digital, o maior desafio é atender os tempos de retorno curtos sem sacrificar a qualidade. Os Modelos de animações da Adobe (também conhecidos como "Mogrts", derivados do formato de arquivo .mogrt) dão a usuários acesso ao poder do After Effects dentro do Premiere Pro. Quando um Modelo de animações é criado no After Effects, ele pode ser exportado, adicionado à Creative Cloud e ficar acessível aos editores para uso no Premiere Pro. Habilitar que o editor continue funcionando no aplicativo permite que eles trabalhem com mais eficiência, inclusive os editores que não têm conhecimento profundo do After Effects e do Modelos de animações. 

Além disso, o mogrts pode ser alterado dinamicamente, sem ser tocado por um operador. Com a simples integração de uma planilha principal, os gráficos alternativos podem ser gerados automaticamente. Observamos essa redução no tempo de duração do versionamento de gráficos em 84%. Há várias integrações de terceiros que levam este passo mais adiante, como o preenchimento automático de projetos de chamadas API, sistemas de CMS e MAMs e transcodificação automática ou upload em destinos de entrega específicos.

O MASV fornece transferências de arquivos rápidas diretamente do Premiere Pro.
O MASV fornece transferências de arquivos rápidas diretamente do Premiere Pro.

Colaborar com outras equipes e membros de equipes

Para acessar o melhor talento em todo o mundo, o compartilhamento de baixa latência de mídia, projetos e sessões, entre continentes, os fluxos de trabalho vitais e colaborativos se tornaram uma necessidade. O TeamViewer e o GoToMeeting não são suficientes. Carregar no Vimeo e pedir por comentários demora muito. Solicitar que os participantes se desloquem por um país ou continente para verem a versão mais recente é um desperdício de tempo e dinheiro. Há uma avidez para que as produções colaborem não apenas durante o processo de revisão, mas também ao criar.

Os projetos de equipe da Adobe, incluídos nas contas de equipe e corporativas da Creative Cloud, permitem que vários usuários trabalhem no mesmo projeto do Premiere Pro ou do After Effects, de onde quer que estejam em todo o mundo. Toda vez que um usuário faz uma alteração, o projeto pode ser sincronizado, dando aos colaboradores a oportunidade de aceitar ou rejeitar alterações. Esse fluxo de trabalho é importante porque os transmissores procuram virtualizar o conjunto de ferramentas da Adobe. Por exemplo, um projeto de equipe pode ser configurado para permitir que os usuários editem localmente ou em uma máquina virtual baseada na nuvem. Com a instância da nuvem, os usuários em qualquer lugar do globo podem criar uma matéria, que pode ser compartilhada com um recurso local para ser concluída localmente. Esse fluxo de trabalho abre oportunidades para as edições locais, que, por sua vez, aceleram a conclusão do projeto e reduzem as sobrecargas editoriais. Combinado com tecnologias como a transmissão de vídeo NDI e a arquitetura de nuvem inteligente, fornece aos usuários uma experiência verdadeiramente colaborativa, independente do local. 

Há não muito tempo, se os usuários quisessem enviar mídia para revisão e aprovação, eles teriam que exportar a mídia, fazer upload para um canal particular do Vimeo ou do YouTube e, em seguida, passar horas/dias/semanas indo e voltando nos emails, fazendo pequenas alterações. 

Isso levou a uma falha na comunicação e a atrasos no projeto. Felizmente, esses dias entediantes acabaram. Com várias ferramentas de revisão e aprovação disponíveis no Adobe Exchange, o tempo de revisão e aprovação de um projeto é reduzido em até 42%*. Agora, os usuários podem revisar em um nível granular, e não só aprimorando a maneira como colaboramos, mas trazendo um novo conjunto de funcionalidades para a Adobe. Os usuários podem interagir com os próprios aplicativos do Premiere Pro ou de terceiros, comentar, anotar em capturas, cenas e decisões artísticas gerais. A integração de uma trilha de auditoria de comentários transforma o Premiere Pro em uma plataforma colaborativa, permitindo que todos os membros da equipe, editores e outras pessoas trabalhem juntos conforme seus projetos tomam forma. 

O Frame.io traz os comentários dos revisores para a linha do tempo no Premiere Pro.
O Frame.io traz os comentários dos revisores para a linha do tempo no Premiere Pro.

Exportar para plataformas de exibição

Quando os tempos de retorno são curtos, a simplificação do fluxo de trabalho de entrega pode fazer a diferença entre atender ou atrasar o prazo final. Fazer o máximo possível antes da exportação ajuda a cumprir com o prazo de entrega.

O Adobe Media Encoder inclui mais recursos de economia de tempo, como o Ajustador de tempo, o Normalizador de volume e a capacidade de aplicar uma correção geral de imagem para que a mídia seja compatível com a transmissão, sem ter que voltar para a linha do tempo. Depois da exportação, há várias ferramentas que podem automatizar as etapas restantes do processo de entrega, solicitando que os usuários preencham com os metadados corretos, gerem mais versões, façam o controle de qualidade da mídia e entreguem a vários destinos. A integração de uma ferramenta de orquestração de fluxo de trabalho no Premiere Pro não apenas garante a conformidade da mídia, mas reduz o tempo de envio em 38%.

O Telestream Vantage automatiza a transcodificação e os fluxos de trabalho de QC
O Telestream Vantage automatiza a transcodificação e os fluxos de trabalho de QC

A economia de tempo gerada por integrações de terceiros é mais profundamente sentida nos fluxos de trabalho de conformidade com o controle de qualidade. Hoje, é simples importar arquivos XML e arquivos de relatório JSON de uma ferramenta de controle de qualidade e preencher uma linha de tempo do Premiere Pro com marcadores que mostram erros nos códigos de tempo correspondentes. Isso acelera o processo de controle de qualidade e reduz o risco de fornecer um arquivo incorreto.

O que os indivíduos e pequenos estúdioss podem aprender com fluxos de trabalho de transmissão?

O Mocha Pro da BorisFX fornece ferramentas de rastreamento avançadas no After Effects e no Premiere Pro
O Mocha Pro da BorisFX fornece ferramentas de rastreamento avançadas no After Effects e no Premiere Pro

Há vários princípios que podem ajudar qualquer estúdio ou editor, independente do orçamento ou do pipeline. 

Evite ter vários aplicativos abertos, evite alternar entre janelas e sair do NLE. Escolha uma plataforma principal para montar seus negócios e, em seguida, certifique-se de que todos os aplicativos e ferramentas adicionais possam trabalhar ou complementar essa plataforma.

Veja nossas Práticas recomendadas: editar de forma eficiente para obter mais idéias.  

Mapeie seu processo de edição, reconheça probelmas, remova-os e, em seguida, busque a consistência. Isso não só ajuda a reconhecer onde as ferramentas e as integrações podem melhorar seu fluxo de trabalho, mas também ajuda a dimensionar tranquilamente em períodos ocupados.

Muito tempo é gasto em tarefas trabalhosas e repetitivas que podem ser substituídas com facilidade por meio da automação. Após mapear o fluxo de trabalho, examine cada etapa e pergunte se é um bom uso de tempo. Isso geralmente ajuda a identificar os processos que podem ser automatizados. Se você achar que é adequado para a automação, há uma boa chance de que exista um aplicativo que possa ser integrado ao seu fluxo de trabalho.

Veja nossos guias de Práticas recomendadas para Modelos de animações, Mixagem de áudio e Simplificação de fluxos de trabalho.

A tecnologia deve ser configurada e implantada para sair do seu caminho, de forma que possa se concentrar em criar o conteúdo. Geralmente, as limitações de tecnologia, a inflexibilidade ou os fluxos de trabalho inadequados podem significar que as equipes de produção gastam tempo concentrando-se na tecnologia, em vez do conteúdo. As equipes de produção e técnica devem ficar contentes que a tecnologia está trabalhando para atender as suas necessidades, e não ao contrário.

Consulte nossas Práticas recomendadas: trabalhar com formatos nativos.

Sobre esses guias de Práticas recomendadas

A Adobe ajuda você a teminar mais rapidamente. Saiba mais em nossos novos guias de Práticas recomendadas para edição e produção de vídeo.

Colaboradores

  • Joe Newcombe é chefe de vendas e marketing nos Parceiros de suporte, um integrador de sistema para transmissores e instalações de pós-produção. Ele reside no Reino Unido.
  • Jeff Greenberg é um consultor, instrutor mestre e autor das técnicas do Adobe Premiere Pro Studio. 
  • Maxim Jago é um cineasta residente em Paris, instrutor mestre e o autor do "Premiere Pro Classroom in a Book". 
  • Alex MacLeod é um profissional de produção, consultor de transmissão e proprietário de Media City Training no Reino Unido. 
  • Jarle Leirpoll é um cineasta, editor e instrutor mestre residente na Noruega. Ele também é autor de The Cool Stuff in Premiere Pro
  • Ian Robinson é um designer de movimento de transmissão e o instrutor regular do Adobe MAX. Ian reside em Silverthorne, Colorado.
Logotipo da Adobe

Fazer logon em sua conta