Esta página é um documento complementar aos requisitos do sistema do Premiere Pro e do After Effects. Ele fornece informações adicionais sobre os componentes do sistema e considerações para otimizar o desempenho.

 Deseja uma versão para download deste documento? Clique aqui para baixar um PDF.

Criação de um sistema para produção de vídeo

As quatro variáveis principais para um ótimo sistema de produção de vídeo são memória, armazenamento, gráficos e processador.

ram-purple

Memória

Os fluxos de trabalho de vídeo profissional dependem da memória do sistema. Uma boa estação de trabalho de edição de vídeo deve ter pelo menos 32 GB de memória, e até 128 GB.


storage-purple

Armazenamento/discos rígidos

O armazenamento rápido é essencial para a produção de vídeo. Use armazenamento NVMe ou SSD de estado sólido. A menos que você tenha uma matriz RAID rápida, os discos giratórios geralmente não oferecem velocidade suficiente para a produção de vídeo em HD e 4K.


A melhor maneira de obter excelente desempenho (e manter diferentes tipos de arquivos organizados) é distribuir a carga entre várias unidades. Uma configuração ideal possui três unidades:

  • Unidade do sistema para SO e aplicativos
  • Unidade para o cache de mídia
  • Unidade de mídia (ou armazenamento compartilhado)

 Possui apenas duas unidades? Use uma unidade externa rápida para a mídia e o cache de mídia.

O cache de mídia é onde o Premiere Pro armazena arquivos do acelerador, incluindo arquivos de pico (.pek) e áudio conformado (.cfa). O Premiere Pro pode fazer milhares de chamadas para esses arquivos a cada segundo.  Para obter mais informações, consulte Definir as preferências de cache de mídia.

  • As unidades de memória Flash NVMe com conectividade Thunderbolt 3.0 são excelentes.
  • As unidades SSD com conectividade USB 3.1 também são boas, mas têm um limite de 4 TB.
gpu-purple

Gráficos

A GPU é usada para renderização e exportação na tela, áreas prioritárias para produção de vídeo. O Premiere Pro foi projetado para aproveitar a GPU. O After Effects também está otimizado para GPU. 

  • Placa gráfica com pelo menos 4 GB de memória (VRAM).
  • (Opcional) Várias GPUs, incluindo eGPUs, podem ser usadas para acelerar a renderização e a exportação.

Drivers gráficos desatualizados são uma das causas mais comuns de problemas de desempenho com aplicativos de vídeo.Para um desempenho ideal, verifique se você possui os drivers mais recentes para sua GPU, incluindo GPUs Intel integradas. Para obter mais informações, consulte Requisitos de GPU e de driver da GPU para o Premiere Pro.

processor-purple

Processador/GPU

Nas CPUs, a velocidade do relógio é mais importante para o After Effects. Vários núcleos têm mais impacto no Premiere Pro. O ponto ideal para a execução de ambos os aplicativos é uma CPU rápida com 8 núcleos.

  • Os processadores Core i7 ou Core i9 Intel ou equivalentes AMD são altamente recomendados.
  • Velocidade rápida do relógio, de pelo menos 3,2 GHz ou superior.
  • 8 núcleos são ideais para o Premiere Pro. O aplicativo pode usar mais núcleos, mas sem benefícios adicionais significativos. Dependendo da tarefa, o Premiere Pro é executado com eficiência de 93 a 98% com 8 núcleos.

H.264 e H.265 (HEVC) são formatos de captura amplamente usados para DSLRs, câmeras sem espelho, câmeras de ação e telefones. O H.264 também é o formato preferido para uploads no YouTube e sites de mídia social. Esses formatos compactados são adequados para captura e distribuição, mas consomem muitos recursos do processador para pós-produção.

Se você trabalha com H.264 e H.265, considere os processadores Intel Core i7 e Core i9, que oferecem aceleração de hardware Quick Sync, com suporte no Premiere Pro e After Effects. 

Os processadores AMD e Intel Xeon funcionam bem para outros formatos, como os formatos de câmera de cinema (como RED, Sony Venice, ARRI) e formatos de transmissão (como XDCam HD).

Atualização do sistema

Adicionar memória é o ponto mais fácil e geralmente o que causa maior impacto se você deseja atualizar o sistema para melhorar o desempenho do Premiere Pro e do After Effects.

Atualize o sistema Premiere Pro nesta ordem de prioridade:

  1. Mais RAM: até 128 GB se a placa-mãe suportar.
  2. Uma GPU mais rápida (ou GPUs adicionais) para renderização e exportação mais rápidas
  3. Unidades NVMe ou SSD mais rápidas (ou mais)
  4. CPU mais rápida

Atualize o sistema After Effects nesta ordem de prioridade:

  1. Mais memória RAM: 128 GB é uma boa meta para sistemas de primeira qualidade.
  2. Unidades SSD ou NVMe mais rápidas (ou mais)
  3. Uma GPU (ou GPUs adicionais) mais rápida para renderização e exportação mais rápidas
  4. CPU mais rápida

Perguntas frequentes

Os tempos de exportação são afetados pelo hardware gráfico e pelo fluxo de trabalho. Uma segunda GPU (da mesma classe da GPU principal) pode fornecer aumentos substanciais de velocidade na exportação. A criação de visualizações durante a edição também pode acelerar os tempos de exportação.

Supondo que você tenha um bom sistema, o desempenho dos fluxos de trabalho com várias câmeras é mais dependente da configuração do projeto do que do hardware. Usuários experientes criam seus próprios modelos de projeto para padronizar sua configuração.

Um monitor de referência calibrado conectado por meio de hardware de transmissão externo é altamente recomendado para exibição precisa de conteúdo crítico entrelaçado e colorido. O monitoramento adequado do conteúdo HDR requer um monitor externo compatível com HDR.

Trata-se de uma questão de preferência pessoal. Como a linha do tempo é um elemento central da interface do usuário do Premiere Pro, uma tela ultra larga de 37”combinada com um segundo monitor de referência é uma excelente opção.

O monitoramento simultâneo de áudio multicanal requer uma placa de som multicanal. No Windows, a placa de som deve ser compatível com ASIO.

Seu fluxo de trabalho, e como você decide trabalhar com formatos de arquivo, podem ter um impacto significativo no desempenho geral. Nosso guia de práticas recomendadas para trabalhar com formatos nativos possui sugestões para projetar seu fluxo de trabalho a fim de garantir o desempenho ideal com seu hardware.

Recomendações de hardware