Sobre perfis de cores

Um gerenciamento de cores preciso e uniforme requer perfis precisos compatíveis com ICC de todos os dispositivos de cores. Por exemplo, sem um perfil de scanner preciso, uma imagem digitalizada com perfeição pode parecer incorreta em outro programa, simplesmente por causa de diferenças entre o scanner e o programa que estiver exibindo a imagem. Essa representação enganosa pode levá-lo a fazer "correções" desnecessárias, trabalhosas e potencialmente danosas em uma imagem já satisfatória. Com um perfil preciso, o programa que importar a imagem poderá corrigir quaisquer diferenças de dispositivos e exibir as cores reais de uma digitalização.

Um sistema de gerenciamento de cores usa os seguintes tipos de perfis:

Perfis de monitor

Descrevem como o monitor está reproduzindo as cores no momento. Esse é o primeiro perfil que você deve criar porque a exibição precisa das cores no monitor permite tomar decisões cruciais sobre cores no processo de design. Se a imagem visualizada no monitor não representar as cores reais do documento, você não poderá manter a uniformidade de cores.

Perfis de dispositivos de entrada

Descrevem quais cores um dispositivo de entrada pode capturar ou digitalizar. Se a sua câmera digital oferece opções de perfis, a Adobe recomenda selecionar Adobe RGB. Caso contrário, use sRGB (que é o padrão na maioria das câmeras). Os usuários experientes também podem cogitar em usar perfis diferentes para diferentes fontes de luz. Para perfis de scanners, alguns fotógrafos criam perfis separados para cada tipo ou marca de filme digitalizado em um scanner.

Perfis de dispositivos de saída

Descrevem o espaço de cor de dispositivos de saída como impressoras de mesa ou impressoras gráficas. O sistema de gerenciamento de cores usa perfis de dispositivos de saída para mapear de forma apropriada as cores em um documento para as cores na gama do espaço de cor de um dispositivo de saída. O perfil de saída também deve levar em consideração as condições de impressão específicas, como o tipo de papel e tinta. Por exemplo, um papel brilhante é capaz de exibir um intervalo de cores diferente em comparação a um papel fosco.

A maioria dos drivers de impressoras vem com perfis de cores internos. É uma boa ideia experimentar esses perfis antes de investir em perfis personalizados.

Perfis de documentos

(Não aplicável a PDFs) Definem o espaço de cor RGB ou CMYK específico de um documento. Ao atribuir, ou marcar, um documento com um perfil, o aplicativo fornece uma definição da real aparência das cores no documento. Por exemplo, R=127, G=12, B=107 é apenas um conjunto de números que diferentes dispositivos exibirão de formas distintas. Mas, ao marcar com o espaço da cor do Adobe RGB, esses números especificarão uma cor ou comprimento de onda de luz real; nesse caso, uma cor específica de roxo.

Quando o gerenciamento de cores está ativado, os aplicativos Adobe atribuem automaticamente novos documentos a um perfil com base nas opções de Área de trabalho da caixa de diálogo Configurações de cores. Documentos sem perfis atribuídos são conhecidos como documentos sem marcas de formatação e contêm apenas números não processados de cores. Ao trabalhar com documentos sem marcas de formatação, os aplicativos Adobe usam o perfil da área de trabalho atual para exibir e editar cores.

Gerenciamento de cores com perfis
Gerenciamento de cores com perfis

A. Os perfis descrevem os espaços de cores do dispositivo de entrada e do documento. B. Com o uso das descrições dos perfis, o sistema de gerenciamento de cores identifica as cores reais do documento. C. O perfil do monitor informa ao sistema de gerenciamento de cores como converter os valores numéricos do documento no espaço de cor do monitor. D. Com o uso do perfil do dispositivo de saída, o sistema de gerenciamento de cores converte os valores numéricos do documento nos valores de cores desse dispositivo de saída para que as cores sejam impressas com a aparência correta. 

Sobre calibração e caracterização do monitor

O software de criação de perfis pode calibrar e caracterizar o seu monitor. Calibrar o monitor torna-o compatível com um padrão predefinido — por exemplo, ajustar o monitor para exibir cores usando a temperatura de cor de ponto branco padrão em artes gráficas de 5.000 graus° K (Kelvin). Caracterizar o monitor cria simplesmente um perfil que descreve como o monitor está reproduzindo as cores no momento.

A calibração do monitor envolve o ajuste das seguintes configurações de vídeo:

Brilho e contraste

O nível e o intervalo geral, respectivamente, da intensidade da exibição. Esses parâmetros funcionam da mesma foram como o fazem em uma televisão. Um utilitário de calibração de monitores ajuda a configurar o intervalo de brilho e de contraste ideal para a calibração.

Gama

O brilho dos valores das tonalidades médias. Os valores produzidos por um monitor do preto ao branco não são lineares. Se você fizer um gráfico com os valores, eles formarão uma curva, não uma linha reta. O gama define o valor daquele ponto médio da curva entre o preto e o branco.

Substância fosforescente

As substâncias que os monitores CRT utilizam para emitir luz. Diferentes fósforos têm diferentes características de cores.

Ponto branco

A cor e a intensidade do branco mais brilhante que o monitor pode reproduzir.

Calibre e crie um perfil para o seu monitor

Ao calibrar o seu monitor, você o está ajustando para que ele fique em conformidade com uma especificação conhecida. Depois que o monitor estiver calibrado, o utilitário de criação de perfil permite que você salve um perfil de cor. Esse perfil descreve o comportamento das cores do monitor, ou seja, as cores que podem ou não ser exibidas no monitor e como os valores numéricos de cores em uma imagem devem ser convertidos para que essas cores sejam exibidas com precisão.

  1. Certifique-se de ter ligado o monitor há pelo menos meia hora. Isso lhe dará tempo suficiente para aquecer e produzir uma saída mais uniforme.

  2. Certifique-se de que o seu monitor esteja exibindo milhares de cores ou mais. De preferência, que ele esteja exibindo milhões de cores ou 24 bits ou superior.
  3. Remova padrões de fundo coloridos da área de trabalho do monitor e defina para que ela exiba tons de cinza neutros. Padrões muito detalhados ou brilhantes em torno de um documento interferem na percepção precisa das cores.

  4. Siga um dos procedimentos abaixo para calibrar o monitor e criar um perfil para ele:
    • No Windows, instale e use um utilitário de calibragem de monitores.

    • No Mac OS, use o utilitário Calibrar, localizado na guia Preferências do sistema/Monitores/Cor.

    • Para obter os melhores resultados, use softwares de terceiros e dispositivos de medição. Em geral, o uso de um dispositivo de medição, como um colorímetro, juntamente com o software pode criar perfis mais acurados porque um instrumento pode medir as cores exibidas em um monitor com muito mais precisão do que o olho humano.

    Observação:

    O desempenho do monitor muda e declina com o tempo; recalibre o monitor e refaça seu perfil aproximadamente uma vez por mês. Se você achar difícil ou impossível calibrar o seu monitor em relação a um padrão, pode ser pelo fato dele estar muito velho e com as cores desbotadas.

A maioria dos softwares de criação de perfis atribui automaticamente o novo perfil como o perfil de monitor padrão. Para obter instruções sobre como atribuir manualmente o perfil do monitor, consulte o sistema de Ajuda de seu sistema operacional.

Instale um perfil de cor

Geralmente, os perfis de cores são instalados quando um dispositivo é adicionado ao sistema. A precisão desses perfis (normalmente chamados de perfis genéricos ou perfis predefinidos) variar de acordo com cada fabricante. Você também pode obter perfis de dispositivo de seu provedor de serviços, fazer download de perfis na Web ou criar perfis personalizados usando equipamentos profissionais de criação de perfis.

  • No Windows, clique com o botão direito do mouse em um perfil e selecione Instalar perfil. Você também pode copiar os perfis na pasta WINDOWS\system32\spool\drivers\color.
  • No Mac OS, copie os perfis para a pasta /Library/ColorSync/Profiles ou para a pasta /Users/[nome do usuário]/Library/ColorSync/Profiles.

    Depois de instalar os perfis de cores, reinicie os aplicativos Adobe.

Incorpore um perfil de cores

Você pode incorporar um perfil de cor em um objeto. O Acrobat anexa o perfil apropriado, conforme especificado na caixa de diálogo Converter cores, aos objetos selecionados no PDF. Para obter mais informações, consulte Conversão de cores e gerenciamento de tinta (Acrobat Pro DC).

Converter cores para outro perfil (Acrobat Pro DC)

Você pode converter cores em um PDF usando a ferramenta Converter cores na barra de ferramentas disponível na Produção de impressão. Para obter mais informações, consulte Conversão de cores e gerenciamento de tinta (Acrobat Pro DC).

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online