Observação:

Se um formato de arquivo suportado não aparecer na caixa de diálogo ou no submenu apropriado, talvez seja necessário instalar o plug-in para esse formato.

Escolher um formato de arquivo

Os formatos de arquivos gráficos diferem na maneira como representam os dados da imagem (em pixels ou vetores) e oferecem suporte a diferentes técnicas de compactação e recursos do Photoshop. Para preservar todos os recursos do Photoshop (camadas, efeitos, máscaras etc.), salve uma cópia da imagem no formato do Photoshop (PSD).

Como a maioria dos formatos de arquivo, o PSD oferece suporte para arquivos com até 2 GB de tamanho. Para arquivos maiores do que 2 GB, salve no Formato de documento grande (PSB), Photoshop Raw (somente imagem achatada), TIFF (até 4 GB) ou formato DICOM.

A profundidade de bits padrão de imagens é de 8 bits por canal. Para se obter um maior intervalo dinâmico maior com imagens de 16 ou 32 bits, use os seguintes formatos:

Formatos para imagens de 16 bits (requerem o comando Salvar como)

Photoshop, Large Document Format (PSB), Cineon, DICOM, IFF, JPEG, JPEG 2000, Photoshop PDF, Photoshop Raw, PNG, Portable Bit Map e TIFF.

Observação:

O comando Salvar para a Web e Dispositivos converte automaticamente imagens de 16 bits em 8 bits.

Formatos para imagens de 32 bits (requerem o comando Salvar como)

Photoshop, Formato de documento grande (PSB), OpenEXR, Bitmap Portátil, Radiance e TIFF.

Sobre a compactação de arquivos

Diversos formatos usam compactação para reduzir o tamanho de imagens bitmap. As técnicas sem perdas fazem a compactação do arquivo sem remover detalhes da imagem ou informações das cores, enquanto as técnicas com perdas removem todos os detalhes. As técnicas de compactação mais usadas estão listadas a seguir:

RLE (Run Length Encoding)

Compactação sem perdas que é suportada por alguns formatos comuns de arquivos do Windows.

LZW (Lempel-Zif-Welch)

Compactação sem perdas que é suportada pelos formatos de arquivo de linguagem PostScript, PDF, GIF e TIFF. Mais prática em imagens com áreas grandes de uma única cor.

JPEG (Joint Photographic Experts Group)

Compactação com perdas que é suportada pelos formatos de arquivo de linguagem PostScript, PDF, TIFF e JPEG. Recomendada para imagens de tons contínuos, como fotografias. O JPEG usa a compactação com perdas. Para especificar a qualidade da imagem, escolha uma opção no menu Qualidade, arraste o controle deslizante pop-up de Qualidade ou digite um valor entre 0 e 12 na caixa de texto Qualidade. Para obter os melhores resultados impressos, escolha a compactação de qualidade máxima. Arquivos JPEG podem ser impressos apenas em impressoras PostScript Level 2 (ou superior) e não podem ser separados em chapas individuais.

CCITT

Grupo de técnicas de compactação sem perdas para imagens em preto e branco, com suporte dos formatos de arquivo de linguagem PostScript e PDF. (CCITT é uma abreviação francesa para o International Telegraph and Telekeyed Consultive Committee.)

ZIP

Compactação sem perdas que é suportada pelos formatos de arquivo PDF e TIFF. Como LZW, a compactação ZIP é mais eficiente para imagens que apresentam áreas extensas com uma única cor.

Maximizar a compatibilidade para arquivos PSD e PSB

Se trabalhar com arquivos PSD e PSB em versões mais antigas do Photoshop ou aplicativos que não suportam camadas, você poderá adicionar uma versão regular da imagem ao arquivo salvo.

Observação:

Se você salvar uma imagem em uma versão anterior do Photoshop, os recursos que a versão não suporta serão descartados.

  1. Escolha Editar > Preferências > Controle de arquivo (Windows) ou Photoshop > Preferências > Controle de arquivo (Mac OS).
  2. No menu Maximizar compatibilidade de arquivo PSD e PSB, selecione um dos que seguem:

    Sempre

    Essa opção salva uma imagem composta (achatada) junto com as camadas do documento.

    Perguntar

    Pergunta se é para maximizar a compatibilidade quando você salva.

    Nunca

    Salva apenas uma imagem em camadas.

    Observação:

    Selecione Perguntar ou Nunca se desejar reduzir significativamente o tamanho do arquivo.

Formato Photoshop (PSD)

O formato PSD (Photoshop) é o formato de arquivo padrão e o único, além do PSB (Formato de documento grande), com suporte para todos os recursos do Photoshop. Devido à estreita integração entre os produtos da Adobe, outros aplicativos, como o Adobe Illustrator, o Adobe InDesign, o Adobe Premiere, o Adobe After Effects e o Adobe GoLive, podem importar arquivos PSD diretamente e preservar vários recursos do Photoshop. Para obter mais informações, consulte a Ajuda referente a cada um desses aplicativos da Adobe.

Ao salvar um arquivo PSD, é possível definir uma preferência para maximizar a compatibilidade desse arquivo. Isso salva uma versão composta de uma imagem em camadas no arquivo, permitindo que ele seja lido por outros aplicativos (inclusive por versões anteriores do Photoshop). Ele também mantém a aparência do documento, caso versões futuras do Photoshop alterem o comportamento de alguns recursos. A inclusão da composição também torna mais rápidos o carregamento e o uso da imagem em aplicativos que não sejam do Photoshop e, às vezes, pode ser necessário tornar a imagem legível em outros aplicativos.

Você pode salvar imagens de 16 bits por canal e imagens HDR de 32 bits por canal como arquivos PSD.

Formato Photoshop 2.0

(Mac OS) Esse formato pode ser usado para abrir uma imagem no Photoshop 2.0 ou exportá-la para um aplicativo que ofereça suporte apenas a arquivos do Photoshop 2.0. A gravação no formato Photoshop 2.0 achata a imagem e descarta informações de camadas.

Formatos Photoshop DCS 1.0 e 2.0

O formato DCS (Desktop Color Separations) é uma versão do formato padrão EPS que permite salvar separações de cores de imagens CMYK. Use o formato DCS 2.0 para exportar imagens que contêm canais de spot. Para imprimir arquivos DCS, é necessário usar uma impressora PostScript.

Formato EPS do Photoshop

O formato de arquivo de linguagem EPS (Encapsulated PostScript) pode conter gráficos vetoriais e de bitmap, sendo suportado por praticamente todos os programas gráficos, de ilustração e de layout de página. Esse formato é usado para transferir a arte vetorial em PostScript entre aplicativos. Ao abrir um arquivo EPS contendo gráficos vetoriais, o Photoshop rasteriza a imagem, convertendo esses gráficos em pixels.

O formato EPS oferece suporte para os modos de cores Lab, CMYK, RGB, Cores Indexadas, Duotônico, Tons de Cinza e Bitmap, mas não oferece suporte para canais alfa. O formato EPS também inclui suporte para demarcadores de corte. O formato DCS (Desktop Color Separations), uma versão do formato padrão EPS, permite salvar separações de cores de imagens CMYK. Use o formato DCS 2.0 para exportar imagens que contêm canais de spot. Para imprimir arquivos EPS, use uma impressora PostScript.

O Photoshop usa os formatos EPS TIFF e EPS PICT para possibilitar a abertura de imagens salvas em formatos de arquivo que criam visualizações, mas que não são suportados pelo Photoshop (como o QuarkXPress). Uma imagem de visualização aberta pode ser editada e usada como qualquer outro arquivo de baixa resolução. Visualizações EPS PICT estão disponíveis apenas no Mac OS.

Observação:

os formatos EPS TIFF e EPS PICT são mais relevantes em versões anteriores do Photoshop. A versão atual do Photoshop apresenta recursos de rasterização para a abertura de arquivos que incluem dados de vetor.

Formato Photoshop Raw

O Photoshop Raw é um formato de arquivo flexível para a transferência de imagens entre aplicativos e plataformas de computador, oferecendo suporte para imagens CMYK, RGB e em tons de cinza com canais alfa e para imagens multicanal e Lab sem canais alfa. Os documentos salvos no formato Photoshop Raw podem apresentar qualquer tamanho de arquivo e de pixel, mas não podem conter camadas.

O formato Photoshop Raw consiste em um fluxo de bytes que descreve as informações de cor na imagem. Cada pixel é descrito em formato binário, sendo 0 igual a preto e 255 igual a branco (para imagens com canais de 16 bits, o valor de branco é 65535). O Photoshop especifica o número de canais necessários para descrever a imagem, além de quaisquer canais adicionais da imagem. É possível especificar a extensão de arquivo (Windows), o tipo de arquivo (Mac OS), o criador do arquivo (Mac OS) e as informações de cabeçalho.

No Mac OS, o tipo de arquivo é geralmente um ID de quatro caracteres que identifica o arquivo (por exemplo, TEXT identifica o arquivo como arquivo de texto ASCII). O criador do arquivo também costuma ser um ID de quatro caracteres. A maioria dos aplicativos do Mac OS possui um ID exclusivo de criador do arquivo que é registrado no Apple Computer Developer Services Group.

O parâmetro Cabeçalho especifica quantos bytes de informações aparecem no arquivo antes que as informações reais da imagem comecem a ser exibidas. Esse valor determina o número de zeros inseridos no início do arquivo como espaços reservados. Por padrão, não há cabeçalho (tamanho do cabeçalho = 0). É possível inserir um cabeçalho quando o arquivo é aberto no formato Raw. Esse arquivo também pode ser salvo sem um cabeçalho e usado em um programa de edição de arquivos, como o HEdit (Windows) ou o Norton Utilities (Mac OS), para substituir os zeros por informações de cabeçalho.

A imagem pode ser salva em formato entrelaçado ou não entrelaçado. Se o formato entrelaçado for escolhido, os valores de cor (vermelho, verde e azul, por exemplo) serão armazenados sequencialmente. A decisão depende dos requisitos do aplicativo que abrirá o arquivo.

Observação:

uma imagem Photoshop Raw não tem o mesmo formato de um arquivo de imagem camera raw obtido a partir de uma câmera digital. Um arquivo de imagem camera raw corresponde ao formato patenteado específico de uma câmera, sendo essencialmente um “negativo digital”, sem filtragem, ajustes de equilíbrio de branco ou outro tipo de processamento realizado dentro da própria câmera.

Formato DNG (Negativo Digital)

O DNG (Negativo Digital) é um formato que contém os dados de imagem raw de uma câmera digital e os metadados que determinam o significado desses dados. O DNG (um formato incorporado para arquivos camera raw e disponibilizado para uso geral pela Adobe) foi projetado com o objetivo de proporcionar compatibilidade e reduzir a proliferação atual de formatos de arquivo camera raw. O plug-in Camera Raw pode salvar dados de imagem camera raw no formato DNG. Para obter mais informações sobre o formato de arquivo Digital Negative (DNG), visite o site www.adobe.com/br e pesquise o termo “Digital Negative”. Você encontrará informações abrangentes, além de um link para um fórum de usuários.

Formato BMP

O BMP é um formato de imagens padrão do Windows em computadores compatíveis com Windows. que oferece suporte para os modos de cores Bitmap, Tons de Cinza, Cores Indexadas e RGB. Você pode especificar os formatos Windows ou OS/2 e uma profundidade de bits de 8 bits/canal. Para imagens de 4 e 8 bits que usam o formato Windows, também é possível especificar a compactação RLE.

Imagens BMP costumam ser gravadas de baixo para cima, mas a opção Virar Ordem da Linha pode ser selecionada para gravá-las de cima para baixo. Também é possível selecionar um método de codificação alternativo clicando em Modos Avançados. (As opções Virar Ordem da Linha e Modos Avançados são mais relevantes para programadores de jogos e outros usuários do DirectX.)

Formato Cineon

Desenvolvido pela Kodak, o Cineon é um formato digital de 10 bits por canal adequado para composição, manipulação e aprimoramentos eletrônicos. Usando o formato Cineon, é possível reverter a saída para filme sem resultar em perdas na qualidade da imagem. Esse formato é usado no Sistema de Filmes Digitais Cineon, que faz a transferência de imagens originadas em filme para o formato Cineon, retornando-as para filme em seguida.

Formato DICOM

O formato DICOM (Digital Imaging and Communications in Medicine) é normalmente usado para a transferência e armazenagem de imagens médicas, como ultrassons e digitalizações. Os arquivos DICOM contêm dados de imagem e cabeçalhos, que armazenam informações sobre o paciente e a imagem médica.

GIF

O GIF (Graphics Interchange Format) é o formato de arquivo frequentemente usado para exibir gráficos e imagens coloridas indexadas em documentos HTML. Trata-se de um formato com compactação LZW desenvolvido para minimizar o tamanho do arquivo e o tempo de transferência eletrônica. Ele preserva a transparência em imagens de cores indexadas, mas não inclui suporte para canais alfa.

IFF

O IFF (Interchange File Format) é um formato generalizado de armazenamento de dados capaz de associar e armazenar vários tipos de dados. O IFF é portátil e possui extensões que oferecem suporte para imagens fixas, som, música, vídeo e dados de texto. Esse formato inclui o Maya IFF e o IFF (conhecido anteriormente como Amiga IFF).

Formato JPEG

O formato JPEG (Joint Photographic Experts Group) é usado mais frequentemente para exibir fotografias e outras imagens de tons contínuos em documentos HTML. O formato JPEG oferece suporte a modos de cores CMYK, RGB e Tons de Cinza, mas não oferece suporte à transparência. Ao contrário do formato GIF, o JPEG preserva todas as informações de cores de uma imagem RGB, mas faz a compactação de arquivos descartando dados de maneira seletiva.

Ao ser aberta, uma imagem JPEG é automaticamente descompactada. Um nível de compactação mais alto piora a qualidade da imagem, enquanto um nível mais baixo melhora a qualidade da imagem. Na maioria dos casos, a opção de qualidade Máxima gera um resultado totalmente diferente do original.

PSB (formato de documento grande)

O PSB (Formato de Documento Grande) oferece suporte para documentos de até 300.000 pixels em qualquer dimensão, além de ser compatível com todos os recursos do Photoshop, como camadas, efeitos e filtros. (Com documentos maiores do que 30.000 pixels de largura ou altura, alguns filtros de plug-in estão indisponíveis).

Você pode salvar imagens HDR de 32 bits por canal como arquivos PSB.

Observação:

a maioria dos outros aplicativos e das versões anteriores do Photoshop não oferece suporte para documentos com mais de 2 GB.

Formato OpenEXR

O EXR (OpenEXR) é um formato de arquivo usado no setor de efeitos visuais para imagens HDR. Esse formato para filmes apresenta alta capacidade de reprodução de cores e uma faixa dinâmica adequada para uso na produção de vídeo. Desenvolvido pela Industrial Light and Magic, o OpenEXR oferece suporte para diversos métodos de compactação com ou sem perdas. Um arquivo OpenEXR oferece suporte à transparência e só funciona com imagens de 32 bits/canal; o formato de arquivo armazena os valores como pontos flutuantes de 16 bits/canal.

PDF

O PDF (Portable Document Format) é um formato de arquivo flexível que pode ser usado em várias plataformas e em diversos aplicativos. Com base no modelo de criação de imagens PostScript, os arquivos PDF exibem e preservam com precisão fontes, layouts de página, gráficos vetoriais e gráficos de bitmap. Além disso, podem conter recursos de pesquisa e navegação em documentos eletrônicos, como links. O PDF oferece suporte para imagens de 16 bits por canal. O Adobe Acrobat também inclui uma ferramenta Retoque de Objeto para edições secundárias de imagens em um PDF. Para obter mais informações sobre como trabalhar com imagens em documentos PDF, consulte Ajuda do Acrobat.

Observação:

a ferramenta Retoque de Objeto é especificamente útil para revisões finais em imagens e objetos. Convém fazer a edição de imagens no Photoshop antes de salvá-las como PDF.

O Photoshop reconhece dois tipos de arquivos de PDF:

Arquivos PDF do Photoshop

Criado quando Preservar Recursos de Edição do Photoshop é selecionado na caixa de diálogo Salvar Adobe PDF. Arquivos PDF do Photoshop podem conter apenas uma imagem.

O formato PDF do Photoshop oferece suporte para todos os modos de cores (com exceção do modo Multicanal) e para todos os recursos suportados no formato padrão do Photoshop. Esse suporte também inclui a compactação JPEG e ZIP, exceto para imagens no modo Bitmap, que usam a compactação CCITT Grupo 4.

Arquivos PDF padrão

Criado quando a seleção de Preservar Recursos de Edição do Photoshop é cancelada na caixa de diálogo Salvar Adobe PDF ou usando outro aplicativo, como Adobe Acrobat oi Illustrator. Arquivos PDF padrão podem conter várias páginas e imagens.

Quando você abre o arquivo PDF padrão, o Photoshop rasteriza vetor e conteúdo de texto, ao mesmo tempo que preserva o conteúdo de pixel.

Arquivo PICT

O formato PICT é usado em aplicativos gráficos e de layout de página do Mac OS como um formato de arquivo intermediário para a transferência de imagens entre aplicativos. Ele oferece suporte para imagens RGB com apenas um canal alfa e para imagens no modo Bitmap, Cores Indexadas ou Tons de Cinza sem canais alfa.

Observação:

Embora o Photoshop possa abrir arquivos PICT de rasterização, ele não pode abrir QuickDraw PICTs ou salvar no formato PICT.

Recurso PICT

(Mac OS) Um recurso PICT é um arquivo PICT que assume um nome e um número de ID de recurso. O formato Recurso PICT oferece suporte para imagens RGB com apenas um canal alfa e para imagens no modo Bitmap, Cores Indexadas ou Tons de Cinza sem canais alfa.

É possível usar o comando Importar ou Abrir para abrir um recurso PICT. Mas o Photoshop não pode salvar neste formato.

Formato Pixar

O formato Pixar foi desenvolvido especificamente para aplicativos gráficos de alta capacidade, como os usados para a renderização de imagens e animações tridimensionais. Esse formato oferece suporte para imagens RGB e em tons de cinza com apenas um canal alfa.

Formato PNG

Desenvolvido como uma alternativa não patenteada para o formato GIF, o formato PNG (Portable Network Graphics) é usado para compactação sem perdas e para a exibição de imagens na Web. Ao contrário do GIF, esse formato oferece suporte para imagens de 24 bits e gera transparências de plano de fundo sem arestas irregulares. Entretanto, nem todos os navegadores da Web são compatíveis com imagens PNG. O formato PNG oferece suporte para imagens no modo RGB, Cores Indexadas, Tons de Cinza ou Bitmap sem canais alfa, além de preservar a transparência de imagens RGB e em tons de cinza.

Formato Portable Bit Map

O formato de arquivo PBM (Portable Bit Map), também conhecido como Portable Bitmap Library e Portable Binary Map, oferece suporte para bitmaps monocromáticos (1 bit por pixel), podendo ser usado para a transferência de dados sem perdas por ser compatível em diversos aplicativos. Esses arquivos podem até mesmo ser criados ou editados em um editor de texto simples.

O formato PBM atua como a linguagem comum de vários filtros de conversão em bitmap, incluindo o PFM (Portable FloatMap), o PGM (Portable Graymap), o PPM (Portable Pixmap) e o PNM (Portable Anymap). Enquanto o formato de arquivo PBM armazena bitmaps monocromáticos, o PGM armazena adicionalmente bitmaps em tons de cinza, enquanto o PPM também pode armazenar bitmaps coloridos. O PNM não é um formato de arquivo essencialmente diferente, mas um arquivo desse tipo pode conter arquivos PBM, PGM ou PPM. O PFM é um formato de imagem de pontos flutuantes que pode ser usado para arquivos HDR de 32 bits por canal.

Formato Radiance

O HDR (Radiance) é um formato de arquivo de 32 bits por canal usado para imagens HDR. Originalmente desenvolvido para o sistema Radiance (uma ferramenta profissional para a visualização de luzes em ambientes virtuais), O formato de arquivo armazena a intensidade de iluminação por pixel e não apenas as cores que serão exibidas na tela. Os níveis de luminosidade suportados pelo formato Radiance estão muito além dos 256 níveis em formatos de arquivo de imagem de 8 bits por canal. Arquivos HDR são frequentemente usados para modelagem 3D.

Scitex CT

O formato Scitex CT (Continuous Tone) é usado para o processamento avançado de imagens em computadores Scitex. Entre em contato com a Creo para obter utilitários da transferência de arquivos salvos no formato Scitex CT para um sistema Scitex. O formato Scitex CT oferece suporte para imagens CMYK, RGB e em tons de cinza (mas não para canais alfa).

Em geral, o tamanho das imagens CMYK salvas nesse formato é extremamente grande. Esses arquivos são gerados para entrada com o uso de um scanner Scitex. As imagens salvas no formato Scitex CT são impressas em filme usando uma unidade de rasterização da Scitex, que gera separações com um sistema Scitex de meio-tom patenteado. Esse sistema cria poucos padrões moiré e é usado com frequência em trabalhos profissionais coloridos, como anúncios de revistas.

TIFF

O formato TIFF ou TIF (Tagged-Image File Format) é usado para o intercâmbio de arquivos entre aplicativos e plataformas de computador. O TIFF é um formato flexível de imagem bitmap suportado praticamente por todos os aplicativos de pintura, edição de imagens e layout de página. Além disso, praticamente todos os scanners de mesa podem gerar imagens TIFF. O tamanho máximo de documentos TIFF é 4 GB.

O formato TIFF oferece suporte para imagens CMYK, RGB, Lab, Cores Indexadas ou Tons de Cinza com canais alfa e imagens no modo Bitmap sem canais alfa. O Photoshop pode salvar camadas em um arquivo TIFF. Entretanto, se esse arquivo for aberto em outro aplicativo, apenas a imagem achatada ficará visível. O Photoshop também pode salvar observações, transparências e dados em pirâmide de várias resoluções no formato TIFF.

No Photoshop, arquivos de imagem TIFF possuem uma profundidade de 8, 16 ou 32 bits por canal. Você pode salvar imagens HDR como arquivos TIFF de 32 bits por canal.

Formato WBMP

O WBMP é o formato padrão de otimização de imagens para dispositivos móveis, como celulares. oferecendo suporte a cores de 1 bit, ou seja, imagens WBMP que contêm apenas pixels em branco e preto.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online