Sobre metadados XMP

Metadados são, no sentido mais simples, os dados sobre os dados. Em termos práticos, os metadados são um conjunto de informações padronizadas sobre um arquivo, como o nome do autor, a resolução, o espaço da cor, os direitos autorais e as palavras-chave aplicadas ao arquivo. Por exemplo, a maioria das câmeras anexa algumas informações básicas para arquivos de vídeo, como data, duração e o tipo de arquivo. Outros metadados podem ser inseridos como informações de listas de tomadas no OnLocation ou na fase de captura para o Adobe Premiere Pro. Você pode adicionar metadados adicionais com propriedades como local, nome do autor e direitos autorais. Como você pode partilhar, exibir e usar esses metadados em aplicativos do Adobe Creative Suite, você pode utilizar essas informações para simplificar o fluxo de trabalho e organizar seus arquivos.

A Plataforma de Metadados Extensível (XMP) é o padrão de metadados usado por aplicativos da Adobe. Os metadados armazenados em outros formatos, como Exif, IPTC (IIM), GPS e TIFF, são sincronizados e descritos com XMP para que possam ser facilmente visualizados e gerenciados. Por exemplo, os ajustes feitos nas imagens com o Adobe Camera Raw são armazenados como metadados XMP. O padrão XMP é baseado em XML.

Um esquema de metadados é uma coleção de propriedades específicas de um fluxo de dados. O esquema Mídia dinâmica, por exemplo, contém propriedades como Cena e Localização da tomada que são desenvolvidas para projetos de vídeo digital. Os esquemas Exif, porém, incluem propriedades desenvolvidas para fotografia digital, como Tempo de exposição e Valor de abertura. As propriedades mais gerais, como Data e Título, aparecem no esquema Dublin Core. Para exibir uma dica de ferramenta com informações sobre um esquema ou uma propriedade específica, coloque o ponteiro sobre ela no painel Metadados. É possível criar seus próprios esquemas usando os comandos no painel Metadados e você pode importar esquema e compartilhá-los com outros usuários como arquivos XML.

Os metadados são divididos em duas categorias gerais: metadados estáticos e metadados temporais. Os metadados estáticos são metadados que se aplicam a um ativo inteiro. Por exemplo, os direitos autorais e as informações do autor de um clipe de vídeo aplicam-se ao clipe inteiro. Os metadados temporais são metadados associados a um tempo específico em um ativo de mídia dinâmica. Os marcadores de batida do Soundbooth e os metadados gerados pela função Pesquisa de fala no Soundbooth e no Premiere Pro são exemplos de metadados temporais.

O Adobe Story também converte as informações de um roteiro (script) nos metadados XMP que podem automatizar a criação de scripts de tomadas, listas de tomadas e outros.

Observação:

Para iniciar o serviço Adobe Story a partir do After Effects, escolha Arquivo > Ir para o Adobe Story.

Você pode exibir os metadados XMP estáticos de um arquivo no Adobe Bridge.

Os scripts e as expressões do After Effects podem ler e usar os dados armazenados em marcadores. Como os metadados XMP de itens de gravação de origem podem ser convertidos em marcadores de camada, as expressões e os scripts podem funcionar com metadados XMP. Os scripts também podem operar nos metadados XMP de um arquivo externo do contexto do After Effects, como a automação de tarefas comuns e utilizações criativas.

Os metadados XMP incluídos em um arquivo F4V ou FLV podem ser lidos e usados pelo ActionScript, por isso você pode usar os metadados XMP para adicionar interatividade a uma reprodução de vídeo no Flash Player. Um aplicativo desse recurso está pesquisando em um arquivo FLV metadados temporais, que podem permitir que o usuário inicie a reprodução de uma palavra específica do diálogo ou a qualquer hora associados a um elemento específico dos metadados temporais.

Observação:

Para adicionar e remover (refinar) seletivamente metadados XMP de um arquivo, use modelos de exportação e a caixa de diálogo Exportação de metadados no Adobe Media Encoder.

Incorporar metadados XMP versus Incluir metadados XMP em arquivos auxiliares

Na maioria dos casos, os metadados XMP de um arquivo são armazenadas no próprio arquivo. Se não for possível gravar informações diretamente no arquivo, os metadados XMP são armazenados em um arquivo separado chamado arquivo auxiliar, com a extensão de arquivo .xmp. Para obter informações sobre em quais formatos de arquivo o After Effects pode gravar metadados de XMP diretamente, consulte Metadados de XMP no After Effects.

Na maioria dos casos, os metadados XMP permanecem no arquivo mesmo se o arquivo for convertido em outro formato, por exemplo, de PSD para JPG. Os metadados XMP também são mantidos quando os arquivos são inseridos em um documento ou projeto em um aplicativo do Adobe Creative Suite.

Recursos online sobre metadados XMP

Acesse a seção Centro de desenvolvedores XMP do site da Adobe para especificação XMP, informações para integrar os metadados XMP com seu software e fluxo de trabalho, o SDK XMP (kit de desenvolvimento de software) e fóruns sobre metadados XMP.

Metadados XMP no After Effects

Para ver uma apresentação dos metadados XMP, consulte Sobre os metadados de XMP.

Quando o After Effects importa um arquivo com metadados XMP associados, você pode ver os metadados estáticos no painel Metadados, converter os metadados temporais em marcadores de camada, usar os metadados para facilitar seu trabalho no After Effects e incluir os metadados em arquivos de saída.

A interface de scripts do After Effects fornece ferramentas adicionais para usar e interagir com os metadados XMP.

Importar arquivos com metadados XMP para o After Effects

O After Effects pode importar metadados XMP de vários formatos, incluindo:

  • formatos de câmera: AVCHD, HDV, P2, XDCAM, XDCAM EX

  • formatos de imagem: GIF, JPEG, PNG, PostScript, TIFF

  • formatos de contêiner de multimídia comuns: FLV, F4V, QuickTime (MOV), Vídeo para Windows (AVI), Windows Media (ASF, WAV)

  • formatos de criação: documentos do InDesign, documentos do Photoshop (PSD), outros formatos de documentos nativos para aplicativos Adobe

  • formatos MPEG (MP3, MPEG-2, MPEG-4)

  • SWF

Ao importar um arquivo que contém metadados XMP, o After Effects mostra uma mensagem de status “Lendo metadados XMP a partir da gravação” enquanto lê os metadados do arquivo de origem.

Uma parte especialmente útil dos metadados sobre cada ativo é o número de identificação exclusivo, um valor que diferencia o ativo de todos os outros em todos os estágios do fluxo de trabalho. O valor de identificação exclusivo permite que o aplicativo reconheça um arquivo como sendo o mesmo arquivo que foi encontrado antes, mesmo se o nome do arquivo for alterado. Uma vantagem desses valores de identificação exclusivos é que cada aplicativo poderá usar essas informações para gerenciar visualizações em cache e arquivos de áudio em conformidade, impedindo a renderização e a conformação adicionais.

Os valores de identificação usados por XMP são GUIDs (Identificadores globais exclusivos), números aleatórios de 16 bytes que são normalmente usados para garantir a exclusividade de valores.

Os valores de identificação XMP são gravados para arquivos de origem quando são importados para o After Effects se a preferência Gravar IDs XMP em arquivos ao importar estiver selecionada na categoria de preferências Cache de disco e mídia. Essa configuração de preferência afeta também outros aplicativos Adobe; consulte o texto útil na caixa de diálogo Preferências para obter detalhes. Se um arquivo já tiver uma ID XMP, então o After Effects não gravará um novo e nenhuma alteração será feita. Os arquivos criados por versões recentes de aplicativos Adobe já têm, geralmente, uma ID XMP.

A preferência Gravar IDs XMP em arquivos ao importar está ativada por padrão.

Observação:

A preferência Gravar IDs XMP em arquivos ao importar apenas controla se os valores de identificação exclusivos são gravados automaticamente para arquivos quando são importados. Esta preferência não controla se os metadados XMP são gravados em um arquivo em outras circunstâncias, como ao editar metadados no painel Metadados.

Observação:

Como a gravação da ID para um arquivo é considerada uma modificação, a data de modificação de um arquivo de origem pode ser atualizada na primeira vez que o arquivo é importado.

Trabalhar com metadados XMP no After Effects

O painel Metadados

No After Effects, o painel Metadados (Janela > Metadados) mostra somente metadados estáticos. Os metadados do projeto são exibidos na parte superior do painel e os metadados de arquivos são exibidos na parte inferior. Os metadados temporais são visíveis no After Effects apenas como marcadores de camada.

Os metadados do projeto são exibidos no painel Metadados assim que abre o painel. É possível adicionar e alterar informações em quaisquer das categorias de metadados. Essas informações são exibidas no Bridge quando o arquivo de projeto é selecionado e está incorporada também nos arquivos renderizados e exportados usando a fila de renderização quando a opção do módulo de saída Incluir metadados XMP de origem estiver selecionada.

Para visualizar os metadados de arquivos no painel Metadados, você deve selecionar primeiro um arquivo no painel Projeto. Você pode adicionar ou alterar informações em quaisquer das categorias de metadados. Se você selecionar vários arquivos, as alterações feitas serão aplicadas em todos os arquivos selecionados. Qualquer alteração feita nos metadados do arquivo de origem é gravada nos arquivos de origem.

Para alterar as categorias e campos de metadados que são exibidos no painel Metadados, selecione Preferências de exibição de metadados de projeto ou Preferências de exibição de metadados do arquivo a partir do menu do painel Metadados.

Conversão de metadados XMP em marcadores de camada

Quando você cria uma camada baseada em um item de gravação que contém metadados XMP, os metadados temporais podem ser convertidos em marcadores de camada.

  1. Para ativar a conversão automática de metadados XMP em marcadores de camada, selecione a preferência Criar marcadores de camada a partir de metadados XMP da gravação na categoria de preferências Cache de disco e mídia.

Durante a conversão, o After Effects mostra uma mensagem de status “Lendo marcadores XMP da gravação”.

Esses marcadores de camada são completamente editáveis, assim como quaisquer outros marcadores de camada. (Consulte Marcadores de camada e marcadores composição.)

As alterações feitas nos marcadores de camada com base nos metadados XMP do arquivo de origem não afetam os metadados XMP no arquivo de origem.

Observação:

Para restaurar os marcadores de camada de uma camada para os lidos a partir dos metadados XMP de origem da camada, clique com o botão direito (Windows) ou Ctrl+clique (Mac OS) em qualquer marcador na camada e selecione Atualizar marcadores a partir da origem. Esse comando remove também todos os marcadores adicionados à camada. Você pode usar esse comando para criar manualmente marcadores de camada a partir de metadados XMP se não tiver a preferência Criar marcadores de camada a partir de metadados XMP da gravação selecionada quando criou a camada.

Para obter informações sobre como usar expressões junto com o conteúdo dos marcadores de camada, consulte Atributos MarkerKey (referência de expressão).

Exportar metadados XMP a partir do After Effects

Quando você renderizar e exportar uma composição, você pode gravar metadados XMP no arquivo de saída, incluindo todos os metadados XMP das origens dessa composição. Isso inclui todos os marcadores de composição e marcadores de camada na composição, todos os metadados XMP dos arquivos de origem nos quais as camadas da composição são baseadas, comentários das colunas Comentários no painel Linha de tempo e painel Projeto e metadados XMP a nível de projeto para o projeto no qual a composição está incluída. Os metadados XMP de composições aninhadas são recursivamente processados e incluídos na saída.

Para gravar todos os metadados XMP no arquivo de saída, selecione Incluir metadados XMP de origem nas configurações do módulo de saída do arquivo de saída. Se a opção Incluir metadados XMP de origem estiver desmarcada, os únicos metadados XMP que serão gravados no arquivo de saída serão uma ID exclusiva. (Consulte Módulos de saída e configurações do módulo de saída.)

Observação:

Quando a opção Incluir metadados XMP de origem estiver ativada, em alguns casos, a renderização e a exportação podem demorar devido ao tempo que leva para ler e montar metadados XMP dos arquivos de origem. Por esse motivo, a opção é desativada por padrão

Além disso, o armazenamento de metadados XMP no projeto do After Effects arquivos (.aep, .aepx) os documentos de origem usados por aplicativos Adobe (p. ex., .psd), o After Effects pode gravar metadados XMP diretamente nos arquivos para muitos formatos de recipiente, incluindo:

  • QuickTime (.mov)

  • Vídeo para Windows (.avi)

  • Windows Media (.wmv)

Observação:

Os metadados XMP são gravados nos arquivos auxiliares (.xmp) para alguns formatos MPEG.

Para arquivos de outros tipos, a opção Incluir metadados XMP de origem está indisponível.

Quando você renderiza e exporta um arquivo e inclui os metadados XMP de origem no arquivo de saída, os metadados XMP são gravados em um arquivo de saída antes que o primeiro quadro de composição seja renderizado. Se a seção Detalhes da renderização do painel Fila de renderização estiver aberta, o After Effects mostra uma mensagem de status “Obtendo metadados XMP de origens” ao compilar os metadados das origem usados na composição que está sendo renderizada.

Os metadados XMP que são gravados em um arquivo são inseridos em uma estrutura de dados XML separados dos próprios dados de áudio e vídeo. Você pode visualizar esses dados XML de texto simples do mesmo modo que vê todos os outros dados de texto simples e usá-los e manipulá-los com scripts de vários tipos.

Observação:

O After Effects grava os valores startTimecode e altTimecode nos metadados XMP. Você pode ver estes valores nos campos Timecode de início e Timecode alternativo no esquema Mídia dinâmica no painel Metadados.

Voltar a importar metadados XMP para o After Effects

Ao importar um arquivo para o After Effects que foi renderizado e exportado do After Effects usando a opção Incluir metadados XMP de origem, todos os metadados XMP que foram gravados no arquivo de saída estão disponíveis como marcadores de camada quando o arquivo for usado como origem de uma camada em uma composição. Os metadados XMP não são visíveis no painel Metadados.

Observação:

Quando você importa um arquivo que contém metadados XMP e usa esse arquivo como a origem de uma camada, o After Effects filtra os metadados XMP redundantes. Isso evita uma acumulação de marcadores duplicados quando usar um arquivo no After Effects que foi renderizado e exportado para o mesmo projeto; por exemplo, quando pré-renderiza uma parte de um projeto.

Sobre arquivos, clipes e metadados de projeto XMP

Geralmente, os aplicativos de vídeo e áudio Adobe tratam os metadados XMP de maneiras muito semelhantes. Porém, há algumas pequenas distinções que refletem o estágio de fluxo de trabalho exclusivo que cada aplicativo aborda. Ao usar aplicativos simultaneamente, uma compreensão dessas abordagens ligeiramente diferentes podem lhe ajudar a tirar o máximo proveito dos metadados.

O Adobe OnLocation e Encore fornecem um conjunto de propriedades de metadados a todos os recursos. Entretanto, o Adobe Premiere Pro, After Effectse o Soundbooth dividem o painel Metadados em seções separadas para diferentes tipos de recursos.

Adobe Premiere Pro

Separa os metadados nestas seções:

Clipe

Exibe propriedades para instâncias de clipe selecionadas no painel Projeto ou no painel Linha de tempo. Esses metadados são armazenados em arquivos de projeto, de modo que aparecem somente no Adobe Premiere Pro.

Arquivo

Exibe propriedades para arquivos de origem que você selecionou no painel Projeto. Esses metadados são armazenados em arquivos de projeto, de modo que aparecem em outros aplicativos, incluindo o Adobe Bridge.

After Effects

Separa os metadados nestas seções:

Projeto

Exibe as propriedades para o projeto geral. Se você selecionar Incluir metadados XMP de origem na caixa de diálogo Configurações do módulo de saída, essas informações serão incorporadas nos arquivos que vocês extraiu da Fila de renderização.

Arquivos

Exibe propriedades para arquivos de origem que você selecionou no painel Projeto. (Se você selecionar um proxy, as propriedades do arquivo real aparecerão.)

Para o After Effects, as propriedades Projeto e Arquivo são armazenadas diretamente nos arquivos, de modo que você pode acessar esses metadados no Adobe Bridge.

Arquivo

Exibe propriedades para o áudio exibido atualmente ou o arquivo ASND. Esses metadados são armazenados diretamente nesses arquivos, de modo que eles aparecem em outros aplicativos. Entretanto, o Adobe Bridge, não exibe metadados para arquivos ASND.

Clipe

Exibe propriedades para clipes multifaixas que você selecionar no painel Editor. Esses metadados são armazenados no arquivo ASND, de modo que só aparece no Soundbooth.

Mostrar ou ocultar metadados XMP

Para otimizar o painel Metadados para o fluxo de trabalho, mostre ou oculte esquemas inteiros ou propriedades individuais, exibindo somente os que você precisa.

  1. No menu Opções  do painel Metadados, selecione Exibição de metadados.

  2. Para mostrar ou ocultar esquemas ou propriedades, selecione ou cancele na lista.

Salvar, alternar ou excluir conjuntos de metadados

Se usar vários fluxos de trabalho, cada um exigindo diferentes conjuntos de metadados de exibidos, será possível salvar conjuntos e alternar entre eles.

  1. No menu Opções  do painel Metadados, selecione Exibição de metadados.

  2. Siga um destes procedimentos:

    • Para salvar um conjunto personalizado de metadados exibidos, clique em Salvar configurações. Em seguida, digite um nome e clique em OK.

    • Para exibir um conjunto de metadados salvo anteriormente, selecione-o no menu.

    • Para excluir um conjunto de metadados salvo anteriormente, seleciona-o no menu e clique em Excluir configurações.

Criar esquemas e propriedades

Se você tiver um fluxo de trabalho exclusivo e personalizado que as opções de metadados padrão não abordam, crie seus próprios esquemas e propriedades.

  1. No menu Opções  do painel Metadados, selecione Exibição de metadados.

  2. Clique em Novo esquema e digite um nome.

  3. Na lista, clique em Adicionar propriedade à direita do nome do esquema.

  4. Digite um nome de propriedade e selecione uma destas opções para Tipo:

    Inteiro

    Exibe números inteiros que você arrasta ou clica para alterar.

    Real

    Exibe números fracionais que você arrasta ou clica para alterar.

    Texto

    Exibe uma caixa de texto (para as propriedades semelhantes ao Local).

    Booleano

    Exibe uma caixa de seleção (para Ativar/Desativar propriedades).

Editar metadados de XMP

Nos aplicativos de vídeo Adobe, propriedades de nome semelhante são vinculadas nos painéis Metadados e Projeto. Entretanto, o painel Metadados fornece propriedades mais extensas e lhe permite editá-las simultaneamente para vários arquivos.

Observação:

Em vez de um painel Projeto, o Soundbooth usa o painel Arquivos.

  1. Selecione os arquivos ou clipes desejados.

  2. No painel Metadados, edite texto ou ajuste os valores conforme necessário.

    Se você tiver selecionado vários itens, as o painel mostrará as propriedades assim:

    • Se uma propriedade corresponder a todos os itens, a entrada correspondente será exibida.

    • Se uma propriedade for diferente, <Valores múltiplos> aparece. Para aplicar valores correspondentes, clique na caixa de texto e digite.

Esta obra está licenciada sob uma licença não adaptada da Creative Commons Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0  As publicações do Twitter™ e do Facebook não são cobertas pelos termos do Creative Commons.

Avisos legais   |   Política de privacidade online